Como página inicial

Sistema de Representação Comercial para Representantes Comerciais

Adicionar a Favoritos

.

JORNAL De REPRESENTAÇÃO comercial sdr - EDIÇÃO Nº 170 - 07.03.2003

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Funções do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Testes do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Solcite seu Orçamento

Manual do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Biblioteca dos Jonais de Representação Comercial SDR

Assinatura livre e gratuita do Jornal de Representação Comercial

Contrate os melhores e mais capacitados Representantes Comerciais

Contato com a Equipe do SDR Sistema de Representação

As melhores Dicas sobre softwares livres, Bibliotecas, Links...

FUNÇÕES

TESTE

ORÇAMENTO

MANUAL

JORNAIS

ASSINe

saiba

contato

dicas

.

.

.

.

Os séculos, as novas culturas, e os novos idiomas não foram poderosos o bastante

para fazer desaparecer uma das mais poderosas expressões do antigo latim:

 

.

Ou aproveite o dia!. Em apenas duas poderosas palavras, essa expressão consegue sintetizar o que todos nós devemos buscar todos os dias de nossas vidas: 

Aproveitar o dia ao máximo, do momento em que acordamos até o momento em que voltamos para a cama 

Aproveitar o dia para transformar a vida de todas as pessoas que nos cercam 
Aproveitar o dia para acrescentar vida aonde não existe. Aproveitar o dia para mostrar aos outros como aproveitar a vida. 

No dia-a-dia corporativo, devemos incorporar ao nosso papel de líderes, gerentes ou supervisores de pessoas, a responsabilidade de fazer as outras pessoas acreditarem em si mesmas, colocando seus corações a frente de um projeto, quebrando metas e descobrindo novas formas de trabalhar. 

No dia-a-dia corporativo, devemos lembrar a todos que a vida deve ser como uma grande aventura na qual os nossos limites devem ser desafiados a todo momento ou nada terá valido a pena. 

No dia-a-dia corporativo, devemos mostrar que precisamos aprender algo todos os dias, pensar todos os dias, comunicar todos os dias, mas não esquecer de fazer esportes todos os dias, cantar todos os dias, pintar todos os dias, namorar todos os dias ou encontrar uma forma de expressar a nossa criatividade como nunca fizemos. 

No dia-a-dia corporativo, devemos ajudar as outras pessoas a colocar tudo que aprenderam em prática. “As pessoas podem ensinar as outras como as coisas funcionam, mas somente através da “mão-na-massa” as pessoas conseguem realmente aprender.” Dê uma oportunidade a alguém todos os dias! 
.

A vida é muita linda para ser vivida sem empolgação e celebração

.

Determine altos padrões para a Criatividade e a Sabedoria dentro da sua empresa. As pessoas que trabalham com você e para você não desejam menos que isso. Não se esqueça, aproveite o dia! 

Por fim, a sua missão básica é transformar qualquer dia comum de trabalho como se fosse o último dia do Mês, o último dia do Trimestre, o último dia do Ano... Nada menos que isso interessa. 

 

Carpe diem e QUEBRE TUDO ! 

Ricardo Jordão Magalhães 
Fundador 


ricardom@bizrevolution.com.br 

 

MENU DO JORNAL "DICAS DA SEMANA" nº170

.

..

 QUEBRA TUDO - PROF. RICARDO JORDÃO MAGALHÃES.

 CARTAS DE AGRADECIMENTO.

 DE ONDE VOCÊ VEIO? - DR. LAIR RIBEIRO

ARTIGO I - SE EVA TIVESSE DITO QUE NÃO - LEILA NAVARRO

 DICAS DA SEMANA DA EQUIPE DO SDR.

 ARTIGO II - "4 PILARES PARA TER CLIENTES SEMPRE - HAMILTON BUENO

 REFLEXÃO - FESTINA LENTE - LUIS MARINS Ph.D

 ARTIGO III - CONCESSÕES -  MÁRCIO MIRANDA

 PIADAS DA EQUIPE DO SDR.

 ARTIGO IV - E ENTÃO VOCÊ ASSUMIU A GERENCIA - L. A. COSTACURTA

 FUTURO - TENDÊNCIAS - IDÉIAS - PENSAMENTOS.  

.

..

.

.

.

.

  " CARTAS DO JORNAL 169"

CORCEG/SIRCEG
Bom dia!
Agradecemos seu e-mail e os parabenizamos pelo Link.
atenciosamente,
Eugênia Medeiros

ADILSON V PEREIRA - ATLAS REPRESENTAÇÕES LTDA
Tive conhecimento de varios artigos interessantes, com um supervisor de vendas da empresa que trabalhado; assim sendo solicitei que envie os artigos, para o meu e-mail

MARGARETE SILVA LUCA - CORREIAS MERCÚRIO LTDA
Adoro os assuntos que vocês colocam para nós.
Parabéns.

Orlando Representações/Jaú/SP
Queria parabeniza-los pelo Jornal, tem me ajudando em muito no meu trabalho, sou representante comercial de componentes para calçados.
Agradeço também pelo Antivírus que instalei em meu micro, muito bom mesmo.
Um grande abraço a todos, e mais uma vez, PARABÉNS PELO TRABALHO.

RAMIZ SABBAG - PADO
CADASTRAR
Sem comentários no momento

GERSON RAUL PERSIKE - EMBRAINFO LTDA
Gostaria de receber informações sobre novidades na área de treinamento empresarial

NESTOR VALENTIM SANTIN - DISTRIBUIDORA TOLI LTDA
É a 1a. vez que leio. Achei ótimo.

LUCIA HELENA BARBALHO BARBOSA
Adorei a proposta do jornal do SDR, textos e artigos interessantes que levam a reflexão. 

Parabéns

R R REPRESENTAÇÕES LTDA
O JORNAL ME INTERESSA 

CADASTRAR

ALEXANDRE CALAZANS
O jornal sdr e magnífico tem passado muita experiência para mim já que trabalho na área de vendas e com isso tem passado muito astral no meu trabalho, quero agradecer toda equipe que faz o jornal sdr,

Parabéns.

FLAVIO SANTOS - HANSATEC
Boa tarde, muito legal seus jornais...parabéns
Flávio

O mundo inteiro está cheio de pessoas...

Há pessoas caladas que precisam de alguém para conversar.

Há pessoas tristes que precisam de alguém para as confortar.

Há pessoas tímidas que precisam de alguém para as ajudar vencer a timidez.

Há pessoas sozinhas que precisam de alguém para brincar.

Há pessoas com medo que precisam de alguém para lhes dar a mão.

Há pessoas fortes que precisam de alguém para as fazer pensar na melhor maneira de usarem a sua força.

Há pessoas habilidosas que precisam de alguém para ajudar a descobrir a melhor maneira de usarem a sua habilidade.

Há pessoas que julgam que não sabem fazer nada e precisam de alguém que as ajude a descobrir as muitas coisas que afinal sabem fazer.

Há pessoas apressadas que precisam de alguém para lhes mostrar tudo o que não tem tempo para ver.

Há pessoas impulsivas que precisam de alguém para as ajudar a não magoar os outros.

Há pessoas que se sentem de fora e precisam de alguém para lhes mostrar o caminho de entrada.

Há pessoas que dizem que não servem para nada e precisam de alguém para as ajudar a descobrir como são importantes.
.

Precisam de alguém,  Talvez de nós...

.

ESSA É A RAZÃO DE ESTARMOS SEMPRE JUNTOS. - SABER QUE TEM ALGUÉM QUE PRECISA DE NÓS...

.

COM MUITO CARINHO DA EQUIPE DO SDR 2003

 

.

.

.

.

. " SE EVA TIVESSE DITO QUE NÃO... "
..

.

SRA. PROF. LEILA NAVARRO

.

Se quando a serpente ofereceu a maçã, Eva dissesse: "Não, obrigada, prefiro banana". 
.
O que teria sido do mundo ? Se, se, se...

.

Você é daquelas pessoas que vivem falando no condicional, e insistem em usar o futuro do pretérito no lugar do presente: eu faria, seria, saberia, gostaria...? Então, você realmente não comunga das idéias mais modernas dos grandes dirigentes mundiais, e não conjuga no mesmo tempo verbal dos nossos tempos, o presente, 2002.

Cheguei a duas conclusões simples, que nos ajudam a ter atitudes positivas, decisões rápidas, a atingir e superar as metas de nossos projetos, são elas: 

  • A felicidade é diretamente proporcional à aceitação da realidade.

  • A inteligência é medida pela capacidade de adaptação à realidade.

Daí podemos concluir que a realidade é o maior barato. Lendo a vida do executivo do século, Jack Welch, cheguei à conclusão de que concordamos em muitas coisas e isto é muito engraçado. 

 

Temos que aceitar e enfrentar a realidade por mais dura que seja, e para isto você precisa de algumas coisas, entre elas: autoconfiança e ambição. Para explicar sobre autoconfiança vou me apropriar mais uma vez da autobiografia do Jack Welch, quando ele relata como começou a desenvolver sua autoconfiança. 

Ele conta que era gago quando criança e que os outros meninos faziam chacota dele. Por isso chegava aborrecido em casa, até que sua mãe lhe disse: "Querido, não ligue para isso. Você é muito inteligente e sua cabeça funciona mais depressa do que a sua boca, daí a sua gagueira".

Ali deu-se início ao processo de autoconfiança de Jack, que disse só ter dado conta do tamanho desta força agora, quando escreveu sua autobiografia. É muito importante, você ter consciência de sua competência e usar, sua força e seu talento, sem limites e sem economia. As diferenças externas, diante disso, não importam. Você não pode se desperdiçar se comparando com os outros! Você vai fazer o que lhe cabe, o que você tem que fazer. 

É como no seu organismo: o fígado não pode se comparar com o estômago ou com o pulmão. Cada um tem sua função e ao mesmo tempo em que tem que fazer o seu melhor, tem que ter consciência do todo. Esta é a nossa vida atual: ação local com visão global.

A realidade acontece além da nossa imaginação, por isso é complicada. Entretanto, isto não nos condena ao sofrimento, mas a administrar tudo da melhor maneira possível. Aponte alto e queira o melhor.

Um belo dia liguei para um amigo e estávamos conversando sobre o bombardeio dos Estados Unidos contra o Afeganistão, o que fazia daquele dia um dia muito diferente. Comentei que aquela retaliação iria mudar a história do mundo e falei que ainda por cima, estávamos assistindo ao vivo!

Prefiro nem dar mais detalhes porque seria necessário um artigo inteiro sobre esse assunto. O fato é que ele me respondeu que não via mais os noticiários porque não queria saber do que estava acontecendo para não ficar impressionado e conseguir trabalhar. 

Este meu amigo é jovem, pós-graduado, uma pessoa consciente. Não quero julgá-lo, mas não entendi. Achei melhor refletir: "Se o meu estômago não respeitar o meu intestino quando este tiver um problema, como uma diarréia, por exemplo, e continuar a iniciar um processo de digestão, aceitando qualquer ingestão como se nada estivesse acontecendo, a situação só tende a piorar. E aí começará a atingir outros órgãos, o estado geral do organismo, detonando uma reação em cadeia".

Você já deve ter passado por isto: criar uma confusão geral, e por aí vai... Eu acredito que todos nós temos que ter autoconfiança, mas conscientes e informados com os fatos, com a realidade que nos cerca. Digo que no Planeta Terra tem 6 bilhões de pessoas. Desse total 3 bilhões e pouco são mulheres, oito mulheres são top models e só uma é Leila Navarro. 

Quando me dei conta de que era única, assim como Jack Welch, e que todos somos únicos, a minha vida mudou, isto fortaleceu a minha autoconfiança, mas junto com a minha responsabilidade pessoal e social, pois sou única, mas não sou a única. 

Já falamos da autoconfiança, chegou a vez da ambição. Você deve estar perguntando porque ambição. Acredito que a pior coisa que existe é trabalhar com uma equipe que não tem ambição. É como ter um time que não se importa em ganhar, é como o que está acontecendo com a luta contra o terrorismo: lutar com alguém que não teme a morte, quando a maior arma que se tem é a ameaça à vida. Isto os torna inimigos invencíveis. 

Para mim a vida só tem um sentido que é a materialização dos nossos sonhos. Uma pessoa que não tem sonhos, para mim, está morta. Se você não tem desejos, se não tem metas a alcançar, não tem porquê acordar. E esta vontade de querer aprender, de querer crescer, de correr atrás dos sonhos, de sua missão, de suas verdades, é o que eu chamo de ambição. 

É uma energia, um entusiasmo, que movimenta, impulsiona, energiza, rejuvenesce, inova e cria. Ainda bem que a Eva gostava de maçãs, pois além da curiosidade, queria ir além dos limites estabelecidos, mostrou autoconfiança e ambição.

..

.

SRA. PROF. LEILA NAVARRO

 

Destacada como Guru de Palestras, no CONARH/2002, um dos maiores eventos de RH no Brasil, Leila Navarro é fisioterapeuta formada pela Universidade de São Paulo (USP). Autora dos livros "Talentos para ser Feliz" (também lançado em Portugal em abril de 2002) e "Obrigado, equipe" (ambos Editora Gente), é presidente Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Capital Humano, Professora Emérita da Universidade Continental do Peru e Professora convidada da Universidade de Barcelona (Espanha), Coordenadora do Departamento de Qualidade de Vida e Conselheira da Associação Brasileira de Prevenção de Acidentes (ABPA)/ SP, Membro da Business Professional Women e da Guild for Structural Integration. 

.
Nos últimos três anos, mais de 150 mil pessoas assistiram às suas palestras. Em 2001, Leila Navarro realizou 132 eventos, com um público de 87.990 expectadores. Em janeiro e fevereiro de 2002, ministrou palestras na Universidade de Barcelona e pelo País Basco, na Espanha, e na Associação Empresarial de Portugal (AEP). Recém chegada do Japão, onde fez um curso de Resolução de Problemas Organizacionais, pela The Assiciation for Overseas Technical Scholarship (AOTS), Leila Navarro é a primeira palestrante brasileira a aderir ao e-learning e oferecer, gratuitamente, em seu site -  www.leilanavarro.com.br - um curso de Planejamento Estratégico Pessoal como complemento de suas palestras.

 

Qualidade Produções Ltda - São Paulo – (SP) - Telefone/Fax : (11) 3258-2253
E-mail : anaclaudia@leilanavarro.com.br - © Copyright - www.leilanavarro.com.br - 2.002/2.003

 

.

.

.

 

DICAS DA SEMANA DO WWW.SDR.COM.BR

 

.

"As palavras são como as moedas: 

uma pode valer por muitas, e muitas PODEM não valer por uma." 
Quevedo

.

.

O símbolo oval tem a assinatura de Henry Ford desde a fundação da empresa, em 1903

.

 

 

Para começar a construir suas carruagens sem cavalos, Henry Ford precisava de dinheiro e foi pedi-lo emprestado a seu velho amigo Stanislas Stepanowski - que não se entusiasmou nada com a conversa. 

Cinco mil dólares, implorou Ford. 

Não. 

Três mil. 

Fora de questão. 

Ao menos dois mil, Stan.... 

Stanislas rendeu-se em 1.500. Mas Ford ainda tinha idéias. Por isso insistia em pegar mais dinheiro do amigo: 

Stan, por favor, eu não vou lhe pagar apenas esses 1.500 dólares. Vou lhe dar mais: um dólar por viatura sem cavalo até vender cem mil; cinqüenta centavos das que vender até 150 mil; daí em diante, 25 centavos por viatura. 

Stan sorriu, cético: - Não, Henry, cedo-lhe apenas 1.500 dólares. E você me pagará quando puder. 

Alguns anos depois o empréstimo foi pago. Junto, seguiu um presente: uma miniatura do Ford "T", em ouro maciço, com uma inscrição: 

 

A imaginação é o único motor que Deus deu ao homem. 

O sonho é realidade para os realizadores. 

 

Obrigado.

 H. F. 

 

Prometa para as 15:00 h e entregue as 11:00 h


Quando você tiver que prometer algo para um novo cliente, experimente isso: Diga que você vai entregar para ele as 15:00 h e entregue as 11:00 h. 

Repita uma segunda vez com o mesmo cliente. 

E uma terceira vez. 

Observe os resultados. 

 

SR. PROF. RICARDO JORDÃO MAGALHÃES - "QUEBRA TUDO" DO BIZ REVOLUTION

.

Viver é como desenhar sem borracha

. 

.

JÁ ESCUTOU FALAR EM CASACOS OU ESTOLAS DE ASTRACÃ ?

 

Muito interessante sabermos como são produzidos tais indumentárias, utilizadas pela mais alta gala da refinada sociedade. - Este animalzinho da foto é a ovelha da raça Karakul. Muito abundante nas regiões pobres da estepa Russa, Ásia e algumas regiões da África.  Sua pele de fino pelo ondulado e negro, se valoriza quanto mais escuro seja o tom do pelo e mais ondulado. Entenda como conseguir uma pele bem valorizada. - Após sua inseminação (natural ou artificial), deve se esperar o período de gestação e permanecer atento para no momento em que for parir, você estar alerta e quando a cria saia do útero da mãe, seja colocada num saco plástico e seja mantida hermeticamente fechada, para que o feto morra por asfixia. Lembre que tem que ser morta por asfixia. O quanto antes seja morto o cordeiro da Persa (como é conhecido), mais valor terá sua pele, porque manterá um tom mais escuro e terá os pelos mais ondulados.  - Lembre-se do nome: - Astracã. Muito elegante...

 

Estratégias de Vendas

.

Elaboração de peças de Comunicação reconhecendo e estimulando a preferência do consumidor. 
Defina claramente os seus objetivos. 
Não fique embaraçado. 
Conte tudo! 
Qual é o principal benefício do seu produto ou serviço? 
Quais os benefícios adicionais? 
Faça uma lista deles em ordem de importância. 
Quais as características de seu produto/serviço que podem ser revertidas em benefícios? 
Por que alguém compraria o seu produto/serviço em vez do produto da concorrência? 
Como o seu produto/serviço está posicionado no mercado? 
Qual o principal argumento de venda:(preço, performance, garantia, suporte, etc)? 
Por que as pessoas acreditariam nesse argumento? 
Existe alguma característica que fragiliza o que você vende? 
Conheça o seu público alvo: - Seu produto é familiar para eles? 
Seu produto atende plenamente às necessidades do seu público ? 
Que produtos da concorrência eles podem ter tido acesso antes do seu ? 
Como preferem pagar: (dinheiro, cheque, cartão de crédito, etc) ? 

Sergio Fux

.

O maior pecado do ser humano é ignorar suas forças interiores, seus poderes criadores e sua herança divina. Estuda-te e vê quanta coisa és capaz de fazer.
O. S. Marden

.

 

Peru de Natal 

.
Cristóvão Colombo conheceu o peru quando chegou à América. Ele acreditava estar chegando às Índias por um novo caminho. Por isso, o peru ficou conhecido na Itália como gallo d'Índia (ou dindio/dindo); na França, como " coq d'Índe". Na Alemanha, como "calecutischerhahn", numa referência a ilha de Calcutá.
Por seu excelente sabor, foi logo aceito na Europa. De tanto sucesso, em 1549, foi oferecido à rainha Catarina de Médicis, em Paris. No banquete foram servidos cem aves (70 "galinhas da Índia" e 30 "galos da Índia"). Era tão apreciado que se tornou o símbolo de alimento das grandes ocasiões. O filósofo da gastronomia, Brillat Savarin (1755-1826) diz que o peru "é a maior, se não a mais fina, pelo menos a mais saborosa entre as aves domésticas, pois possui a qualidade única de reunir em torno de si todas as classes da sociedade". Tanto homens do povo como os aristocratas juntavam-se para saborear o peru em comemorações.
Nos Estados Unidos, o peru representou o fim da fome dos primeiros colonos ingleses que lá chegaram, e hoje é prato obrigatório no
Thanksgiving, ou Festa de Ação de Graças.
No Brasil a ave é apreciada desde a época do Brasil Colônia, tanto na Corte como no Sertão. Existe até um grupo de fieis seguidoras, que se vestem a rigor para cultuar estas aves: - As Peruas"...(risos).
(CARTÃO POSTAL DE 1904 DE USA)

.

Trabalho não tem nada a ver com sucesso

Por Roberta Lippi, de São Paulo 

www.valoronline.com.br 


Trabalho duro não é a base do sucesso. Ou melhor, trabalho duro não tem nada a ver com sucesso. Esta é a premissa do polêmico consultor americano Fred Gratzon, autor do livro "The Lazy Way to Sucess" (O caminho preguiçoso para o sucesso), lançado recentemente nos Estados Unidos (editora Soma Press). 

"O trabalho é anti-natural", diz Gratzon - e muita gente deve adorar pensar que isso é mesmo verdade. "Ele traz consigo ataques do coração, úlceras, dores de cabeça, alcoolismo, abuso de drogas, congestionamentos no trânsito, brigas em família e má digestão." O trabalho também não faz sentido financeiramente, prega o consultor. "Se você analisar a relação entre trabalho e dinheiro, verá que quando mais duro e exigente é o trabalho, menos ele paga."

Convincente ou não em suas idéias aparentemente malucas, o que Gratzon tenta, na verdade, é estimular as pessoas a fazerem o que gostam. Ele defende a idéia de que as pessoas que fazem tudo com prazer não sentem que trabalham demais. E, quando alguém se esforça para trabalhar menos, acaba alcançando níveis maiores de eficiência e sucesso.

Mais que um luxo nos tempos atuais, encontrar tempo livre é uma obrigação de quem quer ser bem-sucedido, diz o consultor. Para ele, o descanso é a chave para um pensamento arejado e para a saúde do corpo humano. Gratzon acredita que a inovação ou uma grande idéia aparecem quando a mente não está focada totalmente em uma tarefa, e sim quando a pessoa está relaxada e sem preocupações. 

"Eu sou o homem mais preguiçoso da América do Norte", afirma Gratzon em entrevista por e-mail ao Valor. "Mas ao mesmo tempo sou extremamente ambicioso. Gosto de ser bem-sucedido mas não considero que trabalho para o sucesso, porque o sucesso não vem através do trabalho forçado. Quando você ama o que faz, isso definitivamente não é trabalho".

O autor não oferece, nas 215 páginas do seu livro, dicas ou passo a passo para alcançar o sucesso. Ele diz apenas por onde começar: "fique tranqüilo". Para isso, o autor aconselha a meditação transcendental. "Naquela calma, as idéias aparecem - as boas idéias para trabalhar menos e fazer mais sucesso." Leve e recheada de ilustrações do cartunista inglês Lawrence Sheaff, a obra de Gratzon evoca a diversão e o bom humor. 

O mercado de trabalho é sempre abarrotado e competitivo. Se tudo o que você quer é sobreviver nele, Gratzon aconselha que você procure um emprego e trabalhe para alguém. "Mas, se o que você procura é o sucesso, e com isso quero dizer acumular riqueza, saúde perfeita e satisfação pessoal, então você tem que evitar totalmente o trabalho duro."

Quando questionado sobre quais são os erros mais comuns cometidos pelas organizações atualmente, Gratzon diz que as empresas são muito críticas e, ao mesmo tempo, medrosas. "O medo restringe a criatividade e a inteligência de um empregado", afirma o consultor. "A melhor forma de gerenciar isso é criar uma situação em que as pessoas sejam motivadas, criar uma atmosfera em que as elas participem e se divirtam com isso."

Em um ambiente divertido, completa Gratzon, você não precisa de muitos incentivos externos como bônus e benefícios, porque a diversão por si só já é um enorme atrativo. "Em atmosferas assim, a criatividade e a produtividade afloram. Esse é o segredo da efetiva liderança."


"Só depois que a última árvore for derrubada, o último peixe for morto, 

o último rio envenenado, vocês irão perceber que dinheiro não se come."

.
Pensamento Indígena

.

.

.

 VOLTAR

.

" QUATRO PILARES PARA TER CLIENTES PARA SEMPRE "

.
SR. PROF. HAMILTON BUENO

.

DIRETOR

HAMILTON BUENO E ASSOCIADOS

.


1. Mostre-se disposto, disponível e receptivo. 
Relacionar-se com clientes é o seu negócio. Você ganha dinheiro, se sente útil, realiza seu potencial, faz amigos! Então, por mais difíceis que eles possam ser, é seu trabalho estar sempre alegre e bem-humorado. Você deve dar o tom: eu estou aqui para servi-lo!

Se você se sente contrariado com algo que o cliente disse ou fez, faça este exercício: veja qual será a importância disso daqui a um ano. Posso adivinhar? Nenhuma! Então, deixe passar.

Há um ditado “canino” que nos orienta:
evite morder, quando apenas um rosnado resolver. Se você estiver sempre alerta, vai evitar uma mordida! Preste atenção aos “rosnados” de seu cliente! Se você estiver mal humorado, indisposto, irritado, suas chances de aproximação do cliente são remotas.
.

As ações seguem as emoções. Sorria sempre dois segundos a mais. 
..

Gosto muito de uma expressão muito popular em vendas que diz: 
.

Nenhum vendedor jamais ganhou uma discussão com um cliente!
.

.

2. Seja discreto: guarde seus problemas para você mesmo e para sua empresa. 
Quanto mais discreto você for, menor a chance de falar o indesejável. E discrição é um sinal de elegância. Relacionamentos produtivos e elegância guardam boa sinergia. Vendedores muitas vezes, tentando mostrar-se mais íntimos e confiáveis a seus clientes contam problemas pessoais e pior ainda, falam mal da empresa onde trabalham. 

 

Feito o jogo: sua ética parece questionável e você consegue exatamente o oposto do desejado: você afasta o cliente! Há casos onde nasce uma cumplicidade entre cliente e vendedor, e a regra é: o cliente é quem deve propor e iniciar essa cumplicidade. Cumplicidade pode ser, como diria o Xaropão, uma faca de dois “legumes”. Tanto ela pode torná-lo mais próximo de seu cliente, quando pode afastá-lo para sempre. Cuidado com a cumplicidade patológica, aquela que aprisiona você e contém, na maior parte das vezes, componentes não éticos.
..

...
3. Faça aos outros o que eles querem que seja feito por eles. 
Mais uma vez, veja os efeitos indesejáveis da projeção. Quando você acredita que o mundo gira segundo sua ótica pessoal, você está desprezando as visões das outras pessoas, certamente distintas das suas. Em vendas, isso é ainda mais grave, pois o que vale é o ponto de vista do cliente. Você pode estar certo, provar isso ao cliente e perder a venda e o cliente. 

Aprende a ver os negócios pela perspectiva do cliente. O que ele acha que é ou não adequado. Isso não significa que você deve anular-se, nem concordar com aquilo que eventualmente discorda, mas apenas, respeitar a posição de seu cliente e buscar satisfazê-la. 

George Bernard Shaw disse certa vez: -  "
É imprudente fazer aos outros aquilo que você gostaria que fizessem a você. Os gostos podem não ser os mesmos". 

Mais de
75% de todas as decisões de compra são baseadas em necessidades e desejos inconscientes, tais como prestígio, hábito ou valor percebido, além de uma multidão de outras influências. Entender as emoções das pessoas é a chave.
.

.
4. Você é a imagem da sua empresa. 
A maneira como você se veste, a forma como você age, o seu estado de humor, a sua prontidão, a sua seriedade, a qualidade do seu trabalho, dentre outros fatores, transmitem a maneira como clientes verão não apenas você, mas também sua empresa e sua solução. Imagem é algo forte e deve ser considerada com cuidado. 

 

Suponha que você vá comprar um televisor, um deles é de uma marca conhecida, como Sony, Philips, Mitsubishi, e outro é de uma marca desconhecida. O primeiro é 30% mais caro e você opta por comprá-lo. A pergunta é: você analisou o cinescópio, verificou os sistemas integrados? Não! Você comprou uma imagem, uma marca, e pagou 30% mais caro! 

Às vezes ligo para a Catho e uma pessoa do outro lado diz: Rodolfo, da Catho. O que ele me transmite? A imagem da Catho! Ele tem um sobrenome profissional, que não é o seu sobrenome pessoal. Ele vende a imagem Catho! Se ele é honesto, leal, profissional, é esta a imagem que terei da Catho.

Por que Washington Olivetto, por exemplo, tornou-se uma celebridade no mundo da propaganda? Porque ele é um mestre em criar imagens! E, em você, habita um pouco de um Washington Olivetto? Não falo de algo postiço, maquiado, mas de reforçar, a exemplo dos mestres da comunicação, sua simpatia, seu profissionalismo, sua alegria em poder vender e servir bem seu cliente.


.

 

SR. PROF. HAMILTON BUENO


DIRETOR
HAMILTON BUENO E ASSOCIADOS

.

Especialista em gestão por resultados (Who-Is-Who International), diretor no Brasil, da ILC - Internacional Leader Center, empresa classe mundial com metodologia exclusiva para melhoria da produtividade pessoal e organizacional
Especializado em Psicodrama, Advogado, Administrador e MBA em Administração pela USP, com cursos de extensão no exterior (New York University)
Professor universitário de pós-graduação da FAAP e FACESP
Palestrante em congressos, convenções e em eventos nacionais e internacionais
Expert em formação de equipes de alta performance, credenciado pela Richard Chang Associates, dos Estados Unidos
Eleito Profissional do Ano 1997, pela Who-Is-Who International
Autor de inúmeros artigos para jornais e revistas de circulação nacional ü Quatro livros publicados; todos estão na 2a ou 3a edição, somando mais de 45 mil exemplares vendidos.
Autor do Programa de Marketing e Vendas, focado em Estratégia e Atitudes: “Gestor de Negócios e Relações Empresariais” (2 livros, Plano de Ação, Plano de Metas e 4 CDs).
Facilitador dos programas de formação de líderes empresariais – Sebrae Ideal.
.

Fone:11-9995-6190 - 14-3842-3077 - hamilton@hamiltonbueno.com.br   www.hamiltonbueno.com.br/loja 
Rua Armando Chinatto, 360 - São Manuel - (SP) CEP: 18650-000 - BRASIL 

 

..

.

.

 

" FESTINA LENTE "

(APRESSA-TE DEVAGAR)

SR. PROF. DR. LUIS MARINS - Ph.D

.

Octavius Augustus (Caivs Ivlivs Caesar Octavivs Avgvstvs), Imperador Romano - 27 a.C. a 14 d.C. é considerado pela Dicta Sapientia Latina o autor desta frase atribuída a muitos – Festina Lente – Apressa-te Devagar. Esta sabedoria milenar deve nos levar a uma reflexão profunda nos dias de hoje. Tanta correria. Globalização. Rapidez. Velocidade....

Sem dúvida a disponibilidade e velocidade da informação global nos dá uma sensação irresistível de "pressa". - Porém, temos que ter a sabedoria para distinguir "velocidade" de "pressa". Não há dúvida que, hoje, os velozes vencerão os lentos.

Mas "velocidade" não é "pressa". Ser "veloz" é saber adequar a velocidade às condições da estrada (no caso de um automóvel, por exemplo) ou do tempo (no caso de um avião) ou do mar (no caso de um barco ou navio). Ter "pressa" sem atentar para as condições de segurança é buscar um acidente que poderá ser fatal. E a maioria dos acidentes por falha humana ocorre justamente pela imprudência da "pressa".

Assim é na vida pessoal e profissional de cada um de nós. Assim é na vida empresarial e na própria empresa como organização. Temos que ser velozes, ágeis, rápidos no decidir e no agir. Mas, sem "pressa".

É preciso saber dar tempo ao tempo para que as coisas realmente amadureçam e aconteçam. É preciso compreender que a aprendizagem de novos conceitos, atitudes e comportamentos leva algum tempo. É preciso compreender que para que nossa empresa e nossos produtos sejam realmente conhecidos e absorvidos pelo mercado, leva algum tempo – às vezes, alguns anos. E não há como "atropelar" o tempo. E como dizia Alexis Carrel, "ninguém ultrapassa impunemente os limites da natureza". Os que querem atropelar o tempo pagarão por essa imprudência.

Repito que não há dúvida que, hoje, os velozes vencerão os lentos. Temos que ter agilidade e velocidade em tudo o que fizermos. Mas lembre-se que alguns dos maiores problemas que temos podem ter como causa a pressa. A pressa é inimiga da perfeição. Comer com pressa faz mal à saúde. Uma fruta com seu amadurecimento "acelerado e apressado" pelas modernas técnicas agrícolas não tem o mesmo gosto gostoso que só o crescimento natural pode proporcionar. E assim é a vida.

Será que temos a sabedoria para distinguir velocidade de "pressa"? Planejamos nossa vida e nossas atividades para sermos velozes e não precisarmos ter "pressa"? E em nossa empresa? Sabemos e vivemos essa distinção? Ou fazemos tudo "apressadamente" com as conseqüências que já conhecemos?

Nesta semana, pense nisso. Apressa-te devagar!

Boa Semana. Sucesso!

.

.

SR. PROF. LUIZ MARINS Ph.D

DIRETOR DO INSTITUTO ANTHROPOS CONSULTING

Anthropos Consulting é dirigida pelo antropólogo Prof. Luiz Almeida Marins Filho, que estudou os aborígines australianos na Ilha de Bathurst (Austrália) e com larga experiência em projetos no setor privado e público inclusive internacional. - A Anthropos Consulting trabalha com um corpo de consultores do mais alto nível, vários com doutoramento e mestrado no exterior em várias áreas, e com ampla experiência em projetos empresariais de sucesso, contratados para projetos específicos. - A Anthropos Consulting é certificada ISO 9002 pelo BVQI (Bureau Veritas de Qualidade Internacional).

.

ENTRE EM CONTATO COM O HEAD-OFFICE:

.
Rua Manoel Affonso, 64 - 18090-550 - Sorocaba - SP - Brasil - e-mail: anthropos@anthropos.com.br 

Tel.: +55(15) 3331-7771 - Fax: +55(15) 3331-7772 - http://www.anthropos.com.br/

.

 

.

.

PIADAS DA SEMANA DO WWW.SDR.COM.BR

.

PIADAS DE COR AZUL = LINDINHAS    PIADAS DE COR ROXA = PICANTES    PIADAS DE COR VERMELHO = PAHHHH

Qual o cúmulo de um astronauta ? - Se queixar que não tem espaço...
Qual o mar mais grandioso ? O Marido 
Um homem entra numa loja e pede: - Por favor, pode me trocar esta nota de dez reais por 3 de cinco ? 
Será por duas de cinco ne ? 
E então onde está o favor ?
Batman e Robin foram a uma festa na Liga da Justiça e encheram a cara até a madrugada. 
Batman saiu completamente bêbado e disse:
- Robin, dirija o batmóvel, porque eu estou mal prá chuchu...
Robin pulou todo emocionado no carro, pois ia dirigi-lo pela primeira vez. 
Segurou o câmbio com firmeza, engatou primeira e saiu cantando pneus pela ruas góticas.
Engatou a segunda, a terceira, acelerou, colocou a quarta, quinta. e se mandou. 
Na primeira curva, ele reduziu, passou para a quarta. Viu um caminhão, reduziu, ultrapassou, engatou novamente a quarta, quinta, e assim foi, até chegar ä batcaverna. 
Quando desliga o carro Batman lhe pede um beijinho...
- Que é isso Batman?! A bebida te subiu ä cabeça?
- Deixa de frescura, Robin, você sabe muito bem que o batmóvel tem câmbio automático...

PORQUE É DIFÍCIL ARRANJAR UM MARIDO :

EM CADA 1.000 HOMENS...
354 não são exatamente homens, isto é, não gostam exatamente de mulher.

DOS 646 RESTANTES ...
277 já são casados, e na maioria com mulheres horríveis 

DOS 369 RESTANTES ...
52 são impotentes, o que significa que não terão a menor utilidade para aquilo que a mulher mais gosta de fazer com o marido.

DOS 317 RESTANTES ...
114 vivem completamente duros, e só vão dar despesas para a mulher.

DOS 204 RESTANTES ...
15 são adeptos de estranhas práticas sadomasoquistas, é pouco provável que uma mulher escape inteira depois de passar algumas noites com ele.

DOS 189 RESTANTES ...
36 não são casados, mas têm filhos, e passam dia sim dia não dedicados a eles, o que significa que nem vão lembrar que a mulher existe (a não ser para tomar conta das pestinhas).

DOS 153 RESTANTES ...
18 são desquitados e gastam tanto com pensões para suas ex-mulheres que dificilmente poderão dar conforto para mais uma.

DOS 135 RESTANTES ...
11 são ligados a perigosos marginais, e estão sempre correndo o risco de deixar a mulher viúva antes do tempo.

DOS 124 RESTANTES ...
22 são polígamos por natureza, isto é, já são casados, e cedo ou tarde acaba-se descobrindo.

DOS 102 RESTANTES ...
18 são tão porcos, mas tão porcos, que nenhuma mulher aguenta ficar uma semana casada com eles.

DOS 84 RESTANTES ...
67 gostam de encher a cara e depois encher a esposa de porrada, o que pode ser muito ruim para a saúde da mulher.

DOS 17 RESTANTES ...
10 não têm a menor vocação para o trabalho, o que significa que será a mulher que terá que sustentar o lar.

DOS 7 RESTANTES ...
6 passam tanto tempo trabalhando que não sobra tempo algum para a pobre esposa.

O ÚNICO RESTANTE ...

É meigo, dócil, carinhoso, não bate em mulher, é inteligente, sensível e tem um monte de qualidades boas, figura na lista de animais em extinção!!!!!!
Porém é mais fácil acertar a Mega Sena sozinha que encontrar um desses...

Deus tinha terminado sua obra de criação do Universo quando se deparou com duas coisas que havia esquecido de implantar. - Ele resolveu então dá-las a Adão e Eva. Contou aos dois que uma das coisas que ele tinha era algo que permitiria ao seu dono urinar de pé. - É uma coisa muito prática - disse Deus - e gostaria de saber quem de vocês dois a deseja.
Adão deu um pulo e implorou: - Ó Senhor, dê isso para mim! Eu adoraria poder urinar em pé. Parece ser o tipo de coisa que um homem deve poder fazer. Por favor, por favor, por favooooor! - ele saltitava de emoção, como uma criança.
Eva sorriu e disse a Deus que se Adão queria tanto essa coisa, que ficasse com ele.
Então Deus deu a Adão a coisa que lhe permitira urinar de pé e o deixava tão excitado.
Ele começou a mijar em tudo o que via, nas plantas, nas árvores, para o alto. Chegou até a escrever seu nome na areia, dando gargalhadas de prazer. Deus e Eva ficaram olhando-o por uns tempos e então Deus disse a Eva: - - Bom, eu ainda tenho a outra coisa, que eu vou dar para você, Eva.
- E o que é, Senhor? - perguntou Eva.
- Cérebro - disse Deus.

Um guri e seu avô estão no jardim, quando vêem uma minhoca sair dum buraco do solo. - Vovô, aposto com você que eu consigo enfiar aquela minhoca no buraco outra vez! 
O avô - Aposto 10 reais que você não consegue.
O guri entra correndo em casa e volta correndo, com uma lata de spray de cabelo nas mãos. Ele dá uma esprayada na minhoquinha, até que ela fica retinha e durinha, e ele a enfia no buraco outra vez. 
- Muito bem, que menino inteligente! Aqui estão os teus 10 reais! - diz o avô impressionado com a astúcia de seu neto. Umas duas horas se passam e o avô volta pro neto e lhe entrega mais 10 reais. 
O neto diz: - Mas vovô, você já me pagou os 10 reais da aposta, já esqueceu...?
- Eu sei - diz o avô - Esses 10 reais são da tua avó...

APRENDA A FALAR

 

No lugar de: NEM FODENDO!
USAR: Não tenho certeza se vai ser possível...

No lugar de:
TO CAGANDO E ANDANDO....
USAR: Claro que isso não me preocupa!

No lugar de:
MAS QUE PORRA EU TENHO A VER COM ESTA MERDA?
USAR: Eu não estava envolvido neste projeto!

No lugar de:
CARALHO!
USAR: Interessante, hein?

No lugar de:
FODA-SE NÃO VAI DAR NEM A PAU!
USAR: Será dificil concretizar a tarefa....

No lugar de:
PUTA MERDA, VIADO NENHUM ME FALA NADA!
USAR: Precisamos melhorar a comunicação interna...

No lugar de:
E NA BUNDINHA NÃO VAI NADA?
USAR: Talvez eu possa trabalhar até mais tarde!

No lugar de:
O CARA É UM BOSTA!
USAR: Ele não está familiarizado com o problema...

No lugar de:
VÁ A PUTA QUE O PARIU!
USAR: Desculpe.

No lugar de:
VÁ A PUTA QUE O PARIU, SEU VIADO!
USAR : Desculpe, Senhor.

No lugar de:
BANDO DE FILHOS DA PUTA!
USAR: Eles não ficaram satisfeitos com o resultado do trabalho.....

No lugar de :
FODA-SE, SE VIRA!
USAR: Acho que não posso ajudar....

No lugar de:
PUTA TRABALHINHO DE CORNO!
USAR: Adoro desafios.....

No lugar de:
AH, DEU PRA CHEFIA!
USAR: Finalmente reconheceram sua competência!

No lugar de:
ENFIA ESTA MERDA NO CÚ!
USAR: Por favor refaça o trabalho!

No lugar de:
AH, SE EU PEGO O FILHO DA PUTA QUE FEZ ISSO.....
USAR: Precisamos reforçar nosso programa de treinamento!

No lugar de:
ESTA MERDA TÁ INDO PRO BURACO....
USAR: Os índices de produtividade da empresa, estão apresentando um queda sensível!

No lugar de:
AGORA FODEU DE VEZ!
USAR: Este projeto não vai gerar o retorno previsto....

No lugar de:
EU SABIA QUE IA DAR MERDA!
USAR: Desculpe, eu poderia ter avisado!

No lugar de:
O CACETE, VAI SAIR CAGADA DE NOVO....
USAR: Que pena, teremos outra não conformidade!

.

.

.

.

  voltar

.

.

" CONCESSÕES "

.

.
SR. PROF. MÁRCIO MIRANDA


PRESIDENTE DA ASS. BRASILEIRA DE NEGOCIADORES

CONCESSÕES: PRÓS E CONTRAS
.

1. Dê a si mesmo espaço para negociar. Comece alto se você estiver vendendo, e baixo se estiver comprando. Tenha um motivo para começar por onde começou.

2. Faça com que seu oponente inicie. Tenha todas as exigências dele na mesa e mantenha as suas escondidas.

3. Deixe o outro lado fazer a primeira concessão em questões majoritárias. Você pode ser o primeiro em tópicos minoritários, se desejar.

4. Faça com ele trabalhe por tudo que quiser. As pessoas não apreciam receber algo sem fazer nada. 

5. Conserve suas concessões. Mais tarde é melhor que agora. Quanto mais seu oponente esperar, mais irá apreciar.

6. Concessões "olho por olho" não são necessárias. Se ele der 60, você pode dar 40. Se ele disser "Vamos rachar a diferença", você pode dizer, "Gostaria, mas não tenho condições". Consiga algo para cada concessão.

7. Faça concessões que não custem nada, como por exemplo um prazo de entrega.

8. Lembre-se: "Eu conseguirei isto" é uma concessão.

9. Se você não pode ter um almoço, tenha um sanduíche. Se você não pode ter um sanduíche, tenha uma promessa. Uma promessa é uma concessão com desconto.

10. Não negocie com dinheiro "de mentira". Pense em cada concessão como dinheiro real.

11. Não tenha medo de dizer "Não". A maioria das pessoas tem. Se você disser "não" suficientes vezes, seu oponente irá acreditar.

12. Não perca a trilha de suas concessões. Mantenha um registro das suas e das deles.

13. Não tenha vergonha de desistir de uma concessão que você já tenha feito. É o aperto final de mãos que conclui a transação, e não os acordos intermediários.

14. Não eleve as aspirações do oponente, dando muito ou muito rapidamente. Vigie a quantia, a velocidade e a troca de padrão de suas concessões.
.
.

CONCESSÕES: O PADRÃO IDEAL
.

Existe algo como um padrão ideal de concessão? Eu acredito que sim, e a evidência de que existe está começando a se acumular. Aqui está o que descobri em minhas experiências:

1. Compradores que começaram com ofertas muitas baixas se saíram melhor do que os que não o fizeram.

2. Compradores que deram uma grande quantia em uma única concessão, elevaram a expectativa dos vendedores.

3. Vendedores que desejavam ter menos, receberam menos.

4. Pessoas que deram só um pouco de cada vez se saíram melhor.

5. Perdedores fizeram as primeiras concessões em questões majoritárias.

6. Prazos forçaram decisões e acordos.

7. Negociações rápidas foram muito ruins para ambas as partes.

8. Os profissionais que fizeram a maior concessão única em uma negociação, se deram mal.

.

.

SR. PROF. MÁRCIO MIRANDA

PRESIDENTE DA ASS. BRASILEIRA DE NEGOCIADORES

.

Márcio Miranda é o presidente da Associação Brasileira de Negociadores e autor de diversos livros e vídeos sobre o tema. Seu livro "Negociando Para Ganhar" já está na quarta edição e é leitura obrigatória quando o tema for negociação. - Negociar bem é uma mistura de arte e ciência. Saber negociar é fundamental para o seu sucesso, tanto profissional quanto pessoal. 

 

Iniciou sua carreira, ainda jovem, nos Estados Unidos, onde residiu sete anos e graduou-se em Engenharia Eletrônica, pela Columbia Pacific University na Califórnia. Cursou, também, Marketing e Administração de Empresas na Louisiana State University, University of Houston e University of Wisconsin.

.

.

A Workshop tem o objetivo de ajudar os seus clientes a procurarem caminhos que os levem a aumentar a lucratividade e produtividade, sem esquecer que tudo isso só será possível através do comprometimento dos seus profissionais e colaboradores. 
.

Rua Adib Auada 41 - Centro Empresarial Granja Viana - Cep: 06710-700

Cotia (SP) - Tel: 11 4612-6054 ou 3871-3124  fax: 11 4612-6056 

.

.

.

FUTURO - TENDÊNCIAS   IDÉIAS - PENSAMENTOS

 

 

Uma pesquisa publicada pelo jornal independente Haaretz hoje revela que 58% dos israelenses são a favor da criação de um Estado palestino soberano em Gaza e na Cisjordânia. Os resultados da enquête intitulada "Índice da paz" revelam também que 69% são partidários do reatamento das negociações de paz, suspensas há quase 27 meses. A mesma cifra de israelenses foi associada à desocupação dos 17 assentamentos judeus na Faixa de Gaza e dos assentamentos isolados na Cisjordânia.

.

As vezes nos sentimos desolados pelas mortes de judeus e muçulmanos ou de Israelenses e Palestinos. Por isso que publicamos a enquête. Nos fez bem saber que há esperanças de termos  PAZ no oriente médio. Esta enquête é uma vitória. Uma grande vitória para a PAZ. Nem tudo está perdido. Viva Samuel, Abdel, vivam os interesses verdadeiros dos povos.

POR UM MUNDO MELHOR

.

Foco onde você é FORTE.

.

Lembra-se dos tempos de escola quando o seu professor dizia para você investir um pouco mais de tempo nas matérias que você era fraco ? 

Esqueça. Enquanto aprender sobre novos assuntos pode ser uma grande idéia, é também um terrível desperdício de tempo, talento e oportunidades. 

Todas as pessoas de sucesso atingiram seu sucesso devido ao foco que sempre deram a suas maiores qualidades. O que seria de Einstein, Ayrton Senna, Pavarotti, Chopin se eles tivessem seguido esse conselho ? Todos nós temos aptidões naturais. Como descobrir qual é a sua ? Coloque no papel a lista de coisas que você faz com facilidade, depois coloque a lista das coisas que você gosta de fazer sem ninguém lhe pedir, e finalmente faça a lista das coisas que o deixa feliz. Faça o cruzamento entre as três listas em busca daquelas atividades comum a todas e... TCHAM

Você deve descobrir qual sua maior aptidão e talento. Após descobrir qual é o seu maior talento, invista todo o seu tempo em desenvolve-lo ao máximo. E contrate pessoas que são ótimas onde você é fraco. 

 

SR. PROF. RICARDO JORDÃO MAGALHÃES - QUEBRA TUDO DO BIZREVOLUTION.

..

Resumindo - um pouco de jiu-jitsu no vale-tudo da Internet: 
.

Antes de investir em propaganda, arrume a casa. 
Já se foi o tempo onde era fundamental ser o primeiro, quando tudo era novidade. 
As pessoas estão mais exigentes, e provavelmente você não terá uma segunda chance. 
A coisa mais importante do mundo na Internet é a transmissão da informação. 
Ajude as pessoas a encontrar o que precisam. Isso inclui desde o lay out até como a informação é catalogada, buscada e apresentada. 
Estabeleça parcerias. 
Não tenha medo de linkar-se com o máximo possível de sites. 
Ou porque você acha que se chama World Wide Web? 
Pelo amor de Deus, responda seus e-mails! 
Mais do que 24 horas e você é um amador pré-histórico. 
E não me venha com papo de tempo: aprenda a usar seu programa de e-mail para gerenciar eficazmente suas mensagens. 
Estude o máximo que puder de Marketing Direto todo mundo acha que o killer app da Internet é a personalização e o envolvimento com clientes, mas empresas que trabalham com marketing direto e database já estão fazendo isso há décadas, e você não precisa torrar milhões de reais para reinventar a roda. 
A única diferença é a mídia, a tecnologia e a velocidade mas os conceitos são os mesmos: - Somos todos humanos.

.

O jornal do futuro

No Encontro Mundial de Entidades Jornalísticas, realizado em Porto Alegre, profissionais da comunicação discutiram o futuro do jornal e concluíram que, apesar da concorrência das novas tecnologias, ele continuará existindo. "Nada é tão barato, portátil e fácil de ler quanto um jornal; as notícias numa tela têm apenas algumas dúzias de palavras, enquanto as do jornal têm milhares." Isto não significa, entretanto, que ele não sofrerá transformações. Os jornais se tornarão uma combinação de "turbinas de informação", ao usar as novas tecnologias e a própria Internet para melhorar seu produto, e de "refinarias informativas" ao produzir vários produtos para diferentes públicos.
.
De acordo com o consultor Carlos Soria, presente ao encontro, eles deverão ser mais analíticos, procurando sempre facilitar a vida dos leitores com interpretações agregadas aos fatos noticiados.
.
A estrutura das empresas jornalísticas seguirá as mesmas tendências que estão revolucionando as demais organizações - buscarão agilidade, decisões descentralizadas, e seu quadro de colaboradores será bem menor e mais bem pago. Seus repórteres escreverão e editarão suas próprias matérias, numa espécie de jornalismo integral, comprometendo-se a atender seus leitores em suas demandas por qualidade no conteúdo editorial. Estas mudanças exigirão um grande esforço de adaptação da maioria das empresas de comunicação que ainda está na fase de produção pelo processo industrial, sem valorizar o intelecto.
.

Instituto MVC  M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo

 

Qual é a freqüência das suas atividades de marketing?

.
Para que o marketing da sua empresa seja bem-sucedido, você precisa ser persistente. 

Quer dizer, você precisa ter atividades de marketing e vendas que tocam os seus clientes de uma forma repetitiva e consistente. 
.
Fazer um anúncio em uma revista que você nunca viu só porque você ganhou em uma permuta, NÃO FUNCIONA. Atividades esporádicas, NÃO FUNCIONAM. 
.
Todas as suas atividades de marketing devem seguir a filosofia da freqüência e consistência, senão, NÃO FUNCIONA. 
.
Olhe para as suas atividades de marketing com um olhar crítico, e cancele tudo aquilo que não é freqüente. 
.

Curiosidades da Idade Média
.

Durante a idade média, a maioria se casava no mês de junho (início do verão para eles), porque, como tomavam o primeiro banho do ano em maio, em junho o cheiro ainda estava mais ou menos suportável.
Entretanto, como já começavam a exalar alguns "odores", as noivas tinham o costume de carregar buquês de flores junto ao corpo, para disfarçar. - 
Daí termos em maio o "mês das noivas" e a origem do buquê explicadas.
Os banhos eram tomados numa única tina, enorme, cheia de água quente. O chefe da família (Pater família) tinha o privilégio do primeiro banho na água limpa. - Depois, sem trocar a água, vinham os outros homens da casa, por ordem de idade, as mulheres, também por idade e, por fim, as crianças. Os bebês eram os últimos a tomar banho. - Quando chegava a vez deles, a água da tina já estava tão suja que era possível perder um bebê lá dentro. É por isso que existe a expressão em inglês "don't throw the baby out with the bath water", ou seja, literalmente: "não jogue fora o bebê junto com a água do banho", que hoje usamos para os mais apressadinhos...
Os telhados das casas não tinham forro e as madeiras que os sustentavam eram o melhor lugar para os animais se aquecerem; cães, gatos e outros animais de pequeno porte como ratos e besouros. Quando chovia, começavam as goteiras e os animais pulavam para o chão. Assim, a nossa expressão "está chovendo canivetes" tem o seu quivalente em inglês em "it's raining cats and dogs". 
Para não sujar as camas, inventaram uma espécie de cobertura, que se transformou no dossel. Aqueles que tinham dinheiro possuíam pratos de estanho. Certos tipos de alimentos oxidavam o material, o que fazia
com que muita gente morresse envenenada - lembremo-nos que os hábitos higiênicos da época não eram lá grande coisa... Isso acontecia freqüentemente com os tomates, que, sendo ácidos, foram considerados, durante muito tempo, como venenosos.
Os copos de estanho eram usados para beber cerveja ou uísque. Essa combinação, às vezes, deixava o indivíduo "no chão" (numa espécie de narcolepsia induzida pela bebida alcoólica e pelo óxido de estanho).
Alguém que passasse pela rua poderia pensar que ele estava morto, portanto recolhia o corpo e preparava o enterro. O corpo era então colocado sobre a mesa da cozinha por alguns dias e a família ficava em volta, em vigília, comendo, bebendo e esperando para ver se o morto acordava ou não.  - Daí surgiu a vigília do caixão.
A Inglaterra é um país pequeno, e nem sempre houve espaço para enterrar todos os mortos. Então, os caixões eram abertos, os ossos tirados e encaminhados ao ossário, e o túmulo era utilizado para outro morto.
Às vezes, ao abrir os caixões, percebiam que havia arranhões nas tampas, do lado de dentro, o que indicava que aquele morto, na verdade, tinha sido enterrado vivo. Assim, surgiu a idéia de, ao fechar os caixões, amarrar uma tira no pulso do defunto, tira essa que passava por um buraco no caixão e ficava amarrada num sino. - Após o enterro, alguém ficava de plantão ao lado do túmulo durante uns dias. Se o indivíduo acordasse, o movimento do braço faria o sino tocar. Assim, ele seria "saved by the bell", ou "salvo pelo gongo", como usamos hoje...

SERÁ É VERDADE NÃO SABEMOS, MAS QUE FOI DIVERTIDO LER, FOI NE? 

 

VAMOS TOMAR UMA

.

De acordo com um artigo publicado na revista AméricaEconomia, de autoria de Jorge Rebella (Montevidéu), os humanos costumam acompanhar as refeições com vinho, suco, refrigerante ou qualquer outra bebida, e os cachorros, no entanto, devem se contentar com a ração seca - no máximo, com um pouco de água. 

Para acabar de vez com esta "indigesta" situação, uma empresa uruguaia, chamada Lordinco, está preparando o lançamento da Laika, a primeira bebida exclusiva para cães. 
Além de vitaminas e proteínas para bichos, a Laika terá os deliciosos sabores maçã, banana, limão, abacaxi, cola, cenoura e baunilha. (PODERIAM INCLUIR SABOR CHULÉ / TUTANO / BOCHECHA / ETC.)


Ainda segundo o artigo, a empresa não revela o investimento, mas já conhece o tamanho da clientela. 
No Uruguai, por exemplo, há 400 mil cães.
No Brasil, enquanto isso, são cerca de 50 milhões. 
Com sede de vender, a empresa pretende abrir uma fábrica no interior de São Paulo. Vendida em embalagens de cinco litros - o consumo médio semanal de um cão -, a Laika terá preço equivalente a US$ 3.

E você: como pode lançar 'sabores' do seu produto ou serviço? 
A Apple já fez isso com os seus novos computadores...

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

.

SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO, VENDAS E SERVIÇOS SDR

.

o sistema sdr já inclui NO PREÇO o uso em rede ilimitado sem custos extras E não tem taxa de manutenção mensal. a única taxa que o sistema sdr tem, é a anuidade de R$:120,00 para efeitos de suporte e atualização, com vencimento em março de cada ano (2007 bonificada)..

.

 

.

.

caso deseje alterar ou cancelar sua assinatura, clique no link a seguir:

ALTERAR ASSINATURA

.

.

ÓTIMO TRABALHO E ATÉ A PRÓXIMA EDIÇÃO!

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Clique aqui para nós enviar um e-mail

.

INDIQUE SEU TEMA  ..-  ENVIE-NOS SUA OPINIÃO

.

Av. Caçapava 425 - sala 03 - Petrópolis -  Porto Alegre (RS) - BRASIL cep: 90460-130

 FONES: 51 -  3019 2817  -  FAX 51 3333 3553

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

Como página inicial  Adicionar a Favoritos

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2007 - SDR