Como página inicial

Sistema de Representação Comercial para Representantes Comerciais

Adicionar a Favoritos

.

JORNAL De REPRESENTAÇÃO comercial sdr - EDIÇÃO Nº 187 - 09.05.2003

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Funções do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Testes do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Solcite seu Orçamento

Manual do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Biblioteca dos Jonais de Representação Comercial SDR

Assinatura livre e gratuita do Jornal de Representação Comercial

Contrate os melhores e mais capacitados Representantes Comerciais

Contato com a Equipe do SDR Sistema de Representação

As melhores Dicas sobre softwares livres, Bibliotecas, Links...

FUNÇÕES

TESTE

ORÇAMENTO

MANUAL

JORNAIS

ASSINe

saiba

contato

dicas

.

.

.

DEMÓSTENES

" CONSTÂNCIA E DEDICAÇÃO "

.

.

Demóstenes perdeu o seu pai quando tinha somente sete anos de idade. Seus tutores administraram deslealmente sua herança e o menino sendo apenas um adolescente, já teve que litigar para reivindicar seu patrimônio.

.

.

Em uma das audiências a que teve que assistir, ficou muito impressionado pela eloqüência e discursos que proferiam os advogados. Foi então que decidiu dedicar-se a oratória.
.

.
Sonhava em ser um grande orador, mas a tarefa não era fácil. Tinha pouquíssima aptidão, pois padecia de dislexia e se sentia incapaz de fazer nada de modo improvisado, era gago e tinha pouca voz. Seu primeiro discurso foi um completo fracasso: - O riso da platéia o obrigou a interrompe-lo sem chegar ate o final.
.

.
Quando estava abatido, costumava andar pelas ruas da cidade e num desses dias, um ancião lhe infundiu ânimos e o aconselhou a seguir exercitando-se. "A paciência te trará o êxito", assegurou!
.

.
Se esforçou com mais tenacidade ainda em conseguir o seu propósito. Era alvo de burla contínuas por parte de seus adversários, mas ele não se intimidou. Para remediar seus defeitos na fala, colocava uma pedrinha  embaixo da língua e caminhava até a praia e gritava com todas as suas forças, até que a sua voz se fazia ouvir alta e clara por cima do rumor das ondas. 

.

.

Recitava quase que a gritos, discursos e poesias para fortalecer a sua voz, e quando quando tinha que participar em uma discussão, repassava várias vezes os argumentos de ambos os lados e considerava o valor de cada uma das partes.
.

.
Aos poucos anos, aquela pobre criança órfã e gaga havia se aprofundado nos segredos da eloqüência e que chegou a ser o mais brilhante dos oradores gregos, pioneiro de uma oratória formidável, que rompia com os estreitos moldes das regras retóricas de seu tempo, e que todavia hoje, 2.300 anos depois, constitui um modelo em seu gênero.
.

.
Demóstenes é um exemplo entre a multidão de homens e mulheres que ao longo da história souberam mostrar o quanto são capazes de fazer com uma vontade decidida.
.

.
O mundo avança de reboque das pessoas que são perseverantes em seu empenho.

.

PESQUISA, DESIGNE E ADAPTAÇÃO DA EQUIPE DO SDR

.

DEMÓSTENES - Nasceu em Atenas por volta de -384. A família era abastada mas, depois de perder o pai aos 7 anos, Demóstenes teve os bens dilapidados pelos tutores. Estudou oratória, possivelmente com Iseu, e tentou recuperar a fortuna processando os antigos tutores. Logo se tornou um bem sucedido logógrafo, escritor profissional de discursos, e teve alguns dos mais ricos atenienses como clientes.
Começou a tratar de assuntos de interesse público a partir de -354. Seus discursos na Assembléia trataram, principalmente, da política externa ateninense, e notadamente da intromissão de Felipe II da Macedônia nos assuntos internos das cidades gregas.
Exerceu diversos cargos públicos: trierarca, buleuta, administrador dos fundos públicos, e muitos outros. Demóstenes participou da embaixada que negociou a paz de Filócrates (-346) e, entre -340 e -338, foi o mais proeminente político de Atenas. 

Conseguiu unir diversas cidades gregas contra os macedônios mas, após a vitória de Felipe II em Queronéia (-338), batalha em que lutou como soldado, voltou a se dedicar aos assuntos internos da cidade.
Em -336, a despeito da forte oposição de seus inimigos políticos, nomeadamente Ésquines, recebeu uma coroa, em reconhecimento pelos serviços prestados a Atenas. Anos depois, no entanto, foi acusado de corrupção e teve de se exilar (-324).
Logo após a morte de Alexandre III (-323), incitou uma revolta contra Antípatro, o regente macedônio (a guerra lamiana). Condenado à morte após a vitória da Macedônia (-322), fugiu para a ilha de Caláuria (perto de Trezena, na Argólida). Cercado pelos soldados que o perseguiam, preferiu suicidar-se.

.

.

.

.

...........

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

" CARTAS DO JORNAL 186"

MARIA CRISTINA FERREIRA - POLTEX - Polido Têxtil S/A
Gosto de ler dicas como as que são publicadas neste jornal. 

São como o bálsamo para os desesperados.

FERNANDO ANTONIO SARMENTO DE FIGUEIREDO
Prezados senhores,
Gostaria de parebenizar a todos da equipe SDR, pela alta qualidade dos artigos que recebemos toda semana em nossa casa.
Continuem sempre com a mesma qualidade e, todos nós ganharemos uma aula de qualidade e competência.
Abraços, 

Fernando A.S. de Figueiredo

SERGIO VALENTE
Até aqui somente conheço as dicas da semana do jornal, contudo achei interessante, por esse motivo estou cadastrando-me para maior interação. O jornal é uma idéia muito boa.

DILENE FELIX - TRANSPORTES TONIATO LTDA
Por mais que sabemos, ainda não aprendemos nada. 

Que bom poder contar com pessoas para somar nossos conhecimentos.

Luiz Alberto Caputo - MÓVEIS CASA VERDE LTDA
Sou Supervisor Comercial e tenho certeza que o jornal com as dicas da semana ajudará na motivação da minha equipe!

Neorides Mazutti - Todeschini
As matérias estão muito interessantes.
Abraços e boa semana.

MARIA BARBARA DE ALMEIDA STELLA - Sorel Indústria Óptica
ACHO MUITO BOM ESTE JORNAL 

RONALDO LUÍS BUSSRELLO 
Ao receber de um amigo a sugestão para leitura do seu portal, achei-o muito criativo e útil para o dia a dia.

REINALDO CANAL
Recebi um e-mail, enviado pelo filho, de seu jornal, achei de um conteúdo que muito ira ajudar na administração da empresa, por isso estou fazendo minha assinatura.
Atenciosamente, 

Reinaldo.

GUSTAVO - intelli - ind. de terminais elétricos ltda
Recebi de um amigo e quero ver um pouco mais sobre o JORNAL. OBRIGADO.

JUNIOR
O JORNAL SDR É UMA ESPÉCIE DE ESCOLA ONDE TODAS AS EDIÇÕES APRENDEMOS ALGO, PARABÉNS À EQUIPE

....

.

A VÍBORA E A RAPOSA

 
Arrastava a corrente de um rio, uma víbora enroscada em um emaranhado de espinhos.


Uma raposa que descansava, vendo-a passar por ali, exclamou: - Para tal classe de barco, tal timoneiro!

.

.

moral: - "Pessoas perversas sempre estão ligadas a situações perversas!" - esopo

...

.

 COM CARINHO DA EQUIPE DO SDR

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.... " IMITADORES DO MUNDO " ..

..

.

PROF. RICARDO JORDÃO

.

PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO

BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING.

..

..

.

"Nós precisamos assegurar que todos os Seres Humanos tenham os mesmos direitos e as mesmas oportunidades, não para ser iguais, mas para ser diferentes". Autor Desconhecido. 

.

Prezado Amigo (a), 

.

A tarefa mais difícil do mundo? PENSAR!    A tarefa mais fácil do mundo? SEGUIR OS OUTROS! 
.

Para qualquer lugar que você olhe você irá sempre encontrar pessoas e empresas que teimam em seguir os outros. Que teimam em perder tempo falando sobre o que os seus concorrentes estão fazendo ao invés de simplesmente se preocupar em ser ÚNICO e ORIGINAL

Porque seguir os outros? Até hoje não houve um único caso de seres humanos que nasceram iguais. As possibilidades de combinação de cromossomos é incrível, e a probabilidade de nascer duas pessoas iguais praticamente não existe. 

Então porque nós vivemos as nossas vidas desobedecendo essa lei da natureza que fez cada um de nós
ÚNICO?

  • Porque passar a vida se vestindo igual a todo mundo? 

  • Falando igual a todo mundo? 

  • Tendo as mesmas idéias e os mesmos cargos? 

  • Porque ler os mesmos livros? 

  • Fazer o que todos fazem? 

  • "Porque deixar de lado a coisa ÚNICA que você é para seguir o rebanho?" 

Você se lembra da história da Cinderela? A bela jovem que vivia aprisionada em sua casa porque ela tinha apenas a visão do mundo que as suas irmãs e madrasta contavam a ela? Mesmo quando a Fada Madrinha apareceu para realizar os seus desejos, Cinderela demorou para acreditar que tudo poderia ser diferente, afinal, as suas irmãs diziam que ela era feia, mal-cuidada, mal-educada... 

PORQUE seguir a visão-pequena-de-mercado que os seus concorrentes possuem quando você poderia ser ÚNICO? O mercado não é como os seus concorrentes dizem que é!!! ESQUEÇA ELES!!!! VÁ PARA O MERCADO! 

PARE de investir 80% do seu tempo falando sobre os seus concorrentes e o seu próprio umbigo e comece a investir 80% do seu tempo para pensar sobre os seus clientes. 

Se você for
ÚNICO, o seu concorrente não terá chance. 

O mundo está abarrotado de coisas iguais e mais do mesmo. Não seja mais um.
PENSE! 

É difícil, eu sei. Mas a sua desistência mostra apenas uma coisa, que a sua determinação para ser bem-sucedido não foi grande o suficiente. 

IMITADORES DO MUNDO, ACORDEM!!! PAREM de ser escravos dos seus concorrentes! PAREM de ser escravos da mediocridade! PAREM de gastar o seu tempo falando sobre o que os outros estão fazendo e comecem e pensar sobre O QUÊ você vai fazer para torná-los obsoletos. 
.

PENSE! Preste atenção às palavras que você usa. Seja ÚNICO. Seja ORIGINAL..

  • Se o seu concorrente fala Missão, fale Causa. 

  • Se o seu concorrente fala Mercado de atuação, fale Clientes que amamos.

  • Se o seu concorrente fala Funcionários e Colaboradores, fale Família e Irmãos.

  • Se o seu concorrente fala Valores, fale No que acreditamos.

  • Se o seu concorrente fala em Soluções, fale em Respostas.

  • Se o seu concorrente fala Satisfação, fale Sucesso.

  • Se o seu cartão de visita mostra Presidente, troque por Diretor de Crescimento.

  • Se o seu concorrente fala Visão , fale Evidência (afinal, você não está falando sobre algo que pode acontecer, mas sobre algo que vai acontecer, certo?). .

 

Todos nós temos o igual direito de ser diferente. Nada menos que isso interessa! 

"A sua vida e a sua empresa não foram feitas para você preencher as expectativas dos outros". 
.

Imitadores do Mundo... ACORDEM!!! Nada menos que isso interessa.  


QUEBRA TUDO!    Foi para isso que eu vim e vocês? 

.
.

.

PROF. RICARDO JORDÃO
.
PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO

BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING
..
http://www.bizrevolution.com.br    -     ricardom@bizrevolution.com.br  

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

JORNAL "DICAS DA SEMANA"  Nº187 DO WWW.SDR.COM.BR

.

 

"A melhor prática é sempre dizer a verdade, a não ser, é claro, 

que você seja excepcionalmente bom mentiroso."

 Jerome K. Jerome

.

.

Criando Clientes fiéis 

.

.PROF. Marcio Miranda
..

Para desenvolver a fidelidade de seus clientes com seu negócio você não precisa necessariamente trabalhar mais pesado. O que você realmente precisa é trabalhar de forma “mais inteligente”.

.

Concentre-se nas coisas que você pode fazer para manter seus clientes felizes.

  • Faça mudanças antes que você tenha que ser obrigado a mudar. Pergunte a você mesmo quais melhorias você precisa fazer em seu negócio de maneira a oferecer aos seus clientes um bom serviço. Comece, então, as mudanças de modo racional;

  • Venda seu serviço com personalidade. É o profissional de vendas que desenvolve a verdadeira lealdade junto aos clientes. Para ter solidez em seu negócio você precisa criar um sistema. Pense a respeito do que pode gerar a fidelidade com determinado cliente antes mesmo que ele ligue ou visite você. Pense no modo como você pode manter o contato a fim de desenvolver um relacionamento duradouro visando muitas vendas futuras;

  • Seja diferente de seus concorrentes. Crie uma característica única que o diferencie dos demais. Se um cliente não é capaz de perceber a diferença entre você e seu concorrente, ele vai fazer sua escolha baseada no preço e não no valor de seu produto ou serviço;

  • Mantenha-se em contato periódico com seus clientes. Tenha certeza de que seu negócio está presente na mente de seu cliente na próxima vez que ele precise fazer uma compra. Peça que seus clientes enviem um feedback sobre seus serviços. Perceba o que eles gostariam que você mudasse. Tente organizar um seminário ou um encontro que demonstre sua preocupação com seus clientes. Você pode também enviar a seus clientes artigos que você julgue de interesse.

PROF. MÁRCIO MIRANDA

PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NEGOCIADORES

.

http://www.workshop.com.br  -  julia@workshop.com.br 

.

.

"Adversário quieto, inimigo dobrado."

.

..

A HISTÓRIA DO DOCE  DE LEITE

.

Na China e na Índia, a produção de açúcar de cana é muito antiga. Em "Sanscrito" se denominava "sakura", nome que os Árabes  pronunciavam súkar. Os Gregos chamaram de sàcarón, termo que derivou nos nomes que hoje conhecemos: - açúcar, sucre, sugar. 

.
Na idade média, os Egípcios já dispunham de uma autêntica indústria açucareira. Mas ganhou projeção com o ingresso das plantas no novo mundo, que Colombo trouxe das Ilhas Canárias, onde se adaptaram perfeitamente e ganharam força no plantio e na produção.

.

Entre os hebreus, a fortuna de uma pessoa era calculada pelos litros de leite que produzia com seus rebanhos. Em Caldea dois mil anos antes de Cristo, um dos principais templos foi oferecido a deusa  Egípcia do céu e da alegria Hathor, que era representada com corpo de mulher e cabeça de vaca e onde é considerado um animal sagrado e justamente onde tem o maior rebanho do mundo.

.

E a humanidade teve que aprender a conservar o leite, para que durasse mais tempo e para variar seu consumo. Contam as lendas que os leites fermentados foram revelados pelos anjos a Abraham. Assim podemos citar os iogurtes, que nada mais eram na época, que leite fermentado, transportada em sacos de couro e que por se manter junto ao corpo dos cavalos pelos mongóis, tinham aí um ótimo meio de se transformar, com temperatura e ambiente adequado.

.
E porque não citar o famoso tratado histórico de Canhuelas na Argentina, em 17 de julho 1829. Narram que nessas épocas houve um encontro entre o Gral. Lavalle e Juan Manuel de Rosas, que tinham assinado o "Tratado de Canhuelas" em 24 de junho desse mesmo ano e que estavam se reunindo novamente para dar acabamento ao acordo e termo final as pendengas e hostilidades, para assim poder chamar eleições a junta de representantes.

.

Quando o general Lavalle chegou no acampamento de Rosas, cansado da cavalgada aproveitou para descansar no catre do irmão de criação, já que os dois tinham sido amamentados pela mesma Nodriza (mãe de peito). Como Rosas demorava, a descansadinha passou para um baita ronco profundo. Naquelas tendas de campanha, a cozinha e os catres do pessoal mais importantes, ficavam juntos. Por isso quando Rosas chegou, mandou a cozinheira sair para deixar descansar o Lavalle.

A mulher que cuidava da cozinha de campanha, se mandou a fazer outras tarefas. Mais a tarde, quando Lavalle acordou, Rosas mandou chamar a cozinheira para preparar um mate com leite e açúcar, bebida muito consumida pelos argentinos. Mas quando a cozinheira olhou para o fogão a lenha, lembrou que tinha deixado uma panela de ferro fervendo com leite e o açúcar e que este após horas, tinha se convertido numa pasta de cor marrom. 

.

De momento largou a panela de lado e começou a preparar o leite com açúcar pra servir uns mates aos generais, quando um soldado meio furmigão que estava no galpão, passou o dedo na pasta e fez comentários excelentes da pasta de leite doce que tinha se formado, por descuido da cozinheira e por Lavalle ter ficado descansando. Desse desastre culinário, que nasceu o doce de leite.
.

.

PESQUISA, DESIGNE E ADAPTAÇÃO DA LAMBUZADA EQUIPE DO SDR

.

.

O que foi duro de sofrer é doce de recordar

.
Provérbio italiano

.

.

Os cabides com roupas sujas
.

Outro dia lotei o cabide do quarto com roupas sujas. Elas estavam lá, no limbo do processo de limpeza: nem para lavar ou usar. Eram daqueles problemas que ficam "pendurados" sem solução. De maneira geral, se vacilarmos, somos mestres em empurrar a poeira para debaixo do tapete.

.
Quando estamos na nossa vidinha digital, algumas coisas parecidas ocorrem. Costumo observar, por exemplo, os usuários que deixam lotar a caixa de entrada do correio eletrônico. Tudo fica ali, nada é transferido para outra pasta.


É uma forma de trabalhar, mas pode ter seus problemas. Cada mensagem exige uma ação:
.

  • Responder?

  • Repassar?

  • Deletar?

  • Guardar?

  • Agendar?

Ao deixarmos a caixa cheia, adiamos as decisões a serem tomadas, que estão embutidas a cada e-mail.
Existem até usuários que lêem e respondem tudo, mas preferem deixar as mensagens ali para não esquecerem daquele compromisso, como enviar determinado documento dali a dois dias.


O ideal, entretanto, é transformar as missivas - que exigem determinada ação - em tarefa - de preferência na agenda eletrônica. Uso a do Palm, outros preferem a do Outlook e uma amiga adorou a do Yahoo! na Web (serviço gratuito, que exige inscrição): br.calendar.yahoo.com.


Considero mais eficaz trabalhar sempre na agenda e resolver ali as pendências geradas. A caixa eletrônica inicial deve ficar limpa para as novidades e permitir a resposta imediata para as demandas.

 

O cabide de roupa e a pasta de entrada do correio não podem ficar entulhados, pois na hora em que precisarmos de uma camisa, ela estará suja e amarrotada.

 

SR. PROF. CARLOS NEPOMUCENO

.

DIRETOR DA PONTONET

.www.pontonet.com.br  -  pontonet@pontonet.com.br

.

.

NUNCA CONFIES NUMA MULHER, MESMO QUE SE AJOELHE.

.

BILL CLINTON

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

..

" SÓ SOBRESSAI QUEM É DIFERENTE "

..

..
SR. PROF. ANTÔNIO CARLOS TEIXEIRA DA SILVA

.

autor do livro " O Ataque às Idéias"

.
criador e realizador do Projeto PENSE DIFERENTE

.

A minha experiência profissional como executivo de empresa líderes (
Kolynos, J. Walter Thompson Propaganda, Bayer, Stanley Home, Avon) me dá segurança para alertar que se o profissional não desenvolver a criatividade, seu emprego está com os dias contados. Ou, na melhor das hipóteses, ele poderá agüentar ainda algum tempo, mas na pasta dos descartáveis. 

A criatividade não é um modismo; é um fenômeno histórico. A era da agricultura durou milênios, até que chegou a era industrial. Nas últimas décadas iniciou-se a era da informática e agora, queiram ou não, entramos na era da criatividade e da inovação.

A
informática não será substituída pela criatividade , será complementada. Sabe por quê? Porque tudo o que a informática disponibiliza - informações, estatísticas, avaliações, processos e muito mais - não tem utilidade se a criatividade não for utilizada para interpretar, ler nas entrelinhas aquilo que a informática produz. Então, a partir daí, solucionar problemas, identificar oportunidades, é uma questão de fazer uso dessa habilidade exclusiva do ser humano, cada vez mais valorizada.

Existe um paradigma de que apenas algumas áreas são movidas a criatividade: 

  • Marketing, 

  • Propaganda, 

  • Promoções, 

  • Desenvolvimento de novos produtos. 

As demais, principalmente as burocráticas e administrativas, nada teriam em comum com a criatividade. Puro preconceito. O burocrata, como todo e qualquer ser humano, é criativo. Só que ele não está acostumado a usar a criatividade. Ele faz trabalhos mecânicos e iguais. Mas a natureza de seu trabalho não o impede de ter idéias, de pensar diferente para simplificar métodos e procedimentos, melhorando sistemas, agilizando fluxos, além de reduzir burocracia, papelada e custos.

Para ilustrar a mudança nas relações de trabalho, existe um ótimo exemplo de um propagandista de laboratório farmacêutico. Ele recebeu excelente treinamento sobre os medicamentos, técnicas de abordagem ao médico, exposição do medicamento, assim como milhares de outros profissionais dessa área. 

 

A grande diferença entre esse profissional e seus colegas é que ele foi criativo e resolveu apostar nos horários enxutos dos médicos, levando uma cesta de frutas durante suas visitas. O resultado foi extremamente positivo; os médicos adoraram a idéia, já que enquanto faziam um "lanchinho" assistiam à apresentação dos produtos farmacêuticos. O propagandista sozinho, com muito mais tempo, desenvolveu uma relação ainda mais cordial com os médicos.

Ele soube usar sua criatividade, foi observador e identificou a oportunidade. Pensou diferente e solucionou um problema. Diferenciou-se e melhorou o resultado de seu trabalho. Por isso, habitue-se a perguntar: 

  • De que maneira eu posso fazer isto melhor, 

  • Mais rápido, 

  • Mais prático, 

  • Mais eficiente? 

  • De que maneira posso melhorar meu desempenho profissional? 

Através do comportamento criativo. 

.

É isso que as empresas estão esperando de todos os seus funcionários. Desde o mais humilde até o presidente. Exemplos concretos já existem em grandes corporações como 3M, The Innovation Company, Procter & Gamble, que possuem Departamentos de Criatividade. 

.

Além disso, muitas outras corporações lançaram projetos de Criatividade & Inovação, a serem aplicados em todas as suas subsidiárias, para todos os funcionários. No Brasil, esses programas estão proliferando rapidamente. 

.

Pense diferente para sobreviver e ter sucesso nesta nova era. 

.

Walt Disney disse: "Criatividade é como ginástica, quanto mais você faz mais forte fica".

.
.

SR. PROF. ANTÔNIO CARLOS TEIXEIRA DA SILVA

..

pensediferente@uol.com.br - www.pensediferente.com.br - Antonio Carlos Teixeira da Silva, autor do livro " O Ataque às Idéias" é o criador e realizador do Projeto PENSE DIFERENTE, cujo objetivo é estimular a Criatividade e a Inovação no comportamento das pessoas e das empresas. Ele encerrou sua carreira como executivo da Kolynos do Brasil para dedicar-se ao desenvolvimento de seu projeto por meio da realização de palestras e consultorias em grandes empresas.

.

Formado em Direito com Pós- Graduação em Marketing, Antonio Carlos dedica-se ao estudo da Criatividade desde 1974, quando participou pela primeira vez do Curso de Criatividade da Creative Education Foundation, na Buffalo State University, NY, USA. Em 1998, após retornar diversas vezes a Buffalo para reciclagem e atualização, graduou-se facilitador em Criatividade e Inovação. 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

REFLEXÃO

.

" LEONARDO, O MULTIMÍDIA "

..
SR. PROF. EUGÊNIO MUSSAK

.

DIRETOR

SAPIENS - INTELIGÊNCIA ORGANIZACIONAL.

.

 

.
.

Atualmente, a pergunta que me fazem com mais freqüência é: 

.

que tipo de profissional o mercado está querendo? 

.

Então vejamos: relendo o trabalho da Unesco, o organismo da ONU que se dedica a estudar as características da educação, da ciência e da cultura no mundo, encontro as oito características do trabalhador para o século XXI, segundo uma comissão de especialistas. A lista completa encontra-se no final deste artigo. Agora quero comentar apenas as duas características que mais chamam minha atenção. 

.

A primeira que diz que o novo século tende a valorizar as pessoas com maior flexibilidade de conduta acima até da carga de especialização, e a segunda salienta que a importância da criatividade é maior do que a da informação.
..
Ou seja, o mundo deseja pessoas criativas e flexíveis, mais do que especialistas super informados. O diploma, seja da faculdade, da especialização, do mestrado, do MBA, continua sendo muito importante, mas não é mais a chave mestra que abre todas as portas. Atualmente são valorizadas as pessoas multimídia, com capacidade de agir de forma mais abrangente, possuidoras de qualidades humanas tão cuidadas quanto as qualidades acadêmicas e profissionais.

Você S.A. publicou, em maio de 2000 uma matéria que derivou de uma pesquisa sobre causas de perda de emprego leia a matéria . A conclusão apresentada foi surpreendente. Simplesmente em
87% dos casos as pessoas são demitidas por deficiências humanas e não por deficiências técnicas. Entre essas deficiências, encontramos coisas como dificuldade de comunicação, de aceitar ou exercer liderança, de administrar conflitos, de conviver com diferenças pessoais e também com a falta de flexibilidade para lidar com mudanças, internas ou externas à empresa, e com a carência de espírito criativo, responsável direto pelo desenvolvimento das organizações. 

Esse é o motivo pelo qual a seleção de candidatos a uma vaga baseia-se cada vez mais em métodos que avaliam a psicologia, como a dinâmica de grupo, do que em provas teóricas, capazes apenas de medir conhecimento. Conhecimento é importante, mas é apenas uma das partes que compõe a competência. Como vivemos em um mundo altamente competitivo, é claro que temos que desejar competência, em nós mesmos e naqueles que trabalham conosco ou para nós. Competência é o pressuposto da competitividade.

Há até uma fórmula matemática (que horror usar matemática para explicar comportamento humano...) para definir competência:
C = S x P x Q. Usando palavras, a competência é obtida pelo produto entre o saber, o poder e o querer. Ou ainda: conhecimento vezes habilidade vezes atitude. Se a pessoa quer fazer, sabe fazer, mas falta-lhe habilidades humanas para aplicar convenientemente seus conhecimentos, sua competência tende a zero. 

Curiosamente, percebo que na semana que estou escrevendo este artigo sobre flexibilidade, o mundo comemora o 550º aniversário do gênio mais multimídia que humanidade já conheceu: Leonardo. Ele nasceu em 1452, próximo à cidade de Vinci, na República de Florença. Como todos nós precisamos de modelos para seguir, aqui está um que merece atenção redobrada. Conhecido como pintor de raro talento, autor do mais célebre quadro já pintado, a Monalisa, Leonardo da Vinci foi muito mais. 

 

Suas invenções tecnológicas, das quais conhecemos alguns projetos, foram de uma incrível lógica e criatividade, encontrando paralelo com alguns equipamentos que estão em funcionamento hoje. Além de pintor foi escultor, arquiteto, músico, engenheiro, inventor, cientista. Chega? Em seus 67 anos de existência, desenvolveu projetos de engenharia como pontes elevadiças, dragas, fortalezas, canais. 

 

Na música inventou instrumentos de sopro, tambores, mecanismos de campanários. Equipamentos marítimos também foram interesses seus, pois desenhou o primeiro escafandro, o snorkel, a bóia salva vidas, a baliza sinalizadora. Legou equipamentos que chamava de “artes da guerra”, como o canhão e o tanque. Mas seu maior sonho era o de fazer o homem voar, por isso seus desenhos de asas a pedal, helicóptero e pára-quedas. 

É claro que ninguém precisa ser um Leonardo da Vinci para ter sucesso na carreira. É óbvio que a maioria de nós somos pessoas comuns que desejamos apenas ser produtivos e felizes. E é justamente por isso que temos que examinar permanentemente nossas qualidades para que nossa produtividade e nossa felicidade sejam possíveis, neste mundo competitivo e mutante em que vivemos.

E, para terminar, seguem as oito características do trabalhador do século XXI, de acordo com a turma da UNESCO:


1. Ser flexível e não especialista demais

2. Ter mais criatividade do que informação 

3. Estudar durante toda a vida 

4. Adquirir habilidades sociais e capacidade de expressão 

5. Assumir responsabilidades

6. Ser empreendedor

7. Entender as diferenças culturais

8. Adquirir intimidade com as novas tecnologias

.

.

SR. PROF. EUGÊNIO MUSSAK

EDUCADOR

..
Consultor de empresas na área de educação corporativa e desenvolvimento humano. Professor de biologia e fisiologia humana desde 1971. Docente da Universidade do Professor do Paraná. Professor colaborador do MBA de RH da Universidade de São Paulo–USP. Colunista do portal da revista Você S/A, da revista Vencer! e colaborador da revista Superinteressante. Considerado pela imprensa (revistas Veja e T&D) um dos palestrantes mais influentes da atualidade. Formado em Medicina pela UFPR, especialista pela Universidade da Califórnia (UCLA) e pelo Instituto Biosystem da Argentina, dedicou-se à Fisiologia , modalidade da medicina que aplicada ao esporte, estuda o desenvolvimento de competências críticas à prática de uma determinada atividade esportiva. Ao lado do Doutor Keneth Cooper, em Dallas (EUA), iniciou a migração desse conceito para atender às necessidades profissionais em empresas.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

.

. SEM DELEGAÇÃO, SÓ HÁ IRRITAÇÃO.

.

..

SR. PROF. JOÃO ALFREDO BISCAIA
.CONSULTOR 
.

Instituto MVC  M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo

.
OS FATOS
Muito provavelmente uma das maiores insatisfações existentes no campo das chamadas competências gerenciais está situada no processo de delegação. - São inúmeras as queixas que tenho constatado nos trabalhos que realizo em diferentes níveis hierárquicos das mais variadas organizações. As insatisfações são provenientes de profissionais com posições de Direção, até supervisores de primeiro nível, passando por gerências intermediárias. 

A inexistência de processos de delegação consistentes e voltados para a motivação, desenvolvimento e crescimento pessoal e profissional, parecem merecer uma atenção especial por parte das lideranças. Relaciono, abaixo, as lamúrias que tem dado mais "IBOPE", nas conversas que tenho tido com supervisores, gerentes e mesmo diretores de empresas.

  • "Meu chefe quer que eu faça todas as coisas exatamente iguais, da forma como ele faz. Isso me deixa muito chateado e irritado.. Afinal das contas, cada um tem o seu jeito de realizar o trabalho, desde que não haja prejuízo para os resultados finais".

  • "O meu chefe não delega absolutamente nada. Ele é um tremendo centralizador. Tudo depende dele. Por isso estou completamente desmotivado. O meu pavio está quase apagando. Ele está sempre está querendo saber de detalhes pouco relevantes nos trabalhos que realizo. Não desgruda do meu pé".

  • "O meu chefe sempre tem que incluir algum toque pessoal no meu trabalho. Outro dia, numa carta que redigi para um cliente, ele alterou "prezado" para "estimado" e "atenciosamente", para "cordialmente". 
    Não agüento mais!!!. Isto é completamente desestimulante. 
    Para justificar estes comportamentos, ele se auto-intitula de perfeccionista. Mas na realidade é um baita de um pentelho. Acha que só ele faz tudo certo e perfeito"

  • "Como é que eu posso aprender, se nunca tenha oportunidade de fazer? Me diga uma coisa: como alguém pode aprender a nadar sem entrar na água? Até hoje não tive conhecimento de um curso de natação por correspondência. Já consultei inclusive a INTERNET e não encontrei nada. Caso existisse, o professor por correspondência chegaria a um momento que teria que lhe dizer o seguinte: vá pra água".

..

Você já disse, ou ouviu, alguma coisa semelhante às descritas acima?
.

.

EXAME DE CONSCIÊNCIA.
Paralelamente a esses comentários, gostaria que o leitor pensasse a respeito da seguinte situação:
.
"Com base na sua vida real, imagine você sentado no seu "carro" no lugar conhecido como "carona". Pense que o motorista é a sua mulher/marido, filho, ou um amigo muito próximo, com quem você tem liberdade de expressar suas opiniões e sentimentos. 

.
Faça agora um exame de consciência sobre como você se comporta, tanto do ponto de vista de reações físicas como psicológicas, quando alguém está dirigindo o "seu" carro. - São dois os conjuntos de perguntas que apresento para você refletir:

Primeiro conjunto:

  • Você quer que o motorista dirija exatamente igual como você dirige?

  • Você acha que dirija melhor?

  • Você sente-se inseguro, tenso ou ansioso? 

  • Você sente uma enorme vontade, quase incontrolável, de "assumir a direção"?

  • Você dá seguidas "sugestões" e "alertas" ao motorista sobre como conduzir o veículo? Como é o seu timbre de voz?

  • Você chama à atenção do motorista para que ele tenha cuidado com o carro que vem trafegando em sentido contrário ao seu?

  • Você "freia", pressionando o pé direito no assoalho do carro, quando o sinal vermelho aparece repentinamente?

  • Você tem vontade de chegar logo no destino?

.
Segundo conjunto:

  • Você não está nem um pouco incomodado com a maneira como o motorista vem dirigindo o "seu" carro? (em velocidade dentro do limite permitido)

  • Você acredita na capacidade dele dirigir?

  • Você está relaxado, tranqüilo e sereno?

  • Você conversa normalmente sobre os mais variados assuntos?

  • Você realmente "esquece" que se encontra no "seu" carro?

  • Você não se incomoda nenhum pouco se ele tem alguns hábitos, que não sejam de risco, diferentes dos seus? (exemplos: não puxar o freio de mão quando está em ladeira; ficar com o pé na embreagem esperando o sinal abrir etc)

Caso as respostas positivas estejam situadas no primeiro conjunto de perguntas, provavelmente você é merecedor dos comentários feitos no início.

CAUSAS DA INDELEGAÇÃO.
São várias as causas das dificuldades que as lideranças têm para delegar. A maioria é conhecida por todos nós. Sem qualquer pretensão de ser original, mas apenas com o propósito de relembrar, descrevo aquelas causas que são mais freqüentes:

  • Medo de perder o controle da situação.

  • Achar que quando faço, faço melhor e mais rápido.

  • Dificuldades em aceitar que os outros façam ao seu modo.

  • Falta de confiança nas pessoas com quem trabalha.

  • Insegurança pessoal.

  • Obsessão em colocar sempre em toque final nos trabalho.

  • Confusão entre autonomia e independência.

.

NÃO IRRITE: DESENVOLVA PESSOAS DELEGANDO AUTORIDADE.
Tenho a convicção de que o processo de delegação de autoridade é o instrumento gerencial mais eficaz para fazer com que as pessoas se desenvolvam. Além do mais, é o mais barato e mais produtivo processo de treinamento que existe, pois acontece em cenário real e com isso o líder está executado uma de suas mais nobres funções: criar herdeiros do seu trono. Só assim, ele poderá ter condições de ser promovido, tirar férias tranqüilas, já que sabe que têm pessoas capazes e motivadas a ocuparem o seu atual cargo.

É oportuno lembrar que a própria palavra "
desenvolver" traz na sua origem um dos princípios da delegação: des (deixar) envolver.  Deixar de se envolver, é dar e oferecer oportunidades para que os outros façam, aprendam e cresçam.

Deixar de se envolver não significa abandonar, estar ausente. Significa estar presente, sem intromissão. Delegar é ficar disponível e dar total liberdade para que os colaboradores possam contar com a sua contribuição, caso necessitem. 
.

.
Delegar não é abdicar. 
Delegar consiste em identificar uma parte do seu trabalho que possa ser feito pelos seus colaboradores, para que você tenha condições de se dedicar a outras responsabilidades mais inovadoras e desafiantes. Delegar não é dar a autoridade para os colaboradores fazerem o que já faz parte das atribuições deles. Mas sim tarefas e atribuições que hoje lhe pertencem na posição de líder. 

Treinar, comunicar as outras pessoas envolvidas naquele trabalho que está sendo delegado e acompanhar é parte integrante do processo de delegação. 
Um dos fatores mais esquecidos do processo de delegação reside no fato de que a responsabilidade é algo indelegável. Os verdadeiros líderes sabem que, mesmo delegando, continuam responsáveis pelo êxito ou insucesso de seus liderados. 

Quanto mais alto no escalão hierárquico da empresa, maior é a responsabilidade. A responsabilidade sempre flui no sentido ascendente da organização. 

O que se deve delegar é "a autoridade" para que as pessoas possam decidir o que fazer, sem recorrer necessariamente a palavra final do supervisor. A "autoridade" deveria fluir no sentido descendente das organizações, para que as pessoas nos diversos níveis hierárquicos tivessem autonomia em poder fazer as coisas acontecerem. 

Autonomia não é independência, agir isoladamente, sem levar em conta as implicações de seus atos para as outras pessoas ou unidades da organização. Quando se delega, os líderes sabem que continuam com a responsabilidade, mas fazem com que os seus colaboradores se sintam tão responsáveis quanto ele na condução do trabalho, já que será cobrado por isto.

Finalmente, delegar significa conversar com os colaborares para identificar as seguintes questões: motivação, confiança, conhecimento do trabalho a ser delegado, habilidade para realizar o trabalho e experiência na execução de trabalhos semelhantes. Não se delega para as pessoas que não tenham as condições mínimas para executar. Isso é irresponsabilidade.

Uma indagação final:

  • O motorista que você imaginou dirigindo o seu carro tinha carteira de habilitação? 

  • Há quanto tempo? 

  • É experiente o suficiente? 

  • Foi responsável por algum acidente de trânsito? 

  • Ele gosta de dirigir? 

  • Demonstra confiança e segurança quando dirige? 

  • Já conversou a respeito disso com ele? Será que ele tem o mesmo comportamento quando dirige na sua ausência?

Se pelas respostas acima, a posição for favorável, recomendo que na próxima oportunidade relaxe e curta o passeio..

.

SR. PROF. JOÃO ALFREDO BISCAIA
..CONSULTOR 
..

Instituto MVC  M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo

....

Consultor do MVC - Instituto M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo nas Áreas de Motivação, Trabalho em Equipe, RH como Centro de Lucros, Técnicas de Apresentação, Comunicação, Gerência Empreendedora, Gestão de Pessoas Diferenciais Competitivos para Gerentes - Administrador pela EBAP - Fundação Getúlio Vargas. Ex-diretor da Concisa e Gerente de Treinamento da Shell Brasil S.A. Petróleo. Secretário executivo do IMI - International Management Institute. Professor do MBA - Executivo. 30 anos de experiência em Treinamento e Recursos Humanos. Autor de vários artigos publicados em revistas e jornais, tais como: Ser Humano, Estado de São Paulo, T&D, O Globo. Co-autor do livro Gerente Total – (6ª edição). (BASE CURITIBA)
.

Telefones: 11 3171-1645 / 3285-2438 - costacurta@institutomvc.com.br  (Luiz Augusto Costacurta / Angélica Stein (SP) - www.institutomvc.com.br 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

. PIADAS DO JORNAL "DICAS DA SEMANA" Nº187 DO WWW.SDR.COM.BR

..

..

..

..

PIADAS  DE  COR AZUL = LINDINHAS

PIADAS DE  COR  ROXA = PICANTES

PIADAS DE COR VERMELHO = PAHH

PIADAS DE COR VERDE = ENJÔO!

PIADAS DE COR PRETO = FEIA

.

Havia um senhor tão, mas tão pacífico que virou oceano.

.

.

O que o açúcar disse para o café? - Por ti me derreto, moreno!!!

.

 

Um cara bate na porta e sai um homem que lhe diz:
- Boa tarde, o que desejas?

O cara responde:

- Eu sou paraguaio e venho fazer amor com a sua esposa.

Ao que o homem lhe diz: - Para que?

- Paraguaio.

 

.

Doutor, Doutor, tenho um problema com meus peitos. 
- Com seus peitos senhora? 
- Sim, toque-os um pouco, vê como ficam duros?
- Sim vejo, sim.

- Acha que isso é grave?

- Grave não sei, mas contagioso uma barbaridade.

.

 

Um casal estava jantando com um amigo. Durante o jantar, o marido toda vez que se dirigia a sua esposa dizia coisas tão bonitas como: - "Amor meu, passa-me o pão" ou "minha vida passa-me a água".

Durante uns minutos a senhora teve que ausentar-se. Neste momento o amigo lhe diz: - Realmente estou impressionado da forma doce com que tratas a tua esposa.

E o homem lhe responde em segredo: - É que fazem anos que esqueci o nome dela.

.

.

O cara volta do trabalho e quando passa na cozinha, encontra a mulher de quatro limpando o chão. E ela estava vestida apenas com um avental, totalmente peladinha! 

A vista deste traseiro nu balançando o deixa excitado e ele não tem dúvida: - abaixa as calças no maior silêncio e sorrateiramente a possui sem aviso algum por longos minutos! Passado algum tempo - ele irrompe num orgasmo grandioso, mas sem se recuperar, parte para dar uma surra na mulher.
Ela está revoltada: - Mas o que foi? Ta maluco? Eu fico aqui pronta para satisfazer tuas fantasias, te deixo me estuprar, sem falar nada e você ainda quer me surrar? - Posso saber pelo menos porque estou apanhando? 
O marido a olha com ar zangado e responde: - Você nem se virou para ver quem era! 

.

 

- Manhe, quando vamos deixar de comer balas de coco?
- Quando para se supurar a ferida das costas da tua avo...

 

Estava uma fila de cegos esperando a abertura do instituto e passa o atendente da peixaderia e todos gritam ao uníssono...: - DEUSA!!

 

A criança estava com umas erupções na pele e sentindo-se feio pergunta: ¿Paie, tu me queres? 

E o pai lhe responde: bem filho, eu te aprecio.

 

.

Um casal estava para passar a sua noite de núpcias, quando o homem diz para a sua esposa: - Olha querida, sinto não ter dito antes, mas tenho uma perna de pau e tinha vergonha de te dizer isto antes.

- Não te preocupes,  minha vida e te adoro assim mesmo.

E vai ao banheiro e a tira. Depois de uns minutos diz: - Olha querida, sinto não ter dito antes mas tenho um olho de vidro e tinha vergonha em dizer-lo.

- Não te preocupes meu amor, eu te amo igual.

E tira o olho. Depois de um tempo diz novamente: - Olha querida, que...

Ela o interrompe: - Será que não tens nada natural?

- Sim um filho mas me dava vergonha dizer-lo!

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

" SUCESSO PROFISSIONAL "

.
DEPENDE DO ESTABELECIMENTO DE METAS

.

SR. PROF. YASUSHI ARITA

facilitador do Leader Training

.

Assim como não se pode edificar um prédio sem um pré-planejamento adequado, o sucesso profissional também depende desse documento

Para todos os acontecimentos importantes na vida de qualquer pessoa existe um documento escrito. O dia do seu nascimento foi muito importante e tem o registro para confirmar à chegada ao mundo. O casamento, outra data importante e inesquecível, está registrada. A data da compra do seu carro também foi importante e você tem documento. O seu imóvel tem uma escritura. O dia da sua admissão na empresa em que trabalha também foi uma data marcante e está no contrato de trabalho. 

 

Enfim, até para a morte existe o atestado de óbito que confirma a nossa partida deste mundo. Diante dessa constatação também seria muito natural que as pessoas respondessem sim quando a pergunta fosse: 

.

Você tem o seu planejamento de vida? 
.

Infelizmente entre 10 pessoas, apenas uma responde sim, mas ainda acrescenta que está tudo na cabeça. Conclusão: se estiver somente na cabeça ele não é um registro, não é um documento e não vai ajudá-lo a obter sucesso. Pouquíssimas pessoas elaboram o seu planejamento de metas com a devida clareza do que se pretende para o dia seguinte quanto mais para daqui a 1, 5 ou 10 anos. 

 

Ansiar pelo sucesso, sem antes estabelecer uma meta definida é o mesmo que procurar uma agulha num palheiro. Aliás, é pior que isso. É o mesmo que procurar a agulha sem mesmo saber como ela é e ao encontrá-la, não saber reconhecê-la.

Dificilmente uma pessoa admite a possibilidade de uma empresa não ter um planejamento para o seu desenvolvimento. Isso é correto e inadmissível. Para uma empresa é o mesmo que assinar a falência de todo um investimento e atestar a falta de tino profissional e empresarial de seus dirigentes, é a porta aberta para ser esmagado pelo concorrente. 

 

Na vida de qualquer pessoa, o planejamento de metas e objetivos tem o mesmo peso. Aliás, é ainda mais importante porque disso depende o sucesso em todos os âmbitos da vida. Quem não tem metas e objetivos não sabe onde quer chegar, está à deriva, está sem controlar o próprio leme da vida. 

Assim como as empresas, para alcançar o sucesso, a realização pessoal e profissional é preciso ter um planejamento de metas, registrado de forma clara, com datas, prazos, ações e especificações detalhadas para tudo o que se desejada alcançar. O sucesso é decorrência de um planejamento, um documento escrito, detalhado, palpável e possível de ser visualizado, idealizado e vislumbrado, o qual consiste em 7 etapas:

  • Definir o que se deseja realizar. 

  • Ter convicção do seu desejo. 

  • Traçar claramente o prazo que deseja alcançar a meta (isso significa determinar dia, mês e ano). Nesta etapa você definirá claramente a data para alcançar sua meta. Dentro do seu planejamento é indispensável você programar alguns planos para checar o grau de evolução. 

  • Escrever, com clareza e precisão, qual é a sua meta, quanto tempo levará para ser atingida, a data de início e o que você vai fazer para alcançá-la. O resultado que você obtiver será diretamente proporcional ao que você fizer. 

  • Ler em voz alta o que escreveu duas vezes por dia no mínimo (manhã e noite). Sempre que fizer a leitura das metas você deve ter o pensamento de que já concretizou. O seu subconsciente começará a trabalhar no sentido de concretizá-la. O ideal é ler 21 vezes por dia durante 21 dias para gravar no inconsciente e subconsciente. 

  • Despertar um desejo ardente. É necessário que a concretização de suas metas, sonhos, objetivos seja para você tão vital como o ar que você respira. Se você não respirar, morre. Portanto, esse mesmo desejo de viver é que temos que ter nesta etapa. 

  • Ação. Esta é a etapa mais importante. Consiste em partir para a ação imediatamente! Talvez você esteja pensando que agora não é o momento oportuno, que ainda não está preparado e que a executará, em breve, se tudo correr bem. É necessário que você saiba que o SUCESSO não é algo OPORTUNO e que mesmo as coisas inoportunas têm o seu devido valor. Portanto, comece hoje mesmo, pois se você não agir nada acontece. 

  • Imaginar diariamente as suas ações como se sua meta já estivesse sido alcançada. A imaginação é uma propriedade realizadora e fantástica que todos nós temos. 

Cada uma das etapas para a elaboração do planejamento de metas requer a devida atenção para que o resultado seja de conquistas e realizações. Basta empenho e coragem para expor o que você realmente deseja. As dificuldades na elaboração desse documento valem a atenção para serem superadas, pois é através desse valioso documento que se conquistará o sucesso em todos os âmbitos da vida.  
.

.

.

SR. PROF. YASUSHI ARITA
facilitador do Leader Training

 .

Yasushi Arita é facilitador do Leader Training, diretor da Arita Treinamento e Consultoria e autor do livro " Olhe o que você está fazendo com a sua vida !".Site: www.arita.com.br /E-mail: arita@arita.com.br - Graduado em Administração de Empresas e pós-graduado em Análise de Sistema, tem formação em Neuro-Lingüística, é autor do livro " Olhe o que você está fazendo com a sua vida" (Bella Publicações), é Trainer Training pela NLP University Califórnia – USA, Master Practitioner pela Sociedade Brasileira de PNL e Hipnose Ericksoniana pela NLP University California – USA. Além dos treinamentos motivacionais e de auto-desenvolvimento, ele atua como consultor empresarial, familiar e social.

.

Rua Maestro João Gomes de Araújo, 106 - Sala 103 - Jardim São Paulo - CEP: 02332-020 
Telefax: (0..11) 6950-2628 - E-mail: arita@arita.com.br - http://www.arita.com.br

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 .

FUTURO - TENDÊNCIAS   IDÉIAS - PENSAMENTOS

      

JORNAL DICAS DA SEMANA Nº187

.

.

CONSCIÊNCIA E AÇÃO
.

Recentemente, fazendo o follow-up do Planejamento Estratégico de um importante cliente, fiquei estarrecido (não existe outra palavra) com o grau de intensidade das mudanças nestes últimos três anos. 

.

Fazendo uma avaliação da dinâmica do Ambiente Estratégico Externo foi sendo formado um painel de modificações, digno de nota. 

.

Em apenas um triênio o dólar praticamente triplicou, a exuberância irracional da Nasdaq implodiu, a Argentina quebrou, o onze de setembro derrubou, a Andersen sumiu, o setor da aviação civil quebrou, monstros sagrados estão ameaçados, o Bush atacou, o poder aquisitivo despencou, o Lula ganhou, a concorrência destruiu. 

.

Enfim, a volatilidade e a profundidade da mudança são muito maiores, gigantescamente mais fortes, do que imaginava o mais agressivo profeta do futuro. Caos, no sentido físico do desordenamento, é a palavra de ordem do momento atual. 

.

Por isto tudo, tanta gente está paralisada, criando uma destruidora entropia. Não há dúvida: é necessário e indispensável criar uma sólida consciência sobre estes fatos. Mas, jamais, será lúcido "paranalisar", quero dizer, parar por causa da análise. Aí sim o mundo não terá solução. É nas crises que surgem as grandes oportunidades, e nelas, o Ser Humano tem a capacidade de mostrar seu verdadeiro potencial de superação.

.

SR. PROF. Marco Aurélio Ferreira Vianna

.

PRESIDENTE DO Instituto MVC 

.M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo

.

.

.

32º CONGRESSO MUNDIAL DE RH E FORMAÇÃO EM LISBOA - PORTUGAL
.

Lisboa estará recebendo de braços abertos Empresários e Profissionais de Recursos Humanos de todo o Mundo, entre 27 e 30 de maio próximos, para o 32o Congresso Mundial de Recursos Humanos e Formação, cujo tema será: Gerir conhecimento, Inteligência e pessoas – O desafio do Século XXI – Promovido pela APG e pela IFTDO. 

.

O evento contará com renomados profissionais de todo o Mundo e o Nosso País, e em particular o Instituto MVC, estarão representados pelo nosso presidente Marco Aurélio Vianna e pela consultora Denize Dutra, que enfatizando a importância da Integração entre Tecnologia e Pessoas, apresentarão palestras sobre os aspectos estratégicos e comportamentais do E-Learning, compartilhando nossas mais recentes experiências nesta área. 

.

 

.

.Telefones: 11 3171-1645 / 3285-2438 - costacurta@institutomvc.com.br  (Luiz Augusto Costacurta / Angélica Stein (SP) - www.institutomvc.com.br 

.

..

.

.

.

.
A história da marca de hoje, nos leva ao ano de 1901, 5 de dezembro. Nesse dia Walt Elias nasceu em Illinois, irmão mais velho dos 4 irmãos, Roy, Ray e Hubert. Devido a que seus Pais tinham poucos recursos, já de pequeno tinha que se virar trabalhando e entregava jornais. No colégio McKinley, interessava-se por fotografia e desenho; à noite, frequentava a Academy of Fine Arts.
.

Quando os EUA ingressaram na 1ª Guerra Mundial, quis entrar na Cruz Vermelha que lhe enviou a França, para conduzir ambulâncias. No fim da guerra, sua ambulância estava toda cheia de desenhos feitos por ele. Ao seu regresso da França, trabalhou em publicidade e mais tarde é contratado por Pesmen-Rubin Comercial Art Studio, para desenhar anúncios e desenhos de logotipos. Aí conhece e faz contato com Ub Iwerks um desenhista que estaria com ele por muito tempo, realizando o que seria num futuro a Walt Disney.
.
Seu primeiro contato com o mundo do celulóide, foi através de sua admissão no Kansas City Film Ad Service, onde sua principal labor era a criação de desenhos animados. Para o ano de 1.922 Walt Disney tinha 40 dólares e junto com seu irmão Roy e Ub Iwerks, montam seu próprio estúdio de filmagem numa garagem do seu tio e graças a 500 dólares que tinham conseguido emprestados, nasce a Laugh-O-Gram Corporatión. 
.
Quase que o Mickey Mouse esteve a ponto de não existir, já que uma vez aberto o estudo, Walt Disney e Ub Iwerks em 1927, se preparavam para lançar "
Oswald, o coelho da sorte", que poderia ter roubado o estrelato do Mickey, se Walt e Ub não tivessem perdido os direitos sobre o coelho. Quando Walt se interou disto, estava em Nova York e pegou um trem rumo à Los Ángeles para mudar o lançamento. 
.
Enquanto isso, Ub Iwerks realiza vários esboços até chegar a criar um dos personagens fictícios mais populares entre o público infantil, o Mickey, ou como era chamado no início: '
Mortimer Mouse". - Graças a esposa de Walt, que apostava por um nome mais chamativo, foi batizado como Mickey Mouse. O sorriso deste ratinho de grandes orelhas, toma corpo com o lápis de Iwerks e Mickey dá os seus primeiros passos no cinema mudo.
.
Este desenho cuja autoria foi atribuída à Disney, não só passou a ser o protagonista de séries e filmes, além de ser objeto de uma estudada operação de marketing, que se traduziu em vendas massivas de objetos com a imagem de Mickey Mouse, e que no transcorrer desse ano, foram nascendo personagens como: - O pato Donald, Minie e Daisy. Todos os criadores que participaram na elaboração destes desenhos animados tiveram que doar os seus direitos à Disney. - "Mickey Mouse" foi tão famoso que seu nome era o nome código das tropas de desembarque da Normandia, dos aliados em 06 de junho de 1944.
.
Com chegada do cinema falado, Disney empresta sua voz para que Mickey possa soltar a língua no filme Steamboat Willie. Depois, seguiu sua estrela, toda a família: Pluto, Donald, Goofy... - Um dos avanços aos quais Walt Disney se adiantou foi o uso da câmera multi-plano, colocando a sua empresa na Nro. 1ª do ranking mundial. Seu primeiro longa metragem foi " Branca de Neve e os Sete Anões" em 1.937, seguido por "Pinóquio", em 1.940, ganhador de dois oscars, "Fantasia", 1940, "Dumbo" (1.941)," Bambi" (1.941 o filme mais emblemático da casa).

Em 1940 o "império" Disney empregava mais de 1.000 pessoas em seus estúdios de Burbank, na California. Convertido no campeão sem rivais nas bilheterias dos desenhos animados, Walt Disney se lança por causa da Segunda Guerra Mundial, a realizar longametragens de aventuras como, "20 Mil Léguas Submarinas" ou a "Ilha do Tesouro" e na televisão. No total, em 43 anos de carreira, Walt Disney produziu mais de 600 filmes e desenhos animados e ganhou centenas de prêmios, entre eles 29 Oscars em um quarto de Século (um recorde absoluto).

Segundo documentos publicados em 1993 por Marc Eliot na biografía entitulada "Walt Disney, príncipe negro de Hollywood", o "Tío Walt" havia obtido o estatuto de agente especial denunciando ante as autoridades as presuntas atividades "comunistas" ou "subversivas" dentro dos estudios californianos. Seus informes foram transmitidos nos anos 50 à comissão de atividades anti-estadounidenses da Câmara de Representantes que engajava uma verdadeira "caça às bruxas" no mundo da arte e do espectáculo.
.
Em 1955 torna em realidade um idéia genial : Disneyland, un gigantesco parque de diversões costruído em Anaheim, Califórnia, mas Walt tinha em mente um projeto muito maior, o "Walt Disney World" e só foi em 15 de novembro que se deu a conhecer este mega projeto, e assim começou a construção do maior centro de férias do mundo, supervisionado pelo próprio Walt, o primeiro de uma série de parques que revolucionaram o mundo do turismo. 
.

Um segundo parque o Magic Kingdom de Orlando, abriu suas portas em 1971, depois dele seguiram outros na Europa e Japão. Disney morreu convertido em um "magnata do lazer" aos 65 anos, em 15 de dezembro de 1966, tarnsformou a sua empresa em um gigantesco mundo de comunicação, do espetáculo e da diversão. Sus palavras eram: - "Somente espero, que não esqueçam que tudo começou com um rato".
.
Desafortunadamente Walt não chegou a ver o seu sonho realizado, já que devido a uma grave doença pulmonar, morreu em 15 de dezembro de 1966, e quem ficou encarregado do projeto foi seu irmão Roy.O. Disney,que em 1 de Outubro de 1971 inaugurou Walt Disney World, com o tão Magic Kingdom e dois hoteis do tipo resort. Mas em 20 de dezembro deste mesmo ano, Roy morre, e quem foi o gênio financeiro e que ajudou Walt a levatr a cabo todos os seus sonhos...
.
Segundo consta o atestado de óbito, Walt Disney morreu de cancer pulmonar no Hospital St. Joseph de Burbank em Los Angeles (Califórnia),em15 de dezembro de 1966 às 9.30 A.M.,e seus restos mortais foram cremados e descansam desde então em uma urna colocada à 2 metros de profundidado no Forest Lawn Memorial Park de Glendale.
.
Se as evidências demonstram que Disney foi cremado, de onde surgiu o boato de seu congelamento? - Uma coincidência pode ser a resposta. Na tarde do mesmo dia em que Disney morreu, a Sociedade de Criogenia da Califórnia (Cryonics Society of California) deu a sua primeira roda de imprensa.
.
Ao parecer, o criador dos estúdios Disney, grande admirador das sociedades utópicas, havia mostrado certo interesse na prática da preservação de corpos em temperaturas abaixo de zero, que é o que se trata aa ciência criogênica ou cryonics. A coincidência de ambos episódios pode ter sido o estopim dos rumores, hoje é assumido por verdadeiro por muitas pessoas. Em efeito um mês depois do falecimento de Disney realizou-se a primeira suspensión criônica da história , e desde então foram efetuadas 79, segundo estatísticas de 1995.
.
É possível congelar um corpo para anos depois ser reanimado para que siga a vida? Os defensores da criogenia (vocábulo que parece vir da raíz grega kryos, que significa frio glacial) asseguran que sim. - "Eles defendem que a diferença entre um pessoa morta e uma viva está em estabelecer que as enfermidades terão cura no futuro. A ciência criogênica busca preservar os corpos e cérebros dos pacientes suficientemente intactos para que um dia para que os possam descongelar e lhes devolver a vida", disse Jaime Wolf na revista Spin (novembro de 1995).
.
A explicação é interessante, mas é difícil imaginar como se conseguiria reviver os pacientes. Em princípio, a lei estabelece que esta operação só pode ser realizada em pessoas que tem sido certificadas como mortas por médicos. Deve-se extrair todo o sangue do corpo e troca-la por uma solução anti-congelante de glicerol (Não use com sua sogra líquido de radiador). De imediato o corpo é submergido em uma cápsula cheia de silicone congelado com gelo seco. A empresa que realiza esta operação assume a armazenagem do corpo. O processo completo custa por volta $120.000 dólares, pelo qual dois terços dos que se tem submetido a criogenia optam para que só se preserve a cabeça. Estão convencidos que em um futuro a ciência lhes permitirá ter acesso a um corpo novo.

Segundo Michael Eisner, CEO da empresa, o sucesso da marca provém de uma estratégia centrada em "criatividade artística, financeira e administrativa". Ao lançamento de um filme cinematográfico, fruto de um excelente argumento e do máximo rigor técnico, sucede a aposta numa série de produtos inerentes: brinquedos, livros, revistas, discos, roupas, joalharia e perfumaria. Depois, o filme é relançado em vídeo e os seus personagens são motivo de atracção nos mega-parques. A rentabilidade das películas é garantida e maximizada através da diversificação do negócio, da distribuição própria e de alianças tácticas a outras marcas, como a Mattel, Coca-Cola e McDonald's - um aumento nas vendas destes gigantes pode promover os produtos da Disney.

Em 1998, o cash flow da Disney excedeu os 6 bilhões de dólares, sendo que 81% desse valor se destinou à criação de novos projetos. Mais "entretenimento de excelência", que promete continuar a fazer sonhar e sorrir a criança que há em cada um de nós…

v

.

PESQUISA, DESIGNE E ADAPTAÇÃO DA EQUIPE DO SDR

.

.

.

Choaching SIM.   Julgamentos NÃO.

.
O típico ambiente de trabalho onde o "Chefe é Deus" tende a colocar as pessoas em um estado de defensiva permanente, porque eles tem a impressão de viver em um constante clima de medo e julgamento. 

 

Um relacionamento de medo e julgamento faz os funcionários esconderem seus erros, defender o seu comportamento, se recusar a pedir por ajudar ou admitir fraqueza. Não é de se surpreender que um ambiente desse é caracterizado por moral baixa, falta de trabalho em equipe e muitas faltas. 

Por outro lado, o ambiente de trabalho onde o "Chefe é meu Choaching (Treinador)" cria uma atmosfera de confiança e suporte. Coaching é exatamente o oposto de julgar as pessoas. Um relacionamento de coaching ajuda as pessoas a trabalhar as suas dúvidas e descobrir por si só as soluções mais adequadas para os problemas do dia-a-dia. Um grande chefe Coaching é aquele que ajuda o funcionário a fazer melhor o seu trabalho. 

Não há dúvida que em ambientes de trabalho onde a Confiança entre as pessoas pode florescer, coisas mágicas começam a acontecer em pró dos funcionários, clientes e da organização. 
.

Então, o que você está esperando ? Pare de julgar as pessoas e comece a treiná-las. 
.

.

.Quando algumas palavras ajudam você a ser ouvido

.
Você está no meio de uma reunião ou encontro muito importante, deseja fazer um comentário mas parece que ninguém dá ouvidos a você. Bem, esse é o momento em que algumas palavras extras no início das frases podem ajudar. Por exemplo, "Uma outra forma de ver a situação é...", ou "O que eu tenho a acrescentar é...". Essas palavras de introdução dão as outras pessoas tempo suficiente para sintonizar os seus pensamentos em você. Quando você tiver a atenção devida, seja objetivo e direto. 
.

.

A arte da Conversa Rápida

.
É uma tortura para você iniciar uma conversa com alguém que você não conhece ? Então aqui vai algumas sugestões para ajudar você a se sentir confortável em tais situações: 

  • Faça um comentário sobre a principal notícia do dia nos jornais da sua região, ou sobre alguma notícia incomum, 

  • Dê os parabéns para a pessoa (pela promoção, casamento, nascimemto do filho etc), 

  • Compartilhe as boas notícias da sua região, eventos culturais, etc. 

  • Pergunte sobre suas próximas férias ou hobbies. 

  • Peça sugestões sobre novos restaurantes, filmes, teatros etc 

  • Pergunte sobre a sua família. 

Não é difícil. Comece pelas questões que você se sente confortável e vá subindo o nível de dificuldade.  
.

.

PROF. RICARDO JORDÃO MAGALHÃES
.
PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO

BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING
..
www.bizrevolution.com.br    -     ricardom@bizrevolution.com.br  

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

.

SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO, VENDAS E SERVIÇOS SDR

.

o sistema sdr já inclui NO PREÇO o uso em rede ilimitado sem custos extras E não tem taxa de manutenção mensal. a única taxa que o sistema sdr tem, é a anuidade de R$:120,00 para efeitos de suporte e atualização, com vencimento em março de cada ano (2007 bonificada).

.

 

.

.

caso deseje alterar ou cancelar sua assinatura, clique no link a seguir:

ALTERAR ASSINATURA

.

.

ÓTIMO TRABALHO E ATÉ A PRÓXIMA EDIÇÃO!

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Clique aqui para nós enviar um e-mail

.

INDIQUE SEU TEMA  ..-  ENVIE-NOS SUA OPINIÃO

.

Av. Caçapava 425 - sala 03 - Petrópolis -  Porto Alegre (RS) - BRASIL cep: 90460-130

 FONES: 51 -  3019 2817  -  FAX 51 3333 3553

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

Como página inicial  Adicionar a Favoritos

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2007 - SDR