Como página inicial

Sistema de Representação Comercial para Representantes Comerciais

Adicionar a Favoritos

.

JORNAL De REPRESENTAÇÃO comercial sdr - EDIÇÃO Nº 217 - 22.08.2003

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Funções do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Testes do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Solcite seu Orçamento

Manual do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Biblioteca dos Jonais de Representação Comercial SDR

Assinatura livre e gratuita do Jornal de Representação Comercial

Contrate os melhores e mais capacitados Representantes Comerciais

Contato com a Equipe do SDR Sistema de Representação

As melhores Dicas sobre softwares livres, Bibliotecas, Links...

FUNÇÕES

TESTE

ORÇAMENTO

MANUAL

JORNAIS

ASSINe

saiba

contato

dicas

.

.

.

.

. ÍNDICE DAS MATÉRIAS DO JORNAL .

.

..DICA DA SEMANA

..CARTAS DE AGRADECIMENTO

..ARTIGO O SR. PROF. ERALDO MEIRELLES - "VOCÊ FEZ UMA BOA NEGOCIAÇÃO HOJE"

..CURIOSIDADES, REPORTAGENS, FRASES E IDÉIAS

..ARTIGO DO PROF. JOSÉ TEOFILO NETO - "GLORIFICAÇÃO DO IMPROVISO"

..REFLEXÃO DA EQUIPE DO SDR - "O REI MIDAS"

..ARTIGO DO PROF. RICARDO JORDÃO - "UMA VEZ CLIENTE, PARA SEMPRE AMIGO"

..PIADAS DA EQUIPE DO SDR

..ARTIGO DO PROF. MAURÍCIO GOIS - "AS 50 GRANDES MUDANÇAS DE UM MUNDO GLOBALIZADO"

..FUTURO, HISTÓRIA DAS MARCAS, REPORTAGENS E TENDÊNCIAS.

..

...

.

.

.

.

.

HOT LINE Indústria e Comercio Ltda

OS MELHORES PRODUTOS DO MERCADO EM TINTAS PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA

.

"Sinônimo de confiabilidade, atendimento, padronização, qualidade, durabilidade, 

estabilidade, assistência técnica e preços competitivos." 
..

A HOT LINE é uma empresa moderna, acostumada a enfrentar o desafio de aliar preço,qualidade e tecnologia em toda a linha de produtos. Este trabalho é fruto de muita pesquisa, experiência e determinação de uma equipe que trabalha coesa, atenta às sucessivas necessidades de seus clientes.

.
A matéria prima é a semente que vai gerar um leque de produtos de alta confiabilidade, por isso, a
HOT LINE efetua testes de qualidade em todos os lotes de matéria prima antes de iniciar seu processo produtivo.

....

.
Selecionamos Representantes

PARA TODOS OS ESTADOS DO BRASIL

.


..

..

.

.

.

.

.

.

" UM MATUTO "
.

PROF. GRETZ

.

.

Um padre viajava pelo interior em companhia de um estudante, e os dois contrataram um matuto para seguir com eles por alguns lugarejos, carregando a bagagem.

.
Em visita a uma casa na roça, o padre e seus companheiros de viagem ganharam de presente um queijo de cabra. Mas o queijo era muito pequeno para ser dividido. Então o padre decidiu que, na manhã seguinte, o queijo seria daquele que tivesse o sonho mais bonito durante a noite.

.

É claro que o padre, com sua prática de oratória, achou que ganharia com facilidade. E também o estudante confiava em ganhar, pois tinha talento para lidar com as palavras. - Os três foram dormir. Mas o matuto acordou à noite com a barriga roncando e sentindo uma vontade irresistível de comer o queijo.

.
De manhã, os três se reuniram antes do café para que cada um contasse o seu sonho. O padre contou um sonho maravilhoso: tinha visto uma escada de ouro que subia até o céu, e estava subindo os degraus, já vendo anjinhos nas nuvens, quando acordou.

.

O estudante aproveitou a deixa e foi além: contou ter sonhado que se viu no céu, rodeado de anjos e extasiado por uma música divina, enquanto via, lá de cima, o padre subir. - O matuto resolveu seguir na mesma história e falou: - Pois é, eu sonhei que estava olhando seu padre subir a escada e que o dotorzinho já estava lá em cima, rodeado de anjinhos.

.

Aí comecei a gritar bem alto para vosmecês escutarem: "Seu padre, seu moço, o queijo! Vosmecês esqueceram o queijo!" Então, ouvi vosmecês respondendo: "Pode comer o queijo, matuto. Não vê que nós estamos no céu e não precisamos mais desse queijo?"

.

Com um sorriso maroto, o matuto concluiu: - Foi um sonho tão vivo que parecia verdade mesmo, então me levantei sem fazer barulho pra não atrapalhar o sonho bonito de vosmecês, e comi o queijo...

.
Sonhar é essencial. A pessoa que cultiva um sonho de vida tem mais condições de realizar suas aspirações. Mas, além das palavras, é necessário agir.

.

.

.

 

PROF. GRETZ

.

Viabilização de Talentos Humanos
Rua Rui Barbosa 670 sala 701 - 88025-301 Florianópolis - SC
Tel.: 048-228-0668 / 048-228-0808 Fax: 048-228-6207
talento@gretz.com.br         
http://www.gretz.com.br

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

 

" CARTAS DO JORNAL 216 "

ADRIANA SANTOS CAMPOS
SOU PSICÓLOGA E ATUO NA ÁREA DE RH, MEU TRABALHO CONSISTE, ALÉM DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO, ATIVIDADES DE TREINAMENTO, BUSCO SEMPRE ME ATUALIZAR E SEU SITE ME TROUXE INÚMERAS NOVIDADES E POSSIBILIDADES DE DESENVOLVER REUNIÕES COM MAIOR EFICÁCIA.
SE POSSÍVEL GOSTARIA DE RECEBER E-MAILS COM ATUALIZAÇÕES,
ABRAÇOS!

MIRA SANTOS DE JESUS
OLÁ! MAIS UMA VEZ VENHO PARABENIZA-LOS POR ESTE JORNAL, E VENHO PEDIR INFORMAÇÕES NA ÁREA DE SUPRIMENTOS COMPRAS, SINTO NECESSIDADE DE APRENDER E SABER MAIS SOBRE ESTA ÁREA, POIS TRABALHO NELA, E GOSTO MUITO. PODE ME INDICAR LIVROS E ETC.,

CELSO PACHECO DE SANTANA - THE OFFICE LTDA.
GOSTARIA DE RECEBER OS JORNAIS PARA APLICAR AS IDÉIAS EM MINHA EMPRESA DE REPRESENTAÇÃO.

ROGERIO LUIZ OLIVO - EMPRESA OLIVO METAL LTDA.
GOSTARIA DE RECEBER GRATUITAMENTE AS DICAS DESTE REFERIDO JORNAL VIA E-MAIL.

NEWTON MENDES DE CARVALHO
QUERO RECEBER O JORNAL. ESPERO QUE CORRESPONDA A MINHA EXPECTATIVA.

STELA MARIA LEMOS BORGES  -  DISK EPI'S - EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL LTDA.
QUERO RECEBER ASSUNTOS DE TODAS AS ÁREAS.

JOSE ROBERTO DE ALMEIDA - TCHESEAL VEDAÇÕES TÉCNICAS LTDA
FIQUEI SABENDO DE VOSSOS SERVIÇOS ATRAVÉS DE UMA AMIGA UNIVERSITÁRIA E ACHEI EXCELENTE ESTA INICIATIVA E GOSTARIA TAMBÉM DE PARTICIPAR, SOU ACADÊMICO NA ÁREA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS/FINANÇAS E TAMBÉM TRABALHO NO RAMO.

ROSA 
ADOREI A PRIMEIRA VISTA.

MARISTELA LOPES DE OLIVEIRA
DESEJO RECEBER O JORNAL PARA ESTAR ATUALIZADA SOBRE O COMÉRCIO EXTERIOR E O MERCADO GLOBAL.

RICARDO C. MAGISTRALI
GOSTARÍAMOS DE RECEBER O JORNAL ACIMA PARA CONHECE-LO MELHOR. 

GRATOS

GISLANE
GOSTARIA DE CONHECER UM POUCO MAIS O SEU JORNAL.

CLAUDIO CARVALHO
GOSTARIA DE RECEBER ESSAS IMPORTANTE MÍDIA.

ELIANE VIEIRA - MAPPEL EMBALAGENS LTDA.
SE POSSÍVEL, GOSTARÍAMOS DE TER ACESSO A INFORMAÇÕES COMO PESQUISAS, DADOS DE MERCADO, MARKETING E ASSUNTOS CORRELACIONADOS AO SEGMENTO DE COSMÉTICOS.

ANDRE MANSUR GOETSCHI
GOSTARIA DE RECEBER ALGUMAS MATÉRIAS SOBRE A ÁREA DE VENDAS.      

AUGUSTO GOZDEKI

GOSTARIA DE RECEBER O JORNAL SDR.

VAMBERTO XAVIER - CINAP COM. E IND. DE ARTEFATOS DE PAPEL LTDA.

GOSTARIA DE RECEBER O JORNAL NO FORMATO HTM COMPLETO..

Sanderson Corsino - Comércio de Ovos e Cereais gemar Ltda.

Gostaria de receber o jornal aberto que é a maneira que mais me convém.

..

 SEJAM TODOS BEM VINDOS

.

Uma criança deu para a sua professora um presente de aniversário. Era um lindo caracol.  - "Onde o encontras-te", perguntou a professora.

..

A criança disse que estes caracóis são encontrados em uma certa praia distante. 

.

A professora se comoveu profundamente porque sabia que o menino havia caminhado muitos 

quilômetros para buscar o caracol. - "Não devia ter ido tão longe só para buscar-me um presente", comentou.

.

A criança sorriu e respondeu; "A longa caminhada é parte do presente".

.

.

EQUIPE DO SDR

.

.

.

.

.

..

.

.

.

.

.

.

  

.

"VOCÊ FEZ UMA BOA NEGOCIAÇÃO HOJE?"  
.

.
Sr. Prof. ERALDO MEIRELLES

.

CONSULTOR 
.
Instituto MVC  M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo

.
.

.

VOCÊ ESTÁ PENSANDO EM E-LEARNING?    -    VISITE A BIBLIOTECA DO INSTITUTO MVC

.
 

.

.
Nossa experiência na prestação de serviços de consultoria e treinamento no campo da negociação tem mostrado a necessidade de um instrumento que possa ajudar os negociadores na avaliação da eficiência e eficácia de suas transações. Não importa muito qual o tipo de negociação (produtos, serviços, idéias) ou a área em que ela ocorre (compras, vendas, governo, etc.), o essencial é fazê-la passar pelo crivo de um roteiro de avaliação. 

É verdade que o resultado da negociação é muito importante, mas se vamos voltar a negociar com a mesma pessoa, é crítico que passemos a considerar também o andamento do processo de negociação; certamente a próxima negociação poderá ser beneficiada ou prejudicada em função de como foi conduzida a anterior negociação. 
.
Para melhor utilização do roteiro, é importante que o leitor procure lembrar-se de fatos e situações que possam levá-lo ao diagnóstico da existência de algum problema/disfunção durante a negociação. Busque quantificar os eventuais problemas/disfunções e qualificar seus causadores. 

PROCESSOS DE NEGOCIAÇÃO 
A seguir, apresentamos alguns dos problemas que mais comumente aparecem durante uma negociação: 
Não observância de uma seqüência durante o processo de negociação (etapas); esta seqüência seria: 

  • Preparação (planejamento prévio)
    Abertura (quebra-gelo)

  • Exploração (identificação das necessidades/expectativas do outro)

  • Apresentação (enunciação de sua proposta e dos respectivos benefícios para o outro)

  • Clarificação (esclarecimento de dúvidas)

  • Ação Final (identificação de sinais de compra, proposta de prazo para fazer o negócio)

  • Controle/Avaliação (avaliação do previsto/realizado e planejamento da próxima negociação)

  • Identificação prévia de objetivos máximos e mínimos (margem de concessão); quanto menor a margem de negociação, maior radicalização tende a acontecer

Despreocupação com as características do comportamento do outro negociador; negociar tendo em vista apenas as próprias necessidades é favorecer o aparecimento de conflitos. É importante pensar no outro; no que ele gosta, não gosta, etc.

.

Inexistência de preocupação em baixar a tensão relativa a relacionamento no início da negociação (quebrar o gelo); no início de uma negociação é preciso quebrar a tensão causada por um contato novo; uma piada, um elogio, um comentário sobre determinado livro, são idéias que podem ajudar
.
Inexistência de busca de estabelecimento de pontos comuns entre os negociadores; não utilização de perguntas descritivas, destinadas a obter fatos e informações (no início do processo de negociação), predominando questões avaliativas (julgamentos, opiniões). Perguntas sobre fatos não provocam tomada de posição, tendem a aproximar a criar um clima positivo para a negociação
.

Inexistência de definição clara à outra parte das características, soluções e benefícios do que está sendo proposto; é importante mencionar quais sejam as soluções e benefícios, considerando principalmente o ponto de vista do outro
.

Inexistência de perguntas destinadas à clarificação de dúvidas reais e potenciais, eliminação de resistência incubadas; se a outra parte sente nossa preocupação com suas dúvidas, mesmo que potenciais, isto aumenta a confiança entre os negociadores
.

Não aceitação dos sentimentos alheios, feelings; por mais ilógico que pareça o ponto de vista do outro, procure transmitir a ele não sua discordância, mas a possibilidade de convivência entre os dois enfoques
.

Não aceitação da lógica do outro negociador (fatos, dados concretos); se a idéia lhe parece lógica, lembre-se de que o outro é diferente de você, pensa diferente de você, procure não acirrar essas diferenças
.

Inexistência de flexibilidade durante o processo de negociação; idéias diferentes das suas não são necessariamente ruins; lembre-se de que toda mudança pode ser vista como uma ameaça ou como uma oportunidade

Problemas de confiança causados ao outro negociador pelo seu comportamento quanto a:

  • Falta de Credibilidade (não cumprir o que promete)

  • Falta de Coerência (não dizer o que pensa, querer sempre agradar)

  • Falta de Receptividade (não conviver com diferenças individuais)

  • Falta de Clareza (não compartilhar informações relevantes) 

Encurralamento e/ou pressão demasiada sobre o outro negociador; pessoas pressionadas tendem a radicalizar, dar o troco, etc. Procure deixar sempre uma saída honrosa para a outra parte. 
.

Dificuldade em ouvir a outra parte, sem interrupções; saber ouvir é uma das grandes ferramentas do bom negociador, pois concorre para a criação de um clima de cooperação na negociação
.
Despreocupação quanto à criação de um clima positivo e, em decorrência, predominância de um clima defensivo no processo de negociação; evitar agressões, pressões, saber ouvir, acreditar no outro, trabalhar mais com fatos, dados concretos, do que com opiniões, contribuem para um clima positivo
.

Uso demasiado de linguagem e terminologia técnica para confundir a outra parte; as pessoas tendem a radicalizar, não cooperar, quando não compreendem algo ou se sentem inferiorizadas tecnicamente
.
Preocupação demasiada em ver e defender apenas o seu lado da questão, esquecendo que a outra parte também tem seus interesses: uma boa proposta sempre tem que apresentar vantagens para as duas partes; lembre-se, no entanto, que as vantagens não precisam ser necessariamente iguais na sua distribuição ou na mesma moeda (uma parte pode querer dinheiro, a outra status, reconhecimento, etc.)
.

Inexistência de alternativas para um único problema, com fixação em apenas uma linha de ação; para negociar é preciso haver opção, sem isso não há negociação
.
Inexistência de caracterização daqueles objetivos realmente essenciais para o outro negociador; muitas vezes uma idéia/produto não é comprada porque não se conseguiu mostrar à outra parte quais as efetivas vantagens para essa outra parte
.

Concentração apenas nas fraquezas do outro negociador; é um dos maiores geradores de conflito e radicalização durante a negociação (lembre-se de quando você pretende vender seu carro e o outro apenas enfatiza os pontos fracos do veículo, o que acontece?)
.
Estes são alguns dos problemas/inadequações mais comuns ao processo de negociação. Ao planejar ou avaliar qualquer negociação procure usar o roteiro como uma lista de verificação relativamente ao que fazer ou não fazer. 

.

.
PRODUTOS: 
Embora não seja o intuito principal deste artigo, apresentarmos, a título de exemplificação alguns indicadores de resultado. O casamento de um bom processo com resultados acima da expectativa e o retrato de uma negociação:

  • Conquista de novos clientes. 

  • Mais produtos por cliente (produtividade cliente/produto). 

  • Mais negócios por contato. 

  • Reconquista de antigos clientes. 

  • Manutenção de clientes. 

  • Índice de rentabilidade por clientes. 

  • Capacidade de solução dos problemas do cliente. 

  • Pró-atividade em relação às necessidades do cliente. 

Ganhos em relação à concorrência: 

Exploração dos diferenciais competitivos durante as negociações 
Redução de custos na relação com fornecedores 
Redução de prazos na relação com fornecedores
 

É evidente que os indicadores de produtos/resultados são específicos de cada realidade, o leitor deve considerar os exemplos acima como mera ajuda no processo de quantificação de resultados, o que evidentemente só pode ser feito dentro de uma realidade específica. 
.
.

.

Sr. Prof. ERALDO MEIRELLES

.

CONSULTOR 
.
Instituto MVC  M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo.
..

Consultor do MVC - Instituto M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo em Negociação, Vendas e Liderança. Graduado em Filosofia e Letras pela UFRJ e em Comunicação pela UERJ. Desenvolvimento Gerencial - Louis Allen - Palo Alto, USA. Gerente de Treinamento na SESA e Banco União Comercial. Consultor na área de Treinamento na Monsanto, Citibank N A, Henkel, Bradesco, Sudameris, Banco Itaú, Mendes Junior, Shell Brasil S.A. 

.

Professor de Cursos de Pós-Graduação da UFRJ e ex-professor da IAG-PUC/RJ e CADEMP-FGV/RJ. Vasta experiência em Treinamento Experiencial ao Ar Livre e autor de vários artigos sobre os temas Negociação, Vendas e Processo Decisório publicados no Globo, Estado de São Paulo e Jornal do Brasil. Colaborador dos livros Negociação: Tecnologia e Comportamento (27ª edição) e Gerente Total - (6ª edição). (BASE RIO)

..

Contatos: 11 3171-1645 / 3285-2438 - costacurta@institutomvc.com.br  (Luiz Augusto Costacurta) (SP) ou 21-2518-2321 - mvcmt@uninet.com.br  (Maria Teresa) (RJ) - www.institutomvc.com.br

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

"DICAS E CURIOSIDADES" Nº217 DO WWW.SDR.COM.BR

.

.

..

.

"Todas as coisas deste mundo não valem um bom amigo"

.

François Marie Arouet (1694-1778) pseudônimo Voltaire, escritor e filósofo francês foi mais um defensor das liberdades civis do que um reformador político. Voltaire criticava as prisões arbitrárias, a tortura, a pena de morte e defendia a liberdade de expressão de pensamento. Era inimigo da Igreja Católica que chamava de "a infame" e defensor da religião natural, igual para todos os homens, sem doutrinas e os dogmas da religião cristã. Deísta, acreditava em Deus apenas como criador do universo, do qual é a causa e o princípio. Expulso de Paris, viveu na região da Lorraine, em Berlim e em Genebra, na Suíça. Em 1755, instalou-se em sua propriedade de Fernay, junto à fronteira da Suíça, onde morou até morrer, produzindo numerosos livros, peças teatrais, panfletos e cartas. Sua obra mais conhecida é "Candide", fabula filosófica sobre a natureza do bem e do mal.

...

.

Por que as coisas ficam tão complicadas ?

.

Você é dono de uma pequena empresa. Conforme a sua empresa cresce, você precisa de ajuda - então você contrata funcionários. Com o passar do tempo, você não consegue supervisionar a todos..., então você cria as funções de supervisão e gerente. 
.
A partir daí, uma incrível quantidade de eventos cria uma incrível complexidade de processos. De forma a coordenar os acontecimentos, procedimentos crescem em uma incrível velocidade. O que era um simples procedimento passa a requerer 3 pessoas e 2 formulários. Quando você perdeu o controle das coisas ? 
.
A avaliação de processos de uma empresa é um importante passo que geralmente é deixado de lado quando a situação é de rápido crescimento. Procedimentos são criados para preencher vácuos, que após um determinado período de tempo ficam desatualizados ou simplesmente perdem sua efetividade. 
.
Seja agressivo com relação a revisão de processos. Altere ou elimine processos sempre que necessário. Os seus clientes agradecem.

.

.

"Toda pessoa alimenta UM SONHO SECRETO, QUE NÃO É A BONDADE NEM O AMOR, A NÃO SER UM DESENFREADO DESEJO DE PRAZER E EGOÍSMO."

.
Gabriele D'Annunzio -  1863-1938

 Poeta, novelista, dramaturgo, periodista, hErÓI militar E líder político italiano, O autor mAIs destacado na Itália de suA época

.

.

No mar morto nada afunda

.

De tanto sal que existe em sua água. Esse mar fica entre dois países do oriente, Israel e a Jordânia, e se chama Mar Morto. Na verdade, não é um mar: é um grande lago, onde deságua o rio Jordão. Ele está a 392 metros abaixo do nível do mar, e é o ponto mais baixo de toda a superfície do planeta. De tão grande, parece mesmo um mar: tem 85 quilômetros de comprimento e 17 quilômetros de largura. É tanto sal em suas águas que não tem peixe, alga ou camarão que consiga viver ali dentro. Por isso o nome de Mar Morto. 
.
Esse lago em que tudo bóia tem a água mais salgada do mundo: é seis vezes mais salgado que um mar normal! É preciso muito cuidado para não abrir os olhos embaixo d’água, pois o sal queima as partes mais delicadas do corpo. Tomar sol depois de sair do Mar Morto pode causar queimaduras na pele. A lama que existe no fundo faz muito bem para a pele e tem propriedades medicinais. As pessoas vão ao Mar Morto para fazer tratamento de beleza com lama!

.

.

"As casas voarão em 2000...  - Virá o tempo em que comunidades inteiras migrarão para o sul no inverno, ou mudarão para novas terras sempre que sentirem vontade de mudar de cenário."

.
Arthur C. Clarke, Vogue, 1966 

.

.

Sugestões com educação

.
Você tem dificuldade em discutir ou dar sugestões para as pessoas ? Tente iniciar as suas sugestões com a expressão "E se...". "E se..." é uma maneira segura de iniciar uma frase, dar uma idéia ou mesmo começar a explicar a sua posição sobre um determinado tema.

.

Uma sugestão iniciada com "E se..." pode ser rapidamente descartada pela outra pessoa sem machucar a relação entre vocês, e outras sugestões "E se..." podem ser sugeridas.

. 

.

"O MUNDO ESTÁ CHEIO DE BOAS INTENÇÕES E VAZIO DE PESSOAS QUE AS APLIQUEM."

.
Blaise Pascal 
Filósofo, matemático E físico francês; 1623-1662

.

.

Ser o Melhor ou ser o mais Conhecido ?

.
O que é mais importante para a sua empresa: - Investir pesado em Propaganda ou em oferecer Conteúdo ? Por Conteúdo entenda qualquer tipo de serviços e produtos exclusivos que irá levar os clientes - uma vez que eles necessitem desses serviços e produtos - até você.

.

Por Conteúdo entenda oferecer "Serviços ao Cliente" que o deixem extremamente satisfeitos e felizes. No futuro - e já estamos vivendo isso - o consumidor é que irá atrás da informação, produto e serviço que ele precisa, e não ao contrário. 

.

O cliente não mais irá escolher uma empresa por ela ser a mais conhecida, mas sim, em razão desta empresa oferecer o melhor Conteúdo. Invista em Conteúdo! Se a sua empresa oferecer o melhor conteúdo, o cliente irá encontrar você. 

.

.

"LEMBRAR QUE A NATUREZA NOS DEU DOIS OUVIDOS E SÓ UMA BOCA, 

pARA NOS ENSINAR QUE VALE MAIS OUVIR QUE FALAR.".

.
Zenón de Elea - 500-440 a. C. 
Filósofo E matemático grego, discípulo de Parmênides. Autor de "Sobre a natureza"; 

.

.

A convergência de Operações e Tecnologia

.
Não é mais possível isolar os investimentos na área de tecnologia da informação de uma empresa, da necessidade de execução de sua estratégia de negócios.

.

A convergência entre as áreas de operações e tecnologia é tão grande hoje em dia, que essas áreas começam a parecer apenas uma única dentro das empresas. Cada vez mais, investimentos em informática só fazem sentido se houver um impacto direto na melhoria dos processos e custos que a empresa possui ao fazer negócios com os seus clientes.

.

A histórica e vaga desculpa sobre "investimentos em informática trarão benefícios para a empresa" está sendo substituída pela necessidade de demonstrar como esses investimentos irão melhorar a produtividade e qualidade dos processos da empresa. A Informática foi feita para trabalhar para nós. E não vice-versa. 

.

.

"A clonagem de mamíferos é biologicamente impossível"

.
James Mc Grath e Davor Solter, biólogos, em artigo na Science, 1984

. 

.

Hora de escutar

.
Feedback - no mundo dos negócios - é quando o mundo nos diz como estamos nos saindo em nossas atividades profissionais. Às vezes nós recebemos essa informação de forma informal, através de nossos colegas; ou de maneira formal através de avaliações de projetos, relatórios financeiros, performance etc. 
.
A nossa natureza humana é sensível a feedbacks. Apesar de nos sentirmos culpados quando recebemos um feedback negativo, precisamos aprender a absorver essa informação como uma forma de aprimorarmos as pessoas que nós somos. 
.
Veja alguns dicas que você deve ter em mente quando estiver recebendo feedbacks, sejam eles negativos ou positivos: 

  • As pessoas que estão dando feedbacks geralmente se sentem embaraçadas ao fazê-lo. Tente demonstrar o quanto você agradece essas pessoas por sua coragem em falar com você, agradeça pelos seus comentários, diga: Obrigado! 

  • Quando estiver recebendo o feedback, você deve escutar e procurar prestar atenção aos seus ouvidos. Não é hora de se defender ou explicar suas ações. É hora de ficar calado.

  • Lembre-se, feedback é somente informação, composta das percepções de cada pessoa com base em suas crenças e experiências. 

Se entretanto, você ouvir a mesma percepção "errada" sobre você vindo de pessoas diferentes, é bom você parar para examinar essa "falsa" percepção.

.

 

"eNSINAMOS A PERDOAR: MAS SE ENSINAMOS TAMBÉM A NÃO OFENDER, SERIA MAIS EFICIENTE."

.
José Ingenieros. 
Filósofo E psicólogo argentino; 1877-1925.

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

" GLORIFICAÇÃO DO IMPROVISO "

.

TALENTO OU INCOMPETÊNCIA

.

SR. PROF. JOSÉ TEOFILO NETO
.
DIRETOR
COMUNICAÇÃO DIRETA CONSULTORIA.

.

.
"Só improvisa certo, quem já fez bem feito muitas vezes; o jeitinho brasileiro é na maioria das vezes pura ignorância de que há uma forma certa e melhor de fazer; pior ainda quando isto acontece diante de uma situação de rotina" - Claudio de Moura Castro, Veja - Edição 1795 
.

.
É incontestável o sucesso e avanço que as rotinas implantadas nas empresas quando da adoção da ISO 9000 no processo produtivo, na programação das máquinas. E só. Nas atividades onde o fator humano prepondera, vivemos um verdadeiro caos burocrático e improdutivo, agravado pelo improviso e o nosso venerado jeitinho. 
.
São flagrantes estas falhas, indicando que o jeitinho de hoje não funcionará amanhã e você se sentirá vítima desta falta de "
organização"; pior ainda quando o problema mau resolvido ficar muito maior do que era.
.
Infelizmente esta tem sido a nossa rotina de brasileiros à beira do desespero diante de tanta ineficiência e despreparo, ou qualquer outro nome que se dê.
.

.
Nas atividades de vendas isto assume proporções gigantescas, senão vejamos:
· 

.
Como está sua carteira de clientes inativos?
São comuns respostas como 30, 40, 50%. Agora questione-se: clientes ficam inativos ou seus procedimentos são inoperantes. Como deixar que um cliente deixe de comprar, atribuindo-lhe a culpa por isso? Somente 20% dos clientes vão embora por causa do preço e amizades comerciais. Quanto aos 80% restantes o que você tem a dizer?
· 

.
Como tem se comportado sua margem de lucro?
Do total de suas vendas, quantas são feitas com o preço mínimo? Ou então com o máximo de prazo para pagamento? Ou então as duas? Às vezes a equipe de vendas está se matando para manter o volume financeiro das transações mas colocando em risco o futuro de seus negócios.

A soma destes dois sintomas, aliados a uma postura de vendedores despreparados que os levam a agir conforme o exemplificado abaixo, deve merecer atenção redobrada:

  • Ligar para o cliente e burocraticamente e perguntar: tem cotação para mim hoje?, achando que está praticando vendas. É de matar!

  • Quando no meio da transação, diz: "acompanho a concorrência" é sinal que se comporta como um simples divulgador, mas jamais um vendedor. Depois vem a pressão de que o mercado só compra preço. Será?

  • E o tirador de pedidos, que não faz uma venda adicional de um produto complementar, de uma promoção?. Sua empresa corre o risco de ficar conhecida por um único produto...

.
A solução nem sempre é fácil, mas demanda competência e coragem acima de tudo: 

  • Analise seu "processo de vendas" (tal qual seu processo de produção) e identifique se pelo menos o "arroz com feijão" está sendo feito. Estabeleça e corrija critérios, rotinas, parâmetros e metas.

  • Afaste-se de pessoas que responderão: "sempre foi assim", "agora não é a melhor hora", 
    Identifique necessidades de treinamento e execute-as com profissionais competentes, lembrando-se das ações pós treinamento, pois o trabalho em sala precisa ser testado e aprimorado no dia a dia, o que somente será conseguido seguindo-se algum procedimento.

.
Finalizando lembre-se, se você fugir da tentação do jeitinho, não caia no conto do jogo de cintura, pois isto é para as meninas do tchan, do axé, do carnaval... 

.

.

.

Ao sucesso!

.


SR. PROF. JOSÉ TEOFILO NETO
.
DIRETOR
COMUNICAÇÃO DIRETA CONSULTORIA

.

José Teofilo Neto, é engenheiro eletricista formado pela FEI (72), com especialização em Telecom e Marketing; durante muitos anos atuou em companhias telefônicas como gerente de relacionamento para grandes empresas, responsabilizando-se pela consultoria técnico - comercial, sugerindo ações quanto ao dimensionamento de linhas e equipamentos e venda de serviços de telecom. Foi um dos iniciadores da atividade de tele-marketing de maneira profissional e estruturada. Palestrante em inúmeros seminários; articulista de diversas revistas, jornais e sites.

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

  REFLEXÃO

.

" O REI MIDAS "

.

.

Midas era um rei que tinha mais ouro que ninguém no mundo, mas nunca lhe parecia suficiente. Sempre queria ter mais. Passava horas contemplando o seu tesouro, e sempre o recontava várias vezes. Um dia apareceu um homem desconhecido, de roupas brancas reluzentes.

.

Midas se sobressaltou mas em seguida começou a lhe falar, e o rei lhe contou que nunca estava satisfeito com o que tinha, e sempre pensava em como obter mais ainda. "Quem me dera que tudo o que eu tocasse se transformaria em ouro", concluiu.

.

.

.

"Realmente quer isto Midas?"

"Claro que sim". "Então o seu desejo se realizará". Disse o gênio antes de desaparecer.

.

.

O dom lhe foi concedido, mas as coisas não saíram como o velho monarca havia sonhado. Tudo o que tocava virava ouro, inclusive a comida e a bebida que tentava levar à boca. Assustado tomou em seus braços a sua filha pequena, e no mesmo momento se transformou em uma estátua dourada. Seus criados fugiram para não terem a mesma sorte.

...

Vendo-se assim transformado no homem mais rico do mundo e ao mesmo tempo no mais infeliz e pobre, consumido pela fome e a sede, condenado a morrer amargamente, compreendeu sua burrice e começou a chorar.

..

"Estás feliz Rei Midas?" ouviu-se uma voz.

.

Ao se virar, viu novamente o gênio, e Midas respondeu: - "Sou o homem mais infeliz do mundo". 

"Mas tem o mais querias na vida", respondeu o gênio.

. 

"Sim mas tenho perdido o que na realidade tinha mais valor.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

 

...

.

... " UMA VEZ CLIENTE "

.

. " PARA SEMPRE AMIGO "

.

PROF. RICARDO JORDÃO

.PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO

BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING

....

.

.

http://www.bizrevolution.com.br         ricardom@bizrevolution.com.br.

.
.

“A obediência mantêm as regras. O amor sabe quando quebrá-las”. 

Autor desconhecido  
.

.

Prezado Amigo (a), 

Você tem um cliente que entra na sua empresa todos os meses e gasta R$ 500,00, - se você trabalhar por ele e sempre tratá-lo com atenção e inovação -, ele muito provavelmente irá permanecer na sua empresa por dois anos. O quanto vale esse cliente para você?
R$ 500,00 X 12 meses X 2 anos = R$ 12.000,00! Então porque tratá-lo como se ele valesse apenas R$ 500,00? 

90% de toda propaganda feita pelas empresas não é vista, não é lida, não é entendida ou é muito superficial para diferenciar uma empresa no mercado. Mas para esses casos, os profissionais de propaganda tem uma explicação: “Infelizmente não é possível mensurar todos os resultados”. Mesmo assim, a agência é premiada. 

50% de todas vendas feitas no mundo, não são feitas porque o vendedor vendeu, mas sim porque o cliente comprou. O cliente descobre a necessidade sozinho. O cliente estuda o produto ou serviço sozinho. O cliente decide sozinho qual produto comprar, onde comprar, e compra, sem a ajuda do vendedor. Mas para esses casos, os profissionais de vendas tem uma explicação: “Infelizmente eu não tive tempo para estar com os meus clientes”. Mesmo assim, o vendedor é premiado. 

É fácil se tornar um vendedor. É fácil se proclamar profissional de marketing. É fácil falar sobre marketing e vendas. O difícil é ter o
ENTUSIASMO SINCERO pelas pessoas para executá-lo. 

Nos últimos anos a indústria da tecnologia inventou vários softwares –
ERP, CRM, Business Intelligence, Database Warehouse etc – que prometem ajudar as empresas a conhecer e a se relacionar melhor com os seus clientes. Essa promessa, se entregue, talvez torne alguns vendedores e marketeiros ainda mais preguiçosos em suas profissões, afinal, não será mais preciso conhecer pessoas, visitar clientes e se entusiasmar por suas empresas e por suas idéias, certo? 

ERRADO!!! 

Não será preciso visitar as fábricas, os departamentos financeiros e os fornecedores da empresa, certo? 

ERRADO!!! 

Não será preciso conhecer o mercado e os seus verdadeiros indicadores financeiros (por exemplo: participação dentro do cliente, número de negócios que participamos, como estão os clientes dos nossos clientes). Todos os indicadores macro-econômicos estarão disponíveis na tela - ”Se os economistas fossem assim tão bons nos negócios, eles seriam milionários e não estariam dando conselhos àqueles que são” -, a um clique do mouse, certo? 

ERRADO!!! 

Quanto maior for o grau de digitalização da nossa sociedade, maior será a necessidade de um contato humano cada vez mais sofisticado. Não acredite que acontecerá o contrário. 

Peter Drucker uma vez disse: “O estado-da-arte em marketing é tornar a área de vendas obsoleta”. Quem precisa de vendedor para comprar Coca-Cola, Nike, Disney, Carrefour ou Pão de Açúcar? 

Eu não concordo. 

O Ser Humano, o Vendedor
ENTUSIASMADO com SINCERIDADE pelo sucesso dos seus clientes, JAMAIS ficará obsoleto. 
.
Obsoleto
JÁ ESTÃO, aqueles vendedores que negociam as melhores condições para os seus clientes, pensando apenas em suas metas e objetivos pessoais, sem pensar que o cliente tem um problema que precisa ser resolvido e ele tem a responsabilidade de ajudá-lo, mesmo que seja necessário não vender para fazer a coisa certa. 
.
Obsoleto
JÁ ESTÃO, aqueles profissionais de marketing que acreditam que basta produzir o melhor produto, contratar a agência mais criativosa, ser reconhecido como o “Profissional de Marketing do Ano", e definir as estratégias da empresa, sem pensar que talvez, a partir de agora, o seu cliente é o seu VERDADEIRO vendedor, e parte integrante da empresa. 

  • Quando você vê o seu cliente como R$ 500,00 ao invés de R$ 12.000,00, você o vê como um Código de Cliente em Estoque e não como um Amigo. 

  • Quando 90% da propaganda da sua empresa não é vista, é porque você não está se comunicando com o seu cliente como você se comunica com os seus amigos e familiares. 

  • Quando 50% de todas as suas vendas são feitas pelo seu cliente, e não pelo seu vendedor, você não está resolvendo problemas, você está causando problemas.

Na Palestina, existem dois mares. Um deles é vívido. O rio Jordão flui para dentro desse mar com as suas águas puras, límpidas e cristalinas. Peixes vivem nele. Árvores e plantas florescem perto dele. Crianças nadam dentro dele. As pessoas constroem as suas casas perto dele. Toda forma de vida é feliz porque está perto desse mar. O mesmo rio Jordão flui para o sul, para outro mar. Nesse segundo mar não existe peixe, não existe verde, não existe crianças brincando, não existe casas por perto. O ar por cima desse mar é parada, e nenhum homem ou animal bebe da sua água. 

O que torna diferente esses mares? Não o rio Jordão. Ele jorra a mesma água pura em ambos os mares. Não o solo e nem as condições climáticas. 

A diferença é que o Mar da Galiléia (o primeiro) recebe a água e não guarda para ele. Para cada gota de água que ele recebe, outra gota de água ele dá para outros rios. Dar e Receber flui da mesma maneira. O Mar da Galiléia vive. O outro mar, não dá nada. Ele é chamado de Mar Morto. 

Nesse Século
XXI, a única coisa que irá garantir o sucesso pessoal de todos aqueles que desejarem subir a rampa corporativa até os mais altos postos de direção, será justamente o ENTUSIASMO SINCERO de ajudar as pessoas. 
.

.
Uma vez Cliente, para sempre Amigo. 


.
.

Nada menos que isso interessa. quebra tudo.
.

.

PROF. RICARDO JORDÃO
.PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO

BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING

.

.

.

Ricardo Jordão Magalhães, 34 anos, executivo, palestrante e escritor formado em administração de marketing pela ESPM com extensão em marketing pela Kellogg University nos EUA, possui mais de 12 anos de experiência na indústria de tecnologia em empresas líderes de mercado como Brasoftware e Tech Data Brasil sempre a frente de projetos de marketing inovadores como o Catálogo Brasoftware e as Lojas Brasoftware, além de ser o autor do primeiro web site de comércio eletrônico do Brasil (web site da Brasoftware) em 1996. A frente do marketing da Tech Data é responsável por iniciativas pioneiras como o web site B2B da Tech Data lançado em 1997 - web site vencedor de mais de 15 prêmios nacionais e internacionais -, além de programas de relacionamento, motivação e CRM. Fundador do web site BizRevolution desde 2001 onde procura "Promover idéias que possam ajudar a transformar o país em que vivemos, e de todos aqueles que de alguma forma influenciam a vida de outras pessoas."

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

PIADAS DO JORNAL "DICAS DA SEMANA" Nº217

......

PIADA DE COR AZUL = LINDINHAS
PIADA DE COR ROXA = PICANTES
PIADA DE COR MARRO = POLÍTICA
PIADA DE COR VERMELHO = PAHH
PIADA DE COR VERDE = ENJÔO!
PIADA DE COR PRETO = FEIA

E para que serve a ovelha, anjinho?
Pra nos dar a lã, Professora...
E para que serve a galinha, meu amor?
Pra nos dar os ovos...
E para que serve a vaca, benzinho?
Pra nos passar o dever de casa...

O filho pede o carro emprestado ao pai, mas pra começar a utilizar o carro, o pai faz algumas exigências:  - Filho, vamos fazer o seguinte: você melhora suas notas na escola, estuda a Bíblia todos os dias e corta esse cabelo. E aí voltamos a conversar. 
Um mês depois, o rapaz volta a perguntar ao pai se pode usar o carro. 
Filho, eu estou realmente orgulhoso: - Você dobrou suas notas na escola e estudou bem a Bíblia. Mas não cortou o cabelo! E como fica o nosso trato? 
Papai, lendo a Bíblia, eu fiquei intrigado: - Sansão usava cabelos longos, Noé também...até Jesus tinha cabelos compridos; e todos eram boas pessoas! 
É verdade... e todos eles ANDAVAM A PÉ!

.

BOI_TATA
.

.
Maltratar os estagiários
é coisa que não se faz
Mesmo sendo seu amigo
disto nem eu sou capaz
Malvadeza com estagiário
NÃO NÃO!!
Isso só pode ser coisa
Do tal Diretor-papão
.
Peraí, vai devagar!
Cuido bem dos meus estagiárioszinhos
Estagiário maltratado
É coisa do Gerente-Malvado
.

.

.

Que calúnia!
Meus estagiários trato bem
É assim nunca se esqueça
Isso só pode ser coisa
Do Coordenador-sem-cabeça
.

.

.


Que mentira deslavada
Meus estagiárioszinhos
Sempre foram bem tratados
Ai de quem se intrometa
Quem assusta os estagiários
È o chefe da cara-preta.
.
Não admito que falem
Que eu maltrato os estagiárioszinhos
Eu sempre dei a eles
Muito amor e carinho
.

.

.

.

 


Não seja um monstro!
Por isso vamos cantar
O ESTAGIÁRIO é a melhor poupança
Encha-o de esperança!!!!!!

.

ENVIADA POR LESSARA

.

O Dr. Delegado que tinha fama de nunca deixar um caso sem solução pergunta: - Acharam alguma coisa?
Não.
Nem uma pista?
Não.
Nem um fio de cabelo?
Nenhum.
Ótimo! Vão lá e prendam o careca filho da puta, não tenho mais dúvidas!

Em um bar, a prostituta mais velha pergunta a um homem: - Que é mais importante, ter o pinto grande ou saber move-lo?

Saber move-lo sem dúvida que é o mais importante, tamanho não quer dizer nada!!! 

Ao que a tia acrescenta: - Outro de pinto pequeno...

Aquele punk comia de tudo quando se chapava: barata, lagartixa, comida podre, e até tatu. Tinha gente que pagava para botar ele no aperto e ela ganhava de todos. - Um da turma do lado, oferece 10 reais se ele comia cocô! - Você come ? 
Claro, por dez pilas é fácil meu... 
Mesmo? - Vamos apostar? 
Falou, manda os dez pilas e traz...
O cara pega um guardanapo, vai ate o banheiro e traz uma plasta fresquinha, fesquinha. - Taqui para você comer todinho, viu? 
Tá certo, tá apostado. 
Juntou gente. Quem não queria ver... 
E o cara meteu os dedos no guardanapo onde tinha a plasta e chomp, e mais um dedazo e champ, e mais um...
E parou fazendo gestos e procurando dentro da boca... 
Nisso os caras queriam tirar os de pilas porque ele não terminava tudo o que tinha no guardanapo...
E o cara diz, espera aí, cara apenas estou mastigando uns milhos...

Mamãe, mamãe!, gritava um menino.
Que foi filho? perguntou a mãe.
Um menino na escola brigou comigo!
E quem era?
Não sei o nome...
Então como vamos reconhece-lo?
Tenho aqui a orelha dele. Acha que serve de alguma coisa?

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

 

..

. " AS 50 GRANDES MUDANÇAS "

...;.

DE UM MUNDO GLOBALIZADO

..

.

.
SR. PROF. MAURÍCIO GOIS

.
Consultor, colunista  E PALESTRANTE

 

.

.

Será que você vai sobreviver às novas mudanças do mundo?.

  • Você está entendendo o que está acontecendo? 

  • Você repensa o Futuro como algo que não pode ser previsto, então tem que ser reinventado? 

  • Você tem mente aberta e paradigmas atualizados? 

  • Ou você será devorado pela síndrome de Gabriela "eu nasci assim, eu cresci assim, eu vou morrer assim"?

Por incrível que pareça, você ainda encontra alguém que diz: - No século 19 multidões de trabalhadores quebraram a máquina a vapor que passou a movimentar teares e jogou uma avalanche de braços humanos no desemprego. O mesmo pode acontecer hoje se a nova tecnologia passar dos limites e ameaçar os empregos.

  • Será que você ainda acredita nisso? 

  • Você consegue imaginar multidões de trabalhadores enfurecidos destruindo computadores e robôs?

Acredite, o futuro não tem mais volta. Você já ingressou neste porvir. Alguns até lhe dirão que não estamos vivendo num mundo globalizado e sim tecnologizado, mas isso é o que menos importa: - Apenas avance com objetivos de qualidade pessoal. Bem, mas se você está ansioso, faça a sua parte e não tema pelo amanhã, pois Deus está lá.

.
Veja algumas mudanças que já aconteceram, ou estão acontecendo ou tenderão a acontecer no mundo, com enfoque para a realidade pessoal, profissional e empresarial, e que nos leva a ressignificar nosso futuro, rever nossas estratégias, reconfigurar nossas ações e a redefinir nossa cabeça entre:  - Maneira antiga e moderna de pensar, sentir e atuar. É claro que há outras, mas anote as 50 mais significativas:
.

.
1. DESPEDIRAM O EMPREGO.
O emprego nunca acabará no mundo, - pregavam os profetas do passado. - E não acabou mesmo. Mas mudou de foco. Saiu o empregado, entrou o empregável ou o que tem espírito empreendedor interno, o intrapreneuring. Mas algumas empresas reativas ainda insistem em dizer que empregados são subordinados. Na nova empregabilidade empregados são parceiros, cooperadores e associados que devem pensar como times e não mais como grupos.
.

.
2. A EMPRESA PASSA POR TRÊS FOCOS.
Para crescer numa empresa é preciso ter foco no desempenho. - Não é mais. Para crescer numa empresa é preciso ter foco no resultado - Também não é mais. Hoje é: para crescer é preciso ter foco no cliente.
.

.
3. BUSCAM-SE ESPECIALISTAS ESPECIAIS ESPECÍFICOS.
Ser generalista múltiplo é melhor que ser especialista dirigido, dizia-se no passado.
Hoje, desejam-se profissionais especialistas inteligentes, de mente aberta, assertivos, sociáveis, bem humorados, comprometidos e com alta inteligência emocional.
.

.
4. TODOS ESTAMOS SOB A ESPADA DA TENDÊNCIA.
Antigamente se falava: As idéias fortes ganharão das fracas. Os projetos bons ganharão dos ruins. E o que é novo destruirá o que é velho. A partir de agora, tudo será classificado como "está dentro da tendência" ou será esmagado pela tendência". 
.

.
5. O NOVO DESAFIO DO RECURSOS HUMANOS.
Antigamente: Contrate pessoas com talento. Hoje: Contrate pessoas que gostem de ver clientes satisfeitos. As pessoas são recursos humanos, diziam os antigos. Hoje, há quem resista ainda dizer que as pessoas são talentos humanos e mais do que isso: são seres humanos.
.

.
6. NÃO ADIANTA MAIS VESTIR A CAMISA DA EMPRESA.
Não mais porque o funcionário atual trabalha para o cliente, não mais para a empresa. Substitua: "ganhar é vestir a camisa da empresa", por "ganhar é vestir a camisa do cliente". Não vence mais quem presta serviços e, sim, quem presta serviço que presta.
.

.
7. NÃO EXISTE MAIS PROFISSIONAL EXCELENTE.
Está morrendo a busca pela excelência profissional pura. Não existe excelência profissional e sim excelência pessoal. As pessoas excelentes serão profissionais excelentes. 
.

.
8. A VALORIZAÇÃO DO PEOPLEWARE.
A idolatria dos sistemas e processos não derrubou a idéia de que humanware é a alma do software, do hardware e do knowware. Gostar de gente e lutar pela felicidade dos colegas é toda diferença que faz a diferença. Mas é preciso ter pessoas motivadas corretamente, pois se você pega um incompetente e o motiva você agora terá um incompetente motivado.
.

.
9. E PARA A PREVIDÊNCIA DO FUTURO NADA.
População maior de jovens tende a dar lugar a uma população maior de velhos. Acontece que os jovens de hoje não estão sendo treinados para terem responsabilidade social para com os velhos do futuro. Como ficará a explosão populacional enrugada do futuro? Quem souber a resposta, me diga, por favor! Por outro lado há no ar um novo sentimento do velho para com o velhice, um sentimento de charme para com a própria idade. E até de ser símbolo sexual depois dos 50 anos ( Cher, Harrison Ford, Richard Gere, Antonio Fagundes, José Mayer etc ). Mas se você trabalha numa corporação que não é artística, pule essa parte.
.

.
10. É VERDADE QUE PARA VENCER HOJE É PRECISO PRIMEIRO DEFINIR A MISSÃO DA EMPRESA?
Não, primeiro defina a Necessidade do cliente. 
.

.
11. O NOVO PODER.
Antigamente, se dizia que o poder estava no governo. Não está mais. Dizia-se também que o poder estava na empresa. Não está mais. Quando a empresa era forte, o cliente era fraco. 
Hoje, o poder está no cliente. Quando ele ficou forte, algumas empresas ficaram fracas. É preciso dizer: - Cliente, você, hoje, tem várias opções, queremos ser para você a melhor delas.
.

.
12. A INTERNET VIRA AMEAÇANET, INFERNET, MEDONET.
A internet vai destruir as vendas na minha loja, pois os meus clientes passarão a comprar de todo mundo pelo computador. Esse é o tipo de declaração de quem dirige um negócio orientado para o lucro, não para o cliente. A nova mentalidade dos vencedores é: - Oba, agora o meu querido cliente tem mais um canal para comprar de mim, que bom para ele! E que ótimo para mim!
.

.
13. CONHECIMENTO É PODER?
Execução é poder. Atitude é poder. Postura é poder. Se conhecimento fosse poder todo mundo que soubesse mais ganharia mais. Estão? Para crescer aceite essa nova verdade: o que conta hoje não é mais o saber. É a sabedoria.
.

.
14. ENTÃO QUER DIZER QUE MBA QUER DIZER MAIS BOBO AINDA?
Claro que não! Mas se você não tiver espírito empreendedor o MBA ajudará você a ser aquele que apenas segue os rastros dos leões e não aquele que deixa trilhas, ou aquele que é a cópia excelente e não o original. O Silvio Santos tem MBA? O dono da sua empresa tem MBA? Um MBA só terá valor se aumentar seu conhecimento, não sua informação e se fizer você crescer em sabedoria, não em saber.
.

.
15. O IMPORTANTE AGORA É A PERGUNTA.
Antigamente, remunerava-se quem transformava seu conhecimento em resposta.
Hoje, ganha mais quem faz as perguntas certas. Pergunte: - Por que a Nike é a maior indústria de tênis e não tem indústria? Por que a Amazon Books é a melhor livraria e não tem loja? Por que a Avon, Tupperware e Amway mudaram a estrutura do emprego? E o que eu tenho a aprender com isso para reinventar meu negócio e minha vida? 
.

.
16. A NOVA MATEMÁTICA DO CONHECIMENTO.
Antes se pregava: Transforme dados em Informação.
Hoje: Transforme Informação em Conhecimento. Ser informado não é conhecer.
.

.
17. A NOVA FÓRMULA DE GANHAR:
Quem sabia mais ganhava mais. A fórmula agora é: Quem sabe antes, ganha mais.
.

.
18. A NOVA PREMISSA DA SUPERAÇÃO:
Se funcionou está absoluto, - premissa velha. 
Se funcionou está obsoleto, - premissa nova.
.

.
19. A NOVA MÁGICA
A velha mágica era: Tenha bola de cristal para prever turbulências macroeconômicas.
A nova mágica é: Faça exercícios de futurologia e prepare-se para concluir que, muitas vezes, futurologia é a arte de se prever com 80% de acertos coisas que aconteceram há 20 anos atrás. 
.

.
20. A QUEDA DO MITO DA EMPRESA MELHOR:
Procure ser o melhor e você vencerá. Hoje é: procure ser diferente e você vencerá. 
Diferenciação e preço baixo, - é a nova cara da vantagem competitiva.
.

.
21. O IMPORTANTE HOJE É TER OPINIÃO FORTE?
Não mais, o importante é ser flexível.
.

.
22. QUEM TEM QUALIDADE TEM SUCESSO?
Não mais. Sem qualidade você tem insucesso o que não significa que com qualidade você terá o sucesso. Qualidade não é mais diferencial competitivo, é premissa de negócio.
.

.
23. A EMPRESA DESSES NOVOS TEMPOS TERÁ DEPARTAMENTO DE CONTROLE DE QUALIDADE? 
Não, Controle de Qualidade não é um departamento. É todo mundo na empresa.
.

.
24. O MELHOR É O MAIS BARATO.
Quanto mais qualidade tinha um produto, mais caro ele ficava ao consumidor final. 
Hoje, mudou: Produto com mais qualidade custa menos. O que ainda não quer dizer comprar uma Ferrari pelo preço do fusquinha.
.

.
25. O NOVO CAMINHO DA EMPRESA VENCEDORA:
Com inflação era preciso definir e replanejar o negócio. Sem inflação é preciso reaprender o negócio. O Titanic do futuro agora é para todos. Antes, o patrão estava no barco da ambição lucrativa e o empregado no barco do sindicato. Hoje, todos estamos no mesmo barco e, se não dirigir certo, até o patrão será despedido
.

.
26. A CRISE QUE NÃO PASSARÁ NUNCA.
Essa crise vai passar. Vai sim! Antes, vendia-se a esperança. Hoje a idéia é: Essa crise vai passar e, depois que ela passar vem outra pior. É preciso olhar a zona de turbulência como coisa natural. A transição é contínua.
.

.
27. A MORTE DA BUROCRACIA JURÁSSICA:
Burocracia jurássica está em fase terminal. Já a mercadocracia virtual, isto é, um mercado informatizado, tão temido por alguns, ainda está em fase inicial. A empresa deixa de ser burocrata e passa a ser ideocrata ( voltada para idéias ) e consumocrata ( voltada para o consumidor ).
.

.
28. O DESMONTE DOS ESCALÕES E O VELÓRIO DO PUXA-SAQUISMO.
A organização deve ter lideranças hierárquicas fortes e confiáveis, - era o ideal da corporação competitiva do passado. A nova competição mudou isso. Hoje, a nova empresa tem estrutura horizontalizada de parcerias e comprometimento. Ao mesmo tempo o puxa-saquismo perde forças. O profissional que sabia massagear o ego da diretoria era promovido. Hoje, as empresas estão entendendo que ser paternalista e protecionista leva à falência. 
.

.
29. A NOVA MANEIRA DE SE RESOLVER PROBLEMAS:
As pessoas causam problemas, - era o pensamento antigo. 
O pensamento atual é: Os processos causam problemas.
.

.
30. CADA MACACO NO SEU GALHO.
Era a antiga maneira de pensar, pois acreditava-se que cada pessoa primeiro deveria saber de seu setor/área. Hoje mudou: Cada pessoa deve saber primeiro onde se encaixa no processo geral. Primeiro ensine a cada pessoa o "por que" fazer, depois, treine o "como".
.

.
31. MUDEM-SE AS PESSOAS E ACABAM-SE OS PROBLEMAS. 
Era a forma antiga de pensar. Hoje a atual é: Mudem-se os processos e acabam-se os problemas. 
.

.
32. A NOVA AVALIAÇÃO DA PERFORMANCE:
Primeiro avalia-se o desempenho das pessoas, diziam os antigos avaliadores. 
Hoje a pregação é: Primeiro avalia-se o desempenho dos processos.
.

.
33. NÃO HÁ MAIS CRIME E CASTIGO NAS EMPRESAS.
Antigamente procuravam-se culpados. Os líderes diziam: Quem errou? 
Hoje, procuram-se acertar processos. Os líderes dizem: O que errou?
.

.
34. O VELHO TRIÂNGULO INSISTE EM NÃO MORRER:
Antigamente, o mais importante era planejar, organizar e controlar. 
Hoje, o mais importante é influenciar, facilitar, inspirar, motivar, ensinar, coordenar, comunicar e liderar.
.

.
35. DESAPARECE A FIGURA DO DETETIVE EMPRESARIAL.
Viva o Controle, diziam: confiar é bom, conferir é melhor. 
Aumente sua expectativa a respeito do bom desempenho dos outros, é o novo cenário motivacional dos novos gerentes.
.

.
36. NETWORKING PASSOU A SER CIÊNCIA E NÃO APENAS REDE DE CONTATOS.
Venda pegando cartões e telefonando, gritava o antigo gerente de vendas.
Os atuais dizem: - Vença fazendo networking, marketing de relacionamento e criando energia e sinergia. O importante não é o que você sabe e sim quem você conhece.
.

.
37. MORRE O VENDEDOR TRAPEZISTA.
O bom vendedor era um artista de circo, tinha que ter inteligência verbal e interpessoal. 
Hoje, o bom vendedor é um consultor do cliente, um diagnosticador de necessidades e um 
apresentador de alternativas e não mais um bem-falante.
.

.
38. NASCE O NOVO MARKETING.
Marketing era a arte de fazer o cliente comprar o que ele não queria, no tempo que ele não podia e com o dinheiro que ele não tinha. Marketing não é mais departamento. Marketing é muito mais que As, Pês e Cês, hoje, é mais que a administração da criatividade, é até uma filosofia de trabalho que só se reporta a um comitê. Uma empresa eficaz não tem marketing, ela é marketing. 
.

.
39. O CUSTO DO PRODUTO FAZ O PREÇO?
Não mais, hoje o preço do produto faz o custo.
.

.
40. O SEGMENTO PERDE A COROA.
O importante é investir no segmento, pregava o velho marketing. Hoje: O importante é investir no nicho. Exemplos. Ex: Mulheres é segmento. Mulheres grávidas é nicho.
Corintianos é segmento. Corintianos com renda é nicho. E dentro de cada nicho, viva a customização. Esse é o novo raciocínio para se voltar a ganhar dinheiro. 
.

.
41. A NOVA DIRETRIZ DA PARCERIA DOS NEGÓCIOS.
Concorrente não tem vez. Ou eu ou ele - gritava-se antigamente. 
Hoje o grito é outro: Concorrente que não incomoda é aquele que ainda não nasceu. Temos que fazer parceria com eles. Exemplo: por que o caminhão de entregas não pode transportar o meu produto e o do meu concorrente? Nós concorremos por caminhões ou pela preferência do cliente? Há uma nova postura também diante da pesquisa que pode ser feita em parceria com os concorrentes. Temos uma pesquisa pronta, dizia o gerente de produtos do passado. Hoje a idéia é: Não há pesquisa pronta, porque as pessoas não são prontas. É preciso pesquisar continuamente. E por que não junto com meus concorrentes? Afinal, pesquisa nos dá apenas dados. Como transformar dados em conhecimentos essa é a nova concorrência.
.

.
42. A EMPRESA É UM CONCEITO, NÃO MAIS UM LUGAR.
A empresa era um lugar. Hoje, a empresa também é um lugar. Mas é a internet, a intranet, o e-lerning, a vídeoconferência e o que ainda virá. Pensar diferente é administrar do passado para o presente e perder. A nova visão hoje é: Administre do futuro para o presente. Como diz Prahalad: "gerencie seu presente, esqueça seletivamente seu passado e dê combustível para o futuro". 
.

.
43. A MÍDIA DE MASSA PERDE PONTOS.
Viva a mídia massificada! - gritava-se no passado. Hoje o novo grito é: Viva a mídia seletiva e alternativa como, por exemplo, programas diários para quem colecionam selos. O Marketing Direto surge para ficar. Mas Mala Direta perde um pouco o fôlego. O telemarketing ressurge renovado. O computador-vendedor ( e-commerce, e-business etc ) decepciona como o novo Eldorado e é visto apenas como mais uma alternativa.
.

.
44. SUCESSO É TRANSFORMAR BUGALHOS EM ALHOS.
Tomar decisões é trabalhar em cima da certeza subjetiva dos fatos, ensinavam alguns mestres do passado. Hoje, o novo ensinamento é: Tomar decisões é transformar certeza subjetiva em incerteza objetiva. É melhor você trabalhar com o incerto possível, do que com o certo improvável.
.

.
45. A NOVA SÃO SILVESTRE:
Antes, as empresas corriam atrás dos políticos. Hoje, os políticos correm atrás das empresas. Surge o medo da sombra da falência apocalíptica. Se o Estado falir, quebram-se as empresas, falavam os economistas da velha guarda. Hoje: Se as empresas falirem, quebram-se os Estados.
.

.
46. VENCER É SER DO CONTRA.
Siga os gurus da economia e os profetas da futurologia que você vai se dar bem, você já ouviu isso alguma vez. Hoje: Leia os gurus, ouça alguns futurólogos e, se possível, faça o contrário. É só estudar o que alguns disseram nos últimos 30 anos e você concluirá que quase nada deu certo.
.

.
47. ESQUEÇA A FARSA DA INOVAÇÃO PURA.
O importante é inovar sempre, - é o lema que continua valendo. Mas mude um pouco: O importante é usar kaizem e a velha reengenharia, isto é, ao mesmo tempo que você melhora ainda mais o que já está melhor, você destrói sistemas, processos e 
métodos obsoletos. O segredo para se antecipar às mudanças é construir e destruir ao mesmo tempo.
.

.
48. MUDA O MÉTODO DE AVALIAÇÃO.
Antigamente os chefes avaliavam os funcionários. 
Hoje, os funcionários avaliam os chefes e os clientes avaliam se a empresa deve continuar 
no mercado ou se deve falir.
.

.
49. O TEMPO ANTIGAMENTE TINHA 24 HORAS.
E continua tendo hoje. E, no futuro, o tempo continuará tendo 24 horas, portanto, abandone velhos conceitos do tipo "o tempo passa" ( quem passa é você, o tempo sempre fica ), " o tempo voa" ( o tempo tem velocidade inalterável, você que é lento, rápido, agitado ou estressado por causa das incertezas do futuro ). Administre seu tempo na plenitude da eficácia, consagre sua energia, tempo e esforço para meditar, estudar e desenvolver-se como um ser espiritual que você é. E você estará preparado para as Novas Mudanças.
.

.
50. A ÉTICA TENDE A PERDER A MORAL.
Tenha Valores centrados na Ética, era tudo o que se pregava quando se falava em caráter profissional. Hoje é: Tenha valores centrados na espiritualidade. Espiritualidade está acima da ética que pode ser situacional ( o que é errado para você pode ser certo para mim ), pluralista ( há vários conceitos de ética ), permissiva etc. Mas há aqueles que discordarão disso dizendo que o conceito de ética é muito mais amplo que essa nova visão. 
.
Bem, 50 são apenas algumas das mudanças. Há muitas outras. Já dizia Demócrito que única coisa que não muda no mundo é a mudança. Releia essas 50, pense, repense e aja.

. 
Com paixão, flexibilidade, tato, adaptabilidade, inteligência, capacidade de desaprender para reaprender, intensa revisão sobre seus paradigmas, desejo obcecado de crescer, ser persistente sem ser insistente, respeito ao ser humano, espírito empreendedor com gosto pelo risco, humildade para recomeçar, ser proativo e não reativo, inteligência emocional, capital intelectual, iniciativa e vontade de vencer você atingirá o topo. 

 

E como diria o velho Zig Ziglar: Nos veremos lá. 
.

.

.

.

SR. PROF. MAURICIO GOIS
.

Consultor filiado ao IBCO - Instituto Brasileiro de Consultores de Organização desde 1985.Para contatá-lo ligue para ( 19 ) 3865 1597 - Site: www.mauriciogois.com.br - mailto:contato@mauriciogois.com.br

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

JORNAL DICAS DA SEMANA DO WWW.SDR.COM.BR Nº217 ...

.

.

FUTURO - TENDÊNCIAS   IDÉIAS - PENSAMENTOS

. .

.

Os passos para o Sucesso em Marketing Direto

.
Existem 4 componentes críticos de sucesso para ser bem-sucedido em atividades de marketing direto. Faça uma boa revisão desses componentes antes de iniciar qualquer trabalho de marketing direto. 

  • Mantenha ou compre o melhor banco de dados de clientes que você puder. 

  • Inclua uma ótima oferta de produtos ou serviços da sua empresa. 

  • Trabalhe o texto do seu marketing direto com muito cuidado. Uma falha em expressar a sua oferta pode alterar os resultados da sua ação. 

  • Trabalhe a matemática financeira. Você precisa criar uma oferta que atraia clientes mas não atrapalhe os resultados financeiros do seu produto ou serviço. 

Desses quatro componentes, o mais importante é o banco de dados de clientes. De nada adianta um trabalho bem feito se enviado erroneamente para o mercado. 

.

.

Espetáculo do crescimento só no comércio virtual - Ralphe Manzoni Jr. - http://idgnow.terra.com.br
Se a economia brasileira, de acordo com as últimas previsões, deve crescer menos de 1,5%, o comércio eletrônico nacional será uma das poucas áreas onde se poderá observar o “espetáculo do crescimento” prometido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 
A 8ª edição do Web Shoppers, feita pela e-bit em parceria com a Câmera Brasileira de Comércio Eletrônico (câmara-e.net), mostra que as vendas on-line vão crescer 45% em 2003. E este é apenas um entre vários dados positivos. 
.
O faturamento, de acordo com o relatório, deve saltar de R$ 850 milhões para R$ 1,2 bilhão. No primeiro semestre de 2003, faturou R$ 500 milhões, contra R$ 335 milhões, no mesmo período do ano passado, expansão de quase 50%. “Superou as expectativas, inclusive das próprias lojas virtuais”, afirma Pedro Guasti, diretor-geral da e-bit. 
.
O valor médio das compras on-line também subiu de R$ 234, em maio de 2002, para R$ 289, em maio de 2003, um aumento de 23%. Em dezembro, segundo as estimativas do e-bit, deve chegar a R$ 300. O perfil do e-consumidor, segundo o Web Shoppers, é de pessoas das classes A e B, com renda média de R$ 3.900 e alto grau de escolaridade. 
.
Por que as vendas virtuais vão bem? Há várias razões que podem explicar este desempenho e uma delas é o nível de renda das pessoas que compram on-line. Segundo Guasti, da e-bit, este público deixou de consumir bens de alto valor agregado, mas ainda adquire livros, CDs e DVDs. 
.
Outra razão foram as parcerias que muitas lojas virtuais fizeram com administradoras de cartões de crédito, com pagamentos em 10 e 12 vezes, fator, que na visão do executivo do e-bit, também ajudou ao bom resultado do primeiro semestre. Para o Natal, o instituto acredita que as vendas on-line, só no mês de dezembro, vão atingir R$ 160 milhões contra R$ 122 milhões de 2002, crescimento de 31%. 
.
A pesquisa comprava que os produtos mais vendidos pela internet continuam sendo CDs, títulos de DVDs, livros e revistas, mas mostra que, desde o final do ano passado, tem crescido a participação de produtos eletroeletrônicos nas compras virtuais, principalmente aparelhos de DVDs. 
.
No quesito de atendimento, 86,65% das pessoas que compraram pela internet, em junho de 2002, ficaram satisfeitas, de acordo com o índice e-bit/PwC. A principal razão para isso é que as lojas virtuais estão cumprindo o prazo de entrega. 
.
O Web Shoppers só computa os dados de 400 lojas virtuais. Não são calculados as vendas de passagens aéreas, leilões e de automóveis.

.

.

Como fazer os seus clientes abrirem a sua Mala Direta

Com todo o cuidado do mundo, você montou a lista dos clientes que devem receber a sua mala direta, você trabalhou várias horas - palavra por palavra - na mensagem que a mala deve trazer, você selecionou a Oferta Ideal, com ótimo preço, condições de pagamento e outras facilidades. Mas, depois de todo esse trabalho, como você pode se certificar que o seu cliente irá notar e ler a sua Mala Direta no meio de tantas outras ? 

  • Faça a sua Mala Direta parecer "Pessoal". Significa utilizar um papel e envelope de qualidade, imprimir os dados do seu cliente direto no envelope (não utilizar etiquetas), utilizar selos comemorativos (no lugar do regular selo do correios). Este modelo é ideal para Malas Diretas direcionadas aos principais executivos dentro dos seus clientes.

  • Faça a sua Mala Direta parecer um "Outdoor". Significa utilizar o envelope "como teaser" para promover a Oferta que a sua mala direta está trazendo. Neste caso vale "quase" tudo. O envelope deve se destacar entre as outras correspondências que o seu cliente recebe. Você pode utilizar FONTES DE LETRAS, cores, frases de impacto (exemplo: GRÁTIS, OFERTA POR TEMPO LIMITADO). Seja criativo! Este modelo é ideal para Malas Diretas que devem trazer resultados de vendas a curto prazo. 

Existe somente 2 regras em Marketing Direto: 1a Regra: Teste TUDO, 2a Regra: Leia a primeira regra. 

.

 

Publicidade on-line cresce 11% nos EUA - http://computerworld.terra.com.br 
Pela primeira vez nos últimos dois anos, a publicidade on-line nos Estados Unidos cresceu por dois trimestres consecutivos. É o que mostra a pesquisa divulgada hoje (20/08) pela Interactive Advertising Bureau (IAB) e a PricewaterhouseCoopers (PwC). 
.
Nos 3 primeiros meses de 2003, a publicidade na internet totalizou US$ 1,692 bilhão, o que representa um crescimento de 7% sobre o último trimestre de 2002 e 11% sobre o mesmo período do ano passado. 
.
Os dados são baseados nas informações fornecidas pelas 15 maiores agências de publicidade nos Estados Unidos e, com base nelas, são estimados para o mercado geral.

.

.

Se você não puder medir, não faça.

.
É sempre muito difícil ligar os investimentos de marketing com os seus benefícios e resultados. Se você quiser fazer isso com sucesso, você precisa medir e contar todos os dados que são relacionados ao seu processo de marketing e vendas. 

  • De onde vem os seus clientes ? 

  • Eles viram os seus anúncios ? 

  • Como eles conheceram a sua empresa, os seus produtos e serviços ? 

  • Eles receberam a sua mala direta ? 

E por aí vai. Quer dizer, todos esses são fatos que você precisa saber para entender os resultados de seus esforços de marketing. 
.
Ao fazer isso, olhe para os números que você coletou e compare os resultados período sobre período. Enquanto você faz essas comparações, observe as campanhas de marketing que estão no ar. Você será capaz de ver um padrão de comportamento – mas somente se você medir os resultados. 

.

.

NOTÍCIAS

.

.

está com dor de ouvido...?


O lavrador Valdemar Lopes Morais, 39 anos, anunciou ontem que vai processar a Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros, Norte de Minas, em busca de uma indenização por danos morais.

.

Na semana passada, Valdemar foi protagonista de uma confusão na rede pública da cidade. Ao procurar a policlínica do Bairro São João para uma consulta com um otorrinolaringologista.

.

Ele tinha dor de ouvido, acabou sendo submetido, por engano, a uma vasectomia (cirurgia para esterilização masculina) por um urologista.

.

.

.

Governo quer privilegiar compra de países que importem mais do Brasil - www.valoronline.com.br 
A política industrial do novo governo começa a ser desenhada. Setores que têm grande déficit, como o eletroeletrônico e o químico, terão um ajuda maior do Estado. Para reduzir o saldo negativo com componentes eletrônicos, trabalha-se para atrair ao Brasil um fabricante de chips. Já na área química uma idéia é elevar a produção interna de nafta das centrais petroquímicas. Ao mesmo tempo, o Brasil vai importar o produto de países que ofereçam reciprocidade e comprem em troca bens produzidos aqui. "Com isso, teríamos uma substituição de importações", afirmou o secretário-executivo da Câmara de Comércio Exterior (Camex), Mario Mugnaini, que esteve ontem em evento da Câmara de Comércio França-Brasil.

Os fabricantes de bens de capital seriam outro alvo. Nesse caso, o Ministério do Desenvolvimento, na reforma tributária, é favorável à isenção de impostos federais e estaduais sobre máquinas e equipamentos. Outra possibilidade seria a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). "Investimentos não podem ser onerados", afirmou. Outra intenção é elevar o valor agregado das exportações do setor de calçados e couros, aproveitando-se do fato de que o Brasil possui o maior rebanho de gado do mundo. "Precisamos vender produtos industrializados e acabados na Europa. Poderíamos dividir os ganhos com os fabricantes locais", disse Mugnaini.

Uma outra vertente da política industrial é a tentativa de reduzir as desigualdades regionais e ampliar a infra-estrutura do país, até como forma de acelerar a velocidade de escoamento das exportações brasileiras. Nessa frente, o Plano Plurianual de Ação ganha destaque especial.

.

.

.

UM VÍRUS "boM" se propaga entre OS computadorEs - www.reuters.com 
SÃO FRANCISCO (Reuters) -- Um novo vírus está se propagando por todo o mundo através de uma falha de segurança do Windows, mas, em vez de aproveitar-se do problema para destruir o computador - como fez na semana passada o vírus Blaster - trata de resolver o problema do sistema operativo de Microsoft, disseram os  expertos em segurança. 

O novo vírus denominado "Welchia" ou "Nachi", é similar ao Blaster, mas ao que parece trata de resolver a falha da qual este se aproveitou e em seguida trata de limpar o computador se está infectado pelo Blaster. 

No entanto, apesar das aparentemente boas intenções do novo vírus, a propagação de vírus "bons" é uma idéia muito má, disse Jimmy Kuo, sócio de investigações do vendedor de antivírus Network Associates. 

"Uno preferiria que não seja outra pessoa que reinicie a sua máquina na metade do que você está fazendo, independentemente de suas intenções", explicou. 

Blaster, também conhecido como "MSBlaster" ou "LoveSan", tem infectado mais de 570.000 computadores com os sistemas operativos Windows XP e Windows 2000 desde que começou a propagar-se na semana passada, segundo estimativas do vendedor de antivírus Symantec. 

A vulnerabilidade do Windows que aproveita, conhecida pelos expertos desde pelo menos metade de julho, afeta aos computadores que tem Windows XP, 2000, NT e Server 2003. 

Nas versões inglesa, coreana e chinesa dos sistemas operativos Windows, Welchia descarrega o parche para reparar o computador. Welchia aparentemente não faz isso em outras versões do Windows, disse Joe Hartmann, diretor de estudos antivírus norte-americanos de Trend Micro, com sede em Tókio. 

Em alguns casos, Welchia trata de limpar Blaster se o computador foi infectado por esse vírus. Então Welchia se propaga a outros sistemas que tem vulnerabilidade, disse Kuo. 

Welchia, que está programado para apagar-se por si mesmo em 2004, está se propagando amplamente na Ásia, particularmente no Japão, segundo
Hartmann. 

.

.

.

.

Spams já somam metade dos e-mails na web - http://idgnow.terra.com.br 
A velocidade de expansão das mensagens não solicitadas (spam) supera as previsões do mercado. Na quarta-feira (20/08), a fornecedora de sistemas anti-spam, Brightmail, informou que, em julho, a quantidade de mensagens de spam já representava pelo menos 50% dos e-mails que circulam na grande rede. No início do ano, a empresa havia previsto que o volume de spams atingiria 50% do total de mensagens eletrônicas no final de 2003. Em julho deste ano, a previsão foi adiantada para setembro. Entretanto, pelo anúncio de ontem, os spammers foram mais rápidos. 
.
De acordo com Enrique Salem, presidente e Chief Executive Officer (CEO) da Brightmail, em menos de dois anos a representatividade das mensagens de spam cresceu de 8% para mais da metade do tráfego de e-mails. Em julho, a empresa identificou que mais da metade das 61 bilhões de mensagens filtradas por seus sistemas configuravam spams. Atualmente, a empresa filtra cerca de 10% do tráfego mundial de e-mails, com mais de 275 milhões de usuários. 

.

.

.

.

Eletroeletrônicos crescem 7% em 2003  - http://idgnow.terra.com.br
A Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica prevê que o setor atinja faturamento de R$ 60 bilhões este ano, o que representa um acréscimo de 7% em relação ao ano de 2002. 
A estimativa é que as exportações cresçam em 9%, registrando US$ 4,7 bilhões, enquanto as importações apresentam queda de 3% com total de US$ 9,8 bilhões. 
.
O gerente de economia da Abinee, César Rochel, acredita que o setor de telefonia apresente uma retomada este ano em função de uma pequena melhora da capacidade de consumo do brasileiro. O diretor de economia da Abinee, Antônio Côrrea Lacerda, informa que a renda do brasileiro caiu 16% neste semestre e a estimativa é que haja um crescimento de 10%, aumentando assim o poder da demanda a partir do segundo semestre de 2003. 

.

.

A arte de Dar e Tirar.
.

Desenvolver habilidades de negociação é um fator crítico para todo vendedor bem-sucedido. Conheça 8 dicas de experts em negociação:

 

  • Esteja preparado. Certifique-se que todas as informações que você está vendendo foram checadas. Certifique-se que você tem dados extras para responder a possíveis perguntas. Se você deixar uma pergunta sem resposta por algumas horas ou dias, você pode estar contribuindo para o esfriamento do negócio.

  • Deixe a sua opinião pessoal fora da negociação. Trate todos os envolvidos com respeito; quando você não concordar com um ponto de vista, mantenha a sua posição, mas não leve para o lado pessoal.

  • Mantenha um trunfo na manga. Imagine quais solicitações extras o seu cliente pode pedir, e então use-as como uma forma de conseguir melhores condições para a negociação. 

  • Não deixe a negociação caminhar para a discussão de pequenos detalhes. Se você não conseguir concordar, coloque o detalhe de lado e volte a ele mais tarde. Concentre os seus esforços em chegar a um acordo nos pontos mais críticos como preço e condições de entrega.

  • Consiga que todos os decisórios estejam juntos durante a negociação. Nada é mais frustrante do que pensar que você tem um acordo, e saber logo depois que ainda existe alguém que precisa assinar. 
    Evite distrações. Escolha um local que seja tranqüilo. Peça para todos os participantes desligarem seus celulares e não atenda a nenhuma ligação até que o acordo esteja finalizado. 

  • Conhecimento é poder em uma negociação. Não compartilhe informações sem necessidade. 

  • Ninguém deve deixar uma negociação chateado. Lembre-se que uma negociação de sucesso entende que ambas as partes devem ganhar. Se isso acontecer, provavelmente ambas as partes podem voltar a fazer negócios no futuro.

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

.

SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO, VENDAS E SERVIÇOS SDR

.

o sistema sdr já inclui NO PREÇO o uso em rede ilimitado sem custos extras E não tem taxa de manutenção mensal. a única taxa que o sistema sdr tem, é a anuidade de R$:120,00 para efeitos de suporte e atualização, com vencimento em março de cada ano (2007 bonificada)

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

FONE: 51 3019 2817

.

sistema de representação comercial e vendas

.L

.

.

caso deseje alterar ou cancelar sua assinatura, clique no link a seguir:

ALTERAR ASSINATURA

.

.

ÓTIMO TRABALHO E ATÉ A PRÓXIMA EDIÇÃO!

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Clique aqui para nós enviar um e-mail

.

INDIQUE SEU TEMA  ..-  ENVIE-NOS SUA OPINIÃO

.

Av. Caçapava 425 - sala 03 - Petrópolis -  Porto Alegre (RS) - BRASIL cep: 90460-130

 FONES: 51 -  3019 2817  -  FAX 51 3333 3553

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

Como página inicial  Adicionar a Favoritos

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2007 - SDR