Como página inicial

Sistema de Representação Comercial para Representantes Comerciais

Adicionar a Favoritos

.

JORNAL De REPRESENTAÇÃO comercial sdr - EDIÇÃO Nº 155 - 03.01.2003

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Funções do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Testes do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Solcite seu Orçamento

Manual do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Biblioteca dos Jonais de Representação Comercial SDR

Assinatura livre e gratuita do Jornal de Representação Comercial

Contrate os melhores e mais capacitados Representantes Comerciais

Contato com a Equipe do SDR Sistema de Representação

As melhores Dicas sobre softwares livres, Bibliotecas, Links...

FUNÇÕES

TESTE

ORÇAMENTO

MANUAL

JORNAIS

ASSINe

saiba

contato

dicas

.

.

.

ENTENDER O NEGÓCIO É VITAL

.

O tempo para reparar o telhado é quando o Sol está brilhando.

 John F. Kennedy 

..

  • Você realmente conhece o seu negócio ?

  • Você realmente conhece as razões pela qual motivam os seus clientes a comprar da sua empresa, e os seus colaboradores a trabalhar para você todos os dias ?

  • A sua empresa está crescendo... você tem certeza do porquê ?

  • A sua empresa não está crescendo... você tem certeza do porquê ?

  • As suas vendas estão decrescendo... você tem certeza do porquê ?

  • Não ? Não porque você não tem tempo para parar e analisar a sua empresa ?

Continue assim, daqui a pouco você terá tempo de sobra para pensar a respeito. 


Um dos maiores artigos de marketing já publicados na história chama-se “Miopia de Marketing” de Theodore Levitt. Publicado em 1974 na Harvard Business Review, o artigo fala sobre a necessidade de entender de verdade qual o tipo de negócio que uma empresa está inserida. 

Às vezes, por miopia, os gerentes das empresas acreditam que o seu mercado está saturado, e que não é possível crescer sem canibalizar preços, produtos e serviços; quando na verdade, as razões para a queda das vendas, crescimento ou mesmo declínio acontece porquê existe uma falha em entender as verdadeiras necessidades do mercado. 

O “queijo” está sempre em movimento... (quem ainda não leu “Onde está o meu queijo?”). Essa história não é apenas uma fábula qualquer, ela ilustra com simplicidade a realidade do dia-a-dia que pode estar acontecendo agora mesmo com a sua empresa. 

O mais famoso exemplo de miopia de marketing fala sobre o declínio da indústria de estradas de ferro. As estradas de ferro não pararam de crescer porquê a necessidade de transportes coletivos diminuiu. De fato essa necessidade cresceu. 

As estradas de ferro tiveram problema não porquê a necessidade dos passageiros foi preenchida por outros meios (carros, caminhões, aviões, e até telefones), mas porquê essa necessidade não foi preenchida pela indústria de estradas de ferro. 

 

Ela simplesmente deixou os seus consumidores irem embora porque entendia que estava no negócio de estradas de ferros e não no negócio de transportes. Ou seja, era uma indústria orientada a produtos (estrada de ferro) e não a mercados (transportes). 

O “queijo” está sempre em movimento. Se você não estiver um claro entendimento sobre o negócio que a sua empresa está inserida, cedo ou tarde você estará em sérios problemas. 

O Sol pode estar brilhando sobre a sua indústria... - como esteve pela indústria de estradas de ferro -, mas talvez seja esse o melhor momento para você rever o que está fazendo. 

Se for necessário abraçar mudanças na sua empresa, não se preocupe, "Toda saída tem uma entrada em algum lugar". 

Entender o negócio é vital... Nada menos que isso interessa.  


QUEBRA TUDO ! 
.
Ricardo Jordão Magalhães 
Fundador 
ricardom@bizrevolution.com.br - www.bizrevolution.com.br

.

.

 

 AS CARTAS DE AGRADECIMENTO

 ARTIGO I - "5 DICAS PARA ENTRAR PELO CANO" - SR. PROF. PAULO ROBERTO FERREIRA.

 REFLEXÃO DO SR. PROF. SÉRGIO BUAIZ

 ARTIGO II - "A ARTE DE VENDER É INOVAR" - SR. PROF. CLAUDIO GOLDBERG

 DICAS DA SEMANA

 ARTIGO III - "CALL CENTER E O DESAFIO..." - SRA. PROF. DENIZE DUTRA.

 PIADAS

AS PRIMEIRAS CARTAS DE 2003

PAULA
Sou representante comercial há 15 anos na área de som automotivo, da cidade de Campo Grande-MS, e gosto muito das dicas do dia a dia para o nosso crescimento profissional, e hoje faço faculdade de gestão em Representação Comercial na minha cidade, que fez com que crescesse muito profissionalmente, suas matérias tem tudo a ver com que aprendemos na universidade. Parabéns, que continuem passando informações de grande valia para nosso crescimento. Parabéns, sinto orgulho de fazer parte deste time, que recebe estas dicas fantásticas. Parabéns. 

PJ. Paula Representações- Mato Grosso do sul

PATRICiA SCROCARO ( APRAS - CURITIBA - PR )
Para minha empresa é muito importante saber sobre as palestras pois já participei, e quero participar mais.

Valdir Mestriner - ( KLIN )
O SDR tem mensagens muito importantes e contribuem para o leitor refletir. 
Obrigado.

Vanessa de Souza Guzzi - ( MAGAZINELUIZA )
Bom Dia. Estou muito satisfeita com as informações que estou recebendo por e-mail.
Grata.

JAIRO JORGE DUARTE DE REZENDE
Já conheço o jornal através do CORE de Campo Grande (MS). Gostaria de recebê-lo em meu e-mail. 

Neorides - Área Comercial - Todeschini S A

Olá pessoal do SDR, quero que uma amiga passe a receber também estes e-mails, pois são muito interessantes. O endereço é: vendas_serra@...........
Vocês estão de parabéns. Abraços. 

LUIS GABRIEL
Sou Representante Comercial das marcas CECRISA / SOPRANO / HERVY, e gostaria de receber o seu jornal e materias sobre a área de atuação dessas marcas.

CARLOS JUNIOR CAVALHEIRO (ATLAS ELETRO)
Caro amigo Miguel Terra, minhas expectativas são grandes diante do MKT, que fizeste em teu e-mail no grupo Empreendedorismo. Quero poder enviar-lhe um e-mail em breve, confirmando e parabenizando teu trabalho.
Atenciosamente,
Carlos Junior Cavalheiro
Pato Branco / PR

CLAUDIO JOSE DA SILVA JUNIOR
Acredito ser o primeiro jornal deste segmento a ser usado pelos profissionais aqui do Recife-PE

Samir Abdel Hamid Abdel Ghani ( CBCC - CONTACTCENTER)
Quero com esse jornal aprimorar meus conhecimentos em todos os setores.

THALES ALBERTO SOUZA DA SILVA ( CITYLAR )
FOI ENVIADO POR UM AMIGO E GOSTEI MUITO 

ANTONIO MARCOS LIMA DA SILVA
Quero me cadastrar porque esses artigos me fizeram ter uma visão melhor com os meus funcionários.
Espero que todas as empresas possam ter artigos como estes, e possam mudar o relacionamento com os seus funcionários.

.

Vocês que são maravilhosos em nos dar esta oportunidade, e queremos que sempre, nossa humilde contribuição os motive, enriqueça e ilumine no dia a dia, porque essa é nossa recompensa.

Equipe do SDR 2003

 .


...

.

NOVO PROFESSOR

" 5 DICAS PARA ENTRAR PELO CANO "
SR PROF. PAULO FERREIRA ECKART

.

Bibliotecas e livrarias estão cheias de obras que prometem ensinar os segredos do mundo em meia dúzia de lições. Do universo corporativo aos mistérios do coração, teóricos de todas as áreas ensinam técnicas e dão dicas sobre quase tudo. Apesar da extensa produção, os manuais têm se mostrado ineficientes. Principalmente na área da administração, onde novos gurus brotam a cada semana, as "técnicas modernas" e as "novas descobertas" muitas vezes trazem problemas sérios para as instituições.

Completando o circuito das obras milagrosas, com soluções simplistas para tudo, surge uma infinidade de cursos, seminários e treinamentos. Todos garantem transformar meros empregados mortais em semideuses do mercado, capazes de tirar qualquer empresa do atoleiro. O tempo passa e os problemas continuam. Tudo foi feito conforme orientação e fiscalização, mas não deu certo. Onde está a falha?

Como as instituições não passaram por todos os problemas, da mesma forma nem todas as soluções já foram inventadas. E, para resolver situações novas, não bastam técnicas ou dicas antigas. Por melhor e mais completo que seja um livro ou curso, é muita pretensão prometer soluções mágicas para todas as dificuldades que uma organização possa enfrentar. Seguindo o raciocínio, podemos afirmar que treinar os empregados ajuda a empresa a crescer, mas o grande diferencial é outro. Mais importante do que bons técnicos é ter na empresa gente que pensa.

SEM MEDO
Quem possui autonomia e competência intelectual precisa de espaço para crescer. Se por um lado contamina o grupo com o desejo de desenvolvimento pessoal e profissional, por outro incomoda os "chefes" que não gostam de gente com iniciativa. Em muitas organizações, o espaço para profissionais com esse perfil não existe.

Gente que pensa não tem medo de se expor. Freqüentemente tem posições contrárias às do superior, analisa problemas partindo de outras premissas e até propõe soluções pouco ortodoxas para situações que sempre tiveram o mesmo tratamento, mas voltaram a prejudicar a organização.

Para pensar é preciso amar, é necessário estabelecer uma relação de desejo pelo objeto pensado. Só assim surgirá o estímulo ao potencial criativo e inovador. O ambiente deve permitir a satisfação de vários níveis de necessidades. Segurança, prazer em conviver, reconhecimento e aceitação das limitações humanas são componentes fundamentais.

TITANIC
Infelizmente, muitas empresas não sabem conviver e tirar proveito de pessoas que pensam. Marcadas por atos de poder que aniquilam quem tem idéias próprias, um expressivo número de organizações impede que seus colaboradores identifiquem sua participação nos resultados da empresa. Quase sempre são instituições que também não querem estender aos empregados a justa distribuição dos frutos do trabalho.

Nesse tipo de empresa, as regras são feitas para agradar o chefe. As pessoas são tratadas com desigualdade e os planos estratégicos não existem. A tendência desse tipo de ORGANIZAÇÃO é desaparecer junto com seu DONO. Por não permitir o desenvolvimento de equipes, castrar a capacidade criativa e impedir o aprendizado, a instituição ficará vulnerável às mudanças no mercado.

Por mais sólido que seja o Titanic, não demorará a aparecer um iceberg no trajeto. Mas talvez seja tarde para encontrar uma solução rápida que evite o naufrágio. No meio do oceano será difícil conseguir ajuda. 

 

O caminho para evitar o acidente é cercar-se de pessoas que pensam. Mas se preferir, seguem as cinco dicas para entrar pelo cano: 

 

1) leia todos os livros com dicas e receitas; 

2) seja pró-ativo, faça de sua empresa um laboratório das novas técnicas; 

3) participe de todos os cursos que prometem o sucesso rápido; 

4) não deixe de aderir às últimas "novidades"; 

5) demita os dinossauros que ousam questionar os gurus. 

 

Mas não se esqueça: reze para que no meio do caminho não tenha nenhuma pedra.
.

.
SR. PROF. PAULO RICARDO FERREIRA

Diretor da Eckart Consultorias.


Administrador, consultor, doutorando em Ciências Empresariais pela Universidade de Leon/Espanha e Professor Universitário. - Eckart Consultorias - paulo@eckart.com.br - www.eckart.com.br
51 9982 4486 - 51 3247 2336

 

.

.

.

REFLEXÃO

" FOGOS NO CÉU "

SR. PROF. SÉRGIO BUAIZ

DEPOIS DA FESTA, O QUE SERÁ DIFERENTE (DE VERDADE) ?

.

.

Há quantos anos seguimos o mesmo ritual ? - Champagne, ceia e contagem regressiva. Fogos estouram no céu, brindamos a esperança, fazemos mil promessas e...

Aonde você estava no dia 1º de janeiro de 2002 ? Quem eram aquelas pessoas ? Amigos ? Parentes ? Você era um ano mais jovem e tinha outros 12 meses pela frente. Exatos 365 dias, 8.760 horas ou 525.600 minutos para promover mudanças importantes em sua vida.

Lembra quando começou a queima de fogos ? As pessoas se abraçando e cantando para comemorar o início de um novo tempo ? Lembra das imagens que vieram a sua mente ? Seu planos ? Seus projetos ? O que você prometeu a si mesmo ? Quem serviu de testemunha ? Com quem você compartilhou seus sonhos ? Escreveu no papel ?

Vamos voltar um pouco mais no tempo. Lembra que o mundo ia acabar em 2000? Pois é... já fazem dois anos. O que mudou na sua vida ? Você engordou ou emagreceu ? Você trocou de carro ? Abriu um negócio próprio ? Mudou de emprego ? Voltou a estudar ? Quem nasceu ? Quem deixou saudades ? Quem viajou para longe ? Quem perdeu contato ?

E se voltarmos mais três, quatro ou cinco anos atrás ? Aonde você estava no dia 1º de janeiro de 1998 ? Quanta coisa mudou em 60 meses, hein ? Foram 1.824 dias, 43.776 horas e 2.626.560 minutos. Quem entrou na sua vida ? Quantos sonhos se realizaram ? O que você plantou naquele tempo e está colhendo hoje ? Foi planejado ? Deu certo ?

Ah! Foi por acaso ? Foi um golpe de sorte ? Ou foram anos ruins, que você gostaria de esquecer ? Foi um tempo de prosperidade ou você andou em círculos, fazendo as mesmas coisas de sempre ? Você evoluiu, ficou estagnado ou regrediu ? Foi mérito de quem ? Foi culpa de quem ? Qual foi o maior erro e o melhor acerto ? O que você aprendeu ? Quantas oportunidades deixou escapar ? Chorou mais de alegria ou de tristeza ?

Amigo, não quero julgar seus atos - e nem te deixar cabisbaixo, se esses não foram os melhores anos da sua vida. Apenas, gostaria de ajudá-lo a refletir sobre o que tem feito com a maior riqueza que tens: o tempo.

Tempo é unidade de vida. Pense bem: quanto vale uma hora da sua vida ? Quanto vale um dia ? Um mês ? Um ano ? Quanto tempo você desperdiçou nesses últimos cinco anos, procurando objetos perdidos, comendo demais, dormindo demais ou adiando as decisões mais importantes da sua vida ? Por quanto tempo você esteve preocupado com assuntos pequenos, que poderiam ser resolvidos com menos desgaste mental e físico ? Uma hora por dia ?

Quanto tempo você passou se enganando, inventando planos que nunca colocou em prática ? E quanto tempo você perdeu, se doando demais ao trabalho que não te satisfaz, por um salário que não compensa ?

Agora, imagine se você tivesse investido essa hora útil por dia, durante os últimos cinco anos, para realizar uma daquelas promessas de fim de ano que você fez, e nunca teve tempo de cumprir. Teriam sido 1.824 horas dedicadas a construir um novo caminho, aprender uma profissão, desenvolver um negócio próprio, estudar violão, escrever, fazer ginástica... ou seja, falta de tempo não é desculpa. O que falta, na verdade, é um real comprometimento com seus sonhos.

Por favor, não continue se enganando pela falta de tempo. Não reclame dos outros, da crise ou das dificuldades que a vida lhe impõe. Olhe-se no espelho e comprometa-se a mudar, a partir de si mesmo. Mude suas atitudes e o resto vai acontecer, melhor do que você imagina.

Se vai fazer promessas de fim de ano, anote em um papel e cole na geladeira. Você precisa se lembrar dos seus objetivos todos os dias. Antes de dormir, avalie se dedicou pelo menos uma hora produtiva a realizar seus sonhos. Mantenha o foco no que é realmente importante para a sua felicidade e seja consistente em suas ações.

Quando você promete mil coisas, todos os anos, e deixa de cumprir, cria o hábito de inventar desculpas para si mesmo. Pare de se enganar!

Neste ano, quando os fogos estourarem no céu, tome uma decisão verdadeira. Faça um planejamento para realizar seus sonhos e acompanhe isso diariamente. Seja responsável com o seu futuro e saiba aproveitar melhor o próprio tempo.

O segredo das pessoas de sucesso é valorizarem o tempo como o bem mais precioso que têm. Elas assumem o controle de suas vidas e não aceitam desculpas. São capazes de caminhar na mesma direção, até alcançarem seus objetivos, pois sabem que nada acontece do dia para a noite. Para elas, tarde é não começar...

.

.

Você também pode ser assim. Feliz 2003, com paz, saúde e prosperidade!

Sergio Buaiz publicitário, escritor, consultor e conferencista. Autor do livro \"Marketing de Rede - A Fórmula da Liderança\", é membro do Conselho Editorial da Revista VENCER!, Embaixador da Universidade do Sucesso e Diretor de Projetos da Comunidade BeFriends. - Site: http://www.buaiz.com - sbuaiz@yahoo.com 

.

.

.

 

" A ARTE DE VENDER É INOVAR "
.

SR. PROF. CLÁUDIO GOLDBERG

CONSULTOR DO INSTITUTO MVC

Tomar decisões sobre inovações significa assumir riscos e todo executivo ou gerente de vendas sabe desta realidade . 

.

Por que as boas empresas olham e incentivam esta cultura ?
.

Num mundo em que a velocidade das transformações é cada vez maior, empresas que não forem inovadoras, ou melhor, regularmente inovadoras, tendem a perder participação de mercado e conseqüentemente sua liderança . Sabemos que o objetivo de toda e qualquer empresa é conquistar novos clientes, reter e manter seus melhores e potenciais clientes e obter lucro.

Agora faça um pequeno exercício: Como sua empresa e seus concorrentes perseguiam estas metas ? 

Se a sua resposta foi aumentar a prosperidade pela perseguição da melhora da eficiência, cortando custos e praticando processos administrativos de reengenharia, just in time, entre outras, você tem um problema pode ter certeza . 

Embora estes objetivos não se tenham modificado ao longo do tempo, a forma como eles ocorrem efetivamente está alterada. No cenário competitivo atual, não se consegue gerar mais lucro sem criar novas receitas, e para isso faz-se necessário inovar. 

Quando pensamos na arte e significado da inovação, podemos afirmar que não se limita ao produto pois ela pode surgir no processo, na gestão, na abordagem ao mercado. E é sobre esta última que gostaríamos de tecer comentários . 

Um dos pilares da inovação é a orientação e perfil de uma equipe de vendas talhada para perseguir de forma consistente estes objetivos . Estes vendedores não se preocupam apenas com a obtenção de pedidos e ou contratos de um determinado período , eles estão efetivamente pensando sobre qual produto venderá para o cliente nos próximos cinco anos , porque , se não pensar assim , ele enfrentará graves dificuldades quando chegar a época .

Para isso é preciso que além do "Perfil Técnico Forte" , da experiência e conhecimento do mercado , se processe uma mudança de mentalidade na forma de se relacionar . 

 

Será mandatário que eles se embrenhem nos corredores de seus clientes , obtendo informações com todas as áreas e departamentos, sejam de engenharia , marketing , finanças , logística e etc., resultado destes contatos e observações é que serão os insumos da inovação . 

 

Somente Por meio deste processo e metodologia de vendas é que as empresas poderão estar introduzindo novos produtos que solucionem as necessidades e desejos de nossos clientes . 

Assim sendo podemos deduzir que a habilidade de ouvir o mercado é a real vantagem competitiva, o Santo Graal das empresas pois permite o desenvolvimento da capacidade de questionar premissas ,fundamental para o descobrimento de novos mercados. 

 

Formar uma equipe de vendas com estas características não é coisa rápida , demanda muito tempo e treinamento, isto é , a necessidade de desenvolver um estilo próprio de vender. 

 

É preciso criar uma cultura de pensamento de longo prazo para que se possa adquirir a competência de enxergar mais longe ,e por isso mesmo , desenvolver habilidades e características de relacionamento , que os ajudarão a conseguir mais facilmente a transformar as informações em idéias e estas em riqueza e lucros para as empresas .

Vale notar que será preciso investir recursos e tempo na adoção desta filosofia, porque esse processo de transformação exige recursos ininterruptos e demora alguns anos para que os resultados comecem a aparecer. No entanto, pode estar certo de que vale a pena.

SR. PROF. CLÁUDIO LENGA DE GOLDBERG

Consultor do Instituto MVC em Estruturação e Treinamento da Força de Venda. Pós-graduado em Marketing/Varejo pela Fundação Getulio Vargas e Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Especialista em software de Gestão Empresarial, Enterprise Resource Plannig , da Sap e Oracle. Atualmente está desenvolvendo soluções para o mercado de internet sem fio - Wireless – e consultoria em implementações de softwares de CRM – Costumer Relationship Management. Têm artigos publicados em jornais e revistas como Internet Business, Gazeta Mercantil, Jornal do Brasil etc. Em sua experiência profissional inclui ser Professor dos cursos de Pós-graduação da FGV nos MBA de Marketing e Gestão Empresarial. Diretor de Empresas tais como Temper Roupas, DBA Engenharia de Serviços, C'Plus Consultoria de Informática.

.

.

.s

.

" DICAS      DA      SEMANA "

ETCETERA: Inicialmente se escreveu como "et cetera" (o que falta, em latim) e este sentido se utilizou na lingua portuguesa e também nos outros idiomas.

A HORA DA VERDADE

Dizem que na vida tudo é passageiro. Exceto o motorista e o cobrador, completam alguns, mas também esses profissionais são passageiros quando não estão trabalhando. Assim como todo corretor e todos os vendedores em geral, quando não estão atendendo clientes, estão sendo atendidos, como clientes.
Mesmo sendo todo mundo cliente, muitos se esquecem disso quando estão na sua hora de servir. 

Assim como muitos motoristas se esquecem que em outros momentos são pedestres. 

Só quem não se esquece disso sabe que poucas coisas são tão passageiras como a lealdade dos clientes. Fala-se muito em fidelização mas na verdade não há cadeira cativa. 

A cada dia temos que conquistar, reconquistar e manter o que já havíamos conquistado. 

Isso vale até para o casamento! 

Conheço gente que se vangloria de ser irresistível conquistador, mas de tempos em tempos acumula uma nova pensão alimentícia em suas contas a pagar...

SR. PROF. GRETZ

"Se eu tivesse pensado a respeito disso, eu não teria feito a experiência. A literatura está cheia de exemplos mostrando que isso não pode ser feito". - Spencer Silver, a respeito de seu projeto que culminou com os adesivos "Post-It" da 3M.

VIRE O JOGO E TENHA SUCESSO IMEDIATO

Você tem perdido vendas? Gostaria de dobrar seus resultados? Quer vender como um campeão? Quer atingir suas metas e chegar além do topo? Para isso seria bom que existisse uma Fábrica que produzisse Campeões, concorda ? Pois é, essa Fábrica existe. Ela possui 22 processos onde, lá no final da linha de montagem 'sai um campeão bem quentinho' pronto para o Sucesso. Bem, mas qual é a forja que produz profissionais excelentes? Depois de muito analisar descobri que todo Vendedor ou Gerente se torna superprodutivo se seguir 22 C's. Conheça-os e você entrará também para o seleto Clube dos Vencedores em Vendas.
CONVICÇÃO: É onde começa o fracasso ou o sucesso em vendas. O vendedor vencedor convence, porque está convencido, empolga porque está empolgado. Um vez perguntaram a um Campeão de Vendas: - Por que você vende tanto? E ele respondeu: - O meu Entusiasmo bota fogo em mim e os clientes vem me ver eu arder, eles se aquecem na minha convicção e, depois, querem fazer negócio comigo... 
CONFIANÇA: O Vendedor existe para agregar Valor ao que vende. Mas, antes disso, ele precisa agregar valor a si mesmo. Quando duas pessoas se aproximam elas mantém, primeiramente, um contato de olhos. O subconsciente do Cliente acende uma luzinha mágica que avisa: - Ele é confiável, ou: não faça negócios com ele...Confiança é Convicção percebida como Verdade. Para gerar confiança venda primeiro a você mesmo usando recursos simples, do tipo: Sorria com os olhos, estabeleça clima amistoso, ouça com empatia e encante com inesperados cativantes. E lembre-se: antes de creditar, é preciso acreditar.
CONHECIMENTO: Agora que você está Convicto e gerou Confiança, agregue Valor ao seu produto/serviço usando a magia de seu Conhecimento. Conhecer é Investigar e Perguntar.
COMPETÊNCIA: É diferente de Conhecimento. Conhecimento é o que você sabe. Competência é o que você consegue com aquilo que sabe. Para pertencer a um Time de Águias em Vendas é preciso 3 tipos de Competência: Competência Estratégica ( Para onde eu vou? ), Competência Técnica ( Como eu vou? ) e Competência Emocional se, por acaso, der tudo errado.

SR. PROF. MAURÍCIO GÓIS

O PENTÁGONO: tem o dobro de banheiros necessários, porque quando se construiu, a lei requeria que se fizessem banheiros separados para negros e brancos. (Que significa FREE mesmo ?)

Gostariamos de parabenizálos pelas excelentes informações e menssagens que nos são enviadas pelos Srs.
Ao nos cadastrar para receber o seu jornal, gostaríamos de já contribuir enviando uma mensagem escrita por "JELALLUDDIN RUMI", e que tem sido um dos pilares de nossa filosofia de vida.

  • Eu tentei encontrá-lo nos caminhos cristãos, porém ele não estava lá; 

  • Eu fui aos templos dos hindus e dos velhos pagodás, mas não pude encontrar uma pista dele em lugar algum.

  • Eu procurei nas montanhas e nos vales, mas nem nas alturas e nem nas profundezas eu fui capaz de encontrá-lo. Eu fui para caaba em meca, mas ele também não estava lá.

  • Eu questionei os sábios e os filósofos, mas ele estava além de suas sabedorias.

  • Então, eu olhei para dentro do meu coração, e foi lá, onde ele mora, que eu o ví. Não haveria outro lugar para encontrá-lo. 

Nossa passagem ao longo da história da humanidade fica registrada através de uma linha do tempo. É a linha do nosso pequeno tempo sobreposta à linha do grande tempo da história da humanidade. Por esta razão, tudo o que fizermos e deixarmos de fazer ao longo do nosso tempo, ficará gravado para sempre.

Devemos sempre lembrar que estamos escrevendo a nossa história e jamais poderemos modificar o já escrito.
Portanto, para que a "curva" da linha de nossa história seja sempre ascendente, jamais poderemos buscar as soluções; as explicações; as decisões de que precisamos ao longo do nosso cotidiano nas outras pessoas ou em qualquer outro lugar.


Todas as respostas que precisarmos, quer sejam para nossas tristezas ou alegrias; para os nossos fracassos ou sucessos ou nossas frustações ou esperanças, estarão sempre dentro de nós mesmos. É preciso que exercitemos cada vez mais a "sabedoria" de cultivarmos a simplicidade e a humildade de buscar dentro de nós as verdadeiras respostas que poderão nos indicar a melhor forma de escrevermos nossa pequena história dentro da grande história da humanidade.

Flávio Camerini
BGMACO ind. e Com. Ltda
sócio-gerente

A história do Blue Jeans?
Em 1853, na época dos garimpos do ouro na Califórnia, nos Estados Unidos, os trabalhadores precisavam usar calças que resistissem as tarefas nas minas e escavações. Um jovem imigrante da Bavária chamado Claude Levi-Strauss, criou com sobras de uma lona para construção de tendas, que havia importado da Gênova, (Itália) e fabricada em Nimes (Denim) que os habitantes do lugar chamavam de "Genes" uma calça dotada de bolsos que teve uma grande aceitação. - Devido ao grande sucesso de sua criação, Strauss logo montou uma fábrica de artigos em jeans em São Francisco. - Além do clássico jeans Levis 501 XX, passou a comercializar jaquetas, macacões, bermudas, saias, etc. - Durante alguns anos o Blue Jeans foi visto como uma peça para o trabalho, principalmente de mecânicos, mineiros e cawboys. Nos anos 50, o cinema através de Marlon Brando e James Dean, conseguiu mudar o conceito do jeans, levando esta moda para o mundo, influenciando toda uma geração. - Outro fator importante para expansão do jeans foi a explosão do estilo dos vaqueiros na segunda metade dos anos 60, e movimento hippie nos anos seguintes.

Uma Fábula ? - Há muito tempo existiu um boi imponente. Um dia o boi estava dando seu passeio da tarde quando um pobre sapo todo mal vestido olhou para ele e ficou maravilhado. Cheio de inveja daquele boi que parecia o dono do mundo, o sapo chamou os amigos.
- Olhem só o tamanho do sujeito! - Até que ele é elegante, mas grande coisa: se eu quisesse também era.
Dizendo isso o sapo começou a estufar a barriga e em pouco tempo já estava com o dobro do seu tamanho normal. - Já estou grande que nem ele? - perguntou aos outros sapos.
- Não, ainda está longe! - responderam os amigos. O sapo se estufou mais um pouco e repetiu a pergunta.
- Não - disseram de novo os outros sapos - e, é melhor você parar com isso, porque senão vai acabar se machucando. Mas era tanta vontade do sapo de imitar o boi que ele continuou se estufando, estufando, estufando - até estourar.
Moral: - Seja sempre você mesmo

As cores traduzem momentos de vida... 

É importante saber escolher a cor da roupa que vamos usar durante o dia. Uma tonalidade seja clara ou escura sempre reflete o que a pessoa está sentindo. Algumas cores têm efeito de calmante.

  • O azul, índigo e violeta trazem um sentimento de paz e serenidade. 

  • O preto dá um ar de mistério e faz com que a pessoa se sinta mais discreta. 

  • Se a pessoa estiver passando por um processo de depressão, o preto não é aconselhável. 

  • O azul ameniza a depressão. 

  • O branco vibra todas as cores e inspira bondade, o novo e a pureza. 

  • O cinza é associado ao tédio, carência e aborrecimento. 

  • O vermelho, laranja e amarelo fazem com que você se sinta estimulada e ativa mas, se você vibrar essas cores o dia inteiro, no final da noite poderá sentir uma leve irritação. 

  • O rosa inspira o amor, ternura e afeto. 

  • A escolha de objetos, quadros, cortinas, tapetes, móveis, a cor das paredes, enfim, influencia de forma sutil o seu estado de ânimo. 

  • O laranja e o amarelo têm a função de despertar o apetite. Pode-se colocar uma peça dessa na mesa da cozinha ou jantar. Exemplo: açucareiro, uma jarra laranja, um guardanapo amarelo. 

  • A parede pintada de azul ou um abajur com uma lâmpada azul, no quarto, facilita o sono profundo e combate a insônia. 

  • No trabalho, o vermelho estimula atividade. Você pode ter algum objeto dessa cor que é o suficiente.

  • O laranja mantém a concentração e chama dinheiro. 

Se no escritório, a decoração estiver com as cores equilibradas, você e seus funcionários estarão se sentindo num ambiente agradável sem perder o pique.

A glória da amizade não é a mão estendida, nem o sorriso carinhoso, nem mesmo a delícia da companhia. 

É a inspiração espiritual que vem quando você descobre que alguém acredita e confia em você.
(Desconhecido)

 

.

.

.

 

" CALL CENTER "

E O DESAFIO DE SER INTELIGENTE EMOCIONALMENTE
.

SRA PROF. DENIZE DUTRA 
Consultora do Instituto MVC

.

.

Numa destas idas e vindas - Rio-São Paulo - estava conservando com uma profissional que supervisiona um CALL CENTER de uma importante empresa. Ela falava de suas atuais dificuldades e desafios. Seu depoimento reconhecia que as atuais tecnologias disponíveis no mercado criaram inúmeras facilidades para um excelente atendimento a clientes, mas que, no entanto, percebia como era difícil convencer os gestores de que o sucesso deste negócio não dependia apenas de implantar e treinar as pessoas para utilizar adequadamente tais tecnologias e para um atendimento telefônico adequado. 

 

Tudo dependia, principalmente, da necessidade de "treinar" - "educar" pessoas, no sentido de desenvolver competências essenciais a este tipo de trabalho.

Em seu relato de situações típicas do dia-a-dia de um call-center, identificamos que o sucesso ou o fracasso destas situações dependia do "maior" ou "menor" coeficiente de INTELIGÊNCIA EMOCIONAL das pessoas envolvidas. 

 

Como ainda fica difícil "treinar" os clientes para se comportarem de forma mais adequada, temos mesmo é de preparar as pessoas para lidar melhor com qualquer tipo de cliente e em quaisquer circunstâncias , buscando desenvolver as competências emocionais imprescindíveis a esta atividade, a saber: 

AUTOCONHECIMENTO ou AUTOCONSCIÊNCIA - ou seja, a capacidade de "conhecer" seus pontos fortes, reconhecer suas limitações e dificuldades, e a partir disto, se gostar-auto-estima-e desenvolver um sentimento de AUTOCONFIANÇA.

AUTOCONTROLE - é a capacidade de reconhecer - aceitar e lidar com suas próprias emoções , mantendo seu equilíbrio emocional em situações adversas. Enfatizamos, porém, que LIDAR com as emoções, não significa reprimi-las - e muito menos negá-las, mas sim, "saber" exprimir as emoções no momento oportuno, com as pessoas certas, e para isto, algumas vezes, ter de "engolir sapos" temporariamente. O que não revolve é ficar a vida toda "engolindo sapos", sem "digeri-los".


Quem trabalha com atendimento a clientes e, em especial, com reclamações, tem de estar preparado para ouvir as agressões e entender a raiva do cliente, sem levar para o lado pessoal. Isto é, agir como se fosse uma personagem que você desempenha naquele momento , pois, não é a você que o cliente quer agredir, mas a empresa que você representa. 

 

Não é fácil administrar a raiva, até porque é um sentimento que negamos em nós mesmos, que aprendemos que é feio, que é pecado. Mas existe, hoje, uma série de ferramentas que podemos utilizar para manter o nosso autocontrole e prevenir o stress gerado por este tipo de atividade.

AUTOMOTIVAÇÃO - o termo é redundante, pois a motivação já é intrínseca ao indivíduo, mas reforça a importância de que, se este trabalho não der oportunidade à satisfação das necessidades físicas, sociais e psicológicas do indivíduo, fica muito difícil sentir-se automotivado, pois somente esta capacidade faz com que o profissional persista em seus objetivos, não desanime frente aos obstáculos e aprenda com seus erros e com as situações adversas que a vida apresenta.

EMPATIA - é tão fundamental que considero ser a chave para os problemas de relacionamento de qualquer natureza. Se, cada pessoa, antes de AGIR, se colocasse no LUGAR DO OUTRO, reconhecendo as emoções dos outros, aceitando-as e compreendendo-as, fazendo para o outro aquilo que gostaria que fizessem com ela própria, ou, muitas vezes, não fazendo para os outros aquilo que não gostaria que fizessem consigo. - É um sentimento nobre e muito pouco comum. Somos mais familiares à simpatia, à antipatia, e até à apatia - à indiferença ou ausência de sentimentos - mas não temos o hábito de sermos empáticos. E, atender pessoas sem empatia é excluir qualquer possibilidade de dar certo.

SOCIABILIDADE - é a habilidade de relacionar-se com as pessoas, de tratá-las com cortesia e adequadamente, de desenvolver afinidades, de trabalhar em equipe. Esta , certamente, depende de todas as citadas anteriormente. - Estes principais atributos da INTELIGÊNCIA EMOCIONAL acima citados estão relacionados a uma série de outras habilidades e características que se fazem necessárias, das quais já tratamos em outros artigos, como, por exemplo , a ASSERTIVIDADE.

De modo geral, os profissionais que trabalham em
CALL CENTER são pessoas muito jovens, sem muita experiência de vida e profissional, e geralmente com baixo índice de maturidade. Esperar que estas pessoas, que estão iniciando sua vida profissional, estejam devidamente preparadas para enfrentarem certas situações é utopia, ainda que, em alguns casos, os processos seletivos indiquem bom prognóstico nestas funções. 

 

É preciso prepará-las e acompanhá-las, criando espaços permanentes de discussão das experiências, de desabafo, de troca, de análise do que deu certo e do que gerou insucesso. Enfim, é preciso criar, nas empresas que prestam estes serviços, uma verdadeira organização de aprendizagem, onde estas pessoas possam constantemente aprender com as experiências de todos e possam desenvolver as suas competências emocionais.

Algumas ações de treinamento e desenvolvimento podem contribuir para aumentar a eficácia deste s serviços que hoje, por serem estratégicos, devem agregar grande valor aos resultados do negócio.

SRA PROF. DENIZE DUTRA 
Consultora do Instituto MVC

Consultora do Instituto MVC - M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo em Gestão de Pessoas e Negócios, Relacionamento Interpessoal, Psicóloga com Pós-Graduação em Gestão Empresarial (Universidade Cândido do Mendes – RJ) e Educação (UFRJ). Desde 1981 especialista em metodologias vivenciais, desenvolveu trabalhos em mais de 100 empresas brasileiras, entre as quais CVRD, RFFSA, Volkswagem, PETROBRAS, Triumph International. Tendo também atuado em Portugal, Moçambique e Cabo Verde nas empresa Transportes Aéreos de CV; Cabo Verde Telecom, Banco Moçambique. Já publicou artigos no Jornal do Brasil, Insight MVC, Jornal do CRA, Revista T&D, etc. - Material retirado da palestra do INSTITUTO MVC: Como Conquistar seu Espaço sem Perder a Cooperação dos Outros. http://www.institutomvc.com.br

.

. " P I A D A S "

Uma ratinha passeia de braço dado com um morcego, e outra ratinha invejosa, diz quando passa...

- Mas que namorado mais feio tu tens.

- Sim, mas é piloto...

 

Foi publicada a pesquisa, onde apontam o mais bananão dos animais, e se conclui que é o peixe, porque fica atrás da fêmea e nada, nada, nada...

 

Vai uma barata pela rua, toda requebrando e se encontra com outra que lhe diz:

-Mmmmmm, ... Break dance ?

-Não. Baygon!!!

 

Um urso e um coelho, estavam fazendo cocô no mato, enquanto conversavam... Nisso a o urso pergunta: 

-Você não se incomoda de sujar a pele com cocô, Coelhinho ?

-Não urso, nunca tive esse problema...

-Nisso o urso levanta o coelho e limpa a bunda!!!

 

Chega o Presidente da Companhia e pergunta para o Diretor: - Se faço sexo com a minha mulher, é questão de prazer ou trabalho ?

-Pelas barbas do Lula, Sr. Presidente...não tenho nem idéia!

-Bem te dou uma hora para a resposta!!!

O Diretor sai correndo e pega o Gerente na mesa  e repete a pergunta, obtendo a mesma resposta, ao que repete, bem, te dou 50 minutos para a resposta.

O Gerente que não era nada lentilha para descarregar os fardos,  pega o Supervisor e faz  a pergunta, obtendo a mesma resposta, e apenas dá 40 minutos! – O Supervisor, figurinha carimbada, liga para o Representante da região e solta a pergunta, ao que recebe a resposta na lata:

- Claro que é por prazer, né seu banana!!!

-Mas como você sabe, com tanta certeza assim, se todos nós duvidamos?

-Fácil, porque se fosse trabalho, nos que ficaríamos em dúvida!!!

 

 

Duas viúvas num cemitério. Uma delas feliz e a outra triste. A tristonha não parava de olhar para a felizarda porque lhe chamava a atenção.

Nisso pergunta para a felizarda: -Desculpe, mas quanto tempo que já enviuvou ?

-Seis meses!

-Mas que incrível, eu já faz três anos e ainda não superei esta perda!

-Ah minha amiga, eu estou feliz, porque em seis meses, é a primeira vez que sei onde ele está e quem o está comendo!!!

 

A mulher veste um sensual conjunto de lingerie, afim de excitar seu marido, que está na cama lendo o jornal (não era o sdr, não!).

A mulher já iniciando o ritual de contorções felinas, tira o robe, e mostra os prêmios que escondiam-se embaixo das vestes, enquanto o homem continuava a ler passivamente.

Nisso ela pergunta: - Que tem de interessante no Jornal, amooooooor...

-Um artigo de Cientistas Brasileiros que publicaram uma tese onde provam que as relações sexuais, prolongam a vida.

Nisso ele se volta, desliga a luz, e diz: - Boa noite amorzinho.

-Até amanhã suicida...

 

 

Depois do exame, o Professor reúne os alunos na aula para dar-lhes os resultados...

-Fulano, ganhaste 7!

-Mengana, 5,2!

-Sultano, 9,5

-Lulinana... te digo a nota  ou te mando rodando

 

 

 

Ia um bêbado caminhando pela rua, quando acha uma panela de pedra sabão bem antiga e tampada. Bem curioso ele da um biquinho de leve e a panela roda se abrindo e .... TA TARA TOTATUTITATATATA CHIQ – CHIQ - TOCOTUUUU – aparece ao som dos “Demônios da Garoa” um Gênio Catarina, louco de feliz por ter sido solto, abraça o bêbado que ainda estava atordoado e oferece um desejo, como retribuição, por ter soltado ele, que estava preso fazia muitos anos...(Gênio Catarina, som dos Demônios da Garoa, Cachaça! Vai ser nacionalista assim no Brasil, vai!!!)

-Bem, -diz o bêbado,- eu quero que todo o xixi que eu faça, seja cachaça de hoje em diante. Ah, e que a cada dia seja de uma marca diferente. Ah, e que seja das melhores...

-CONCEDIDO!!! Grita o gênio e se mandou para as bocas a viver sua vida de boêmio.

O bêbum chega em casa e grita para a pinguça da companheira: - Amoreco, traz dois copos e vem para sala urgente.

A mulher chega com os copos, o cara tira a torneirinha para fora, enche dois meios copos, entrega um para a mulher, e estica o braço para brindar...

A mulher pega o copo com nojo, daquele líquido amarelo, e solta um tremendo tapa, que o cara esquiva de sorte, ao que explica a história do Gênio Catarina.

A mulher cheira o copo, e se impressiona, porque era cachaça e da boa. Dá uma bicadinha e grita: - Velho, é da boa, esta é Ipioca do Ceará!!!

E felizes passam os dias bebendo e festejando a sorte que tinham tido, sempre bebendo uma cachaça diferente e a cada dia melhor. Num dia quando o homem chega no barraco, grita para companheira, Velha traz um copo pa pinga!!! A mulher assustada, chega na sala e pergunta: - Não vás beber velho ?

-Vou sim!!!

-E porque apenas um copo então ?

-Porque hoje tu vás beber direto da garrafa...

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

.

SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO, VENDAS E SERVIÇOS SDR

.

o sistema sdr já inclui NO PREÇO o uso em rede ilimitado sem custos extras E não tem taxa de manutenção mensal. a única taxa que o sistema sdr tem, é a anuidade de R$:120,00 para efeitos de suporte e atualização, com vencimento em março de cada ano (2007 bonificada).

.

 

.

.

caso deseje alterar ou cancelar sua assinatura, clique no link a seguir:

ALTERAR ASSINATURA

.

.

ÓTIMO TRABALHO E ATÉ A PRÓXIMA EDIÇÃO!

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Clique aqui para nós enviar um e-mail

.

INDIQUE SEU TEMA  ..-  ENVIE-NOS SUA OPINIÃO

.

Av. Caçapava 425 - sala 03 - Petrópolis -  Porto Alegre (RS) - BRASIL cep: 90460-130

 FONES: 51 -  3019 2817  -  FAX 51 3333 3553

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

Como página inicial  Adicionar a Favoritos

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2007 - SDR