Como página inicial

Sistema de Representação Comercial para Representantes Comerciais

Adicionar a Favoritos

.

JORNAL De REPRESENTAÇÃO comercial sdr - EDIÇÃO Nº 167 - 21.02.2003

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Funções do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Testes do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Solcite seu Orçamento

Manual do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Biblioteca dos Jonais de Representação Comercial SDR

Assinatura livre e gratuita do Jornal de Representação Comercial

Contrate os melhores e mais capacitados Representantes Comerciais

Contato com a Equipe do SDR Sistema de Representação

As melhores Dicas sobre softwares livres, Bibliotecas, Links...

FUNÇÕES

TESTE

ORÇAMENTO

MANUAL

JORNAIS

ASSINe

saiba

contato

dicas

.

.

.

" QUEBRA TUDO "

.

SR. PROF. RICARDO JORDÃO

..

" CARTÃO VERMELHO PARA OS CHEFES PREGUIÇOSOS ".

.

Eu resolvi me juntar ao movimento de Tom Peters, e decretar: "Cartão Vermelho para os Chefes Preguiçosos!". - Afinal, é a minha vida que está em jogo, e eu pretendo vivê-la com muita intensidade. 
.
Eu quero
SONHAR, PLANEJAR e EXECUTAR projetos desafiadores que façam nossas empresas permanecerem no primeiro lugar, inovando produtos e serviços a todo momento. 

.

Eu quero chefes que nós permitam CORRER. Chefes que "Liderem, Sigam, ou Saiam do caminho". Chefes que tenham a preocupação de ser chefes de seus chefes. 
.
EU QUERO RESPONDER AS SEGUINTES PERGUNTAS: 

Porquê ao se tornarem bem-sucedidas as empresas resolvem param de inovar ? 

.
Porquê seus fundadores deixam de lado a criatividade e o risco que os levaram até o topo ? 

Simples: PREGUIÇA!. Preguiça dos Líderes em continuar a promover internamente os Valores pela qual a empresa foi construída. Valores que expressavam inovação, integridade, criatividade e equipe. Mas..., eu não posso culpar ninguém por isso. Quem pensaria em Valores quando o assunto principal era o mercado de ações e a satisfação dos acionistas ? Cadê o Cliente ? Cadê o Cliente ? 
.
O Cliente está lá fora. Esperando pela empresa mais inovadora, mais sonhadora, e que coloca seus planos em execução de forma rápida e eficiente. Você quer ser essa empresa ? Então veja algumas dicas: 

Contrate Sonhadores, Planejadores e Executores. 
Mantenha-se cercado pela Excelência. Não contrate o primeiro que aparecer na sua porta. 
Mantenha o foco da sua empresa em facilitar a vida do seu cliente. 
Crie um ambiente que permita a inovação fluir entre as pessoas. 
Pergunte a você mesmo todas as manhãs, se você ainda acredita no que faz.. 
Premie, Reconheça, Incentive as pessoas inovadoras dentro da sua empresa. 

E finalmente, porque utilizar somente a "mão-de-obra" de seus funcionários quando você já está pagando pelo corpo inteiro, inclusive o cérebro ? 
.

.
QUEBRA TUDO ! 

Ricardo Jordão Magalhães 
Fundador 
ricardom@bizrevolution.com.br

 

MENU DO JORNAL "DICAS DA SEMANA" nº167

.

 QUEBRA TUDO - PROF. RICARDO JORDÃO.

 CARTAS DE AGRADECIMENTO.

 "O MEDO DO SUCESSO" - DR. LAIR RIBEIRO.

 PRINCIPAIS NOTÍCIAS DA SEMANA.

ARTIGO I - "PAIS E FILHOS" - SR. PROF. MAURÍCIO GOIS.

 DICAS DA SEMANA DA EQUIPE DO SDR.

 ARTIGO II - "NEGOCIAÇÃO: O QUE NÃO VALE - SR. PROF. E. MEIRELLES 

 REFLEXÃO - "RESPOSTAS RÁPIDAS" - SR. PROF. GILCLÉR REGINA. 

 ARTIGO III - COMO GANHAR AMIGOS E INFLUIR NAS PESSOAS - DALE CARNEGIE

 PIADAS DA EQUIPE DO SDR.

 ARTIGO IV -MEU CHEFE DEVERIA ESTAR AQUI... SR. PROF. L. A. COSTACURTA.

 FUTURO - TENDÊNCIAS - IDÉIAS - PENSAMENTOS.  

.

..

.

..

 

  " CARTAS DO JORNAL 166"

Oliveira Zucolotto Repres. Ltda - ME.
Bom dia...
Miguel obrigado pela dica , do LAVA SOFT estava com (214) destes SPYWARES (corpos estranhos).
Uma semana ótima para toda equipe SDR.
Carme

PLASTIKERO IND. DE ART. PLÁSTICOS LTDA.
SIMONE
SILVANIA
RAFAELA
GEISIANI
GOSTAMOS DOS TEXTOS

JOSÉ CARLOS WON RANDOW
O seu jornal está excelente e foi muito bom recebê-lo.
Somos representante da Credeal aqui no Estado do Espírito Santo e já tivemos o prazer de conhecê-lo pessoalmente.
Um abraço
José Carlos 

RILDO FERNANDES - MACHINA ZACCARIA - IND. LTDA
Saudações. Achei a formatação, assim como os assuntos de ótima qualidade, praticidade e aplicação em nosso dia-a-dia.
Continuem. Até mais e um abraço.
Rildo

VILMA - PHILIPS
As dicas são ótimas.

MARAINAO & SILVA ASSISTÊNCIA E SERVIÇOS CONTÁBEIS LTDA
GOSTARIA DE RECEBER SUGESTÕES PARA QUE MEU QUADRO DE FUNCIONÁRIOS MELHORE A CADA DIA, COM RECEBI A UNS DIAS ATRÁS, OBRIGADO PELO TRABALHO DE VOCÊS, É MUITO INTERESSANTE. 
ASS: CLAUDINEI.

ASSOCIAÇÃO UNIFORTE DE MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO - REDE UNIFORTE
Recebi um informativo por e-mail de um amigo e no ramo de atividade de nossa associação, percebi que os assuntos abordados serão de grande valia para o desenvolvimento de nossos associados.
Carlos Eduardo de B. Vidal
Gestor de Negócios - Rede Uniforte

Braziline Ind. Com. Ltda.

Bom dia !
Tenho um amigo que recebe o informativo de vocês, achei muito legal e gostaria de recebê-lo também. 
Meu e-mail é monica@..............
Muito obrigada,
Monica W. Duarte 
Coordenadora de Vendas

MAXBOR ART. DE BORRACHA LTDA
Achei muito interessante e gostaria de receber seus e-mails e dicas 
Atenciosamente
Roberto C. Milano
Maxbor Art. de Borracha Ltda.

João de Souza - Pomar Representações Ltda
Parabéns pelo trabalho que vocês presta a todos nos do seguimento de vendas.

ALVER KLEIN INDUSTRIAL LTDA.
Gostaríamos de receber as dicas semanais do Jornal SDR.
Obrigado.

ROBERTA BACCELLI J. FERNANDES
Gostaria de estar a par dos assuntos tratados por esse jornal, pois para mim é de grande utilidade!
Obrigada...

FERNANDO ANTONIO ALVES CRUZ
GOSTEI MUITO DO JORNAL, POIS NOS DEIXA ATUALIZADOS NO NOSSO SEGMENTO

 

Vale a pena a tentativa e não o receio; Vale a pena confiar e nunca ter medo; 
Vale a pena encarar e não fugir da realidade... 
Ainda que eu fracasse, vale a pena lutar. 
Vale a pena discordar do melhor amigo e não apoiá-lo em suas atitudes erradas; 
Vale a pena corrigi-lo; 
Vale a pena encarar-me no espelho e ver se estou certo ou errado; 
Vale a pena procurar ser o melhor e aí... 
Vale a pena ser o que for... 
Enfim... Vale a pena viver a vida, já que a vida não é tudo que ela pode nos dar, 
Mas sim tudo o que podemos dar por ela. 

 

Equipe do SDR 2003

.

 .

.

.

.

" PRINCIPAIS NOTICIAS DO MERCADO  - CLIQUE NO LINK "
18.02.2003    AO    21.02.2003

ECONOMIA

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 

MERCADO INTERNO/EXTERNO

TELEFONIA

GERAL

INFORMÁTICA E VÍRUS


TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Câmara debaterá automação de supermercados Ainda nesta legislatura o Congresso Nacional deverá se debruçar num assunto polêmico: automação é válida quando reduz o número de vagas para os trabalhadores? Se depender do deputado José Divino (PMDB-RJ), não.

 

Euro ganha força como moeda de reserva

EURO de "Cinderela" à moeda preferida por países como Canadá, Taiwan, Hong Kong e todos os do Leste Europeu  

Há muito tempo os russos têm uma paixão pelo dólar que até mesmo a ideologia marxista não conseguiu sufocar. Bem antes de 1991, quando a União Soviética se dissolveu, o Banco Central da Rússia mantinha até 90% de suas reservas internacionais - atualmente avaliadas em cerca de US$ 48 bilhões - em títulos do Tesouro dos EUA ou em dólares.

Esse romance monetário ainda não terminou, mas está esfriando. No fim do ano passado, a participação do dólar nas reservas de Moscou havia caído abaixo de 75%. A nova paixão do banco central russo é o euro, que de menos de 10% das reservas passou a representar mais de 20%.

MERCADO INTERNO / EXTERNO

Alpargatas duplica produção de bolas

Besso, gerente geral de Topper: divisão também investiu R$ 10 milhões em pólo tecnológico de chuteiras em Natal 

Embora marcas globais como a Nike tentem se firmar no futebol com patrocínios milionários, a exemplo da seleção brasileira, a indústria nacional continuam dominando o filão de artigos esportivos. E, nessa disputa, sem trocadilhos, a Topper, quer ser a bola da vez.

 

Governo federal cria grupo para analisar transgênicos

O governo federal tomará uma posição sobre a utilização dos transgênicos com base no estudo que será elaborado por um grupo de trabalho formado ontem. O grupo, com representantes de nove ministérios, terá um prazo de 30 dias para apresentar ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva uma proposta que orientará o Executivo a fechar questão sobre o assunto. O grupo tem quatro missões: estudar como o governo deve se posicionar sobre a ação que corre na justiça desde 1998, discutir uma nova organização institucional do Executivo para tratamento da questão, e verificar alternativas para a atual safra de soja e para o plantio da próxima. Estima-se que 8% da safra já seja transgênica, apesar de o plantio ser proibido.

 

Pão de Açúcar incorpora autocaixa em loja na capital paulista

A rede Pão de Açúcar acaba de implementar a tecnologia de auto-atendimento, prática comum nos supermercados dos Estados Unidos. Desde janeiro, o autocaixa foi instalado na loja da avenida Ricardo Jafet, zona Sul de São Paulo.

GERAL 

 

Uso de TI ainda é insuficiente na indústria paulista

O resultado da pesquisa revela que há muito ainda o quê investir na área de TI no Estado de São Paulo. Somente 16,1% das grandes empresas de São Paulo podem ser consideradas grandes usuárias de tecnologia digital no Estado. 39,3% das grandes empresas estão incluídas num patamar de baixa utilização e investimento em TI. Nas médias empresas, apenas 14,8% são grandes usuárias de TI. 30,4% delas investem pouco no setor.

 

A lenta adoção dos negócios eletrônicos da indústria de SP

São Paulo é o Estado com maior poder econômico do Brasil e, em conseqüência, onde as empresas têm um alto grau de informatização e digitalização dos seus negócios. A locomotiva do Brasil, como diz o bordão repetido pelos políticos.

Mas ao analisar a 2ª Pesquisa “Perfil da Empresa Digital – 2002”, realizada pela Fiesp e Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da USP), com apoio da Compuware, mostra que, apesar de evoluir, a adoção dos negócios eletrônicos ainda é lenta na indústria paulista.

 

Overture compra AltaVista por US$140 milhões

A transação deve ser concluída em abril deste ano, e incorporada aos

resultados financeiros da Overture até a metade de 2004. A empresa pagará pelo

AltaVista US$ 80 milhões em ações, mais US$ 60 milhões em dinheiro.

 

PROJETO DE LEI PRETENDE COIBIR ANONIMATO NA WEB

A proposição nº 18/2003 visa coibir o anonimato dos responsáveis por páginas e endereços eletrônicos registrados no Brasil. De acordo com a justificativa, as empresas que não mantiverem cadastro de seus clientes estarão sujeitas a penalidades de multa variável entre R$ 10 mil e R$ 100 mil.

 

INFORMÁTICA E VÍRUS

Mercado mundial venderá 138,7 milhões de PCs em 2003

No primeiro trimestre de 2003, o mercado mundial de PCs alcançará 33,2 milhões de unidades vendidas, apresentando um aumento de 4,8% sobre o primeiro trimestre de 2002, prevê um relatório divulgado nesta segunda-feira (17/02), pelo Dataquest, unidade de pesquisas do Gartner.

 

Lindows.com oferece antivírus em sistema operacional

O novo VirusSafe utiliza o software Vexira Antivirus, da Central Command, para o software Linux Workstation e foi ajustado para integrar-se ao LindowsOS oferecendo uma interface gráfica mais amigável ao usuário.

 

Cinco milhões de cartões de crédito são hackeados nos EUA

A Mastercard e a Visa afirmam que a rede de uma empresa que processava os dados dos cartões foi invadida por hackers, que roubaram os dados de cinco milhões de clientes. - Mais de cinco milhões de usuários norte-americanos tiveram as contas de seus cartões de crédito Visa e Mastercard acessadas, depois que o sistema de uma empresa terceirizada, que processava dados para as duas companhias, foi invadido por hackers, segundo informações divulgadas hoje (18/02) pelas envolvidas. Até agora, nenhuma informação acessada foi utilizada de maneira fraudulenta.

TELEFONIA 

Acesso à web pode ter preço fixo

SÃO PAULO – A Agência Nacional de Telecomunicações – Anatel deu mais um passo no sentido de criar uma nova forma de tarifação para o acesso à Internet por linha discada. No último sábado (15), terminou o prazo para que os interessados enviassem comentários à Consulta Pública 417 – Proposta de Regulamento para o Uso de Serviços de Rede de Telecomunicações no Acesso a Serviços Internet.

 

Operadoras são pressionadas em serviços de banda larga

Para conseguir acessar a Internet em banda larga, usuários de todo o País precisam se munir de doses extras de paciência e dinheiro. Muitas vezes, no entanto, a paciência se esvai diante das inúmeras taxas cobradas pelas operadoras.

 

O orelhão pode esperar

Os telefones de uso públicos, conhecidos como orelhões pela sociedade brasileira e TUPs pela comunidade de telecomunicações, prometem se transformar num grande negócio para as concessionárias de telefonia. Porém, mais uma vez, o serviço está atrelado à potência da internet. A idéia é migrar os antigos orelhões para terminais que permitem enviar mensagens curtas, e-mails e, em alguns casos, até imprimir faturas ou saldos bancários.

.

.

.

.

.

 

.PAIS E FILHOS

 

O QUE NÃO FALAR
..
.

SR. PROF. MAURÍCIO GÓIS.
.

Saiba o que você não deve dizer para que seu filho seja um vencedor profissional de alta performance. Você vai conhecer uma pesquisa inédita. 

Há tempos que pergunto: - Por que há tantos executivos medíocres ? 

Por que há incontáveis profissionais bolas-murchas no mundo ? 

Por que muitos de nossos geniais filhos se tornam urubus emocionais e fábricas de ócios e fracassos ? 

Por que aquela criança linda que dizia coisas criativas, hoje é um vice-treco do subtroço? 

Não quero ter a pretensão de ter todas as respostas ( mesmo porque vencedor hoje não é quem tem as respostas, é quem faz as perguntas certas ) mas, para você transformar seu filho em vencedor de futuro e do futuro comece desde já a evitar as frases assassinas que bloqueiam comportamentos triunfadores. 
.
Não seja o exterminador do futuro de seu baixinho. Destrua pela raiz as forças propulsoras negativas que ameaçarão a qualidade profissional de seu filho. Nunca diga mais essas 18 frases formadoras de futuros fracassados. Mude o destino de seu filho a partir de agora evitando essas frases criminosas: 
.

.

1. POR QUE VOCÊ NÃO É COMO SUA IRMÃ? 

Ora, ele não é e nunca será. Ele não foi produzido em série. Ele pode até ser irmão gêmeo, mas o espírito dele não é gêmeo. Além do mais você está levando seu filho a viver fazendo comparações. Quando for um executivo, ele tenderá a se perguntar: - Por que eu não sou como aquele outro executivo que ganha mais que eu, que é mais bonito que eu, que tem uma mulher melhor que a minha etc? 

..

Diga-lhe, ao invés disto: - Você é você! Você é ótimo por ser original! Seja melhor que você mesmo fazendo auto-competição e tendo descontentamento criativo em relação à sua performance! Faça seu filho pensar, diga-lhe: - Você veio ao mundo para ocupar um espaço ou para disputar um espaço? Desafie-o a se comparar com ele mesmo, a ter metas amanhã melhores do que as de hoje. Isso é vencer. 
.

.
2. ESPERE ATÉ SEU PAI CHEGAR! 

Esta é uma excelente frase... para uma mãe preparar seu filho para um futuro medonho. Ao dizer isso você está cometendo vários equívocos. Um deles é que você, mulher, está se desvalorizando diante do homem e desqualificando sua autoridade perante seu filho, você está passando a idéia de que o homem é que sabe das coisas, homem é que tem o poder, que sabe dirigir, comandar e controlar e isso não é bom para ninguém. 

.

E mais: você induzindo seu filho a ter medo do pai. E mais ainda: você está provocando um tremendo estresse, pois seu filho fica sofrendo até o pai chegar. Quando crescer e for um dirigente ele tenderá a pensar: - Viva o imperialismo machista! Mulheres, talheres, colheres e outros objetos de cama e mesa, - calem a boca! Isso é perder. 
.

.
3. NÃO FALE COM ESTRANHOS, ESTRANHOS SÃO PERIGOSOS. 

Ora, por que os estranhos são perigosos? Eles são perigosos por que são estranhos ou são estranhos por que são perigosos? Se você ensina isto a seu filho, você pode programar o cérebro dele para não gostar de contatos e como você pode imaginar que uma pessoa possa crescer e se tornar um líder sem gostar de contatos? Acredite se quiser mas eu conheço gerentes de vendas que não gostam de contatos. Já viu como quase todo mundo tem este script de perdedor que se transformou em paradigma de vida? 

.

Já esteve em elevador lotado? Notou que todo mundo olha com um silêncio agressivo para o mostrador dos andares que acaba tendo mais ibope que a TV Globo? Já percebeu que as pessoas estão juntadas, mas não estão juntas? Já viu como as pessoas sentam coladinhas umas às outras no avião ou no ônibus sem ao menos se cumprimentar? Por detrás deste comportamento pode ter um educador que passou a idéia de que o mundo é só violência e que desconhecidos são suspeitos ( até que se prove o contrário ). 

 

Diga para seu filho: -uma vez, quando você nasceu, eu o vi lá no hospital e você era um estranho para mim e eu o amei por isso...Isso é valorizar. 
.

.

4. EM BOCA CALADA NÃO ENTRA MOSCA. 

Ao dizer esta frase você está transformando seu filho num Zé Cutivo e não num executivo. Quando ele estiver bem empregado e um diretor o inspirar a ser participativo e consultivo como acha que ele reagirá? Como você pode esperar que seu filho venha a gostar de participação, de gestão, criatividade, competição ? 

.

Com esse paradigma de perdedor você acredita que seu filho vai ser um líder nos 3 C’s que são Comunicação, Cooperação e Colaboração? Ele vai querer dar opiniões e ter voz ativa numa mesa de reuniões? Você o programou para ser um tambor oco e uma música sem sons. Será que haverá lugar para ele no futuro? 

.

Mude-o já. Assista aos noticiários da tevê com ele e pergunte: - Filho, o que você acha que o Brasil deveria fazer mais ainda para economizar energia, liste três opiniões para mim... Isso é crescer. 
.

.
5. NÃO DÊ UM PULO MAIOR QUE A PERNA. 

Ao dizer essa frase o que entra na mente de seu filho é o seguinte: - Concentre-se nos -problemas, nunca na solução. O importante é a limitação da perna, não a estratégia do pulo. Quando for adulto e estiver trabalhando ele será o tipo de líder que reunirá a turma e dirá: - Vamos focar o problema, não as alternativas de solução e lembre-se: desgraça pouca é bobagem. Triste, não? 

.

Faça-o pensar estratégica e criativamente. Diga:-lhe: - filhão, o que você faria se tivesse pernas de anão e tivesse que pular um abismo grande? Isso é poder. 
.

.
6. MAIS VALE UM PÁSSARO NA MÃO QUE DOIS VOANDO. 

Este “conselho” tem um lado positivo e um arrasadoramente negativo. É o lado castrador que pode estar ainda hoje no cérebro de uma pessoa e matando-lhe o espírito empreendedor e o gosto pelo risco. Você acha que uma pessoa vai ter ousadia para enfrentar as lutas de um negócio próprio se apenas tomar informações em cima da certeza absoluta? 

.

Será que você mesmo não está querendo pedir as contas onde trabalha e se tornar patrão, mas nessa hora, aparece o violentador pensamento de que mais vale um emprego seguro na mão que a incerteza de um negócio próprio voando? Desenvolva no seu baixinho o espírito de decisão. Faça-o pensar taticamente desde já: - Filho, o que é melhor se você tivesse mil reais para investir: colocar metade na poupança e metade na bolsa de valores ou 70% na poupança e 30% em outras aplicações? Explique-lhe esses termos e desenvolva nele a mente caçadora de opções. Isso é acertar. 
.

.
7. A VIDA É DURA, MEU FILHO, VIVER É BATALHAR 

Esta é uma frase que forma uma metáfora de perdedor na cabeça dele. Se a vida é uma batalha, então cada pessoa que eu encontrar pode ser um inimigo a ser vencido, eu posso ser derrotado e até cair morto. Se viver é batalhar, então, o importante é a ação não o resultado. Se a vida é um jogo, eu posso ser trapaceado pelos outros. Se a vida é uma guerra, então eu posso ser atingido por uma bala perdida. 

.

Por que não dizer a ele que a vida é uma festa sóbria da alegria responsável? No futuro ele poderá ser um alcoólatra do trabalho e sem o inteligente senso de humor que é um dos modernos óleos da produtividade total. Por favor, desvie-o deste caminho agora. Isso é viver. 
.

.
8. PARE DE CHORAR, HOMEM NÃO CHORA 

Por que homem não chora? Homem não tem emoções autênticas? Ao dizer isto você está dizendo ao futuro dele: - Meu filho, seja falso, não seja expressivamente espontâneo, oculte suas emoções ou use seus “músculos” emocionais para manipular os outros, se estresse, exploda por dentro e tenha um enfarte. 

.

É ruim, hem? Coloque poderosos permissores na mente dele. Em vez de dizer: - Seja perfeito, diga: - Faça o seu melhor! Em vez de falar: - Seja rápido, diga: - respeite seu ritmo. Em vez de gritar: - não chore, diga: - é permitido sentir. No futuro seu filho será um profissional terráqueo, da espécie dos humanos. Isso é resignificar. 
.

.
9. PAU QUE NASCE TORTO NÃO TEM JEITO, MORRE TORTO 

Ao dizer isso você está formatando na mente de seu baixinho a idéia de que não adianta investir nele, nem nos outros, pois o determinismo do destino predestina as pessoas para a vida. Você está lhe passando a mentirosa idéia de que não existe livre-arbítrio e o que é, sempre será. No futuro, seu filho pensará quando receber uma mala direta oferecendo um treinamento: - Bobagem, é pura teoria, não funciona, meus funcionários não tem jeito mesmo...

.

Atualize este paradigma dizendo: - Pau que nasce torno, se endireita, se você quiser. Diga-lhe: - Meu filho, destino é o que Deus faz com você, depois que você fez sua parte. Divida seus objetivos ( unidades de medida de longo alcance ) em metas ( unidades de medidas de curto alcance ). E o que você fará hoje ( metas ) para chegar onde você quer ( objetivos )? Vamos escrever suas metas por escrito? Dispare nele o desejo da superação pessoal. Isso é avançar. 
.

.
10. O QUE EU FIZ PARA MERECER ISTO? VOCÊ AINDA VAI ME FAZER TER UM ENFARTE, EU AINDA VOU MORRER, VOCÊ VAI VER 

O nome feio disto é chantagem emocional. Ou terceirização da culpa. É uma maneira de manipular as pessoas e ensinar a arte de embananar as emoções. Quando seu baixinho crescer ele, provavelmente, vai dizer a uma namorada: - Você está me fazendo sofrer. Você está me deixando com terríveis dores na garganta da paixão. Não sei o que vai acontecer com minha saúde se você não se casar comigo. 

.

Emoções analfabetas estragam as pessoas, travam a excelência, brocham a dignidade e pioram o mundo. Isso é infelicitar. 
.

.
11. DEUS NÃO GOSTA QUANDO VOCÊ AGE ASSIM, QUANDO VOCÊ É MAU 

Com esta frase você está criando, na mente da criança, uma falsa imagem de Deus e informando que nosso Criador só gosta de bons. Se eu fosse Deus processaria por calúnia o indivíduo que disse isso. Foi Jesus mesmo que uma vez disse: - Eu não vim salvar os sãos e sim os doentes. Além do mais, a gente aprende no Cristianismo que mais importante que comportamento é relacionamento. 

.

Um dia, quando seu filho crescer e se sentir desanimado e em baixa na vida e precisar de apoio espiritual, ele tenderá a pensar: - Deus jamais vai gostar de mim, eu sou uma pessoa má, Deus não gosta de pessoas com a minha característica. Sentimento de culpa produz câncer, uma vida atormentada, salário baixo e uma liderança ruim que dói. Isso é bloquear. 
.

.
12. OLHE PARA ESTAS SUAS NOTAS 

Bem, talvez você já conheça a história daquele pai que, quando o filho tira 7,5 de nota, vai logo dizendo: - Por que não tirou 8? O filho se esforça, tira 8 e o pai: - Ora, bem que podia tirar 9! Quando tira 9, o pai comenta: - Chegou tão perto, por que não tirou 10? E, quando o filho tira 10 e chega todo contente em casa o pai olha o boletim e diz: - É, estes professores de hoje dão nota para qualquer um mesmo... 

.

Lembre-se: a nota que ele tirou foi tudo que ele conseguiu, foi todo o resultado dele. Reforçando resultados e fortalecendo comportamentos de iniciativas seu filho, um dia, estará preparado para transformar desânimo em ânimo, potencial em performance e empenho em desempenho. O próximo passo dele será transformar areia em dinheiro ou aumentar a participação de mercado da empresa onde trabalha. Isso é liderar. 
.

.
13. PARE DE CHORAR, SENÃO EU VOU FAZER VOCÊ CHORAR DE VERDADE MESMO 

Com isto você está dizendo para ele: - Olha, as suas emoções não são importantes, o que vale é o que eu penso, não o que você sente. 

.

No futuro ele poderá dizer numa reunião com seus executivos: - Aqui nesta empresa só há 3 opiniões: a certa, a errada e a minha. Isso é castrar. 
.

.
14. O QUE OS VIZINHOS E MEUS AMIGOS VÃO DIZER 

Aqui você está programando seu filho para pensar que os valores familiares não são importantes e o que vale mesmo são as opiniões dos outros. Não passe a seu filho a idéia de que o certo e o errado está na cabeça das pessoas e que a ética é situacional. 

.

Ensine que alguns valores e princípios são imutáveis e trazem paz de espírito. Mostre que o prumo comportamental deve ficar no muro da conduta dele, não dos outros. Isso é comprometer. 
.

.
15. MINHOCA SABIDA NÃO COLOCA A CABEÇA EM GALINHEIRO 

Esta é uma típica frase que entra no subconsciente de seu baixinho com as seguintes ordens que se transformam em roteiros de vida: Fique sempre na sua, não tenha ousadia com atrevimento criador, jamais cace alternativas, aceite tudo passivamente etc. 

.

Já imaginou que raio de líder ele será no futuro? É possível alguém vencer hoje em qualquer profissão se não tiver inovação radical, imaginação e capital intelectual caçador de desafios? Reúna seus filhos e provoque a imaginação deles: - Imagine que vocês são três minhocas. Pense de que maneira vocês passariam por um galinheiro sem ser notados. Vou dar um prêmio para quem tiver a idéia mais genial. Isso é estratégizar. 
.

.
16. SE NÃO COMER, EU COLOCO VOCÊ NO ESCURO 

Você está incutindo medo. Está programando a mente dele para o fracasso. No futuro, ele será um adulto com medo do escuro...da tristeza, da incerteza, do planejamento e será um tomador de decisões precipitadas. 

.

Provavelmente, se for um executivo, dirá aos membros de sua equipe: - Se vocês não atingirem a cota deste mês, vou cortar os bônus, os incentivos, os prêmios e todos os privilégios. Motivação é o motivo que leva à ação ( motiv + ação ) e o motivo para a ação dele será o medo. Ta danado! Isso é empacar. 
.

.
17. PARE DE USAR DROGAS , MACONHA É RUIM 

Este é um conselho muito equivocado, se você falar apenas pela boca e não pelos cenários de seu lar. Seu filho poderá pensar: - Ora, como vou parar de usar drogas, se você consome caixas de cervejas e fuma adoidado? Como você me diz que drogas é ruim se, quando você está estressada, ou cansada ou irritada a solução está no armário onde você não vive sem tranqüilizantes e uma porção de outros “antes” que eu nem sei o nome? Como você me diz que maconha é ruim se você nunca usou? 

.

Aceite esses conselhos: Antes de ajudar seu filho a se libertar das drogas ajude a você mesmo a se libertar de atitudes e comportamentos que não funcionam. Procure estratégias assertivas com especialistas. Faça reuniões do tipo “Amor Exigente” para você se fortalecer antes, e aí você vai entender o que é disciplinar impondo limites com afeto. 

.

Disciplinar é formar “discípulos”. Gritar não leva a nada. Seu filho poderá entender que a melhor maneira de resolver problemas é alterando a voz ( administração por Si bemol ou Ré sustenido ) ou saindo do sério. Isso será ruim para ele no futuro em todos os aspectos, principalmente se atingir o topo de uma empresa. Isso é reconduzir. 
.

.
18. BRANCO CORRENDO É ATLETA, NEGRO CORRENDO É LADRÃO. 

Ok, eu sei que você acredita que isso é uma brincadeira, mas quero que você pense um pouquinho. O que você está passando para a mente dele ao contar esta piada triste própria de jegue emocional? 

 

Você está introduzindo a idéia de racismo, de desrespeito pelas pessoas, o miserável conceito da discriminação, o ultrapassado princípio nazista da raça pura que é uma grande bobagem. 

 

Como você acha que seu filho vai tratar um funcionário negro? Entenda que a discriminação é uma emoção ensinada, não é natural no ser humano. 
.

ALÉM DO MAIS COMPETÊNCIA NÃO TEM COR, MAS PARA SEU FILHO TERÁ!  
.

É preciso passar para os baixinhos a idéia óbvia: que não existe raça superior ou inferior e, sim, ser humano inferior ou superior. Portanto, para transformar seu filho num ser humano com emoções ricas e alfabetizadas ensine-o desde agora que são as ferramentas de Conhecimentos, Habilidades, Atitudes, Comportamentos e Respeito que nos tornam excelentes. 

 

Na Era da Revolução do Talento o que vale é a cor do Caráter, Competição e da Competência, - nunca a da pele. O que os caçadores de cabeças procuram hoje e, por certo, procurarão amanhã é o líder que sabe disparar o querer fazer nas pessoas e transformar grupos em equipes e equipes em times vencedores, sem levar em conta sexo e raça. 

 

Uma das maneiras de conscientizá-lo de tudo isso é nunca contar piada étnica. E, quando ele vier contar para você, olhe-o com amor e diga: - Meu filho, você nunca vai agregar valor ao Universo agindo assim, não conte piada racista. Desperte a alma Mandela e o espírito Luther King que existe dentro dele. 

 

O futuro do mundo agradece. Isso é conscientizar. Por fim, escreva no seu computador mental todas essas 18 frases assassinas da alta performance de seu filho. A seguir clique em “ selecionar tudo” e, depois aperte o botão “delete”. Ou, então, substitua esses scripts negativos de perdedores por positivos vencedores. 

 

Zere tudo e comece de novo. Ainda há tempo. Seu filho foi escolhido por Deus para viver. Um dia ele venceu 350 milhões de pessoas potenciais quando, no ventre da mamãe, lutava para virar gente. Ele está agora fora do ventre materno e dentro da vida. Ele vai ter que lutar para sobreviver neste selvagem ventre macroeconômico da globalização e da Era do Caos. 

Comece desde já a facilitar essa luta para ele. E um dia, quando o imprevisível futuro bater à porta de seu filho, ele dirá: - Não importa quem você seja, nem a cara que você tenha, eu estou preparado para vencer. Obrigado, mamãe! Obrigado, papai!



.

Consultor filiado ao IBCO - Instituto Brasileiro de Consultores de Organização desde 1985.Para contatá-lo ligue para ( 19 ) 3865 1597 - Site: www.mauriciogois.com.br - mailto:contato@mauriciogois.com.br 

.
Ficou conhecido nacionalmente como autor da obra "Chefia e Liderança" da IOB-INFORMAÇÕES OBJETIVAS, um best seller na área por quase uma década. É também consagrado colunista e articulista em importantes revistas formadoras de opinião nacional.  - Góis vem trabalhando com sucesso nos últimos anos em programas e projetos de desenvolvimento de Vendas, Motivação, Marketing, Atendimento, Negociação, Criatividade, Telemarketing, Teamwork, Competência Emocional e Fidelização de Clientes.

Graduado pela Universidade Gama Filho do Rio de Janeiro. Pós-graduado em Marketing, fez cursos de especialização na American Management Association de New York, EUA e no Canadian Management Center de Toronto, Canadá. - Lecionou na PUCC - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, na FBM - Fundação Brasileira de Marketing e na ADVB - Associação dos Dirigentes de Vendas do Brasil.
.
É um profissional de vivência internacional tendo feito trabalhos para o Consulado Brasileiro de Nova York e para o Brazilian Government Trade Bureau, entre outros. Foi professor convidado pela Brown University de Rhode Island, EUA.
.
Em Portugal atuou na APPCE -Associação Portuguesa dos Profissionais de Comércio Externo. Em Lisboa foi titular do PROGRAMA EUROPEU DE FORMAÇÃO DE FORMADORES DE MARKETING pela CNS e foi conferencista no curso de Pós-Graduação de Gestão Empresarial no ISE - Instituto Superior Empresarial, na cidade do Porto, Portugal. - Góis tem participado de entrevistas para órgãos de imprensa em todo o Brasil em jornais e televisões, sendo entrevistado em jornais eletrônicos como Bom Dia Manaus, Bom Dia Pará, Bom Dia Maranhão da Globo e em outras televisões como SBT, Bandeirantes, CNT etc.
.
Como empresário ocupou cargos de direção em várias empresas, entre elas, o de presidente da Qualimax - produtos químicos em Portugal. - Entre as diversas conferências que já realizou com MENÇÃO DE DESTAQUE figuram o II Congresso Brasileiro de Organização, Sistemas e Métodos, realizado pelo Cenadem no Palácio das Convenções do Anhembi e no XXXII Congresso Nacional de Hotelaria, no Centro de Convenções de Salvador, junto com Joelmir Beting. 

 

.

.

.

DICAS DA SEMANA DO WWW.SDR.COM.BR

 

.

UMA CASA SERÁ FORTE  E INDESTRUTÍVEL, QUANDO ESTEJA SUSTENTADA POR ESTAS 4 COLUNAS:

PAI VALENTE - MÃE PRUDENTE - FILHO OBEDIENTE - IRMÃO COMPLACENTE.

.

VIncent van Gogh (1853-1890)
Às vésperas do Natal de 1888, Vicente va Gogh cortou a orelha direita. Uma das versões atribui o ato a uma vingança contra a amante Virginie, uma prostituta de Arles, no Sul da França, para quem teria enviado a orelha ensanguentada dentro de um envelope, depois de saber que ela se apaixonara pelo amigo Paul Gauguin. 

Outra versão diz que Van Gogh cortou a orelha como autopunição por ter ameaçado Gauguin com uma faca.
A crise rendeu ao pintor holandês dois Auto-retratos com a orelha cortada e uma internação no hospício.
Enquanto vivo, Van Gogh não vendeu um único quadro. Em 1990, um colecionador japonês adquiriu o quadro Retrato do dr. Gachet completado apenas algumas semanas antes do suicídio do pintor, num leilão por 82,5 milhões de dólares.

Pintura de Vincent Van Gogh de 1885 - "Still life with the Bible"

.

5 razões porquê uma operação de comércio eletrônico fracassa. 

Você sabe qual é a definição de insanidade ? - Fazer a mesma coisa repetidas vezes e esperar resultados diferentes. 

 

Se a sua operação de comércio eletrônico não está funcionando, então é tempo de mudar os métodos que você está utilizando. Conheça aqui as razões porque a maioria dos negócios de comércio eletrônico fracassam. 

1. As empresas são sabem qual é o seu público alvo. A maioria dos web sites oferecem uma grande variedade de produtos e serviços. Mas o que esses produtos e serviços tem em comum ? Qual é o foco do web site ? Um mesmo web site não pode oferecer uma variedade de produtos para pessoa física e ao mesmo tempo oferecer uma grande variedade de produtos e serviços para o mercado corporativo. Você precisa se decidir. 

2. O web site tem pouco tráfego! É incrível como algumas pessoas pensam que basta abrir um web site de comércio eletrônico para os “surfistas” da rede começarem a colocar pedidos. Alguma atitude concreta de comunicação precisa ser realizada para você sensibilizar o mercado a conhecer a sua empresa na rede. Seja criativo. Aproveite todas as formas de interação que a sua empresa possui com o mercado (notas fiscais, cartões de visita, mensagens eletrônicas, mala direta, reuniões de negócios), para comunicar a existência do seu web site na rede. 

3. As empresas tratam os seus web sites como um brinquedo. Algumas pesssoas tratam o seu web site como se fosse um hobby ou um brinquedo. Ou seja, se não existe mais nada para fazer, nenhum problema para resolver... as pessoas se dedicam ao web site. Não funciona. Para ser bem-sucedido é preciso olhar para o seu web site de forma profissional, como se fosse uma filial da sua empresa. 

4. O web site não foi desenhado para vender O propósito de um web site deve ser primeiro para educar e depois vender. A maioria dos web sites não fazem nem uma coisa nem outra. Se o seu web site não possui um conteúdo relevante, não espere que as pessoas irão explorá-lo. Lembre-se, as pessoas estão na internet para encontrar soluções para os seus problemas. Se o seu web site não resolve o problema do visitante, ele não funciona. Por exemplo: as informações de contato, fone e endereço devem ser fáceis de localizar; o web site deve ser fácil de navegar; rápido de se ler as páginas; recheado de conteúdo. 

5. As empresas vendem produtos que podem ser comprados facilmente em qualquer loja de rua. Os produtos que vendem melhor na internet são aqueles que não são fáceis de encontrar na loja da esquina. Se você está vendendo CDs, flores, livros etc, será muito difícil para você chegar a lucratividade. Agora, se você está vendendo um tipo específico de flores, ou CDs que seja difícil de encontrar em uma loja, você tem um ótimo começo. 

Esses são apenas 5 dos maiores problemas que levam ao fracasso na internet. Todos podem ser resolvidos. Você vê alguma semelhança com o seu negócio ? 

.

SR. PROF. RICARDO JORDÃO - QUEBRA TUDO COM O BIZ REVOLUTION

.

SE JÁ SABES O QUE TENS QUE FAZER E NÃO FAZES, ENTÃO ESTÁS PIOR QUE ANTES.

.

ESTRATÉGIAS MILENARES

Nesta edição damos por encerrada as apresentações das 36 estratégias milenares e como ninguém marcou o espaço, reservamos ele para publicar.... cha tcha cha tchammmm... na terça saberão... jejejeje (muitos risos sádicos) (adoro uma torturinha - eu acho que era carrasco na outra vida)...

.

O estudo e o planejamento fornecem pistas valiosas para o desenvolvimento da estratégia empresarial. - Sobre a finalidade da contenda, Sun Tzu escreve que o objetivo é capturar o território do concorrente intacto. - A vitória só será completa se os nossos quadros não forem afetados. Em relação à oportunidade da contenda, Sun Tzu elucida que não se deve entrar em contendas se não se tiver a certeza da vantagem. Não se deve utilizar as equipes, se não se tiver a certeza da vitória. - Não se deve enfrentar a concorrência se não se estiver em perigo.

. 
Sobre a maneira de conduzir a contenda, Sun Tzu advoga que se deve dominar o concorrente sem luta direta, capturar os seus mercados sem investidas violentas e conquistar o seu território sem operações prolongadas. Em suma, para Sun Tzu, a contenda não deve implicar um desgaste desnecessário, tal como, para os bons Profissionais da Venda, a gestão não deve envolver o dispêndio desnecessário de recursos incluído o tempo. Os planos estratégicos empresariais devem cumprir os objetivos propostos com o mínimo de custos e o menor espaço de tempo possível.
.
A melhor estratégia é atacar a estratégia do concorrente."
As empresas devem ser as primeiras a entrar nos mercados e agir pró-activamente. 
.
A segunda melhor estratégia é destruir as alianças do concorrente.
As empresas devem isolar a concorrência e estabelecer alianças. 

A terceira melhor estratégia é desestabilizar o quadro de funcionários do concorrente"
As empresas devem recrutar quadros da competição ou comprar os dos concorrentes. 
.
A pior estratégia consiste em atacar concorrentes fortes demais."
As empresas devem evitar segmentos já dominados ou com baixo crescimento.

.
Estratégia 33   - Deixar que o espião semeie a discórdia em seu próprio terreno.
Não existem situações onde os as peças alheias não possam ser utilizadas para benefício próprio. A arte da Contenda - Sun Tzu.  Se aconselha manipular aos agentes do concorrente para que sirvam aos objetivos próprios. Segundo Sun Tzu tem 4 tipos de espionagens:
1) Recrutar pessoal do concorrente. Pessoas afim de nossa causa, com familiares em nosso campo, etc.
2) Comprar fontes de informação ou bancos de dados. Os candidatos a captação são pelo geral, pessoas com algum ressentimento, gente com talento que tenha sido deixada de lado (fiuuuu, o que mais tem no Pais), que tenham cometido erros e foram castigadas, pessoas ambiciosas, imorais e com vontade de protagonizar.
3) Enviar a alguém (eu não vou!) da equipe para trazer informações.
4) Infiltrar falsa informação mediante espiões que não são imprescindíveis.
Comprar ou utilizar espiões inimigos. Já seja por persuasão, dinheiro, engano, é a chave para manipular o inimigo.



Estrategia 34 - Fazer-se de cachorro manco.
Um quer golpear e o outro quer ser golpeado. Provérbio Sado-masoquista.
As pessoas tendem a sentir simpatia pelos que padecem calamidades. É muito comum na história antiga as auto-mutilações de generais que logo se passavam ao inimigo, fazendo-lo acreditar que odiavam ao seu anterior Senhor. Uma vez que ganhavam sua confiança, o assassinavam ou desertavam com o exército que o inimigo lhes confiava.



Estrategia 35. Acorrentar juntos os barcos inimigos.
Quando dois gafanhotos estão amarrados pela mesma linha, nenhum escapa. Provérbio de Kung fu. Trata de como converter em debilidade a força do inimigo. Se tenta entorpecer ao concorrente com seu próprio peso. Esta estratégia realizada com éxito, faz do adversário seu pior inimigo. Durante as guerras dos Três reinos, na China, nasceu no exercito mais poderoso, a necessidade de realizar um ataque anfíbio. Suas tropas eram excelentes em terra, mas na água tonteavam e mareavam, a tal ponto de perder metade de sua capacidade de combate. - Um general desertor (cachorro manco), vindo das tropas inimigas (que continuava leal ao seu antigo Senhor), lançou a idéia de acorrentar todos os barcos em blocos de cinqüenta e prega-los com tabuas, coberta a coberta, para que não sentissem tantos mareos.
Quando as forças embarcadas se dispuseram a atacar, umas poucas naves defensoras saíram a recebe-las e quando já estavam muito perto, atearam nas próprias naves e as lançaram contra os blocos de barcos acorrentados, causando um grande incêndio e a destruição da força de ataque inimigo que iria a desembarcar.
Dizem que numa futura guerra de tecnologia, o pais mais vulnerável é USA, já quer é o mais dependente destes sistemas em bloco (computadores na rede).


Estratégia 36 - Retirar-se - (tomar um doril, deixar os chinelos de presente, correr mais que a onça, abandonar a sombra, dizer um famoso "já volto". Ou como falou o general Mac. Arthur quando correram ele de Japão: - Y shall return (Voltarei), mas não falou quando...
De todas as 36 estratégias a definitiva é a última. Retirar-se quando tudo falha é a estratégia definitiva. - Mas não significa fugir definitivamente. Ao enfrentarmos um concorrente infinitamente superior, se podem entregar os pontos, negociar ou retirar-se. A retirada não significa a derrota total, o compromisso significa um media derrota e a rendição uma derrota total. 
Mao Tse Tung dize na Guerra das Guerrilhas: - "Se podes ganhar a contenda, luta; senão retira-te!"
Para Sun Tzu representa submeter-se temporariamente ao concorrente, na espera de uma transição para uma nova fase. - Na 2ª guerra mundial os soviéticos se retiraram para Moscou, deixando tudo arrasado. Aliados com o cru inverno, pararam por aí os alemães, e depois numa contra-ofensiva os levaram ate Berlim.
Tem que se lembrar que fracassar é fácil, mas faze-lo com graça e êxito pode ser mais difícil que o mesmo êxito. - Ademais, se aprende mais com os fracassos que com os acertos. Como recomendação final, a retirada nunca deve fazer-se sem pensar, de forma impulsiva. Não tem que se considerar que retirar-se é uma maneira de escapar aos desafios sem pensar, de forma impulsiva, mas uma maneira de enfrentar os concorrentes com melhores chances.

FIM

.

PODES TIRAR DE UM GENERAL SEU EXÉRCITO, MAS NÃO CONSEGUIRÁS TIRAR DE UMA PESSOA SUA VONTADE.

.

.

Alka-Seltzer 
No inverno de 1928, Hub Beardsley, presidente dos Laboratórios Dr. Miles, visitou uma redação de um jornal e viu que nenhum funcionário havia faltado por causa da gripe que estava a contagiar todos. 

Explicaram-lhe que eles tomavam uma combinação de aspirina e soda caustica. 
Beardsley pediu aos seus químicos para testarem a fórmula. 

O químico Maurice Treneer foi mais longe e criou o Alka-Seltzer 3 anos depois.

ETIQUETA
O ditado "É à mesa que se conhece o carácter das pessoas", está certíssimo. 

Siga os conselhos que a especialista em etiqueta Cláudia Matarazzo oferece:
A pontualidade é imprescindível. Chegue antes do convidado, mas espere para pedir o aperitivo. 
A disposição à mesa. Dois homens sentam-se frente a frente. 

Tratando-se de um homem e de uma mulher isso é ainda mais indicado, para não dar idéia de uma intimidade que não existe. 

Se há mais de dois convidados, a pessoa com o cargo mais elevado senta-se à sua direita.
A atitude geral. Ao fazer o pedido nunca diga que está de dieta, nem comente o colesterol deste ou daquele prato. 
Na hora da conta. Se foi você quem convidou, mesmo sendo mulher, pague a conta. 

Quando já se conhecem bem profissionalmente, é perfeitamente aceitável dividirem a conta.

.

É POSSÍVEL CONSEGUIR ALGUMA COISA APÓS TRÊS HORAS DE BRIGA, MAS SEGURAMENTE PODERÁS CONSEGUIR  MAIS COM APENAS TRÊS PALAVRAS IMPREGNADA DE CARINHO.

.

Lego 
O carpinteiro dinamarquês Ole Kirk Christiansen começou a fabricar, em 1932, carrinhos de madeira artesanais para o seu filho, Godtfred. 

Depois passou a fazer brinquedos desmontáveis até criar, em 1942, as primeiras pecinhas de plástico para encaixar. 

A palavra Lego vem da expressão leg godt, que significa "bem jogado".

ESTA DICA FOI PASSADA POR ELIAS, MEU FILHO E NOS CUSTO DEZ REAIS - QUEM VAI PAGARRRR ?

.

QUEM SE QUEIMA COM LEITE, VÊ UMA VACA E CHORA...

.

..

.

.

.

.

|voltar|

NEGOCIAÇÃO:

O QUE NÃO VALE MAIS PARA A REALIDADE DE HOJE
..

.

SR. PROF. ERALDO MEIRELES

 

CONSULTOR

INSTITUO MVC - ESTRATÉGIA E HUMANISMO

Aprendemos a negociar desde muito cedo, em nossas casas, com nosso pais, irmãos, parentes. No processo de socialização colocam-nos em uma escola onde começamos a aprender a interagir com outras crianças, com outras pessoas. Lá estamos nós negociando de novo.
;
Escolas, universidades, namoro, trabalho, casamento, separação, reconciliação, divórcio, novo casamento ... haja negociação. Chefes, subordinados, colegas, clientes, fornecedores ... e mais negociação.
;

Mas, afinal, como aprendemos a negociar, quem nos ensinou ?
;

Se aprendemos boas técnicas, estratégias e táticas inteligentes e oportunas, comportamentos éticos e adequados, é certo, que também aprendemos macetes, artimanhas e muitos truques. Outras coisas nem chegamos a aprender. De tudo isto, o que aprendemos e deixamos de aprender, o que será que não está mais valendo para a realidade de hoje? Vejamos algumas coisas.
;
1) Improvisação e falta de planejamento - a cada dia os negociadores estão mais bem preparados, cercam-se de todas as informações, colhem todos os dados. Diminui sensivelmente o espaço para os improvisadores, para os que ainda acreditam que são capazes de "dar nó em pingo d’água" ou que pensam que o que deu certo ontem, vai dar certo sempre.
;
2) Descobri o ponto fraco do outro e atacar por aí - as negociações bem sucedidas e permanentes são aqueles que valorizam os aspectos positivos dos negociadores. O fato de as pessoas serem diferentes de nós, não significa a que elas sejam defeituosas - são apenas diferentes! A capacidade de perceber e valorizar as diferenças, de transformá-las em relação de complementaridade é que conduz os negociadores ao sucesso.

3) Aplicar truques, macetes e artimanhas - o truque de deixar os outros esperando indefinidamente ou de colocá-los em posição de inferioridade, em vez de torná-los submissos costuma transformá-los em perigosos inimigos.

4) Tentar manipular os outros - O que você diz quando um vendedor de varejo o aborda com expressões do tipo: posso ajudá-lo? Pois não, às suas ordens" e outras semelhantes? Será que, como mais de 90% dos consumidores você também diz: "Obrigado, estou só olhando!" e vai saindo de fininho ... Você como outros não deseja ser manipulado.

5) Agredir, dar murros na mesa, intimidar - quem quer negociar, não está disposto a receber agressões ou a entrar numa guerra. Normalmente quem agride é porque não tem argumentos convincentes.
;
Façamos com estas cinco por hoje. Em breve voltaremos ao assunto. Pense nelas, use sua flexibilidade, aprenda a perceber o que não vale mais nos dias de hoje ao negociar. Boa parte!
.

.

SR. PROF. ERALDO MEIRELLES DE SOUZA

CONSULTOR

INSTITUTO MVC - ESTRATÉGIA E HUMANISMO

.

Eraldo Meirelles de Souza, Consultor do MVC - Instituto M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo em Negociação, Vendas e Liderança. Graduado em Filosofia e Letras pela UFRJ e em Comunicação pela UERJ. Desenvolvimento Gerencial - Louis Allen - Palo Alto, USA. Gerente de Treinamento na Sesa e Banco União Comercial. Consultor na área de Treinamento na Monsanto, Citibank N A, Henkel, Bradesco, Sudameris, Banco Itaú, Mendes Junior, Shell Brasil S.A. Vasta experiência em Treinamento Experiencial ao Ar Livre e autor de vários artigos sobre os temas Negociação, Vendas e Processo Decisório publicados no Globo, Estado de São Paulo e Jornal do Brasil. Colaborador dos livros Negociação: Tecnologia e Comportamento (26ª edição) e Gerente Total - (5ª edição).

..

Telefones: 11 3171-1645 / 3285-2438 - costacurta@institutomvc.com.br

Luiz Augusto Costacurta / Angélica Stein (SP) - www.institutomvc.com.br

.

.

.

.

.

" RESPOSTAS RÁPIDAS "  


..

SR PROF. GILCLÉR REGINA
.

O mundo em que vivemos exige respostas rápidas e o desejo de aprender torna-se o principal atributo do ser humano que quer vencer na vida. O rápido entendeu que o melhor resultado vem pelo talento, mas não tão lento. 

.

O desejo de buscar o conhecimento nos prepara para um mundo onde a única certeza que temos é o inesperado. E o conhecimento só existe para aqueles que são motivados pela vida, pelo cotidiano, pelo trabalho. E o sucesso só existe para as pessoas realizadoras, que sonham, que fazem. E isso, somente com muita motivação. 


Muitas pessoas tem grandes sonhos e salários pequenos. E, pela dificuldade do dia a dia, acham mais fácil diminuir o tamanho do sonho do que aumentar o tamanho do salário. Só que estas pessoas ainda não entenderam que jamais irão aumentar o tamanho do salário diminuindo o tamanho do sonho. 

Hoje, quem tem a informação sabe, quem tem o conhecimento faz, mas quem tem a motivação, sabe, faz e encanta com o que faz. Essa é a diferença que faz a diferença. Essa é a diferença dos que dão certo dos que não dão certo. 

Porém, existem pessoas que não sabem e não perguntam, o que é um erro, porque só irão aprender fazendo perguntas e não apenas respondendo. Existem outras que sabem e não ensinam, o que é outro grande erro, largamente praticado nas empresas pelo vulgo "esconde o leite", àquele "profissional dinossauro" caminhando para a extinção, que acha que fazendo assim, está garantindo seu lugar. 

 

E existem outras pessoas ainda que ensinam e não fazem, o que nos mostra o pior dos quadros, porque ninguém tem o direito de ensinar aquilo que não sabe fazer. 

No meu livro No Topo do Mundo – Motivados para Vencer eu escrevo que uma palavra convence, mas um exemplo arrasta multidões. Portanto o sucesso não é de quem sabe, mas de quem faz e a distância que existe entre o saber e o fazer é exatamente de um oceano. E buscar respostas rápidas é estar sintonizado neste canal do novo mundo. 

Me lembra a estória do sábio que paga para o velho pescador para atravessar o rio com sua canoa. Quando começam a travessia, o sábio pergunta: 

"O senhor sabe o que é botânica?". 

E este responde: "Não senhor". 

Então o sábio diz: "Puxa, então o senhor não sabe o que é botânica. Olha, o senhor perdeu uma parte da sua vida!". 

O pescador responde: "É que fiquei por aqui, remando o tempo todo doutor". 

Mais adiante o sábio faz outra pergunta: "O senhor sabe o que é astronomia? 

E o pescador responde:" Sei não senhor". 

"Olha pescador, se você não sabe que astronomia é a ciência que estuda as estrelas, você perdeu outra parte de sua vida!", disse o sábio. 

E o pescador ficou vermelho de vergonha. 

O sábio ainda tentou filosofia, mas que nada, o homem só sabia mesmo era remar. - Quando estavam no meio do rio, eles sofrem um acidente e a canoa vira, jogando todos ao rio. 

Então o velho pescador já nadando, grita para o sábio: "Doutor, o senhor sabe nadar?". 

E o sábio, já tomando uns goles d’água, grita para o pescador: "Nããão". 

Ao que o velho pescador responde para o sábio: "Doutor, eu acho que o senhor vai perder a sua vida inteira!" 

O que isso nos ensina ?

.

Principalmente que inteligente não é quem sabe muito. - Inteligente é quem pratica aquilo que sabe.
.

.

PENSE NISSO! SUCESSO! UM FORTE ABRAÇO!

.

.

SR. PROF. GILCLÉR REGINA
Palestrante e Escritor com meio milhão de livros vendidos.
..

Palestrante e Escritor com meio milhão de livros vendidos. (44) 227-0697 - ceag@ceag.com.br - www.ceag.com.br - O CEAG Desenvolvimento de Talentos e Editora nasceu em junho de 1991, sendo uma das primeiras empresas do país a desenvolver projetos, palestras e seminários motivacionais, voltados para todas as pessoas das empresas. - Nosso trabalho é apresentado em todo o Brasil. A Palestra Show apresentada pelo presidente da empresa, escritor Gilclér Regina já foi assistida por aproximadamente 1 milhão de pessoas. Os livros, fitas de vídeo e CD’s de motivação de Gilclér Regina já atingiram a marca de 1 milhão de exemplares. - Gilclér Regina é consultor de vendas, motivação, gestão e recursos humanos há 20 anos, tendo atuado também como executivo. Tem na motivação de pessoas a sua bandeira e vocação. Apresenta o programa "Motivação & Sucesso" na Rede Novo Tempo de Comunicação. É articulista de vários jornais e revistas. É formado em Administração de Empresas com especialização em Dinâmica Humana pelo The National Value Center, em Denton – Texas – EUA.
Gilclér Regina, uma pessoa que vem de origem humilde, tornou-se um dos grandes conferencistas do Brasil. Sua palestra é um verdadeiro show que mistura alegria, bom humor e emoção entre os participantes. Gilclér Regina tem o dom de mostrar ao ser humano empresário, executivo, vendedores, equipes, educadores, as suas infindáveis possibilidades. 

 

.

.

.

.

|voltar|

.

" COMO GANHAR AMIGOS E INFLUIR NAS PESSOAS "
.

Dale Carnegie
..

A princípios do século XX, Dale carnegie se deu conta que se ignorava como se podia persuadir as pessoas. No livro "Como ganhar amigos e influir nas pessoas", baseado na sua própria experiência e na de outras muitas outras pessoas, colhemos algumas regras, mas nada como poder ler alguns dos livros do autor, porque como entenderemos nos relatos do Professor Carnegie, pequenas e simples regras de comportamento, podem mudar substancialmente a nossa vida. - De fato, grande parte do marketing atual se baseia nos ensinamentos deste Professor.

.

REGRA 1. 
Não critique, no condene nem se queixe. A crítica é inútil porque põe a outra pessoa na defensiva e pelo comum faz com que a pessoa trate de se justificar, tratando ademais de censurar ao seu oponente. A crítica é perigosa, porque fere o orgulho e desperta ressentimento.
.

Em lugar de censurar as pessoas, tratemos de compreender. Tratemos de imaginar porque fazem o que fazem. - Quando tratamos com as pessoas, devemos lembrar que não tratamos com criaturas lógicas. Tratamos com criaturas emotivas, criaturas eriçadas de prejuízos e movidas pelo orgulho e a vaidade.
Não falarei mal de pessoa alguma e de todos direi tudo o que de bom saiba. Benjamin Franklin.
.

.
REGRA 2. 
Demonstre apreço honesto e sincero. Só tem um meio para conseguir que alguém faça alguma coisa e é o de fazer que o próximo queira faze-lo (benefício próprio), que lhe seja produtivo.
Imagine os benefícios que poderiam se obter, se dermos ao próximo uma honrada apreciação de sua importância. 
.

Considero que o maior bem que possuo é minha capacidade para despertar entusiasmo nas pessoas e que a forma de desenvolver o melhor que há nas pessoas, é por meio do apreço e do alento. 
Nada há que mate mais as ambições de uma pessoa, do que a crítica de seus superiores.
Eu jamais critico ninguém.
.

Acredito que se deve dar as pessoas, incentivos para que trabalhe. Por isso sempre estou desejoso de elogiar, mas sou remisso para encontrar defeitos.
Se algo me gosta, sou carinhoso na aprovação e generoso nos elogios" Charles Schwab. 
.

Com freqüência damos por sentada a presença da ou do companheiro por perto, que nunca lhe manifestamos nosso apreço. Alimentamos os corpos dos nosso filhos, amigos e colaboradores, mas muito raras vezes alimentamos a própria estima.
.

A diferença entre a apreciação e a bajulação é muito simples. Uma é sincera e a outra não!. " Passarei uma única vez por este caminho; de modo que qualquer bem que possa fazer ou qualquer cortesia que possa ter, para com quaisquer ser humano, que seja agora. Não a deixarei para amanhã, nem a esquecerei, porque nunca mais voltarei a passar por aqui. Dale Carnegie.
Toda pessoa que conheço é superior a mim em algum sentido. Nesse sentido, aprendo dele. Emerson.
.
REGRA 3. 
Desperte nos demais um desejo veemente. O único meio de que dispomos para influir no próximo é falar do que ele deseja e demonstrar-lhe como consegui-lo.
.

A ação surge do que desejamos fundamentalmente e o melhor conselho que pode dar-se aos que pretendem ser persuasivos, seja nos negócios, no lar, nos estudos ou na política é este: - primeiro, despertar na outra pessoa um franco desejo. - Quem pode faze-lo tem o mundo inteiro consigo. Quem não pode, marcha isoladamente pelo caminho. Dr. Henry A, Overstreet. 
.

"Se há um segredo para o êxito, reside na capacidade para apreciar o ponto de vista do próximo e ver as coisas, deste ponto de vista assim como do próprio." - Henry Ford.
.

Se uma pessoa de vendas pode demonstrar-nos que seus serviços ou seus produtos nos ajudarão a resolver nossos problemas e nem terá que se esforçar para vender-nos nada. As poucas pessoas que sem egoísmo tratam de servir aos demais, tem enormes vantagens. Não há concorrência contra eles.
.

A pessoa que consegue colocar-se no lugar dos demais e que pode compreender o funcionamento da mente alheia, não tem porque se preocupar pelo futuro. Owen D. Young.

.
.

SEIS MANEIRAS DE AGRADAR AOS DEMAIS
.

REGRA 1. 
Interesse-se sinceramente pelos demais. Se pode ganhar mais amizades em dois meses se um se interessa pelos demais, que se ganhariam em dois anos se faz com que os demais se interessem por um.
A pessoa que não se interessa pelos seus semelhantes é quem tem as maiores dificuldades na vida e causa as maiores feridas aos demais. Dessas pessoas surgem todos os fracassos humanos. Durante anos tenho me preocupado por conhecer os aniversários das minhas amizades. O interesse, o mesmo que tudo o demais nas relações humanas, deve ser sincero.


REGRA 2. 
Sorria. As ações dizem mais que as palavras e um sorriso expressa: "Gosto de você". Me causa felicidade. Fico tão contente em ver-lhe. Falo de um verdadeiro sorriso, que alegre o coração, que venha de dentro, que valha um bom preço no mercado.
Você tem que desfrutar quando se encontra com as pessoas, se espera que os demais o passem bem quando se encontram com você.
Se está sozinho/a, assobie, cantarole ou cante. Proceda como se fosse feliz e isso contribuirá para alcançar a felicidade, que nada mais é do que um estado de espírito.
Todas as pessoas procuram a felicidade e há um meio seguro para acha-la. Consiste em, controlar nosso pensamentos.
A felicidade não depende de condições externas, depende de condições internas. Não é o que temos, o que somos, onde estamos ou o que realizamos; nada disso é o que nos faz felizes ou desgraçados. - É o que pensamos acerca de tudo isso.
"Quase todas as pessoas são tão felizes como se decidam a ser-lo". Abraham Lincoln. 
Dizem que a pessoa que não sabe sorrir, não deve abrir uma loja. O valor de um sorriso não custa nada, mas cria muito. - Enriquece a quem os recebe, sem empobrecer a quem o dá!. - Acontece num abrir e fechar de olhos e sua lembrança dura as vezes para sempre. Ninguém é tão rico que possa passar sem ele, e ninguém tão pobre que não possa enriquecer pelos seus benefícios.
O sorriso cria a felicidade no lar, alenta os negócios, é a contra-senha das amizades. Descanso para os fadigados, luz para as pessoas decepcionadas, sol para os tristes e o melhor antídoto para as preocupações.
Mas não pode ser comprada, pedida, emprestada ou roubada, porque é algo que não rende benefício ninguém a não ser que seja brindada espontânea e gratuitamente. Porque ninguém precisa tanto de um sorriso, como aquela pessoa que não tem mais nenhuma a dar.

REGRA 3. 
Lembra que para toda pessoa, o nome é o som mais doce e importante em qualquer idioma. Jim Farlei descobriu ao principio de sua vida, que o comum entre as pessoas, é se interessar mais pelo seu nome que por todos os demais do universo.
Faça o esforço por aprender o primeiro nome ou o mais comum da pessoa (preste atenção especial nisto). O nome mexe com a pessoa, a faz sentir única entre os demais. A informação que damos ou a pergunta que fazemos, toma uma importância especial quando lhe agregamos o nome de nosso interlocutor.

REGRA 4. 
Seja um bom ouvinte. Anime aos demais para que falem de si próprios. Lhes faz pensar que somos bons conversadores, quando na realidade somos apenas bons ouvintes e apenas isso. Nesse momento claro! - Dr. Nicholas Murray Butler. 
LEMBREM: - A pessoa com que falam, está cem vezes mais interessada em si mesma e em suas necessidades e seus problemas que em você. (Penso isso por você - e saberá que é a mais profunda verdade!)

REGRA 5. 
Fale sempre o que interesse aos demais. Falar em termos dos interesses da outra pessoa é beneficente para as duas partes. Apenas isso!

REGRA 6. 
Faça com que a outra pessoa se sinta importante e faça isso sinceramente! Quem tem nela que possa admirar honradamente ?
Trate sempre de que a outra pessoa se sinta importante. ! "Faz ao próximo o queiras que o próximo te faça a ti". - Jesus de Nazaré.
Todos queremos a aprovação daqueles com quem entramos em contato. Queremos que  reconheçam nossos méritos. Queremos ter a sensação de nossa importância em seu pequeno mundo!
Não queremos escutar bajulações baratas sem sinceridade, mas sim desejamos uma verdadeira apreciação. Para que a vida de uma pessoa mude totalmente, pode bastar que alguém lhe faça se sentir importante. Fale para as pessoas de si mesmas e o escutarão por horas.


CONSIGA QUE OS DEMAIS PENSEM COMO VOCÊ.

 

REGRA 1. 
A única forma de sair ganhando numa discussão é evitando-a. - Porque se demonstrar a uma pessoa que se equivoca. 
Irás a agradar-lhe com isso ?
Porque não deixar que salve sua dignidade ?
Não te pediu uma opinião. Não lhe faz falta. Porque discutir com ela ?
Sempre temos que evitar o angulo agudo. - Somente há um modo de tirar a melhor parte numa discussão: - EVITA-LA!
"Se você discute, briga, contradiz, pode conseguir as vezes um triunfo; mas será um triunfo vazio, mas jamais obterá a boa vontade do outro". Benjamin Franklin.
Pense nisto: - Que prefere ter: - Uma vitória acadêmica, teatral ou boa vontade de uma pessoa ?
Muitas vezes obterá as duas coisas. - " O ódio nunca é vencido pelo ódio e sim pelo amor". - Um mal entendido não termina nunca graças a uma discussão, senão graças ao tato, a diplomacia, a conciliação e um sincero desejo de aprecio, pelo ponto de vista dos demais!
"Não deve perder tempo em discussões pessoais, a pessoa que está resolvida a ser o que mais possa e menos todavia deve expor-se as conseqüências, incluso a ruína do seu caráter e a perda de sua serenidade. Cede nas coisas grandes sobre as quais não podes exibir mais que direitos iguais; e cede nas mais pequenas, mesmo que sejam claramente próprias.
"Melhor é dar o passo ao cachorro, que ser mordido por ele disputando esse direito! Nem matando o cachorro se curaria a mordida". Abraham Lincoln.
Para impedir que um desacordo se transforme em uma discussão: - Aceite o desacordo.( Quando os sócios sempre estão de acordo, um deles não é necessário).
Quem sabe este desacordo não se transforme numa oportunidade de corrigir-se antes de cometer um grave erro. - Para impedir que um desacordo se transforme em una discussão: Aceite o desacordo. 
Desconfie de sua primeira impressão instintiva. Controle seu caráter. Primeiro escute, dê a outra pessoa a oportunidade de falar, deixe-o terminar. Procure as áreas de acordo, exponha antes que nada os pontos e áreas que estão de acordo. Tenha honestidade, procure os pontos e áreas onde possa admitir seu erro e faça-o, desculpando-se pelos mesmos. Isso desarmará a outra pessoa e reduzirá a atitude defensiva. Prometa pensar a analisar com cuidado as idéias das outras pessoas e faça isso seriamente, porque os demais podem estar com a razão!
Agradeça sinceramente as outras pessoas pelo seu interesse. De tempo para a ação, coisa que as outras pessoas tenham tempo de repensar o problema (sugira outra reunião). Quando duas pessoas gritam, não há comunicação, somente ruído e más vibrações.


REGRA 2. 
Demonstre respeito pelas opiniões alheias. Jamais diga a uma pessoa que está equivocada. Não comece nunca anunciando:
Lhe vou demonstrar tal e tal coisa... - Faz que, quem lhe escute queira travar uma batalha com você, antes de que sequer comece a falar.
Se você vai demonstrar algo, que ninguém saiba! Faça-o sutilmente, com tal destreza que ninguém pense que o está fazendo. 
"Se há de ensinar as pessoas faça-o como se não lhes ensinara e se há de propor-lhes coisas ignoradas, faça-o como se fossem coisas esquecidas". Alexandre Pope. 

Se alguém fizer uma afirmação que a seu juízo está errado, mesmo que você saiba que está errada, é melhor começar dizendo: - Bem, escute. Eu penso de outra maneira, mas posso me equivocar.
"As vezes notamos que vamos roçando de idéia sem resistência alguma, sem emoções fortes, mas se nos diz que nos equivocamos, nos enoja a imputação e endurecemos o coração". James Harvey Robinson. 
Nossa primeira reação a maioria das proposições (que ouvimos em boca do próximo), é uma avaliação ou um juízo, antes que uma compreensão". Carl Rogers.
"Fica rapidamente de acordo com teu adversário". Não há que discutir com o cliente, com o cônjuge ou com o adversário. Não lhe diga que se equivoca, não o faça enojar; utilize um pouco de tato, de diplomacia.


REGRA 3. 
Se você se equivocou, admita-o rápido e enfaticamente. Se sabemos que de todas maneiras se vai demonstrar nosso erro, não é muito ganhar a dianteira e reconhece-la por conta própria ?
Não é muito fácil escutar a crítica de nossos lábios que a censura de lábios alheios ? 
Diga você todas as prerrogativas que sabe está pensando a outra pessoa ou quer dizer ou se propõe a dizer e diga-as antes que ele tenha tido uma oportunidade de formula-las e lhe quitará a razão de falar. - Quando temos razão, tratemos de atrair suavemente e com tato aos demais, a nossa maneira de pensar; e quando nos equivocamos , muito a menudo por certo, sejamos honestos com nós mesmos e admitamos rapidamente e com entusiasmo o erro.
"Brigando não se consegue jamais o suficiente, mas cedendo se consegue mais do que se espera".


REGRA 4. 
Comece de forma amigável. "Se vens pra mim com os punhos fechados, disse Woodrow Wilson, posso prometer-te que os meus se apertarão mais rápidos que os teus, mas se vens a mim e me dizes: - sentemo-nos e conversemos e se estamos em desacordo, compreendendo o porque o estamos e mais precisamente no que estamos em desacordo, chegaremos ao fim a advertir, que no final das contas não estamos tão longe um do outro e que os pontos de convergência são muitos e que se temos paciência, franqueza e o desejo necessário para ficarmos de acordo, a isso chegaremos". - "Uma gota de mel caça mais moscas que um galão de fel..."
Se você quer trazer alguém para sua causa, deve primeiro convence-lo, de que é uma pessoa sincera e amiga. Dizia Abraham Lincoln: - A suavidade e amizade, são mais poderosas que a fúria e a força...


REGRA 5. 
Consiga que a outra pessoa diga "Sim, sim"imediatamente. Quando fale com alguém, não comece discutindo as coisas nas quais tem divergências entre si. Comece destacando e continue destacando as coisas nas quais estão de acordo. Sempre acentue que os dois tendem ao mesmo fim e que a única diferença é o método e não o propósito. Quando uma pessoa tenha dito NÃO, todo o orgulho que há na sua personalidade exige que seja conseqüentemente consigo mesma.
O hábil orador obtém "obtém desde o inicio uma série de sim" como resposta. Discutir não dá benefícios, é muito mais proveitoso e interessante olhar as coisas desde o ponto de vista do interlocutor e faze-lo dizer sim, sim, sim, desde um início. 
Método Socrático: - obter uma resposta sim, sim, para perguntar com as quais tinha que convir seu interlocutor. Seguir ganhando uma afirmação trás outra, até ter uma quantidade de sim ao seu favor.
Continuava perguntando, até que por fim, quase sem se dar conta, se oponente se via chegando a uma conclusão, que poucos minutos antes tinha rechaçado energicamente. "Quem pisa com suavidade, vai longe".

REGRA 6. 
Permita que a outra pessoa seja quem fale mais. Quase todos nós, quando tratamos de atrair aos demais ao nosso modo de pensar, falamos demais, o qual é um erro.
Deixemos que fale a pura pessoa. Se estamos em desacordo com ela, podemos ver-nos tentados a interrompe-la Mas o não o façamos. É perigoso. Não nos prestará atenção enquanto tenha uma quantidade de idéias próprias que reclamam expressão.
A verdade é que até nossas amizades preferem falar-nos de suas façanhas antes de escutar-nos falar das nossas. Rochefoucauld, o filósofo francês disse: - " Se queres ter inimigos supera a teus amigos, se queres ter amigos, deixa que eles te superem.

REGRA 7.
Permita que a outra pessoa sinta que a idéia é dela. - Não seria mais sagaz fazer sugestões e deixar que os demais cheguem por si sós a conclusão ?
Ao ser humano tem que se lhe ensinar como se não  lhe ensinasse e propor o desconhecido como esquecido . - Alexander Pope.
Deixar que a outra pessoa sinta que idéia é sua. " A razão pela qual os rios e os mares recebem a homenagem de cem torrentes da montanha, é que se mantém por baixo deles.
"O sábio que deseja estar por cima das pessoas, se coloca por debaixo deles; O que quer estar na frente deles se coloca por trás". Lao Tse.

REGRA 8. 
Trate honestamente de ver as coisas desde o ponto de vista da outra pessoa. Lembre que a outra pessoa pode estar equivocada por completo. Mas ela não o acredita. Não a censure. - Que pensaria, como reacionária eu se estivesse em seu lugar ?
Ao interessar-nos nas causas é menos provável que nos desgostem os efeitos.
O êxito no trato com os demais, depende de que se capte com simpatia o ponto de vista da outra pessoa. "Se coopera eficazmente na conversação quando demonstramos que consideramos as idéias e sentimentos da outra pessoa, da mesma forma tão importante como se fossem as nossas.
O modo de alentar o interlocutor a ter a mente aberta a nossas idéias, é iniciar a conversação dando-lhe claras indicações sobre nossas intenções, dirigindo o que decidimos pelo que nos gostaria ouvir se estivéssemos na pele do outro e aceitando sempre seus pontos de vista.

REGRA 9. 
Demonstre simpatia pelas idéias e desejos da outra pessoa. 
A frase mágica que serve para deter as discussões e para eliminar os maus sentimentos, criar a boa vontade do outro lado e fazer com que se nos escute atentamente: - Eu não posso culpar-lhe por sentir-se como se sente. Se eu estivesse em seu lugar, não tenha duvidas que me sentiria da mesma maneira que você.
A espécie humana anseia universalmente a simpatia.



REGRA 10. 
Apele para os motivos mais nobres. Pelo comum a pessoas tem duas razões para fazer uma coisa: - Uma razão que parece boa e digna e a outra a verdadeira razão! - A fim de modificar as pessoas, apelemos para seus motivos mais nobres.


REGRA 11. 
Dramatize suas idéias. Não basta dizer a verdade. Tem que faze-la vivida, interessante, dramática.

REGRA 12. 
Lance com tato, um reto amável. "A forma de conseguir que se façam as coisas, diz Charles Schwab, é estimular a competência. Não falo de estimular sórdida ou monetariamente, senão do desejo de superar-se.
Todas as pessoas tem temores, mas as valentes as esquecem e vão adiante, as vezes até a morte, mas sempre para a vitória". - Lema da Guarda Real na antiga Grécia.
Isso é o que encanta a toda pessoa que triunfa: - O JOGO!.
A oportunidade de expressar-se. A oportunidade de demonstrar o que vale, de destacar-se, de ganhar. O desejo de sobressair. O desejo de sentir-se importante!


SEJA UM LÍDER

O trabalho de um líder consiste, entre outras coisas, em mudar a atitude e conduta de seu pessoal. Algumas sugestões para consegui-lo:


REGRA 1. 
Comece com elogios e aprecio sinceros. Sempre é mais fácil escutar coisas desagradáveis depois de ter ouvido algum elogio.

REGRA 2. 
Chame a atenção sobre os erros dos demais indiretamente.

REGRA 3. 
Fale de seus próprios erros antes de criticar os dos demais. Não é tão difícil escutar uma relação de defeitos próprios se quem o faz começa admitindo humildemente que também está longe da perfeição. - Admitir os próprios erros, mesmo quando não tenhamos corrigido eles, pode ajudar a convencer a outra pessoa, de mudar sua conduta.


REGRA 4. 
Faça perguntas em vez de ditar ordens.
Fazer perguntas não somente torna mais aceitáveis as ordens, senão que com freqüência estimula a criatividade da pessoa quem se lhe pergunta.

REGRA 5. 
Permita sempre que a outra pessoa salve seu prestígio.
Sem pensar jamais que ferimos o orgulho do próximo. Mesmo quando tenhamos razão e a outra pessoa esteja claramente equivocada, somente faremos dano se lhe fizermos perder prestígio.
"Não tenho direito a dizer ou fazer nada, escreveu Saint Exupéry, que diminua a uma pessoa ante si mesma! - Ferir uma pessoa na sua dignidade é um crime!

REGRA 6. 
Elogie o mais pequeno progresso e ademais cada progresso. Seja caloroso em sua aprovação e generoso em seus elogios. - "O elogio é como a luz do sol para o espírito humano! Não podemos florescer e crescer sem ele. E mesmo assim, sempre estamos prontos para aplicar as pessoas, o vento frio da crítica. Sempre sentimos certa preguiça quando se trata de dar-lhe a nosso próximo a luz cálida do elogio". Comentário do Psicólogo Jesse Leir. - As capacidades murcham debaixo das críticas. As capacidades florescem pelo estímulo.


REGRA 7. 
Atribua para as outras pessoas uma boa reputação, para que se interessem em mate-la.


REGRA 8. 
Alente as pessoas. Faça que os erros sejam fáceis de corrigir.

REGRA 9. 
Procure que as outras pessoas se sintam satisfeita de fazer o que você sugere.


Quem foi Dale Carnegie ?

Biografia:

Dale Carnegie nasceu em 1888 em Missouri, Estados Unidos e foi educado na Faculdade Estadual de Warrensburg. Como vendedor e aspirante a ator, ele viajou para para Nova Iorque e começou a dar aulas de comunicação para adultos na YMCA. Em 1912 nasceu o famoso Treinamento Dale Carnegie. Ele lançou diversos best-sellers, incluindo o "Como fazer Amigos e Influenciar Pessoas" e "Como Evitar Preocupações e Começar a Viver". Mais de 50 milhões de cópias dos livros de Dale Carnegie têm sido impressas e publicadas em 38 línguas. Dale Carnegie foi um brilhante orador e conselheiro de líderes mundiais. Ele escreveu colunas em jornais e teve seu próprio programa de rádio. Dale Carnegie fundou o que é hoje uma rede mundial de mais de 2.000 instrutores e escritórios em mais de 70 países. 


Histórico:


A DALE CARNEGIE TRAINING foi fundada em 1912, por Dale Carnegie (1888-1955) com o objetivo de preparar as pessoas para falar em público. Caracterizando respeito, confiabilidade, comunicação e organização que transcenderam tempo e cultura, línguas e países. Atualmente são mais de 4 milhões de pessoas graduadas pelo treinamento. 

Ao longo dos anos, Dale CarnegieTraining têm publicado livros como: 

COMO FAZER AMIGOS E INFLUENCIAR PESSOAS - ( How to Win Friends and Influence People) 

COMO EVITAR PREOCUPAÇÕES E COMEÇAR A VIVER - ( How to Stop Worrying and Start Living ) 

COMO FALAR EM PÚBLICO E INFLUENCIAR PESSOAS NO MUNDO DOS NEGÓCIOS - ( The Quick and Easy Way to Effective Speaking ) 

COMO DESFRUTAR DA SUA VIDA E DO SEU TRABALHO - ( How to Enjoy Your Life and Your Job ) 

O LÍDER EM VOCÊ - ( The Leader in You ) 

ADMINISTRANDO ATRAVÉS DAS PESSOAS - LINCOLN - ESSE DESCONHECIDO

COMO VENCERAM OS GRANDES HOMENS

..

.

.

.

.

 

 

PIADAS DA SEMANA DO WWW.SDR.COM.BR

 

 

.

 

 

PIADAS DE COR AZUL = LINDINHAS

 

PIADAS DE COR ROXA = PICANTES

 

PIADAS DE COR VERMELHO = PAHHHH

. .

Um homem chega na ferragem e pede: - Boa tarde, tem pregos ?

Não Senhor, desculpe mas não temos.

E tinta para portas ?

Não Senhor, também não temos.

Bem, então vou levar um serrote...

Vou lhe ser franco, não temos nada!

Então porque não fecham ?

Porque não temos cadeados.

O cara se queixa para o amigo oriental que não ligava uma mulher sequer, que era uma desgraça...

O amigo responde - karatê, ne ?!
O amigo não entendendo direito, pergunta: - Karatê ?
Sim. É pleciso karatê beleza, karatê cabeça, karatê carro, karatê grana...

Estavam todos os funcionários da empresa reunidos numa festa da empresa. E o Diretor começa a contar piadas (sem graça nenhuma). Ele conta a primeira, e todo mundo ri... Conta a segunda e a gargalha é geral.
Quando já estava lá pela nona piada, o diretor reparou que havia um único rapaz na sala que não ria das piadas. Intrigado se aproxima e pergunta: - Escuta, está acontecendo alguma coisa com você ? Eu já estou na nona piada e até agora eu não vi você rir de nenhuma elas...?
Pois é - É que eu não trabalho na empresa!

- Doutor, diz o sujeito ao psiquiatra, estou com um problema sério. Toda vez que vou dormir, acho que tem alguém debaixo da cama. Vou para baixo da cama e acho que tem alguém em cima. Em cima, embaixo, em cima, embaixo...Assim passo a noite, sem conseguir dormir. Estou ficando maluco. Ajude-me!
- Vamos fazer um tratamento de 1 ano e meio - diz o psiquiatra. Venha três vezes por semana, e acabarei com essa neurose.
- E quanto o senhor cobra ?
- 70,00 reais a sessão.
- Vou pensar - diz o sujeito.
Passado algum tempo, ao revisar suas anotações, o médico depara-se novamente com o caso e estranha que o homem não tenha retornado. Curioso com o desfecho, o doutor pede à secretária que faça um telefonema ao homem: - Por que você não me procurou mais ? - pergunta o psiquiatra.
- 70,00 reais a sessão, 3 vezes por semana, durante 18 meses ? - questionou o sujeito. Pois veja só: - um
garçom me curou de graça, com um único conselho.
- Só ? - espantou-se o psiquiatra. E o que ele lhe recomendou ?
- Ele me disse para cortar os pés da cama. - Funcionou!!!

A criança como era prematura foi levada para a incubadora, mas como era tão feia a colocaram numa incubadora com vidros escuros...

Um médico tinha papado uma de suas pacientes e estava numa culpa mor. O sentimento de traição ao código de conduta ética o perseguia e estava fazendo o sentimento de culpa ficar insuportável.
Às vezes ele podia até ouvir uma voz sussurrando em sua cabeça dizendo: - Não se preocupe... Você não é o primeiro a dormir com uma de suas pacientes e não será o último... Além disso você é solteiro! Não se sinta culpado...
Mas invariavelmente surgia uma outra voz sussurrando: - Sim, mas seria bem fácil esquecer se você não fosse um VETERINÁRIO!

No primeiro dia de aula a professora resolveu perguntar a profissão do pai de cada um, para conhece-los melhor. Pedrinho qual a profissão de seu pai?
Advogado, professora.
E a do seu pai, Marianinha?
Engenheiro.
E o seu, Aninha?
Ele é médico.
E o seu pai, Fulaninho, o que faz?
Ele...Ele...Ele é stripper e garoto de programa!
Como assim?? - pergunta a professora, surpresa.
Ele dança em boates, com uma sunguinha minúscula cheia de lantejoulas, brilhos, onde homens másculos passam a mão nele e põem dinheiro no elástico da sunga e depois saem para fazer programa com ele.
A professora rapidamente dispensou toda a classe, exceto Fulaninho. 

Ela caminha até o garoto e novamente pergunta: - Menino, o seu pai realmente é prostituto?
Não, professora. Agora que a classe ficou vazia, ficou mais fácil de falar. É que meu pai é deputado e eu tenho vergonha de contar perto dos outros...

Um cara entra na casa das tias e pergunta para a Gerente de marketing: - Quanto custa para deitar com uma mulher ?
Depende do tempo Senhor...
Bem, digamos que chove ?

No Monasterio o sacerdote costumava banhar-se todas as noites em sua tina de banho, ajudado por uma irmâ religiosa, quem tinha sido educada na missão de ajudar o Padre, sem pudor, no que necessita-se durante seu higiene cotidiana.

Uma manhã, a irmã se encontra a com a mãe superiora e lhe comenta: - Madre tenho sido salva!

Mas como ocorreu tão magno evento, filha querida ?

Ontem, enquanto ajudava ao padre fulano com seu banho, ele tomou minha mão e a lvou ate sua entreperna e me dize: - esta é a chave do céu. E que seria necessário provar-lha com minha fechadura, para ver se abriam as portas do céu para ser salva.

Esse velho desgraçado... - que mais aconteceu ?

Bem, provamos a fechadura; ele me dize que ao princípio doeria um pouco, porque o caminho ao céu era ificil e doloroso, mas que ao final sentiria um grande prazer!

Mas que velho desgraçado e mentiroso!!! - A mim me tinha enganada com que era a trompeta do Arcanjo São Gabriel e venho soprando ela a 20 anos...

.

.

.

.

.

|voltar|

 

 

MEU CHEFE DEVERIA ESTAR AQUI...
.

 

SR. PROF. L. A. COSTACURTA JUNQUEIRA 
.

VICE - PRESIDENTE 
INSTITUTO MVC - ESTRATÉGIA E HUMANISMO

.

.
Cada vez mais acreditamos que o treinamento é feito de exemplos e que a ausência das chefias representa, não só uma falta de comprometimento com a mudança, mas também e principalmente, um obstáculo a ela.

"Você deveria ter convidado meu chefe para este seminário, vociferou um participante, em conversa com o Gerente do Departamento de Treinamento!"

Este é o trecho inicial do artigo escrito por JAMES C. ROBINSON, para a edição de março de 84, da revista TRAINING.

Os anos que separam a publicação do artigo dos dias de hoje, de forma alguma afetaram seu caráter de grande atualidade.

Este artigo explorará dois aspectos importantes: as conseqüências da ausência dos superiores e o que pode ser feito para garantir a presença de ambos, superior e colaborador (simultânea ou não), nos programas de treinamento.
.

.
CONSEQÜÊNCIAS DA AUSÊNCIA
Como dissemos anteriormente, não existe melhor programa de treinamento que aquele iniciado pelo próprio superior, através de seu exemplo. Não basta dizer, é preciso fazer, e fazer sempre ... Cada vez mais os colaboradores descrêem os superiores tipo "Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço". Não há confiança que resista a este tipo de postura.

Os "problemas de retorno" são outra conseqüência grave; ocorrem na volta dos colaboradores que, cheios de gás, procuram aplicar o que viram e encontram superiores que não compreendem bem o que se está falando ou propondo, demonstrando indiferença ao aprendizado; consequentemente rejeita-se o proposto e desmotiva-se os colaboradores, que se sentem na imagem do "patinho feito".

Como cada vez mais o processo de desenvolvimento de colaboradores está nas mãos dos respectivos superiores; ausências desses superiores em programas com a presença de colaboradores tenderão as ser interpretadas como desinteresse por este ou aquele elemento, relegando-o ao limbo. As atividades de Coaching e de Mentoring precisam fazer parte do dia-a-dia de um diretor ou gerencia, não dá para deixar de alocar tempo à sua execução.

Programas de treinamento focam, nas mais das vezes "o que fazer", restando tratar do "como fazer", que certamente fica muito complicado sem a presença do respectivo superior. A mudança fica para "depois" do evento, quase nunca acontece.

A presença da dupla superior/colaborador será sempre um esforço ao processo de mudança/resultado, pois a força da dupla é sempre maior; faltando um dos elos neste processo, especialmente do superior, a mudança será prejudicada em qualidade e produtividade.
.

.
FACILITADORES DA PRESENÇA
A seguir algumas observações que poderão tornar mais fácil a presença das chefias nos programas em que também os colaboradores participam.

O ambiente informal de um programa de treinamento, onde todos ficam menos defensivos, talvez possa ser o momento ideal para que o superior dê "aquele" feedback ao colaborador. É uma grande oportunidade para uma comunicação mais autêntica a verdadeira. E por que não, bidirecional?

Mudanças rápidas serão conseguidas mais facilmente quando todos os "personagens" do processo estiverem vivenciando juntos a mesma situação; as comunicações são mais uniformes, os obstáculos são analisados pelo grupo todo, a motivação de um realimenta a do outro etc.

Treinamento é um diferencial competitivo aceito por todos; o diretor que acredita nisso necessita investir seu tempo neste "tipo de trabalho;" mais ainda, mostrar que treinamento também é trabalho e faz parte do crescimento pessoal e organizacional.

Na era da administração participativa, dos times de qualidade etc, os diretores necessitam mostrar aos colaboradores que também fazem parte do "grupo" e que o conceito de trabalho em equipe deve prever uma participação equilibrada de ambas as partes.

Pesquisas mostram que em outros países os diretores usam entre 10 a 30% de seu tempo para desenvolver seus colaboradores; no Brasil, alguém parece estar devendo a alguém nesta história.

Toda mudança tem o chamado fator condicionante (o superior) e o fator condicionado (colaborador). Como poderá ocorrer qualquer mudança se os dois não estiverem juntos, fazendo força na mesma direção?

Colaboradores tendem a se relacionar melhor com superiores que "descem de seu pedestal", que não usam o poder da posição para conseguir resultados, especialmente quando a natureza desses resultados exige ações grupais.
.

.
CONCLUSÃO
Gostaríamos de encerrar com uma sugestão que talvez pareça ingênua ou simplista para a maioria das pessoas.

Nossa experiência mostra que poucos superiores resistem ao convite de um colaborador para participar de um programa juntos. Você, colaborador, já tentou isto ? - Quando o fez, mostrou realmente convicção ? Apresentou argumentos tangíveis/quantificados ?
..

Que tal tentar mais uma vez?
..

O leitor poderá perguntar, e o título do artigo? Não seria o caso de se fazer com que a unidade de treinamento fosse a responsável por solicitar às chefias que dessem o exemplo, através de sua presença? Acreditamos piamente que não, pelo menos em primeira instância.
.
Querem um exemplo ? - Imaginem um programa de treinamento de um Diretor e respectiva Secretária; quem deveria fazer o convite ao Diretor?
.

É isso ai leitor!!!
.

.

L A COSTACURTA JUNQUEIRA

. 
VICE - PRESIDENTE 
INSTITUTO MVC - ESTRATÉGIA E HUMANISMO
 
..

Vice-Presidente do MVC - Instituto Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo. Administrador pela FGV. Coordenador dos projetos de Educação Corporativa e Consultoria em Desenvolvimento de Talentos Humanos. Seminários e Palestras nos EUA, Portugal, Uruguai, Aruba e Paraguai. Autor dos livros Negociação: Tecnologia e Comportamento (27ª Edição – 180.000 exemplares), Sr. Presidente: A Culpa é Sua: Desenvolvendo Talentos Humanos (4ª Edição), Administração do Tempo: Um programa de Autodesenvolvimento (7ª edição), Tempo do Executivo: Problemas e Soluções (8ª edição). Co-autor, com Eunice Mendes, dos livros Falar em Público: Prazer ou Ameaça? – (4ª edição) e Comunicação Sem Medo (5ª Edição). Co-autor com Marco Aurélio Vianna em Gerente Total: Administrando com Eficácia a Empresa do Século XXI, (5ª edição). Seu livro mais recente é Cada Empresa Tem o Consultor que Merece – Como Otimizar as Relações entre Clientes e Consultores (co-autoria Célia Marchioni). 
..

Telefones: 11 3171-1645 / 3285-2438 - costacurta@institutomvc.com.br  (Luiz Augusto Costacurta / Angélica Stein (SP) - www.institutomvc.com.br 

.

.

.

.

FUTURO - TENDÊNCIAS   IDÉIAS - PENSAMENTOS

 

,

Premiando a Criatividade e o Bom Humor.

,
Uma empresa de consultoria em Ribeirão Preto interior de S.Paulo criou um concurso mensal que distribui prêmios como jantares a dois e vale-presente para o funcionário ou grupo de funcionários que criar uma maneira de trazer alegria para o ambiente de trabalho. 

,

A idéia já modificou em muito o ambiente de trabalho da consultoria. O que você acha ? 

RECEBI UMA LIGAÇÃO DE TOM CRUISE!
Isso esperavam os executivos da Century Fox, que dissessem os clientes que receberam uma mensagem de voz e imagem nos celulares. Esta mensagem multimídia que "queria" promover o lançamento em DVD do filme  Minority Report, levava um pequeno video com imagens do filme e a voz de Tom Cruise pronunciar "Where’s my Minority Report?"- gritando depois: "Do I even have one?".
Os executivos acertaram de cheio!  - Mas no pé... - 18 destinatários se queixaram ante a : "Advertising Standards Authority (ASA)",  por considerar a campanha promocional ofensiva, angustiante e por não deixar claro que se tratava de uma promoção, além do mais que tinham em alguns casos, que pagar a ligação para acessar sua caixa de recados para poder escuta-la. ASA condenou a campanha e os moços ganharam a primeira bofetada do mercado, por tratar de inovar sem pensar nos resultados. - Esta foi uma das primeiras campanhas de marketing via celular... Bom exemplo para analisar ne ?

Processos mentais 
Umas das principais características da Engenharia Humana Organizacional é o estudo dos processos mentais. Se um líder, ou chefe (chefe nem sempre é líder) der uma ordem ao subordinado, este obedecerá a quem deu a ordem? Não. Na verdade, ele obedecerá ao que seu próprio cérebro lhe indica como melhor coisa a ser feita. Se seu cérebro disser "faça", ele fará.

Quem comanda o processo decisório de cada um, portanto, é a própria mente do indivíduo. E o bom líder, cada vez mais deverá entender como funciona a cabeça das pessoas. Cabe ao líder afastar um pouco do comando do processo as formas restritivas de inteligência e reforçar as inteligências impulsionadoras. 

O líder de hoje deve ser principalmente um facilitador, alguém bastante habilidoso para extrair respostas dos outros, talvez de pessoas que nem tenham consciência do que sabem. 

Um líder prepotente ou vaidoso, por exemplo, não conseguirá o comprometimento de sua equipe, como consegue o líder que valoriza os talentos do grupo, estimulando a todos para que se animem e se realizem sem que seja preciso esperar condições ideais para essa realização. E a vida do ser humano sobre a Terra, ao longo dos tempos, é uma incessante busca por tempos melhores. Há séculos, o filósofo Confúcio disse uma frase que até hoje é atualíssima: "O líder tem que ser um negociante de esperança".

OS CALLS CENTERS USAM ALGO A MAIS QUE TELEFONE:
.

68% dos centros dos Call Centers (centrais de contato) em USA utilizam já algum tipo de tecnologia baseada em serviços de internet, como o e-mail, o envio de mensagens de texto a celulares, o chat (bate papo) ou a publicação na web das respostas as perguntas mais freqüentes dos usuários.

.
41% dos entrevistados qualificaram como muito importantes estas tecnologias para os planos futuros.
20,5% as considera incluso "extremamente importantes".
1,7% acredita que sejam relevantes.

.
Dados de Dieringer Research Group, que entrevistou a 4.000 usuários em USA, certificam que os consumidores estão satisfeitos com a atenção que recebem através:
59% e-mail
52% via web
46% mensagens instantâneas.

Cuidado com o cliente silencioso!
Estudos feitos por especialistas em relacionamento com clientes mostram que em média uma empresa perde 30% de seus clientes a cada ano, pelos mais variados motivos. Mas raramente os clientes frustrados fazem reclamações, a não ser quando eles já atingiram o auge da irritação. 

A forma de expressar o seu descontentamento ou desilusão é um afastamento silencioso, que raramente é notado pela empresa. Quando a empresa se der conta da fuga de clientes já será tarde demais, e não terá outra saída senão pagar um preço alto para reconquistar a confiança perdida, normalmente entre oito e dez vezes o custo médio da fidelização de clientes. 

Cerca de 90% dos clientes não reclamam na hora, segundo pesquisas feitas pelo psicólogo neozelandês Sean D’Souza. A fuga silenciosa de clientes acontece porque reclamar dá trabalho e, além do mais, gera normalmente situações desconfortáveis tanto para quem faz como para quem recebe a queixa. 

Para D’Souza, um especialista em psicologia de vendas, as empresas deveriam ficar felizes quando um cliente reclama porque assim é possível descobrir o que está errado antes que a fuga de clientes cause prejuízos muito grandes. 

Isso implica, no entanto, uma mudança de atitudes e processos. Como por exemplo: criar instrumentos que facilitem e agilizem o recebimento de críticas e sugestões, e instruir funcionários a não encarar uma queixa como uma ofensa pessoal. 

As empresas precisam adquirir o hábito de pesquisar diariamente as reações de seus clientes tentando “arrancar” reclamações. 

Esse hábito pode ajudar uma empresa a reduzir custos e aumentar a satisfação de clientes. Experimente. 
Revista Empreendedor.com.br -  da Empreendedor.com em português

 

 

SE SUA MÃE ESTIVESSE COM DOR DE CABEÇA NAQUELE DIA, VOCÊ NÃO TERIA NASCIDO.

.

QUAL É MESMO O TAMANHO DA SUA CAIXOLA ?

A agencia Cunning Stunts Communications deu uma boa volta na porca da criatividade. - Foi publicado no Wall Street Journal, que esta pequena agencia de marketing e propaganda, alugou mais de mil caras de jovens estudantes para que levassem estampada na frente, a insígnia de algumas marcas, como forma de promove-las. Quanto pagam ? - 7 dólares por hora ou 24 reais por hora.

Tudo começou com uma prova e aposta entre parentes, funcionários e amigos da agência, graças a idéia do seu fundador John Carver. Atualmente a agência Cunning, conta com mais de mil frentes caminhantes. O canal e TV CNXX erá o primeiro a utilizar esta novidade. PERAÍ!!! - Não adianta sair correndo...precisam pedir o visto de embarque para USA primeiro. -

Uso pessoal da Web no trabalho favorece empresas 
Em grande parte das companhias, os funcionários são instruídos a não permanecer muito tempo navegando na Internet para fins particulares. Mas, de acordo com um novo estudo, suprimir o uso da Internet no trabalho pode não estar entre as prioridades das empresas. 
Os resultados de uma pesquisa conduzida pela Universidade de Maryland indicam que os funcionários americanos passam mais tempo acessando a rede em casa para trabalhar, ao invés de utilizar a Web na empresa para motivos pessoais. 

A pesquisa, realizada em dezembro com 501 usuários de Internet com mais de 18 anos, revelou que as pessoas que gastam uma média de 3,7 horas por semana navegando em suas residências, passam cerca de 5,9 horas por semana em casa acessando a Web para objetivos ligados ao trabalho. 

Em contrapartida, pessoas que não têm acesso à Internet em casa passam mais tempo no trabalho utilizando a Internet - 6,5 horas por semana, contra 3,7 horas - para razões particulares. 

O estudo apontou ainda que 22% dos internautas daquele país checaram informações sobre contas pessoais, como aquelas de telefone, gás ou luz, no ano passado, comparado aos 13% em 2001. Além disso, 20% dos usuários pagaram seus cartões de crédito online, acima dos 15% em 2001. 

[ Linda Rosencrance - Computerworld, EUA ]

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

.

SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO, VENDAS E SERVIÇOS SDR

.

o sistema sdr já inclui NO PREÇO o uso em rede ilimitado sem custos extras E não tem taxa de manutenção mensal. a única taxa que o sistema sdr tem, é a anuidade de R$:120,00 para efeitos de suporte e atualização, com vencimento em março de cada ano (2007 bonificada).

.

 

.

.

caso deseje alterar ou cancelar sua assinatura, clique no link a seguir:

ALTERAR ASSINATURA

.

.

ÓTIMO TRABALHO E ATÉ A PRÓXIMA EDIÇÃO!

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Clique aqui para nós enviar um e-mail

.

INDIQUE SEU TEMA  ..-  ENVIE-NOS SUA OPINIÃO

.

Av. Caçapava 425 - sala 03 - Petrópolis -  Porto Alegre (RS) - BRASIL cep: 90460-130

 FONES: 51 -  3019 2817  -  FAX 51 3333 3553

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

Como página inicial  Adicionar a Favoritos

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2007 - SDR