Como página inicial

Sistema de Representação Comercial para Representantes Comerciais

Adicionar a Favoritos

.

JORNAL De REPRESENTAÇÃO comercial sdr - EDIÇÃO Nº 185 - 02.03.2003

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Funções do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Testes do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Solcite seu Orçamento

Manual do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Biblioteca dos Jonais de Representação Comercial SDR

Assinatura livre e gratuita do Jornal de Representação Comercial

Contrate os melhores e mais capacitados Representantes Comerciais

Contato com a Equipe do SDR Sistema de Representação

As melhores Dicas sobre softwares livres, Bibliotecas, Links...

FUNÇÕES

TESTE

ORÇAMENTO

MANUAL

JORNAIS

ASSINe

saiba

contato

dicas

.

.

.

 " SIM,  QUALQUER  UM... "
.

CRISTÓVÃO COLOMBO
..

Conta-se que em uma ocasião, Cristóvão Colombo foi convidado para um banquete onde lhe haviam designado, como é natural,  um posto de honra.

.

Um dos convidados era um cortesão que estava muito enciumado com o grande descobridor. E quando teve a oportunidade dirigiu-se à ele e lhe perguntou de uma forma um tanto impertinente:

.

Se você não tivesse descoberto a América, por acaso não existem outros homens na Espanha que poderiam fazer-lo?

.

Colombo preferiu não responder diretamente à aquele homem. Lhe propôs uma prova antológica. - Levantou-se, pegou um ovo de galinha fresco e convidou a todos os presentes que tentassem coloca-lo de forma que se mantivesse em pé sobre um dos seus extremos.
.
A ocorrência teve bastante aceitação. Quase todos os presentes entraram logo naquele jogo e tentaram um após o outro, uns com mais, outros com menos convicção, ante o olhar atento dos demais. Mas passava o tempo e ninguém conseguia descobrir a maneira de conseguir que aquele ovo danado mantivesse o equilíbrio.

.

.
Finalmente Colombo se pôs em pé, com um ar solene, se aproximou, pegou o ovo e o bateu levemente contra a superfície da mesa até que quebrou um pouco da casca de uma das pontas e graças a este pequeno achatamento o ovo se manteve perfeitamente na posição vertical.
.

Claro que desta maneira qualquer um pode faze-lo! - objetou um pouco alterado, o cortesão.

.

Sim qualquer um.   Mas  "qualquer um"  ao que se lhe tivesse ocorrido faze-lo.   E acrescentou: - Uma vez eu mostrei o caminho ao Novo Mundo,  "qualquer um"  poderá segui-lo. Mas  "alguém"  teve antes que ter a idéia.  E  "alguém"  teve depois, que decidir-se à coloca-la em prática.

..
Esta velha e conhecida anedota tem ultrapassado os séculos e levado a formar a expressão de "
O Ovo de Colombo", para referir-se a soluções aparentemente muito naturais, sim, mas ... "alguém teria que ter pensado nelas, e alguém depois teve que se decidir a faze-las".

Muitas transformações importantes nas pessoas, nas empresas, nos clientes, no mundo do pensamento, ou na sociedade em geral, tem sua origem em descobrimentos naturais, simples, aos que “
alguém” tem sabido tirar proveito. Alguém que soube tirar partido do óbvio, a estas verdades, às que todos teremos acesso.

.

E lembrem, apenas PESSOAS como vocês e nós, podem fazer estas coisas simples, naturais.

.

PESQUISA, DESIGNE E ADAPTAÇÃO DA EQUIPE DO SDR

 

.

..

.


MENU DO JORNAL "DICAS DA SEMANA" nº185

.

...

.DICA DA SEMANA DA EQUIPE DO SDR - "O OVO DE COLOMBO"

 CARTAS DE AGRADECIMENTO

ARTIGO I - "ÉTICA NAS NEGOCIAÇÕES COMERCIAIS" - SR. PROF. JOÃO B. VILHENA

 DICAS E CURIOSIDADES DA EQUIPE DO SDR

 ARTIGO II - "QUANTO MAIS SE APRENDE" - SR. PROF. HAMILTON BUENO

 REFLEXÃO - ENVIADA PELA DRA. SILVANA BAUMKARTEN - PSICÓLOGA - UPF (RS) 

 ARTIGO III - "ORGANIZAÇÃO PESSOAL COMO FATOR DE PRODUTIVIDADE" CARLOS A. LEGAL

 PIADAS DA EQUIPE DO SDR

 ARTIGO IV  - "OS CLIENTES DOS SEUS CLIENTES" - PROF. RICARDO JORDÃO MAGALHÃES

 FUTURO - TENDÊNCIAS - IDÉIAS - PENSAMENTOS DA EQUIPE DO SDR

.........

.

.

.

.

.

.

.

.

 

" CARTAS DO JORNAL 184"

Domingos Luiz Costa - IPCE Indústria Paulista de Condutores Elétricos   
O fator reciclagem hoje em dia é primordial e de fundamental importância para os profissionais do setor.
Gosto de estar atualizado e bem informado.

TIAGO MORCELLI GONÇALVES
Estou me formando em Marketing e tenho lido o jornal semanalmente pelo e-mail de meu pai. Achei muitíssimo interessante e de grande pertinência para mim, pois estou entrando efetivamente no mercado de trabalho. 

Além de o jornal possuir um layout muito bonito e apresentar diversos assuntos do mercado

JOSÉ NUNES DE OLIVEIRA
Ë muito interessante, pois até simples palavras podem conter muitos ensinamentos muito valiosos. O saber não ocupa muito espaço, temos a vida inteira para aprender. 

Muito obrigado!

José Carlos

É de suma importância para nossa classe e mais sendo vocês o órgão de divulgação de nossa classe.

Obrigado.

GILBERTO KOLLING - kolartica
Continuem assim, pois é disto que precisamos.

ANDRÉIA SANTOS -  Andara representações
Acho o jornal interessante por tratar de assuntos que motivam o profissional de vendas/marketing.

LURDES SCHWALB
Trabalho na Secretaria da Educação de Lages (SC), coordeno o Setor de Educação Infantil

ALDECIRA PINHEIRO MIRANDA
Adoro ler este jornal, a "moral da história, é ótima"
LURDES SCHWALB
GOSTARIA DE RECEBER DICAS SOBRE PSICOLOGIA DO TRABALHO!!
MARIO REPRESENTAÇÕES LTDA
Recebi um e-mail de um colega e o jornal, achei muito interessante.

MARCUS MACIEIRA

Um amigo representante me mostrou as mensagens de entusiasmo que recebe do jornal, as quais achei interessante.

SERGIO AUGUSTO NASCIMENTO
Ótimas matérias!!

SHEKINA FS REPRESENTAÇÕES LTDA
Estou gostando muito deste jornal,gostaria de estar recebendo mais noticias.
PECAVEN REPRESENTAÇÕES
Acho excelente o conteúdo deste jornal.

MOACIR JOSÉ DA SILVA
Gostaria de Receber o jornal SDR.

Um Abraço.

....

DEDICADO AOS NOVOS E VELHOS ASSINANTES

..

O LADRÃO E SUA MÃE

 

Um jovem roubou um livro de um de seus companheiros de escola e o mostrou para a sua mãe, ela não só o deixou sem castigo como o estimulou mais. Numa outra oportunidade roubou uma capa e a levou para a sua mãe, quem novamente o acobertou.

.
O jovem cresceu e já adulto foi roubando cada vez coisas de mais valor, até que um dia foi capturado no ato, e com as mãos amarradas foi conduzido ao cadafalso para sua execução pública.


Sua mãe o seguiu entre a multidão e se batia violentamente o peito de tristeza. Ao vê-la o ladrão disse: Desejo dizer algo à minha mãe em segredo.

.
Ela aproximou o seu ouvido dele e ele rapidamente mordeu a sua orelha cortando-a. Sua mãe lhe disse que era um filho desnaturado, ao que ele lhe respondeu: - Ah! Se me houvesse repreendido em meu primeiro roubo daquele livro, nunca haveria chegado a isto e ser condenado a uma ingrata morte.

.
.

MORAL:  - "A árvore para que cresça reta, endireita-se quando é nova!" - ESOPO

..

..

 COM CARINHO DA EQUIPE DO SDR

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

 

.

" ÉTICA NAS NEGOCIAÇÕES COMERCIAIS "
.

SR. JOÃO BAPTISTA VILHENA

.

DIRETOR
Instituto MVC  M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo

.

Uma pergunta que comumente ouço nos meus seminários e aulas são se os vendedores podem ter - durante todo o tempo - um comportamento ético nas negociações comerciais. Considero essa questão extremamente relevante e gostaria de dividir com você, leitor, algumas reflexões.

Como sabemos, a ética é o estudo dos costumes moralmente considerados certos e errados. Para começar nossa reflexão, tomemos como premissas básicas três questões: 

  • Nós nos deparamos com dilemas morais todos os dias. Isso é tão verdadeiro para o vendedor como para qualquer outro profissional;

  • Há evidências de que os vendedores querem orientações de seus gerentes para ajudá-los a lidar com problemas éticos;

  • Também é importante compreender que a maioria dos vendedores escolhe o curso de ação ético, quando o descobre.

Embora todo profissional esteja submetido a constantes dilemas morais, não parece haverem dúvidas que o dia-a-dia de um vendedor inclui várias situações nas quais é possível ser antiético:

  • A necessidade de atrair a atenção e conquistar a preferência do cliente cria a tentação de se distorcer fatos ou omitir informações relevantes. Mentiras cabais que distorçam fatos são claramente antiéticas, além de ilegais;

  • Enfrentar uma concorrência acirrada e, às vezes, mais desenvolvida tecnologicamente, leva alguns vendedores a exagerar nas vantagens da sua oferta. Isso também pode ser antiético se a crença nesses exageros resultar em prejuízo para o cliente;

  • A ênfase excessiva nas vantagens do nosso produto sobre os demais concorrentes provavelmente não é antiética, uma vez que representa opiniões do vendedor - e os clientes esperam que o vendedor defenda sua empresa "com unhas e dentes";

  • O processo de persuasão em si, embora possa envolver manipulação, provavelmente não é antiético, uma vez que tanto o cliente como o vendedor compreende e espera que ocorra manipulação;

  • A prospecção pode ser antiética se, deliberadamente, o vendedor tomar clientes de um colega, mas, em alguns casos, não é antiético um vendedor levar clientes consigo ao se mudar para outra empresa;

  • O uso de informações pessoais sobre um cliente para forçá-lo a comprar é antiético;

  • A apresentação de informações falsas ou inexatas é objetivamente antiética;

O comportamento antiético também pode ocorrer fora do processo de vendas em si, e inclui coisas como espionar um concorrente, sabotar os mostruários de produtos do concorrente, trabalhar em um segundo emprego no tempo pago por outro empregador ou abusar dos benefícios de viagens e diversões.

A dificuldade em ser ético em vendas é justamente discernir sobre o que é certo e errado. Se considerarmos estas posições como os extremos de um continuum, observaremos que existem diversas posições que não ficam claras - não podem, a priori, serem consideradas certas ou erradas.

Uma regra de grande validade nestes casos é posicionar-se no lugar da pessoa que estará sendo afetada por seu ato. Quer seja um empregador, um colega, um concorrente ou um cliente, é preciso observar a questão sob o ponto de vista do outro.

Tentemos ilustrar melhor essa idéia através do exemplo de uma situação que - quase invariavelmente - ocorre nas negociações comerciais. Trata-se de duas alegações clássicas que são feitas pelo vendedor:

  • 1a. alegação: esse é o menor preço pelo qual podemos vender esse produto;

  • 2a. alegação: você não encontrará nada melhor (ou mais barato) no mercado.

E duas alegações clássicas que são feitas pelo comprador:

  • 1a. alegação: esse preço supera nossa percepção quanto ao valor de sua oferta;

  • 2a. alegação: já pesquisei e encontrei outras ofertas melhores do que a sua.

Sabemos que, na maioria dos casos, ambos estão mentindo. E moralmente falando, a mentira é condenável. Podemos dizer que ambos estão sendo antiéticos? Como as partes aceitam com naturalidade que o comportamento durante as negociações comerciais se paute por uma espécie de "jogo de esconde-esconde", não há como censurar quem faz as alegações acima.

Pessoalmente penso que a melhor estratégia para convencer um cliente a comprar nosso produto é mostrar como o mesmo pode agregar valor a quem o compra. Outra regra básica para procuro seguir e ensinar é que o valor das coisas não está nelas mesmas, mas sim na sua adequação a uma determinada necessidade (pense num par de óculos, que permite que o míope enxergue, mas que se for usado por alguém que não tenha problemas de visão vai fazer com que tudo fique "embaçado")

A reflexão final que propomos neste artigo pode ser sintetizada na opinião de Soldow & Thomas, importantes autores de livros sobre vendas: "embora o comportamento antiético possa levar a vendas imediatas, isso só acontece em curto prazo. Com o tempo, pessoas que costumeiramente comporta-se de maneira antiética vêem sua reputação sofrer as conseqüências. 

 

Por outro lado, pessoas que costumeiramente comportam-se de acordo com os mais elevados padrões éticos vêem suas reputações subirem. Uma reputação favorável fará mais pela criação de vendas e sucesso duradouro do que qualquer comportamento antiético".


SR. JOÃO BAPTISTA VILHENA
.
DIRETOR
Instituto MVC M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo

Diretor do Instituto MVC – M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo, com dezenove anos de experiência profissional nas área de Gestão Estratégica, Planejamento Estratégico de Marketing, Vendas, Logística & Distribuição, Marketing de Serviços, Negociação e Influência. Mestre em Administração pela FGV e pós-graduado em Marketing pela ESPM/RJ. - Nos últimos 3 anos realizou trabalhos de consultoria e treinamento para empresas do porte de Accor Brasil, ADP Systems, Companhia de Cimento Votorantim, Deca, Embratel, Furnas, Globosat, Michelin, Nestlé, Perdigão, Sendas, Siemens, Telemar, Telet e Xerox. É coordenador técnico do MBA em Gestão Estratégica de Serviços e professor da Escola de Pós Graduação em Economia da Fundação Getúlio Vargas (Gestão de Saúde, Gestão Empresarial e Marketing). - Co-autor do livro Gestão Social: metodologia e casos – Editora FGV -, é responsável por uma coluna mensal sobre Marketing na revista Conjuntura Econômica (FGV) e publica regularmente artigos e resenhas nas revistas Case Studies (IBMEC), Gestão Cooperativa, venda Mais e Rumos. em parceria com Luís Meireles está escrevendo o livro Negociação e Influência (título provisório).
.

Telefones: 11 3171-1645 / 3285-2438 - costacurta@institutomvc.com.br  (Luiz Augusto Costacurta / Angélica Stein (SP) - www.institutomvc.com.br  

..

.

.

.

.

.

.

.

.

 

JORNAL "DICAS DA SEMANA"  Nº185 DO WWW.SDR.COM.BR

.

 

"Coloque suas idéias nas estrelas, mesmo que você não consiga alcançar a metade do caminho"

.
Tolstoi

.

.

COMO SE TORNAR INESQUECÍVEL

.

Prof.  Márcio Miranda ..

.
Todo mundo anda por aí com frases escritas nas costas dizendo “me faça sentir importante, me faça sentir especial”. Veja a seguir algumas estratégias e ferramentas para conquistar clientes e ajudar você a solidificar relacionamentos produtivos e duradouros.

Reforços de relacionamento que você pode mandar por correio ou fax

  • Artigos nos quais você é mencionado

  • Artigos publicados por você

  • Artigos e documentos com assuntos de interesse do cliente

  • Guia prático de negócios

  • Transcrição de um seminário

  • Carta de recomendação de um cliente satisfeito

  • Entradas para um jogo de futebol, um seminário ou evento especial

  • Informativos com notícias de sua empresa

  • Folhetos com perguntas e respostas freqüentes

  • Estudo de caso de um problema que você tenha solucionado

  • Resultados de pesquisas de autoria sua e de outras pessoas

  • Artigos sobre tendências de mercado que afetem seu público alvo

  • Artigos de interesse pessoal para o seu cliente, com um bilhete

  • Cartão-postal de sua viagem de negócios ou férias

  • Anúncios de novos serviços ou promoções especiais

  • Cartões de aniversário, datas comemorativas ou de agradecimento

  • Um brinde de agradecimento pela realização de um negócio ou pela indicação de um novo cliente

  • Emprestar ou comprar um livro de interesse profissional ou pessoal de seu cliente

Reforços para relacionamentos cara a cara

  • Organize encontros como seminários do tipo “almoce e aprenda” ou mini-sessões de treinamento em seu escritório ou local de trabalho de seu cliente

  • Ofereça uma nova recomendação de negócios

  • Convide seus clientes para eventos esportivos, palestras, etc.

  • Divida um táxi até o aeroporto ou até uma reunião

  • Pratique atividades esportivas junto com seus clientes

  • Convide seu cliente para se sentar perto de você em uma reunião ou evento

  • Dê um curso (e divulgue isso para seus contatos)

  • Associe-se a Câmaras de Comércio dos quais seus clientes fazem parte

  • Proponha cafés-da-manhã e almoços de confraternização

  • Entreviste seu cliente para um discurso ou artigo que você esteja escrevendo

Pense desta maneira. Quantas mensagens ou convites para atividades mencionados aqui você recebeu de pessoas com as quais você realiza negócios? A resposta – provavelmente não muitos. 

.

Lembre-se - quem oferece mais, ganha mais. Por que não tomar a iniciativa pro-ativamente, para cultivar relacionamentos produtivos que lhe trarão benefícios que se prolongam por um longo período?
.

PROF. MÁRCIO MIRANDA

PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NEGOCIADORES

.

Workshop Consultoria e Treinamento - http://www.workshop.com.br  -  julia@workshop.com.br 

.

.

"É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe."

.

Epíteto

.

.

De onde vem o caviar? 
..

O caviar é feito de ovas salgadas de esturjão, o maior peixe de água doce do mundo. Elas precisam de ser retiradas do peixe ainda vivo num prazo máximo de 15 minutos para depois serem peneiradas, lavadas e secas.
.
Depois de ter caído por décadas no esquecimento, se diz que o caviar foi introduzido pelo Zar Nikolay, na aristocracia Parisiense, aos finais do século XIX e no Irã devido a assuntos religiosos, sua produção não chegou a se formalizar até o ano de 1952, ano em que fundou a sociedade estatal iraniana de Shilat, que continua sendo a única empresa que controla a pesca e posteriormente sua comercialização.
.
O esturjão pertence ao último representante dos teleósteos (peixe com ossos no lugar de espinhas). Tem uma forma pré-histórica. Existem mais de 24 espécies de esturjões no mundo, dos quais mais de oito espécies vivem no Mar Cáspio, proporcionando mais de 90% da produção mundial. pertence ao período dos dinossauros com mais de 120 milhões anos. Todos eles tem 4 barbas debaixo do queixo, que utilizam como órgãos tácteis. Existem relatos de que o consumo era realizado pelos fenícios há 3.000 anos e Cervantes faz menção de um "Manjar negro chamado de Cabial", que era grande despertador da fome.

.

A riqueza e a qualidade do caviar dependem em grande parte das condições de vida especialmente vantajosas, na parte Sul do Mar Caspio. O fundo do mar se encontra a centenas de metros de profundidade e oferece aos esturjões um espaço ideal, com uma alimentação na estrutura do solo, vital para estes peixes, que necessitam de um fundo rico em alimentos e uma circulação permanente de água, o que contribuem para sua qualidade. As temporadas de pesca se concentram na primavera, onde se pescam 70% da produção anual, sendo o restante no outono.

.
A pesca do esturjão como se conhece no Irã, não aceita nenhum método de captura industrial, o que é muito importante, já que incentiva a mão de obra artesanal da pesca. As redes para captura, são tendidas perpendicularmente nas margens e diariamente são repassadas pelos pescadores em seus botes de madeira, para retiradas dos peixes e o rápido transporte sem perda nenhuma de tempo. 

.
Uma vez chegado na indústria, são lavados e depois levados ao local de tratamento, onde se abrem pela barriga, de uma forma que onde se evita que se derrame sangue sobre as ovas, já que é elementar no processo, para se conseguir qualidade máxima. Depois se extrai o caviar, ou seja as ovas não fecundadas da fêmea, se pesa, se transporta até o laboratório para seu tratamento final. 

.
Uma vez extraídas as ovas de sua membrana, se colocam sobre um tamis de malha larga, onde se peneiram, para que o caviar esteja livre dos restos da membrana e sejam salgadas. Nesse procedimento são colocados 35 gramas de sal, para cada quilo de caviar em seu estado fresco.
.
Atualmente se reconhecem mais de 24 tipos de esturjões em todo mundo, mas tão somente três espécies de esturjões que se comercializam a nível mundial e os três procedem do Mar Caspio, onde se captura 90% do consumo mundial.


Estes três tipo de esturjão são: - SEVRUGA / ASETRA / BELUGA
..

O caviar obtido da espécie Sevruga é de cor cinza claro, de grão pequeno, muito apreciado pelo seu incomparável sabor e aroma. É o intermédio entre as três espécies, quanto ao tamanho do peixe. Se alimenta de tudo que encontra e seu peso oscila entre os 60 a 100 quilos.
.

O Asetra é de cor marrom acinzentado escuro indo até o dourado. Seu sabor faz ele uma delicia, cobiçado pelos melhores Gourmet's do mundo. Produz o caviar de maior grão e é o único peixe predador entre os três. E tão escasso que é difícil pescar mais de mil exemplares por temporada. É um peixe sumamente robusto e selvagem, com boca grande, movendo-se constantemente pelos bancos de brecas, seu alimento preferido. Pode ter até 4 metros de comprimento e pesar mais de 1.000 quilos. Seu peso médio é de 40 a 300 quilos e a quantidade de caviar que se obtém dele é de 15% do seu peso.
..
O
Beluga é de cor cinza escuro até um cinza claro e é muito apreciado pelo tamanho gordo de seus grãos e a suave envoltura. O grau de apreciação é maior quanto mais claro. Tem linhas esbeltas e é pequeno, com nariz pontiaguda ligeiramente para cima (um peixe da alta sociedade né?). Mostra claramente os ossos laterais de forma romboidal, mede um metro e pesa de 15 a 20 quilos.
.
Existem muitas razões pelo qual o caviar do Irã ocupa o primeiro lugar no mundo em matéria de consumo. As condições de vida ideais no Mar Caspio para os esturjões, um ótimo habitat natural e livre, livre de qualquer poluição, as claras profundezas do mar Caspio nessa região, junto a uma produção organizada pela ajuda do homem. Cerca de 12.000.000 de alevinos são devolvidos todo ano para o Mar Cáspio pela indústria Iraniana, como forma de repovoar sempre uma das melhores reservas ictiológicas do mundo do caviar.

.

CAVIAR SEVRUGA CAVIAR ASETRA CAVIAR BELUGA

.

As qualidades do caviar não se limitam apenas ao sabor culinário. Se atribuem qualidades afrodisíacas, fisiológicas e alimentares. O Sevruga, por exe,mplo em a cada 100 gramas, 2.600 calorias. Entre as proteínas do caviar se destacam: Arginina e histidina. A porção de lipídios está constituída por 25% de olesterina e 75% de lecitina. Contém, além disso, as vitaminas A, C, PP e os componentes B2, B4, B12, folicular e patogênicos.
Importante entender que pelo caviar ser um alimento perecível e delicado, somente pode se manter no frio e que depois de aberta a barriga do esturjão, tem-se apenas 15 minutos para ser tratado e embalado. Uma vez aberto o vidro, pode permanecer uma semana apenas na geladeira. (nós recomendamos o mocotó que pode ser congelado e dura meses, mas cada um tem seu gosto).
.
A carne do esturjão é branca, suntuosa e suculenta. Ela é cruzada por vetas de gordura com os mais altos percentuais de ácidos graxos poliinsaturados da série hufanº3, muito benéfico na luta contra o colesterol. Poucos produtos gozam de tanta popularidade na Rússia como o caviar e a batata. Mesmo parecendo fantasia, ambos constituíram em seu momento, a alimentação básica de milhares de povoadores das regiões imensas adjacentes ao Mar Cáspio da região Sul, mas hoje por esta ser uma região do ma,r onde o fundo encontra-se a poucos metros, foi poluído e não tem mais esturjões.
..
Para a Rússia apenas restaram o pirogni = Empadas recheadas de vários ingredientes ou Plmeni da Sibéria, os famosos raviólis com recheio de carne de cavalo picada, que é uma comida que vem da Mongólia ou também borschtsch = sopa de beterraba. Também tem a brochette (espetinho) de cordeiro que vem da Armênia e a carne de esturjão que tem um valor muito mais baixo que o do caviar.
.
O certo é que o caviar é muito mais do que um dos produtos mais reconhecidos pelos Gourmets de todo o mundo, junto com as trufas, as ostras e o foie-gras (patê de fígado de ganso). Contam que a compra do caviar pelos poderosos, era realizada com uma bolinha de ouro do tamanho de uma cereja, que colocado acima dos grãos, mostrava a qualidade do produto, ou seja se permanecia acima deles, a qualidade do caviar era ótima pela consistência firme demonstrada, o que denotava a qualidade.

.
Tem 3 formas clássicas de preparar o caviar na indústria:
Malossol (pouca sal); Pasteurizado (se esquenta e se coloca em vidros ao vácuo, o que permite conservá-lo indefinidamente); Prensado (onde as ovas de baixa qualidade se prensam em blocos.) Mas sem dúvida nenhuma que o maior prazer na degustação do caviar está em comê-lo natural, após ser extraído, mas isso é apenas para os pescadores ou para os que estão em visita ao Mar Caspio.

.

PESQUISA, DESIGNE E ADAPTAÇÃO DA EQUIPE DO SDR

.

.

“Uma árvore leva dez anos para amadurecer,  UMA PESSOA leva cem anos para se formar”

.
Provérbio Chinês

.

.

.Bernadine Healy - CEO da Cruz Vermelha

 

Dá algumas dicas para aqueles que desejam ser Líderes. A qualidade mais importante que um Líder deve ter: "Saber escolher bem Pessoas e então, saber quando se afastar e aplaudí-las" 


O melhor treinamento que um Líder pode ter: "Experiência em liderar pessoas, construir espírito de equipe, gerenciamento financeiro e implementação de ações com métricas mensuráveis" 


Qual é a pior característica que um líder pode ter? 

  • 1) Ter medo de se cercar por pessoas melhores do que ele. 

  • 2) Parar de estudar e aprender todos os dias. 

  • 3) Não ter coragem. 

Como um líder deve investir o seu tempo livre ? "Vivendo a missão da empresa; fazendo o coaching da sua equipe e pensando no futuro da sua empresa a longo prazo" 
.

Qual conselho que você daria para uma pessoa que deseja ser Líder ? "Coração Apaixonado. Forte Ética de Trabalho e Cabeça Aberta". 

.

PROF. RICARDO JORDÃO MAGALHÃES
.
PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO

BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING
..
www.bizrevolution.com.br    -     ricardom@bizrevolution.com.br  

.

.

"As pessoas que mordem a mão que as alimenta, geralmente lambem as botas que lhes dão pontapés"

. 
Eric Hoffer

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

" QUANTO MAIS SE APRENDE "

.

mais se toma consciência da própria ignorância.

.
SR. PROF. HAMILTON BUENO

.

DIRETOR

HAMILTON BUENO E ASSOCIADOS


Segundo Peter M. Senge, organizações de aprendizagem são aquelas “nas quais as pessoas expandem continuamente sua capacidade de criar os resultados que realmente desejam, onde surgem novos e elevados padrões de raciocínio, onde as pessoas aprendem continuamente a aprender em grupo.” 
.

.
I - AS CINCO DISCIPLINAS DAS LEARNING ORGANIZATIONS
Disciplina é educação da vontade. Não é imposição ou ato de autoritarismo ou dominação. 
.

.
Raciocínio sistêmico 
São fios invisíveis de ações inter-relacionadas, que produzem efeitos uns sobre os outros. 

Domínio Pessoal 
É a forma pela qual vemos a realidade de maneira objetiva. Aprendemos a esclarecer e aprofundar continuamente nosso objetivo pessoal, a concentrar nossas energias, a desenvolver a paciência. Esta disciplina, tem, assim, uma base espiritual. A pergunta aqui é “o que é importante realmente para nós?”. 

Modelos mentais 
São as generalizações, os preconceitos, as idéias arraigadas, muitos dos quais inconscientes e que influenciam nosso julgamento e nossa ação. 

Objetivo comum 
 É uma habilidade de liderança de criar, transmitir, compartilhar e convencer outros a respeito de uma imagem ou uma meta a ser atingida. Diz respeito, portanto, a construção do futuro. 

Aprendizado em grupo 
É a capacidade de grupo, por interatividade, produzir resultados comuns maiores que a somas das individualidades. Isto se dá pelo diálogo, que, da raiz grega significa livre fluxo de idéias. Assim, esta disciplina exige aprender a reconhecer os padrões de interação que facilitam ou prejudicam o aprendizado em grupo, e estimular a espontaneidade e a criatividade, acelerando-as em “tempo real”. 

“O aprendizado em grupo é vital porque a unidade fundamental de aprendizagem nas organizações modernas é o grupo, não os indivíduos. O fato é que a organização só terá capacidade de aprender se os grupos forem capazes de aprender.” Peter M. Senge 

As learning organizations buscam a metanóia, ou seja, uma mudança de mentalidade, uma abertura mental para aprender sempre, resgatando valores como a disciplina, a humildade, a paciência e a maturidade. Metanóia é uma mudança radical, segundo sua origem grega. 

 

A seqüência é a seguinte: 

  • Aprendizagem de sobrevivência

  • Aprendizagem de adaptação

  • Aprendizagem generativa / Criatividade.

.

.
II - AS LEIS DAS LEARNING ORGANIZATIONS
.

.
1. Os problemas de hoje provêm das soluções de ontem.
Focamos os sintomas, face à dificuldade de reconhecermos e isolarmos as causas.

2. Quanto mais você insiste, mas o sistema resiste.
A consolidação de novas práticas encontra sérias dificuldades, face a acomodação ante a um precedente estabelecido.

3. O comportamento melhora antes de piorar.
Trata-se do que se convencionou chamar de “o último suspiro”. Ou seja, os sistemas resistem a “sair do ar”, e para se manterem, colocam “roupa de missa”. É como um funcionário de desempenho medíocre. No mês anterior à avaliação de desempenho esmera-se para parecer um colaborador exemplar. 

4. A saída fácil geralmente nos conduz de volta à porta de entrada. 
Velhos chavões e receitas conhecidas e dominadas são normalmente eficazes para problemas específicos, que exigem soluções específicas. Ao enfrentarmos os desafios com nossos clichês de sempre, numa desesperada postura simplificadora, acabamos por manter o problema ou ampliá-lo. Você já percebeu como as empresas tratam seus conflitos: jogam-nos sob o tapete, e num processo de “ruminação”, eles azedam e criam resistências ainda maiores.

5. A cura pode ser pior que a doença.
Cuidado com as pseudo-soluções. Tomar aspirina todas as tardes ou um tranqüilizante todas as noites pode inibir a doença por algum tempo. Nunca curá-la. A cura definitiva se dá quanto enfrentamos o problema de forma consistente, eliminado as causas ou colocando-as sob controle.

6. Mais rápido significa mais devagar.
Todos conhecemos a estória da corrida entre a tartaruga e o coelho. A rapidez do coelho não lhe permite ver a essência das coisas. O imediatismo inibe soluções mais definitivas. Nos Estados Unidos é comum a expressão “devagar se anda depressa”. No Japão as decisões são bastante estruturadas e por isso tem um tempo de gestação. Mas, quando decidem! Vivemos uma era onde a agilidade é fundamental. Entretanto, a capacidade de planejar, de antever o futuro, de conceber cenários e tendências é fundamental para estruturar as decisões.

7. Causa e efeito não estão intimamente relacionados no tempo e no espaço. 
Se existe um problema na produção, procuramos o problema na produção. Se marketing tem um problema, procuramos a resposta no marketing.
Sabemos que o problema oferece pistas para a solução, mas é preciso ver além das árvores, é preciso ver a floresta, também a montanha e se possível, todo o sistema ecológico.
O raciocínio divergente e uma análise abrangente, ampla, uma visão de “helicóptero” pode nos ajudar a conectar causa e efeito.

8. Pequenas mudanças podem produzir grandes resultados. - mas as áreas de maior alavancagem são geralmente as menos evidentes.
Descobrir as forças que atuam sobre um sistema é o grande desafio. O peixe só descobre a importância da água se for tirada fora dela. Acostumamo-nos, ao longo do tempo. com o óbvio em nossas atividades e nos deixamos deliciosamente sermos conduzidos pelo convencional. As verdadeiras soluções entretanto exigem maior compreensão sistêmica, análise profunda de interdependência, para encontrarmos os pontos de alavancagem, estes sim, criam valor. Muitos ministros da economia brasileira imaginaram: se os preços sobem insistentemente, vamos congelá-los. Outro ministro entretanto, ousou alinhar preços, realizando uma transição planejada para um outro modelo, mudando as âncoras, mudando os paradigmas. 

9. Você pode assoviar e chupar cana - mas não ao mesmo tempo. 
Muitas vezes vivemos inúmeros dilemas, investir nos funcionários ou enxugar custos, agredir o mercado ou racionalizar despesas, desenvolver um novo produtos ou potencializar os existentes. A verdadeira alavancagem se dá pela concatenação, com o encadeamento, com a junção e ordenação dos elos, com a construção de uma rede que abarque uma solução efetiva. Trata-se de saber priorizar, planejar, programar, organizar, enfim, estruturar, para, através da estratégia da concentração assobiar, e a seguir, chupar cana.

10. Dividir um elefante ao meio não produz dois elefantes.
A organização é um sistema vivo. Os sistemas vivos tem integridade e suas características dependem do conjunto. Assim para resolver o problema, é preciso identificar e compreender o sistema que causa o problema. Três cegos encontram um elefante. O primeiro, apalpando a orelha, exclama: é um tapete. O segundo, segurando a tromba afirma, é um cano . O terceiro, segurando firme a pata direita não tem dúvida: trata-se de um poste. Será que nossos chefes são diferentes dos três cegos? O que enxerga o chefe da produção, e o líder de marketing, e o especialista em finanças?

11. Não existem culpados.
São sempre os outros. E assim nos protegemos de nossa própria verdade, de nosso encontro com o espelho. Quanto os sistemas onde atuo dependem de mim. Quanto sou cúmplice de minha acomodação, de minha lamentação, de minha procrastinação 
.

.

Como diz um dos mais brilhantes pensadores da qualidade, J. Juran:

.

 Não há culpados, o problema sempre é sistêmico. 

Resolvamos a interdependência e solucionaremos o problema.

 

SR. PROF. HAMILTON BUENO


DIRETOR
HAMILTON BUENO E ASSOCIADOS

.

Especialista em gestão por resultados (Who-Is-Who International), diretor no Brasil, da ILC - Internacional Leader Center, empresa classe mundial com metodologia exclusiva para melhoria da produtividade pessoal e organizacional.

.
Especializado em Psicodrama, Advogado, Administrador e MBA em Administração pela USP, com cursos de extensão no exterior (New York University). Professor universitário de pós-graduação da FAAP e FACESP
Palestrante em congressos, convenções e em eventos nacionais e internacionais
Expert em formação de equipes de alta performance, credenciado pela Richard Chang Associates, dos Estados Unidos

.
Eleito Profissional do Ano 1997, pela Who-Is-Who International. Autor de inúmeros artigos para jornais e revistas de circulação nacional ü Quatro livros publicados; todos estão na 2a ou 3a edição, somando mais de 45 mil exemplares vendidos.

.
Autor do Programa de Marketing e Vendas, focado em Estratégia e Atitudes: “Gestor de Negócios e Relações Empresariais” (2 livros, Plano de Ação, Plano de Metas e 4 CDs).
Facilitador dos programas de formação de líderes empresariais – Sebrae Ideal.
.

Fone: 11-9995-6190 - 14-3842-3077 - hamilton@ilcbrasil.com.br - www.hamiltonbueno.com.br/loja 
Rua Armando Chinatto, 360 - São Manuel - (SP) CEP: 18650-000 - BRASIL 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

..

" REFLEXÃO "

.

Prá nunca mais chorar

.

Paulo Roberto Gaefke
autor

.

Passava do meio dia, o cheiro de pão quente invadia aquela rua, um sol escaldante convidava a todos para um refresco... - Ricardinho não agüentou o cheiro bom do pão e falou: - Pai, tô com fome!!!

O pai, Agenor, sem ter um tostão no bolso, caminhando desde muito cedo em busca de um trabalho, olha com os olhos marejados para o filho e pede mais um pouco de paciência... - Mas pai, desde ontem não comemos nada, eu tô com muita fome, pai!!!

Envergonhado, triste e humilhado em seu coração de pai, Agenor pede para o filho aguardar na calçada enquanto entra na padaria a sua frente... - Ao entrar dirige-se a um homem no balcão: - Meu senhor, estou com meu filho de apenas 6 anos na porta, com muita fome, não tenho nenhum tostão, pois sai cedo para buscar um emprego e nada encontrei, eu lhe peço que em nome de Jesus me forneça um pão para que eu possa matar a fome desse menino, em troca posso varrer o chão de seu estabelecimento, lavar os pratos e copos, ou outro serviço que o senhor precisar!!!

Amaro, o dono da padaria estranha aquele homem de semblante calmo e sofrido, pedir comida em troca de trabalho e pede para que ele chame o filho... - Agenor pega o filho pela mão e apresenta-o a Amaro, que imediatamente pede que os dois sentem-se junto ao balcão, onde manda servir dois pratos de comida do famoso PF (Prato Feito) - arroz, feijão, bife e ovo... - Para Ricardinho era um sonho, comer após tantas horas na rua...

Para Agenor, uma dor a mais, já que comer aquela comida maravilhosa fazia-o lembrar-se da esposa e mais dois filhos que ficaram em casa apenas com um punhado de fubá... - Grossas lágrimas desciam dos seus olhos já na primeira garfada... A satisfação de ver seu filho devorando aquele prato simples como se fosse um manjar dos deuses, e a lembrança de sua pequena família em casa, foi demais para seu coração tão cansado de mais de 2 anos de desemprego, humilhações e necessidades...

Amaro se aproxima de Agenor e percebendo a sua emoção, brinca para relaxar: - Ô Maria!!! Sua comida deve estar muito ruim... Olha o meu amigo está até chorando de tristeza desse bife, será que é sola de sapato?!?! - Imediatamente, Agenor sorri e diz que nunca comeu comida tão apetitosa, e que agradecia a Deus por ter esse prazer...

Amaro pede então que ele sossegue seu coração, que almoçasse em paz e depois conversariam sobre trabalho... Mais confiante, Agenor enxuga as lágrimas e começa a almoçar, já que sua fome já estava nas costas...

Após o almoço, Amaro convida Agenor para uma conversa nos fundos da padaria, onde havia um pequeno escritório... Agenor conta então que há mais de 2 anos havia perdido o emprego e desde então, sem uma especialidade profissional, sem estudos, ele estava vivendo de pequenos "biscates aqui e acolá", mas que há 2 meses não recebia nada... Amaro resolve então contratar Agenor para serviços gerais na padaria, e penalizado, faz para o homem uma cesta básica com alimentos para pelo menos 15 dias...

Agenor com lágrimas nos olhos agradece a confiança daquele homem e marca para o dia seguinte seu início no trabalho... Ao chegar em casa com toda aquela "fartura", Agenor é um novo homem - sentia esperanças, sentia que sua vida iria tomar novo impulso...

Deus estava lhe abrindo mais do que uma porta, era toda uma esperança de dias melhores... No dia seguinte, às 5 da manhã, Agenor estava na porta da padaria ansioso para iniciar seu novo trabalho... - Amaro chega logo em seguida e sorri para aquele homem que nem ele sabia porque estava ajudando...

Tinham a mesma idade, 32 anos, e histórias diferentes, mas algo dentro dele chamava-o para ajudar aquela pessoa... - E, ele não se enganou - durante um ano, Agenor foi o mais dedicado trabalhador daquele estabelecimento, sempre honesto e extremamente zeloso com seus deveres...

Um dia, Amaro chama Agenor para uma conversa e fala da escola que abriu vagas para a alfabetização de adultos um quarteirão acima da padaria, e que ele fazia questão que Agenor fosse estudar... - Agenor nunca esqueceu seu primeiro dia de aula: a mão trêmula nas primeiras letras e a emoção da primeira carta...

Doze anos se passam desde aquele primeiro dia de aula... - Vamos encontrar o Dr. Agenor Baptista de Medeiros, advogado, abrindo seu escritório para seu cliente, e depois outro, e depois mais outro... - Ao meio dia ele desce para um café na padaria do amigo Amaro, que fica impressionado em ver o "antigo funcionário" tão elegante em seu primeiro terno...

Mais dez anos se passam, e agora o Dr. Agenor Baptista, já com uma clientela que mistura os mais necessitados que não podem pagar, e os mais abastados que o pagam muito bem, resolve criar uma Instituição que oferece aos desvalidos da sorte, que andam pelas ruas, pessoas desempregadas e carentes de todos os tipos, um prato de comida diariamente na hora do almoço... - Mais de 200 refeições são servidas diariamente naquele lugar que é administrado pelo seu filho, o agora nutricionista Ricardo Baptista...

Tudo mudou, tudo passou, mas a amizade daqueles dois homens, Amaro e Agenor impressionava a todos que conheciam um pouco da história de cada um... - Contam que aos 82 anos os dois faleceram no mesmo dia, quase que a mesma hora, morrendo placidamente com um sorriso de dever cumprido...

Ricardinho, o filho mandou gravar na frente da "Casa do Caminho", que seu pai fundou com tanto carinho: "Um dia eu tive fome, e você me alimentou. Um dia eu estava sem esperanças e você me deu um caminho. Um dia acordei sozinho, e você me deu Deus, e isso não tem preço. Que Deus habite em seu coração e alimente sua alma. E, que te sobre o pão da misericórdia para estender a quem precisar!!!"
.

Paulo Roberto Gaefke
autor

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

.

. " ORGANIZAÇÃO PESSOAL COMO FATOR DE PRODUTIVIDADE "

.

SR. PROF. CARLOS ALBERTO LEGAL FILHO

..
CONSULTOR
.

Instituto MVC  M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo..

 

.

  • Você já precisou de um telefone importante e não se lembrou onde anotou? 

  • Já demorou a encontrar um relatório ou documento solicitado pelo seu chefe a ponto de deixa-lo impaciente? 

  • Já procurou desesperadamente por um arquivo importante no computador por não lembrar o nome do mesmo? 

  • Já ficou irritado por não conseguir lidar com a quantidade de papel que chega diariamente a sua mesa? 

  • Já perdeu os arquivos no computador por não efetuar backup?

Pois é, esses são alguns sintomas da desorganização. 

Há pessoas que são organizadas por natureza, suas mesas são impecáveis, quase não possuem papel em cima delas. Conseguem organizar seus arquivos em ordem alfabética, os horários das reuniões são religiosamente respeitados, sua pontualidade é britânica e o mais impressionante, estão sempre serenas - pelo menos não será a bagunça que vai tira-las do sério.

Muitas pessoas acreditam que ou se nasce organizado ou não, e se você não teve o privilegio de nascer organizado, estará condenado a viver o resto da vida estressado pela falta de organização. Há pessoas mais organizadas e outras nem tanto, mais é uma inverdade que o desorganizado não pode aprender a organizar-se. Quando se fala em organização, devemos lembrar que não existem receitas infalíveis, mas o desenvolvimento de um método adequado a cada um. A organização é um conjunto de hábitos e métodos, que podem melhorar muito o desempenho profissional.

A falta de organização prejudica demais a produtividade, pois há um acumulo de trabalho, adiamento tarefas e muita indecisão. Tudo isso contribui para prejudicar a realização das atividades profissionais.

Quando se é organizado, conseguimos fazer tudo o que queremos, com economia de energia e de tempo. Alem do mais, o trabalho torna-se mais tranqüilo e você escolhe o rumo que quer dar a sua vida.

O sucesso de um sistema de organização pessoal não deve se limitar a regras do tipo "receita pronta", pois as pessoas são diferentes, possuem fatores comportamentais que facilitam ou prejudicam a obtenção de um método. Um método eficaz para organização pessoal deve estimular as pessoas a partirem de si mesmas, ao invés de seguirem um sistema padronizado. Há pessoas que lidam muito bem com a padronização e outras definitivamente não se dão bem com elas. Selecionamos algumas dicas muito simples e praticas para você acabar com a desorganização e gerar mais produtividade no seu dia-a-dia. Isto é, se for o seu caso.



1. Começando agora - arrumando a mesa e as gavetas
Algumas pessoas têm medo de descartar coisas que possam fazer falta no futuro, enchendo a mesa e as gavetas de inutilidades. Se você não faz uma arrumação há muito tempo, separe os seus documentos em três pilhas:

  • Ação imediata: documentos que precisam ser solucionados hoje 

  • Ação posterior: papeis que devem ser resolvidos em uma semana 

  • Nenhuma ação: arquivo ou lixo 

Faça uma revisão periódica de seus documentos, sempre considerando o fator tempo. Deixar passar uma ação imediata pode trazer sérios prejuízos pessoais e organizacionais. 
.

.
2. Organizando o local de trabalho 
Administrar de forma eficiente o local de trabalho não significa necessariamente torna-lo livre da papelada, mas de fato, torna-lo pratico e funcional. Livros, revistas e arquivos ficam mais bem acomodados em estantes. Se for possível, elimine da mesa tudo que não está utilizando. 
.

.
3. Arquivo e estantes
Adote um critério para catalogar arquivos e livros, ordenando por assunto ou alfabética. Isso vai ajudar bastante na hora que precisar fazer uma pesquisa. 
.

.
4. Anotações
Evite anotações em pequenos papéis, reduzindo as chances de extravio. Se sua agenda não possui um espaço para "registros diários", mantenha um bloco com espiral ou caderno para suas anotações cotidianas, como telefones, recados, idéias, etc.
.

.
5. Fluxo de Papéis
Se você não tem secretária, anote sempre a data de recebimento de um documento. Mantenha uma "pilha" de entrada, outra para casos em andamento, outra para arquivo e uma de saída. Selecione os papéis em andamento e esvazie as caixas pelo menos uma vez por semana.
.

.
6. Correspondência 
Determine um horário diariamente para verificar a correspondência, e pergunte-se "qual a providencia a ser tomada". Se não há nenhuma, jogue no lixo. Evite o duplo manuseio. 
.

.
7. Gerencie suas Tarefas 
Faça uma lista das tarefas, dividindo-as em urgentes e importantes. Estabeleça qual a prioridade de cada uma e determine uma data de conclusão. Se você trabalha com computador, o Microsoft Outlook é uma excelente ferramenta, caso contrario uma folha de papel ajuda bastante. O importante é deixar suas tarefas sempre a vista. Após iniciar uma tarefa, por mais desagradável que seja, vá até o fim e lembre-se de marcar as tarefas já concluídas.
.

.
8. Lixo 
Não tenha dó de jogar inutilidades fora. É menos estressante manter a mesa limpa e a lixeira cheia.
.

.
9. Planejando o seu dia
Dedique pelo menos quinze minutos no final da tarde ou no inicio da manhã para planejar e organizar o novo dia de trabalho. É mais simples adotar uma disciplina diária do que perder horas arrumando uma bagunça acumulada. 
.

.
10. Agendando suas atividades
A agenda é um instrumento fundamental para planejar e gerenciar suas atividades diárias. Ela pode ser do software SDR - Sistema de Representação,  eletrônica (computador, palm, etc.) ou papel. Escolha a que for mais confortável e adequada ao seu estilo pessoal. Mas cuidado para não ser excessivamente rígido com sua agenda, "sobrecarregando" seu dia. Deixe brechas para interrupções inesperadas, um café com o chefe ou conversas informais com colegas. Assim, quando elas ocorrerem, não serão consideradas interrupções. 
.

.
11. Não se afobe com a bagunça 
Manter a calma é fundamental. Afobar-se com a bagunça só gera ansiedade e mais estresse. 
 


Saúde e um grande abraço

.

.

SR. PROF. CARLOS ALBERTO LEGAL FILHO
.
CONSULTOR 
.

Instituto MVC  M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo

...

Consultor do MVC – Instituto M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo em Planejamento, Organização do Trabalho e Gestão do Tempo, Reuniões, Qualidade de Vida, Clima Organizacional, Produtividade Pessoal e Organizacional, Stress Management. Practitioner em Programação Neurolingüística – Sociedade brasileira de PNL. Como consultor já prestou serviços para Perdigão, INSS, SINCOPEÇAS, BV Serviços, Banco Volkswagen, Visteon e Philips, Administrador pela Faculdade Santana. Sua experiência profissional inclui organizações do porte da NESTLÉ, ABPA, ENAP, MOT, IDORT e SENAC.
.

Possui artigos publicados nas Revistas T&D, Vencer, ABPA, INSIGHT MVC. (BASE SP)  
.

Telefones: 11 3171-1645 / 3285-2438 - costacurta@institutomvc.com.br  (Luiz Augusto Costacurta / Angélica Stein (SP) - www.institutomvc.com.br 

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

. PIADAS DO JORNAL "DICAS DA SEMANA" Nº185 DO WWW.SDR.COM.BR

..

.

.

.

.

PIADAS  DE  COR AZUL = LINDINHAS

PIADAS DE  COR  ROXA = PICANTES

PIADAS DE COR VERMELHO = PAHH

PIADAS DE COR VERDE = ENJÔO!

PIADAS DE COR PRETO = FEIA

.

Por que as mulheres passam a vida tomando água?

Porque elas solucionam 99% de seus problemas chorando.

.

.

- Papai, papai, como se sabe quando um homem está bêbado?
- Está vendo aqueles dois homens que estão vindo para cá? Se eu estivesse bêbado eu veria quatro.
- Mas papai, eu só vejo um!

.

.

Um cachorro entra em edifício de escritórios com um jornal na boca. Quando tentam agarrá-lo, coloca o jornal no chão e mostra com a pata um anúncio que diz: "Precisa-se empregado que saiba digitar domine Word e Excel e que fale dois idiomas. Igualdade de oportunidades: Não importa raça, idade ou sexo".

Entendendo que o cachorro veio procurar trabalho, o levam ao escritório do chefe de pessoal, que incomodado e estranhando lhe diz: - É... sabe... estávamos pensando em alguém diferente...

- Graauu!- Contesta o cachorro mostrando no anúncio "igualdade de oportunidades".

- Bom, cachorro é que o aspirante deve saber digitar...

O cachorro vai até onde está o computador, sobe numa cadeira e começa a teclar com as patas. Em poucos minutos sai da impressora um carta de negócios perfeitamente redigida e sem um só erro de ortografia.

- Está bem..., mas é necessário que o aspirante domine com Excel  

O cachorro põe uma pata sobre o mouse e utilizando a outra para teclar e em poucos minutos termina uma planilha de preços perfeitamente estruturada e sem um só erro.

O Gerente de pessoal angustiado e quase desesperado, diz para o cão: - O que acontece é que o aspirante deve falar mais de um idioma....

O Cachorro se aproxima do Gerente e lhe diz: - Miau

.

.

Um casal extremamente  preocupado porque levava anos de casados e não tinham conseguido ter filhos consulta o médico da família, que entendendo e respeitando a vontade deles, pede alguns dias para poder estudar alguma forma. Quando se reúnem novamente ele lhes fala de forma amiga e carinhosa, lhes explicando que não haveria alternativas, porque a concepção laboratorial estava descartada pela religião deles, mas que poderia conseguir a concepção caso aceitassem a infidelidade casual, única e definida apenas para a concepção, com uma pessoa especializada que já tinha acudido a outros casais da mesma religião e nunca tinha dado problemas e que entendia que não haveria males maiores, já que o pastor consentiria, porque era única maneira de ter filhos.

 

E até que, depois de muitas conversas e reuniões foram estabelecidas as regras para esse encontro, que seria na casa da mulher, o marido não poderia presenciar, por questões de pudor feminino.

 

Dessa maneira o médico acertou com o doador in-natura e recomendou extrema delicadeza com a jovem, já que provinha de família muito religiosa e o sexo era apenas um meio de concepção e não de prazer, mas que pelo caso exposto, haveria uma distensão das normas em prol da família.

 

Por azar do destino, sucedeu que um fotógrafo de crianças que tinha sido chamado por uma vizinha para retratar um bebê, bate na porta da mulher e se apresenta: - Boa tarde, vim pelo bebê!

 

Sim, - diz a mulher com a cabeça baixa. E oferece alguma coisa para o homem beber e se queria se sentar.

O fotógrafo lhe agradece a bebida, mas esclarece que o álcool não é bom para o trabalho dele. E lhe esclarece que gostaria de começar o quanto antes.

 

A mulher consciente e pergunta: - Se lhe parece bem, podemos ir para o quarto?

- Sim pode ser no quarto senhora, mas gostaria aqui também, na sala, no tapete será  muito bom e depois umas no jardim. Pelo geral são quatro ou cinco, mas quando a  mãezinha coopera e dependendo das poses e do ambiente, podem ser mais. 

 

Enquanto isso tirava da pasta um álbum de fotos, querendo mostrar para a mulher as fotos de outras oportunidades e comentando que tinha algumas feitas na praça, mas que não deu continuidade por um esquilo tentou morder o aparelho.

 

A mulher estava num vermelhão e totalmente assombrada escutava sem dizer um ai.

O homem mostra uns gêmeos e lhe explica: - Nesta ocasião me saí bem demais, em menos de uma tarde inteira fiz estes dois. E continuava ante o pudor da mulher que estava a ponto de desmaiar...

 

- Com esta criança batalhei e sofri um monte, porque a mãe era muito nervosa e não gostava de nenhuma pose, mas com jeito consegui que se virasse e deu tudo certo depois de mais três.

Neste momento a mulher já não conseguia mais respirar e sua cor já era roxo máximo de vergonha. 

 

O fotógrafo guardou o álbum e perguntou: - Quer que comecemos agora senhora ?

A mulher não tinha mais voz, apenas assentiu com a cabeça...

Nisso ele pára e explica: - Bem vou pegar meu tripé. 

 

- Tripé? -  pergunta a mulher já num assombro mor.

- Sim comenta muito tranqüilo o fotógrafo, é que minha máquina é muito grande e preciso um tripé para apoiar , porque quase que não consigo segurá-lo com as duas mãos e não tremer...

 

- Senhora, Senhoraaa, SENHORAAAAAAAAAAAAAAA.

 

.

Dois homens estão pescando em um rio. Um deles não consegue pescar nada, enquanto que o outro já tem as cestas cheias de peixes. Quando aquele que não pescava sequer uma mosca vai conversar com o outro e ver como ele faz.

- Desculpe, é que estou tentando pescar a manhã toda e ...

- Hmmm mmm... hh-mmm, hmhmhmhm....

- Que disse?

- Mmmmm... mm, hmhmm mmmh

- Olha não consigo entendê-lo.

O outro levanta a mão em um gesto para que espere um pouco, enquanto tira outro peixe do rio. Quando já o colocou na cesta, leva a mão à boca e gospe uma gosma branca na mão que se mexia e diz: - O segredo está em manter os vermes vivos e quentinhos...

.

.

Certa tarde, um bem sucedido advogado estava sendo conduzido em sua limusine para seu sítio, quando observou dois homens maltrapilhos comendo grama ao lado da estrada. 

Ele ordenou imediatamente ao motorista que parasse, saiu do veículo e perguntou: - Por que vocês estão comendo grama ?
- Porque nós não temos dinheiro para comprar comida, respondeu um dos homens.
- Bem, você pode vir comigo para o sítio - disse o advogado.
- Senhor, eu tenho uma esposa e três filhos aqui.
- Traga-os também - replicou o advogado.
- E quanto ao meu amigo?
O advogado virou-se para o outro homem e disse: - Você pode vir conosco também.
- Mas, senhor eu também tenho esposa e seis filhos, disse o segundo homem.
- Eles podem nos acompanhar também - disse o advogado enquanto se dirigia de volta a limusine. 

Todos se acomodaram como puderam na limusine, e quando já estavam a caminho, um dos acompanhantes disse: - O senhor é muito gentil. Obrigado por levar-nos a todos com o senhor.
O advogado respondeu: - De nada !!! Vocês irão adorar meu sitio. A grama está com quase um palmo de altura !!!!!
.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

.

. " OS CLIENTES DOS SEUS CLIENTES "
.

.PROF. RICARDO JORDÃO

.

PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO

BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING

..

http://www.bizrevolution.com.br    -    ricardom@bizrevolution.com.br 
.

...

"O sucesso nos negócios é muito mais do que encontrar o cliente certo. 

Ser o fornecedor certo é muito mais importante".

 Autor desconhecido .

.

  • Você está pronto para se importar de verdade com os seus clientes? 

  • Você está pronto para pensar neles antes de pensar em você?

  • Você está pronto para se importar com os clientes dos seus clientes? 

É, é isso mesmo. Os clientes dos seus clientes... 

  • O quanto você acredita que eles são importantes para o futuro do seu negócio? 

  • O que você acha que pode acontecer se os clientes dos seus clientes não comprarem mais do seu cliente? 

O seu cliente vai desaparecer! 
.

Se importar de verdade com o seu cliente significa se importar de verdade com o futuro da empresa dele. 

  • Saber qual é a visão, missão, estratégias e objetivos do seu cliente já devia fazer parte do seu dia-a-dia. 

  • Saber qual é a visão, missão, estratégias e objetivos do cliente do seu cliente passam agora a fazer parte do dia-a-dia daqueles que querem surpreender. 

Ao invés de ler apenas artigos sobre a sua indústria, LEIA artigos sobre a indústria do cliente do seu cliente. Ao invés de ir apenas a feiras e congressos sobre a sua indústria, VISITE as feiras e congressos sobre a indústria do cliente do seu cliente. Ao invés de fazer pesquisas sobre o comportamento de compras dos seus clientes, faça PESQUISAS sobre o comportamento de compras dos clientes dos seus clientes. 

Faça isso e você irá se surpreender ao descobrir novos e poderosos posicionamentos para o seu produto ou serviço e como integrá-los melhor ao negócio do seu cliente. 

Conhecer os clientes dos seus clientes, pode definitivamente ajudá-lo a desenvolver novos negócios e entender a verdadeira realidade do mercado. 

Da mesma forma que você às vezes não consegue se manter atualizado sobre a sua própria indústria, o seu cliente também não consegue fazê-lo. Ao demonstrar a ele o quanto você conhece sobre os seus clientes e a sua indústria, o deixará confortável para escolhê-lo como fornecedor. 

O que acontece na indústria de grãos, cedo ou tarde irá afetar os negócios na indústria de madeiras, que irá afetar os negócios na indústria de móveis, que irá afetar os negócios na indústria de transportes, que irá afetar os negócios na indústria de tecnologia, que por sua vez irá afetar os negócios – cedo ou tarde - na sua indústria. Somos todos uma única grande indústria. Estamos todos ligados e só funcionamos quando nos importarmos de verdade uns com os outros. 
.

Quem disse que o seu cliente é o seu cliente? 

QUEBRE esse paradigma! 

QUEBRE TUDO! 

.
Você pode mudar o mundo ao se importar com o cliente do seu cliente. Mas quando você não faz isso, você precisa mesmo é ter o melhor preço. Mas quando você faz isso, você é o fornecedor certo para o seu cliente. 
.

Se importar com o cliente do seu cliente.   Nada menos que isso interessa. 
.

.
QUEBRA TUDO!    Foi para isso que eu vim e vocês? 

.
.

.

PROF. RICARDO JORDÃO
.
PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO

BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING
..
http://www.bizrevolution.com.br    -     ricardom@bizrevolution.com.br  

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 .

FUTURO - TENDÊNCIAS   IDÉIAS - PENSAMENTOS

.

.

Pré-Qualificação de clientes

.

Se você trabalha na área de vendas, você pode melhorar a sua efetividade como vendedor ao mudar o seu processo de vendas. Antes de fazer qualquer apresenção ou enviar qualquer proposta de vendas, colete o máximo de informações possíveis sobre o cliente em potencial. 

A pré-qualificação do cliente é uma parte muito importante do processo de vendas e é uma ferramenta essencial para assegurar que você esteja focado nos clientes certos - aqueles que realmente vão comprar de você. 

Pré-qualificar os seus clientes é essencial. Não perca tempo correndo atrás de clientes que não vão comprar de você. 

.

Vá com calma.
Você é o tipo de pessoa que está preocupada com a lucratividade das suas vendas e compras? - Se não for, repense agora os seus conceitos. Aprenda que o importante no fim não é o volume de vendas, mas a lucratividade das vendas. 
.
Quando você está negociando - para comprar ou vender -, você é muito impaciente? 

Lembre-se que nem sempre a primeira oferta é a melhor. Quando você é ansioso e tenta fechar a negociação com pressa, você provavelmente nunca consegue o melhor negócio. 

Vá com calma. 
Pergunte aos seus funcionários
Veja aqui algumas perguntas que você deve fazer com freqüência aos seus funcionários: 

  • Você se sente valorizado pelos seus colegas na empresa? 

  • Você se sente motivado pelos colegas ao seu redor? 

  • Você tem o que você precisa para executar o seu trabalho? 

  • Em quais áreas e competências você precisa de mais treinamento? 

  • Quando você faz um bom trabalho, você é reconhecido pelos seus colegas? 

Use essas informações para melhorar o ambiente de trabalho na sua empresa. Você não quer perder os melhores talentos, certo? Então faça perguntas!
.

PROF. RICARDO JORDÃO MAGALHÃES
.
PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO

BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING
..
www.bizrevolution.com.br    -     ricardom@bizrevolution.com.br  

.

.

.

Gravadoras enviam alerta para serviços de troca de música 
..

Ampliando sua luta contra a pirataria online, a indústria fonográfica começou a usar os serviços de mensagens instantâneas (IM) presentes em aplicativos de troca de arquivos para avisar os usuários que compartilhar música protegida por direitos autorais é ilegal.
.
A idéia de mandar mensagens vem na sequência de uma decisão judicial divulgada na semana passada, que considerou que dois fornecedores de software de troca de arquivos não podem ser considerados culpados pelas ações de quebra de direitos autorais de seus usuários - um grande golpe contra a luta das gravadoras.
.

.

.

HUMILDADE, DIVISÃO NOS LUCROS,  FOCO NO CLIENTE
.

Depois de tentar convencer o seu ex-patrão a abrir uma rede de lojas, que pudesse oferecer reais descontos para o público consumidor, Sam aos 44 anos de idade abriu a sua primeira loja. Em 1945 tomou um empréstimo do seu sogro e com mais 5 dólares que ele tinha, comprou o ponto de uma loja de ramos gerais em Newport - Arkansas - EUA. Em 1950, cinco anos depois, sua loja era a melhor e mais rentável de todo Arkansas.
.
Mas o êxito iria durar pouco. Quando seu arrendatário decidiu adquirir o negócio para seu filho, Sam não tinha nenhum desejo de vender, mas inexperiente como era, não sabia da cláusula que deveria colocar no contrato de aluguel, que lhe teria permitido renovar. Teve que começar tudo novamente e o fez em Bentonville, outra pequena cidade do Arkansas. Quando Sam abriu esta loja, seu sogro negociou um aluguel de 99 anos. Sam não repetiria o desastre de Newport, disso estava seguro.
.
Em pouco tempo aquela tenda em Bentonville tinha triplicado seu volume e obtido comparáveis ganhos com as de Newport. Sam tinha uma estratégia única: - Elegeu passar o que tinha poupado em compras de seus fornecedores para o cliente, com a visão de fazer crescer em volume o que ganhava, o que sacrificava na margem.
.
Mr. Sam como era conhecido e chamado por todos, estava convencido que a idéia do auto-serviço e do desconto seria o futuro. Comprar barato, empilhar alto e vender barato, era seu lema. Em 1962 outros pensaram como ele, mas diferença com os demais, era que Mr. Sam, se centrou no cliente sempre. Tudo era para o Cliente. Os demais perderam sua disciplina enquanto Mr. Sam continuava a achar novas fórmulas de ajudar o cliente e reduzir custos todo dia. Quando numa compra se poupavam valores, ele imediatamente os passava para o cliente e isso se converteu numa fórmula de êxito e a religião do seu comércio, para os anos seguintes.

Mr Sam, estava totalmente concentrado no seu cliente. Por exemplo, se o preço de lista era de 2,00 dólares a mais, ele só pagava 0,50 centavos, o "Mark-up" ou taxa de lucro seria de 30%. Não importava quanto pagava, se fazia um grande negócio, sempre o passava ao cliente e os clientes se davam conta disso e voltavam a sua loja.

Sam abriu sua primeira loja
"Wal Mart" em Rogers - Arkansas - EUA. Foi após essa abertura que Mr. Sam Waltom começou a sair do negócio das lojas de ramos gerais. Sua primeira loja "Wal-Mart" tinha 5.000 m2 e vendia de tudo, desde confecção para crianças à livros e auto-peças. Os anúncios nos Jornais (nessa época claro não tinha o Jornal do SDR), diziam que o Wal Mart vendia somente artigos de primeira qualidade. 

Auto serviço e descontos, se converteram em um grande negócio nos anos 60 e Mr. Sam aproveitou para definir suas próprias regras e para repassar e explicar incessantemente aos seus funcionários, que chamou de sócios, compartilhando com eles as responsabilidades e os lucros. Dessa maneira, definiu um novo paradigma poderoso. Somente a uns poucos anos de suas primeiras fases e por meio  de lojas que faziam descontos, quase duplicou e por conseqüência triplicou seu faturamento.

Mr. Sam abriu uma dúzia de lojas, uma atrás da outra, nos 6 anos prévios a seu ingresso na bolsa de valores em 1970. Entre 1976 e 1980 Mr. Sam abriu nada menos que 151 novas lojas. Era apaixonado por explorar novas localidades, a bordo de um avião Cesna que ele mesmo pilotava, voando baixinho pelas cidades, para depois de ter selecionado um local, aterrizava e fazer o negócio no mesmo dia.

A essa altura e com o poder de compra que havia adquirido, Mr. Sam forçou os fornecedores a negociar diretamente com a rede de forma centralizada, o que lhe deu margem de 6% a menos nos preços, dando um impressionante residual pelo volume de compra da rede. - Mr. Sam não autorizava nenhuma decoração especial de escritórios para executivos internos, mas converteu a rede na mais impressionante e informatizada de todo os tempos para sua época. Ele entendia que se as informações chegassem
em tempo, as compras adequadas, os estoques limitados ao volume da necessidade real e os fornecedores estivessem prestando-lhe um serviço de entrega de acordo com o consumo e não mais com os pedidos, teria uma capitalização menor e seu poder de investimento seria muito maior, pelo valor imobilizado a menos que teria.

  • Que era o que vendia?

  • Que tinha nas lojas ?

  • Que tinha se pedido?

  • O que tinha se voltado a comprar?

 Wal-Mart era poderosamente ágil e os investimento em "TI - Tecnologia da Informação" eram assustadores para qualquer um. Mas Mr. Sam e sua equipe sabiam do retorno disso, bem como a folga e o menor risco de investimento que isso lhes trazia. Wal-Mart era uma das primeiras redes de lojas que tinham implantado o código de barras conectadas em todas as lojas a um computador central. - Imediatamente a companhia começou a investir em comunicação de satélite que enviava os dados entre si. Em princípios de 90, a Wal Mart já tinha investido mais de 500 milhões de dólares em sua rede de comunicações e agradeciam muito a essa idéia, porque lhes permitiu dirigir a empresa de forma enxuta e com conhecimento de retorno prévio e uma grande força de negociação com qualquer fornecedor.

Graças a essa rede de informação via satélite na rede Wal-Mart e unido ao senso de direção que Mr. Sam tinha em conjunto com a sua equipe, lhe permitiu expandir os negócios e controlar o império de forma a saber desde as lojas, a central e nos fornecedores, os movimentos de estoque, pedidos e venda de sua rede. Esse centro de informação lhe permitiu observar e entender como as pessoas compravam e a regularidade por grupo e subgrupo de produtos, podendo traçar perfis de compra e agregando informação valiosíssima para as negociações.

 

Mr. Sam Walton converteu o "MERCHANDISING DE CONJETURAS",  pelo "MERCHANDISING DE PRECISÃO". Era uma tacada brutal nas incertezas dos fornecedores que iriam negociar com a rede, porque o conhecimento era primaz e resultava em fortunas de ganho perante as compras.  - Este conhecimento ajudou a reduzir as disfunções da falta e do excesso de inventário. Mr. Sam e suas equipes conseguiram escutar o que as transações lhe diziam dos clientes... (Nós achamos que Tio Sam, aprendeu com nossos Professores).

 A companhia tinha 15 aviões para poupar dinheiro em transporte em escritórios regionais. Os executivos dormiam a dois por habitação e dirigiam carros de aluguel dentre os mais baratos. Viajar de Bentonville, em vez de estabelecer escritórios regionais, lhe poupou a companhia 2% de vendas anualmente. Havia muitos "fatores virtuosos" em Wal-Mart. Um concorrente podia vê-los e compreendê-los. Mas era extraordinariamente difícil competir com eles.

Conta-se que Mr. Sam viajou apenas uma vez em primeira classe e fazia questão de sempre se ajustar a política da empresa, compartilhando os quartos de hotéis sempre com os demais. Tinha uma famosa pick up vermelha, sem ar condicionado e com os assentos um tanto sujos de café. Ganhou fama o dia que numa reunião de executivos se levantou da cadeira, abriu sua jaqueta e mostrou a etiqueta dizendo, "Olhem, Wal Mart de 50 dólares e depois mostrou um dos sapatos e diz - Wal Mart de 16 dólares".

Mr Sam mudou a maneira de fazer compras. Aprendeu todas as regras da venda no varejo, primeiro e logo as quebrou, reconhecendo que os novos paradigmas do auto-serviço e desconto poderiam dar resultado nos pequenos povoados e áreas rurais dos EUA. Ensinou valores de negócios universais, como a frugalidade, a disciplina e a centralização das atenções sempre voltadas ao cliente. Com Mr. Sam Walton, o poder mudou das mãos dos fabricantes para os canais de distribuição, ao reparar alguns elos fracos da corrente de valor.

 

Wal- Mart reforçou a sociedade com seu maior provedor "Procter & Gamble", para alinhar objetivos, coordenar e compartilhar informação. Nenhum fornecedor podia fazer negócios com essas companhias, salvo que quisessem converterem-se em um outro elo forte da corrente, o que para alguns fornecedores era uma oportunidade única de preencher espaço vazio. As empresas que queriam fazer negócios com Wal-Mart, tinham que mudar seus modelos de negócios, instrumentando melhorias nos sistemas, intercâmbios e dados eletrônicos e entregas "just in time" (justo a tempo)

 Desde 1972 a 1990 os investidores das ações da Wal-Mart tiveram a maior surpresa com o retorno do investimento. Cem ações adquiridas em 1970 por 1.650 dólares, tinha seu valor de venda estipulado em 2.600.000 em 1992. Se queremos analisar os profundos ganhos da Wal-Mart e se, podemos estabelecer um principio que ainda não havíamos tocado e foi o grande reconhecimento de Mr. Sam em seus funcionários, demonstrando isso em 1971 quando instrumentou um plano para dividir os ganhos com seus funcionários. Com orgulho justificável, Mr. Sam Walton provava que sua filosofia estava certa, não só pelo império que tinha construído, mas pelos exemplos que dava, onde citava o caso de um caminhoneiro da Wal- Mart que começou a trabalhar em 1972 e estava com mais de 700.000 dólares de participação nos lucros, após 20 anos, e outro caso era de um funcionário que tinha alcançado os 440.000 dólares aos 40 anos.

Esses diferenciais de filosofia eram visíveis quando se comparava outros hipermercados com KMart, Woolco, Target entre outros, no qual Wal- Mart lutava para se manter com preços quase idênticos, mas o grande  diferencial eram os funcionários, apaixonados e oferecendo tudo de si para dar o melhor serviço no atendimento, chegando no cliente apenas se era chamado e de forma amigável e entusiasta.

Mr. Sam era um devorador de publicações comerciais e sempre mudava tudo o que aprendia. Dessa forma muitas das sua lojas eram abertas em locais com menos de 5.000 habitantes, onde o grande incentivo para os clientes eram os fabulosos descontos e o excepcional atendimento da rede. Quando atacava em grandes cidades o fazia nos subúrbios, onde a especialização e os diferenciais marcavam a diferença. 

Dessa maneira impedia que outros concorrentes entrassem nas mesmas áreas que ele, já que o terreno era pequeno para dois e concorrer com Mr. Sam Walton e seus funcionários incentivados e apaixonados, não era nada, mas nada fácil. Ou seja cada funcionário era visto e tido como um dono, onde os supérfluos ou luxo não entravam e as melhores decorações eram sempre para os clientes. A feliz vantagem das equipes de Mr. Sam Walton, eram sempre serem as primeiras a instalarem-se e as primeiras a apaixonar os clientes com seu distinguido tratamento de qualidade e preços imbatíveis.

Todas as lojas Wal- Mart se estabeleciam da mesma forma, organizando os funcionários em torno do balcão, permitindo que o cliente comprasse diretamente das prateleiras e somente lhes eram mostradas mercadorias quando solicitado, o que lhes dava baixo custo de funcionamento e esses valores eram também repassados ao produtos, fechando uma corrente de benefícios para os  clientes.

 Mr. Sam Walton faleceu em 1992, quando a rede Wal- Mart tinha 1.900 hiper tendas, com mais de 430.000 funcionários. As vendas alcançaram nesse ano 55 bilhões, com ganhos superiores aos 2 bilhões de dólares. Assim se formou a maior rede de hipermercados do mundo. Em 1985 a revista Forbes revelou que Sam Walton era o homem mais rico dos EUA e foi aclamado por ser uma das redes melhor administradas do EUA.

 

O valor das vendas de Wal-Mart em 2002, foram ao equivalente de 2,3% do PIB dos EUA. Somente em duas ocasiões, uma empresa teve um tamanho relativamente maior. 

  • Em 1995 General Motors representava o 3% do PIV dos EUA. 

  • Em 1917 US steel somava 2,8%. 

As vendas da gigante Wal-Mart somaram 240 bilhões de dólares em 2002 e em um único dia, se vendeu 1 bilhão e 420 milhões de dólares! Para você poder entende o tamanho desse caixa de apenas um dia na Wal-Mart, isso representa o PIB anual de 36 Países

Um dado importante para nós todos avaliarmos, na generalidade deste artigo, é que a soma dos roubos sofridos na rede ao cabo de um ano, equivalem a 2 bilhões de dólares. (Metade do salário mensal do nosso editor).


Os 10 segredos para fazer negócios com êxito de Mr. Sam Walton em seu livro "Made in America"

  • I - Dedicação plena e apaixonada ao negócio. Se se ama o trabalho, se tratará de fazê-lo cada dia o melhor possível.

  • II - Compartilhar os ganhos com os colaboradores e tratá-los como se fossem sócios. Desta maneira, eles cuidarão da empresa como se fosse própria.

  • III - Motivar e oferecer desafios aos colaboradores. Estabelecer metas altas, coragem competitiva e levar em conta o ranking.

  • IV - Comunicar-se com os colaboradores tanto quanto seja possível. Informação é poder e se compartilha a informação, se dá pode e tornará poderosos aos colaboradores.

  • V - Reconhecer os esforços e conquistas. Um reconhecimento sincero não tem preço e gera uma classe de lealdade que não se compara nem com as melhores remunerações.

  • VI - Festejar os êxitos e ter sentido do humor para enfrentar os fracassos.

  • VII - Escutar os trabalhadores que estão na trincheira, pois são eles que estão em contato direto com os consumidores.

  • VIII - Superar as expectativas dos consumidores, assim se terá certeza de que retornem.

  • IX - Controlar despesas melhor que a concorrência. Antes de chegar a ser o número um, Wal-mart era a empresa de comércio varejista, que tinha os melhores percentuais em gastos e vendas.

  • X- Nadar contra a corrente é ignorar a sabedoria convencional. Mr. Sam Walton lembra que se tivesse sido pela sabedoria convencional, Wal-Mart não poderia ter existido, pois se dizia que somente localidades com mais de 50.000 pessoas podiam dar lugar a abertura de uma tenda de desconto do porte da rede.

.

PESQUISA, DESIGNE E ADAPTAÇÃO DA EQUIPE DO SDR

.

.

.

.

as 10 premissas DO NOVO Marketing.

 

 

 

  • O marketing é uma ciência e não uma arte e por tanto não se baseia em princípios de negócios.

  • A estratégia é o conceito principal que faz que exista um planejamento sistemático

  • O único propósito do marketing e vender mais, a mais pessoas e a melhores preços. 

  • As marcas não são estáticas. 

  • Não se deve anular o potencial crescimento de uma marca, porque possa quita-lo o mercado a outra própria.

  • Recriar a demanda através do marketing. E necessário voltar a vender o produto as pessoas.

  • Vender tudo o que se possa fabricar. Para conseguir a maximização de utilidades é necessário saber quanto se pode vender antes de decidir que quantidade produzir.

  • Aproveitar a baixa temporada: é a oportunidade de realizar esforços para ganhar a participação no mercado.

  • Quem não se propõe vender mais, não vende. É necessário ter uma meta para traçar o plano a alcançar.

  • O marketing é uma inversão, não se trata de ume despesa da que se tem opção de cortar.

.

 

CONSEGUE ADIVINHAR A PALAVRA ? 

.

80% dos alunos de jardim de infância resolveram esta charada. Mas somente 5% dos formandos da FGV descobriram! 


Descubra a palavra:


1. A palavra tem quatro letras... 
2. Existia antes de ELE... 
3. É maior que ELE... 
4. É pior do que o próprio mal em si... 
5. Todas as pessoas pobres têm isso... 
6. As pessoas ricas precisam disso... 
7. Se você comer isso - você morre! 

Descobriu?? 

Desiste? 

A resposta é NADA


Nada tem quatro letras 
Nada existia antes de
ELE 
Nada é maior que
ELE 
Nada é pior que o mal em si 
Todas as pessoas pobres têm NADA 
As pessoas ricas precisam de NADA 
Se você comer NADA, você vai morrer.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

.

SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO, VENDAS E SERVIÇOS SDR

.

o sistema sdr já inclui NO PREÇO o uso em rede ilimitado sem custos extras E não tem taxa de manutenção mensal. a única taxa que o sistema sdr tem, é a anuidade de R$:120,00 para efeitos de suporte e atualização, com vencimento em março de cada ano (2007 bonificada).

.

 

.

.

caso deseje alterar ou cancelar sua assinatura, clique no link a seguir:

ALTERAR ASSINATURA

.

.

ÓTIMO TRABALHO E ATÉ A PRÓXIMA EDIÇÃO!

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Clique aqui para nós enviar um e-mail

.

INDIQUE SEU TEMA  ..-  ENVIE-NOS SUA OPINIÃO

.

Av. Caçapava 425 - sala 03 - Petrópolis -  Porto Alegre (RS) - BRASIL cep: 90460-130

 FONES: 51 -  3019 2817  -  FAX 51 3333 3553

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

Como página inicial  Adicionar a Favoritos

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2007 - SDR