Sistema de Representação para Representantes Comerciais

" Dicas e Curiosidades "

Hoje são 5 Professoras/es
 
 
Numa tarde de verão de 1886, o farmacêutico americano John Styth Pemberton chegou à fórmula de um xarope que deveria curar todos os males do corpo e da alma. O farmacêutico então resolveu vender o xarope caramelado na Jacob’s Pharmacy, em Atlanta, a $5 cents o vidro. O produto não fez muito sucesso até que alguém resolveu misturá-lo com água gaseificada. Um dos clientes assíduos da farmácia, que passava por ali para comprar remédios contra indisposição, provou o xarope diluído e imediatamente sentiu-se melhor. Voltou para casa entusiasmado, dizendo que a Coca-Cola era o melhor remédio que já havia provado, revigorante, delicioso. Alguns anos mais tarde, Pemberton passava por dificuldades financeiras e vendeu a marca para outro farmacêutico, Asa Candler, que fundou a The Coca-Cola Company. Ele passou a fazer propaganda do xarope. A partir daí montou uma das mais sólidas empresas conhecidas.
Um viciado em Cocucha
 
Acima de Você

Se você colocar um falcão em um cercado com 1m² e o deixar inteiramente aberto por cima, o pássaro, apesar de sua incrível habilidade de voar, será um prisioneiro absoluto.  - A razão é que um falcão sempre começa o vôo com uma pequena corrida em terra. Sem espaço para correr, como é seu hábito, nem mesmo tentará voar, mas permanecerá um prisioneiro pelo resto da vida em uma pequena cadeia sem nenhum teto.

 

O morcego, que voa através da noite, uma criatura notavelmente ágil no ar, não pode sair de um lugar nivelado. Se for colocado em um piso completamente plano, tudo que consegue fazer é andar de forma confusa e, sem nenhuma dúvida, dolorosa, até que alcance alguma ligeira elevação de onde pode se jogar ao ar. Então, sai como um raio.

 

Um zangão se cair em um pote aberto, ficará lá até que morra, a menos que seja removido. Nunca vê os meios de fuga no alto, mas persiste em tentar encontrar saída de alguma maneira através dos lados próximos ao fundo. Procurará uma maneira onde não existe nenhuma, até que se destrua completamente.

 

Da mesma forma, há muitas pessoas como o falcão, o morcego e a abelha. Se esforçam na luta contra todos os seus problemas e frustrações, não percebendo que a resposta certa está logo "acima" delas.

 

Autor desconhecido.

 

 

 

Você dita o tom

Como gerente de pessoas em qualquer nível hierárquico, você precisa projetar uma atitude positiva não importa o quão ruim o seu dia possa estar. Tenha certeza que o seu nível de bom humor e positividade tem um papel fundamental em ajudar a alavancar o bom humor e positividade de todos. A médio e longo prazo, a atitude dos seus funcionários não mais é do que um reflexo das suas atitudes como gerente.

Experimente as seguintes idéias: coloque uma nota no seu computador que ajude você a lembrar que "é preciso transmitir uma energia positiva para as pessoas ao seu redor"; logo pela manhã, mostre o seu entusiasmo para todos através de um alto e forte "BOM DIA!". - 

Pequenos detalhes, que fazem uma grande diferença.

 

Prof. Ricardo Jordão

 

 

Dinheiro Virtual

Cartão de crédito - A utilização de cartão de crédito no Brasil triplicou desde o início do Plano Real. Em 1994, apenas 2,2% das compras eram pagas com cartão. Em 2000, esse número chegou a 6,7%.

 

Esse dado também se reflete na quantidade de cartões emitidos até o final do ano, que deve atingir o número recorde de 29 milhões, segundo expectativa da Credicard. Em 1994, havia 10,8 milhões de cartões no País.

 

A queda da inflação e a privatização das operadoras de telefonia contribuíram para os avanços desse setor, dando mais segurança ao consumidor e melhorando o sistema de transmissão de dados.

 

Com esse resultado, o Brasil se consolida na posição de oitavo país em número de cartões de crédito emitidos, o que representa um terço do mercado latino-americano. O mercado brasileiro ainda está longe do dos EUA, onde metade da população economicamente ativa tem cartão. No Brasil a percentagem é de 34%.

 

Com estes dados, fica a impressão de que o dinheiro que ainda ocupa espaço em nossos bolsos e carteiras em breve se tornará virtual. Assim como, ao consultarmos os caixas eletrônicos, vemos nosso dinheiro transformado em números em uma tela (não existe no banco uma caixinha ou colchão que guarde nossas economias), à medida que aumenta o uso dos cartões, as notas e moedas vão rapidamente se tornando "irreais", ou seja, não palpáveis. Os valores circulam de um canto para outro e o único rastro que deixam é o extrato. O dinheiro chega. O dinheiro vai embora. E nem sentimos o cheiro...

 

Mais sobre o dinheiro "irreal"- Os celulares em breve vão conter dinheiro. Não, eles não virão com nenhum bolsinho secreto. Simplesmente será possível comprar através deles, transferindo imediatamente o valor da conta corrente para um estabelecimento conveniado pela tecnologia Wap.

 

O serviço começa ainda tímido no Brasil - poucos locais aceitam pagamentos deste tipo. Mas as chances de crescimento são grandes. A Telesp Celular, empresa que apresenta a novidade, calcula que um milhão de aparelhos já estão prontos para uso do Wap. Outro dado relevante: no mundo, dos sete milhões de celulares em 1990, o mercado saltou para 700 milhões de unidades em 2000 e ameaça atingir, em 2005, uma produção de 1,7 bilhão de aparelhos.

 

Portanto, continue pensando em dizer adeus ao dinheiro palpável e aposentar a velha carteira. Só precisaremos acrescentar uns compartimentos às capas de celular para guardar as fotos da família. E os cartões de crédito.

 

Instituto MVC -  Estratégia e Humanismo (http://www.institutomvc.com.br/)

 

 

Dicas poderosas

Agora leia, reflita e pratique estas dicas, para que a sua vida seja ainda melhor!

 

1) Leve para o seu local de trabalho ou de estudo algum objeto que valorize a sua auto-estima, que o faça lembrar de um momento vitorioso, único, de grande satisfação. Troque este objeto freqüentemente, pois além de existir em sua vida várias coisas que fazem você se sentir especial, cada objeto novo representa uma conquista nova e colecioná-los valoriza esses momentos e alimenta sua motivação.

 

2) Faça um diário. Pode parecer coisa de adolescente, mas na realidade é autoconhecimento, que serve de base para o aprimoramento pessoal.

 

3) Prepare mensagens que você gostaria de enviar para outras pessoas e guarde em lugares estratégicos, que possam sempre surpreendê-lo quando as encontrar. Quando você menos esperar, vai receber torpedos de auto-estima que vão alimentar a sua motivação pessoal.

 

4) Dê uma olhada nos seus álbuns de fotos, sempre que possível, pois sempre guardamos fotos de momentos especiais e nunca de momentos tristes. O objetivo não é viver do passado, mas reconhecer que a vida é feito de momentos que valem a pena. Isto ajuda você a valorizar ainda mais a vida.

 

Prof. Sra. Leila Navarro.

 


SDR - Sistema de Representação - 51 - 3388-2471

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2002, SDR.