Como página inicial

Sistema de Representação Comercial para Representantes Comerciais

Adicionar a Favoritos

.

JORNAL De REPRESENTAÇÃO comercial sdr - EDIÇÃO Nº 222 - 09.09.2003

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Funções do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Testes do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Solcite seu Orçamento

Manual do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Biblioteca dos Jonais de Representação Comercial SDR

Assinatura livre e gratuita do Jornal de Representação Comercial

Contrate os melhores e mais capacitados Representantes Comerciais

Contato com a Equipe do SDR Sistema de Representação

As melhores Dicas sobre softwares livres, Bibliotecas, Links...

FUNÇÕES

TESTE

ORÇAMENTO

MANUAL

JORNAIS

ASSINe

saiba

contato

dicas

.

.

.

.

.

. ÍNDICE DAS MATÉRIAS DO JORNAL "DICAS DA SEMANA" .

.

..CARTAS RECEBIDAS E DICA DA SEMANA

..HISTÓRIA DAS MARCAS - "MARY KAY COSMETICS"

..ARTIGO DO SR. PROF. L. A. COSTACURTA - "ADMINISTRANDO SEU TEMPO"

..CURIOSIDADES, FRASES E IDÉIAS

..ARTIGO DO PROF. MÁRCIO MIRANDA - "ENFRENTE O ESPÍRITO CRÍTICO"

..TRANSPORTES E LOGÍSTICA

..ARTIGO DO PROF. DAILTON FELIPINI - "PRESENÇA NA INTERNET"

..PIADAS DA EQUIPE DO SDR

..ARTIGO DO PROF. RICARDO JORDÃO - "CAPITALISMO SELVAGEM"

..INTERNET, FUTURO E NOTÍCIAS.

..

...

...

.

..

Na manhã de 11 de setembro 2003 não se esqueça de sair munido de um livro que seja importante para você. Um livro que tenha mudado sua maneira de ver o mundo. Ou que você acredite que possa mudar a vida de alguém, de alguma forma. Escreva uma dedicatória... e libere-o! 
.
Libere-o na via pública, sobre um banco, no metrô, no ônibus, em um café... à mercê de um leitor desconhecido. E você? ... Adotará um livro que esteja em seu caminho, caso ele surja. 
.
O dia 11 setembro agora não será mais um aniversário fúnebre, e sim um dia de troca de energia e doação. Juntos, transformaremos esta data em um ato de criatividade e generosidade. 
.
A mobilização será geral em Bruxelas, Paris, Florença e São Francisco. Vamos fazer isso também em nossas cidades aqui no Brasil. Nas cidades citadas, escritores, leitores e amantes dos livros em geral liberarão seus livros, em lugar público. 

.

Engaje-se nessa idéia também!  E faça circular essa informação! 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

"CARTAS RECEBIDAS DAS AMIGAS E OS AMIGOS NO JORNAL N°221"

.

.OBRIGADO E SEJAM TODOS MUITO BEM VINDOS!

 Você já tentou alguma coisa diferente ?

.

Por exemplo, os sapatos direito e esquerdo só começaram a ser produzidos há pouco mais de um século? Vamos tentar alguma coisa nova e diferente, quem sabe esteja dentro de nós alguma idéia revolucionária. Um grande abraço a todos e não deixem de tentar ser diferentes, é a única forma de se acharem a se mesmos.

.

Sua equipe

.

HEDY MARIA - coteminas.s.a
GOSTEI DO JORNAL, POIS E MUITO INTERESSANTE, COM MUITAS NOVIDADES E CURIOSIDADES.

ADEMIR RAMOS
UM AMIGO ME FALOU QUE VCS TEM UM SISTEMA MUITO BOM PARA INFORMATIZAR O MEU ESCRITÓRIO, GOSTARIA DE MAIS INFORMAÇÕES E OS PREÇOS.
AGUARDO.
ADEMIR RAMOS

AMARO CHARLES ROSA CALDAS - barcelos e cia
O JORNAL "SDR DICAS DA SEMANA", SEMPRE ME AJUDA NO TRABALHO QUE EXERÇO COM MINHA EQUIPE NA EMPRESA. PARABÉNS,
CHARLES.

IVO REGATO
A FERRAMENTA QUE PRECISAMOS PARA ALAVANCAR AS VENDAS, CUMPRIR COTAS E METAS.
IVO REGATO

ANTONIO FELIPIN - toli distribuidora ltda.
ESTE JORNAL É MUITO IMPORTANTE POR SER TOTALMENTE DIFERENTE E
POR CONTER INFORMAÇÕES MOTIVADORAS.

THAÍS CUNHA MARTINI - apeme
Desejo receber a assinatura do jornal, recomendada por Frá da Embalebem Ltda.

MARCIA LUZ GAGO
PARABÉNS PELO EXCELENTE TRABALHO REALIZADO COM PROFISSIONALISMO E SERIEDADE!

COML LUZA LTDA.
GOSTARIA DE RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOVIDADES , INFORMÁTICA , SISTEMAS , LEIS , NOVAS REPRESENTADAS, SISTEMA E NOVOS MÉTODOS MERCADOLÓGICOS , ATUALIZAÇÕES PROFISSIONAIS .
JORGE FERNANDES

ANGELITA PIRES DE GODOY SILVEIRA
GOSTARIA DE RECEBER GRATUITAMENTE O JORNAL, DEVIDO AO ALTO NÍVEL DE INFORMAÇÕES QUE ELE PROPORCIONA.

ELIEL FERREIRA - kowalski alimentos ltda.
ESTE SITE FOI RECOMENDADO POR UM AMIGO.

ANTONIO FERNANDO FREITAS DE CARVALHO
GOSTARIA DE RECEBER VOSSO JORNAL.
FERNANDO CARVALHO

ERICA MORETTI BALDINATTO
AMEI O SITE!!!!!!!!
GOSTARIA DE RECEBER O JORNAL GRATUITAMENTE. - SOU DA ÁREA DE ADMINISTRAÇÃO E GOSTEI DE TUDO QUE LI NO SITE.
VALEU, FICO NO AGUARDO
BJS

GILMA RAMOS
GOSTEI DE CONHECER VOCÊS, E GOSTAREI DE ME INFORMAR.

.

..

DICA DA SEMANA

 .

" QUINZE MINUTOS... "

.

Esta carta é do escritor espanhol Jaime Pons, enviada por ele no ano 1826 para um amigo, como guia para as reflexões diárias e ajudar com ela a estruturar os pensamentos espirituais. A recomendação do escritor é para que vá lendo e respondendo as perguntas, e entenderá o significado... 

.

A foto é um achado da internet e mesmo sem ter nada com o relato, achamos ela simplesmente fantástica.  

..

.
Não é preciso, saber muito para agradar muito: basta AMAR. Vamos conversar tranquilamente, como farias com uma das tuas íntimas amizades, como falarias a quem queres muito.
.
Queres fazer em favor de alguém uma menção especial? - Qual o seu nome, quer seja o de teus pais, ou de teus irmãos e amigos: diz o que queiras que fosse feito atualmente por eles. Pede muito, muito, muito, não vaciles em pedir; são bons os corações generosos que chegam a esquecer-se de certo modo de se mesmos, para atender necessidades alheias. 
.
Fala-me assim delicadamente, com clareza, dos pobres, a quem queres consolar; dos enfermos, a quem vês padecer; dos perdidos que desejas que voltem para o bom caminho; dos amigos ausentes, que queres ver outra vez ao teu lado. Diz por todos uma palavra qualquer, mas uma palavra amiga, uma palavra bem de dentro. Lembra que tenho prometido escutar toda conversa que venha do coração, e não há de sair do coração o pedido que me diriges por aqueles que teu coração especialmente quer bem?
.
E para ti não necessitas alguma coisa? - Faz, se queres uma com a lista de tuas necessidades; vamos ler juntos. Diz francamente que sentes orgulho, amor à sensualidade e à beleza; que talvez sejas egoísta, inconstante, negligente... e vamos a entender juntos que auxílio podemos fazer pelos teus esforços, poucos ou muitos, que fazes para sacudir de cima de ti tais misérias.
.
Não te envergonhes. - Há tantos e tantos justos, tantas e tantas pessoas que tiveram estes mesmos defeitos! Mas falaram com humildade... e pouco a pouco se viram livres deles. Não vaciles em desejar bens espirituais e corporais: saúde, memória, êxito e felicidade em teus trabalhos, negócios e estudos... tudo isso podemos ter, e o mereces, porque se não se opõe aos princípios morais, favorece e ajuda a tua pessoa e por conseqüência aos demais. 
.
Hoje por hoje, que precisas?  - Que poderia acontecer para o teu bem? Se soubesses o desejo que tenho em favorecer-te!
.
Tens agora mesmo entre as mãos algum projeto? - Conta tudo minuciosamente. O que te preocupa? Que pensas? Que desejas? Que podemos fazer por teu irmão, por tua irmã, por teu amigo, por teu superior, teu funcionário? Que deseja fazer por eles? - Não quiseras fazer algum bem aos teus próximos, aos teus amigos, àqueles que amas talvez muito e que vivem talvez esquecidos de como fazer ou dizer as coisas e as palavras certas? 
.
Que chama hoje particularmente a tua atenção, que desejas mais e com que meios contas para conseguir-lo. Nos saímos mal numa empreitada, vamos ver quais as causas do pouco êxito. Sentes tristeza, mau humor? Todos, absolutamente todos, sentimos isso.  - Lembra sempre de isto... Todos em absoluto sentimos incompreensão, tristeza, solidão, raiva, alegria, felicidade. 
.
São sensações que interpretamos para poder ser analíticos e ir gerando assim benefícios ou sensações de mal estar. Nós somos os juízes.  - Quem dita a pena ou o benefício somos nós mesmos. Depende do nosso comportamento de ontem, o sabor a ser sentido hoje...
.
Por isso é bom falar a analisarmos juntos tudo isso. Quem te feriu? Quem lastimou o teu amor próprio? Quem tem te menosprezado? Falar produz um balsamo, que traz calma e que cura todas as feridas do teu Eu. Vamo-nos contar tudo e acabarás em breve por dizer-me que tudo o perdoas, tudo o esqueces:  - E em pagamento receberás o balsamo que acalma e protege todos.
.
Estas temendo à alguma coisa?  - Sentes melancolias, que, não por ser infundadas, deixam de ser desgarradoras? Pois é, contigo estou, aqui ao teu lado; o vejo, o ouço, nem um momento te deixo. - Sentes desvio por parte das pessoas que antes te queriam bem, e agora, esquecidas, se afastam de ti sem que lhes tenha dado o menor motivo? Vamos pedir alguma coisa boa para elas, assim quando a recebam, verás que elas estarão voltando para ti.
.
E não tens talvez alegria alguma para comunicar-me? - Por que não me fazes participar dela, por ser um bom amigo? Conta-me o que desde ontem, desde a última visita que me fizeste, tem consolado e feito como sorrir o teu coração. Talvez tenhas tido agradáveis surpresas, talvez tenhas recebido faustas notícias, uma carta, uma mostra de carinho; tens vencido uma dificuldade, saído de uma situação difícil... 

.

Obra tua é tudo isso, e te o tens merecido; por que não hás de manifestar por isto tua gratidão e dizer-me sensivelmente, como um amigo: - Obrigado, Obrigado! O agradecimento traz consigo benefícios, por que ao benfeitor lhe agrada ver-se correspondido.
.
Tão pouco tens promessa alguma que fazer-me? - Lee o fundo do teu coração:  - As pessoas se lhes engana facilmente; entre nós não! - Fala-me pois com toda a tua sinceridade. Tens a firme resolução de não expor-te jamais aquela ocasião de risco? De privar-te daquele objeto que te machucou? De não ler mais aquele livro que exaltou a tua imaginação? De não tratar mais aquela pessoa que turvou a tua paz ? Voltarás a ser doce, amável e condescendente com aquela outra a quem, por haver-te faltado, olhaste até hoje como inimiga?
.
Agora, amigo meu, volte para as tuas ocupações habituais, a tua família, ao teu trabalho... mas não esqueces dos quinze minutos de grata conversa que temos tido aqui os dois na solidão da amizade. Guarda, no que possas silêncio, modéstia, reconhecimento, resignação e caridade com o próximo. Ama a família e ao próximo, que é tua família também...e volte outra vez amanhã, com o coração mais carinhoso todavia, mais entregue a humildade...  - E no meu encontrarás cada dia mais amor, novos benefícios, novos consolos.

.

PESQUISA, TRADUÇÃO E DESIGNE DA EQUIPE DO SDR

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

VOCÊ DEVE CONFIAR NAQUILO QUE VENDE!

.

Todas as vendas começam na mente de um vendedor. Antes de vender algo a alguém, tem de primeiro acreditar que irá concretizar a venda. Se não acreditar em si mesmo, na sua empresa e no seu produto, será difícil convencer os clientes.

.

Quando era uma jovem dona de casa, numa sexta-feira, tocaram a campainha. Ida Blake, alguém que eu nunca antes tinha conhecido, perguntava se podia entrar para me explicar tudo sobre os benefícios de possuir uma coleção de livros sobre psicologia infantil. 

.

Convidei-a a entrar e, antes que me apercebesse, ela já me tinha vendido o seu produto, a Child Psychology Bookshelf. Uma mãe podia encontrar ali a resposta para qualquer problema e ainda uma história relacionada com ele para contar aos filhos.

.
Como uma mãe que tentava ensinar aos meus filhos a diferença entre o certo e o errado, achei que eram os melhores livros que já tinha visto. Mas quando Ida me disse que os livros custavam 50 dólares, as lágrimas vieram-me aos olhos. 

.

Peço imensa desculpa, mas não está ao meu alcance”, respondi. “Vamos fazer uma coisa,” disse Ida, “você vende 10 coleções de livros para mim e eu ofereço-lhe uma.” “Isso seria maravilhoso”, respondi com um sorriso apagado. Na altura eu era superintendente voluntária num programa de principiantes da Sunday School, na Tabernacle Baptist Church de Houston, e tinha o número de telefone de muitas mães. 

.

Então, passei a maior parte daquele fim-de-semana a telefonar às mães para lhes contar acerca dos mais maravilhosos livros que eu alguma vez tinha visto. O meu entusiasmo era tal que, mesmo sem ninguém ter visto os livros, consegui vender as 10 coleções. Eu estava tão empolgada, que facilmente conseguia contagiar as outras pessoas. 

.

Quando a Ida voltou, no domingo de manhã, contei-lhe o que tinha acontecido. “Isto é incrível! Nunca vi nada igual”, respondeu a Ida. “Eis a coleção que lhe prometi”, disse, apontando para os livros na minha sala de jantar. “Agora, tenho algo muito mais importante para discutir consigo, Mary Kay.” A Ida parecia entusiasmada. “Gostaria de se tornar vendedora da nossa empresa?”, perguntou. E, sem esperar pela resposta, adiantou: “A propósito, precisará de um carro.” 

.

Contei-lhe que não sabia conduzir, mas isso não a abalou. “Diga ao seu marido que deixe cá o carro.” - Passamos o dia seguinte a bater de porta em porta, mas não vendemos um único livro. Ninguém se mostrava interessada. Como era possível eu ter vendido tantos livros pelo telefone no fim-de-semana e agora a Ida ter tantos problemas? De regresso a casa, a Ida anunciou que era eu que iria a conduzir. Graças a ela, não só tive o meu primeiro emprego em vendas como aprendi a conduzir. 

.

Eu não sabia muito acerca de vendas, mas não percebia como se poderia ter sucesso duplicando o número de visitas de porta em porta e os telefonemas. Compreendi que tinha vendido aquelas 10 coleções por causa do entusiasmo que sentia por elas. 

.

Recolhi imediatamente uma lista de pais na área de Houston e comecei a marcar reuniões. Vendi 25 mil dólares em livros durante os nove primeiros meses, o que me fez uma das melhores vendedoras da empresa. No entanto, e apesar do sucesso inicial, decidi desistir. 

.

Esta decisão deveu-se aos inúmeros telefonemas que recebi de pais zangados. Estes investiram 50 dólares em livros, colocaram-nos na prateleira e depois reclamavam que eles não funcionavam. Sei que se os livros tivessem sido utilizados corretamente o investimento teria valido a pena. Mas ainda assim perdi o meu entusiasmo e sem ele não conseguia vender mais livros. - Mary Kay Ash deixou o negócio dos livros e em 1963.

.

Durante as quatro semanas em que decidiu descansar, ela decidiu escrever um livro para ajudar as mulheres a progredirem em um mundo empresarial dominado pelos homens. Sentada na mesa da sua cozinha, ela fez duas listas: uma contendo as coisas boas que tinha visto nas empresas onde tinha trabalhado, a outra com as coisas que poderiam ser melhoradas. Ao revisar as listas, percebeu que tinha criado um plano de marketing para uma “empresa ideal” bem sucedida. Com a poupança de toda uma vida – US$ 5.000 – e a ajuda do seu filho de 20 anos, Richard Rogers, ela lançou a Mary Kay Cosmetics, na 6a. feira, 13 de Setembro de 1963.
.
A empresa que ela fundou continua sendo até hoje uma das histórias de maior sucesso da área empresarial.
.
O objetivo inicial de Mary Kay continua sendo o mesmo: proporcionar às mulheres uma oportunidade ilimitada para o sucesso pessoal e financeiro. Ela utilizou a Regra de Ouro como sua filosofia básica e encorajou os funcionários e membros da sua força de vendas independentes a estabelecer prioridades nas suas vidas: Deus em primeiro lugar, em segundo a família e em terceiro a carreira.
.
Com seu inabalável compromisso para com esses princípios e sua extraordinária determinação, dedicação e capacidade de trabalho, Mary Kay realizou seu sonho e transformou uma pequena empresa de vendas diretas na maior empresa vendedora de produtos para o cuidado da pele e cosméticos nos EUA..

.

Em conseqüência, a Revista Fortune reconheceu a empresa colocando-a na sua lista “As 100 Melhores Empresas para se Trabalhar nos EUA” e também definiu a Mary Kay como uma das 10 melhores empresas para as mulheres trabalharem. Atualmente, a Empresa conta com mais de 960.000 Consultoras de Beleza Independentes em 33 mercados, em 5 continentes. 
.
Oradora veemente, pessoa motivadora e empreendedora, Mary Kay foi reconhecida pelas suas realizações através de numerosos prêmios e homenagens.
.
Em 1980, Mel, marido de Mary Kay, faleceu de câncer. Tendo sido testemunha do seu sofrimento, ela se comprometeu com a luta para encontrar uma cura para a doença. Durante mais de 20 anos participou de atividades para angariar fundos para a campanha, e em 1995 fundou a Fundação de Caridade Mary Kay Ash, uma fundação pública sem fins lucrativos que proporciona fundos para a pesquisa dos cânceres que afetam às mulheres.

.

Por duas vezes Mary Kay foi presidente honorária do Projeto de Mamografia do Texas e trabalhou no sentido de promulgar uma lei no Texas obrigando os convênios médicos a incluir a mamografia nas suas coberturas. Em 2001 a sua Empresa e a sua Fundação estenderam seus esforços filantrópicos para lutar contra a crescente onda de violência contra as mulheres, financiando um extraordinário documentário sobre a violência doméstica que foi transmitido em todo o país pela PBS. Para obter maiores informações sobre os programas da Fundação visite www.marykay.com  
.
Mary Kay é autora de três livros que se transformaram em best-sellers. A sua auto-biografia, Mary Kay, vendeu mais de um milhão de exemplares e foi traduzida para diversos idiomas. Sua filosofia empresarial, Mary Kay on People Management, continua sendo considerada uma excelente fonte de sabedoria e foi incluída nos cursos de administração de empresas da prestigiosa Harvard Business School. O terceiro livro de Mary Kay, intitulado You Can have It All (VOCÊ PODE CONSEGUIR TUDO), foi lançado em Agosto de 1995 e passou a ser considerado um best-seller poucos dias depois do seu lançamento. Seus discursos e frases continuam inspirando as mulheres que formam a força de vendas da Mary Kay.
.

A linha de produtos Mary Kay® inclui mais de 200 produtos de primeira qualidade em sete categorias: 

  • cuidados com a pele. 

  • maquiagem, 

  • cuidados com os cabelos, 

  • cuidados com o corpo, 

  • proteção contra o sol, 

  • fragrâncias 

  • linha masculina. 

.Pensamentos de Mary Kay sobre os Negócios

 .
“Definitivamente, o maior patrimônio de uma empresa são as suas pessoas”. Não faz diferença se ela produz carros ou cosméticos. Uma empresa é tão boa quanto as pessoas que a formam.”
.
“Aprendi a imaginar um cartaz invisível pendurado no pescoço de cada pessoa, com os dizeres: "Faça com que eu me sinta importante!" Eu sempre faço isso e nunca deixo de me surpreender com a reação positiva das pessoas. Se eu tivesse que dar aula no primeiro ano de um curso de administração de empresas, faria com que cada aluno tivesse esse cartaz pendurado durante todo um semestre. No fim do semestre e pelo resto das suas vidas eles imaginariam que todas as pessoas com as quais se encontram também têm um cartaz desses. Não tenho dúvida que os relacionamentos que eles vão ter com seus cônjuges, amigos, colegas e clientes serão maravilhosos!”
.

"Precisamos de líderes que agreguem valor às pessoas e à organização que dirigem; que trabalhem pelo bem dos outros e não só para obter ganhos pessoais, que inspirem e motivem, em lugar de intimidar e manipular, que convivam com as pessoas para conhecer seus problemas e que tenham confiança em Deus para poder resolvê-los e que tenham uma norma moral que aponte na direção certa, sejam quais forem as tendências.”

.
A missão da Mary Kay é enriquecer as vidas das mulheres. Para entrar em contato com uma Consultora na sua área de residência, telefone para o número 0800-163113 ou envie um e-mail para: marykay@marykay.com.br

 

 

 

 

.

PESQUISA, DESIGNE E ADAPTAÇÃO DA EQUIPE DO SDR

,

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

..

.

.

.. " ADMINISTRANDO SEU TEMPO  "

..
.

.

L. A. COSTACURTA JUNQUEIRA
.

VICE - PRESIDENTE 
.

Instituto MVC  M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo.
.

....

.

..



Nos últimos anos temos identificado um interesse cada vez maior de nossos clientes em treinar seu corpo de vendas para melhor Administração do Tempo. - Este artigo retrata nossa preocupação em oferecer ao profissional de vendas (não ao Executivo/Gerente) uma série de sugestões para aumento de sua eficiência, através da melhor utilização do seu tempo.

. 
Antes de enumerarmos as soluções queremos dar-lhe uma maior consciência do problema tempo e de sua extensão. - Procure fazer a si mesmo as seguintes perguntas:

  • Vivo envolvido numa montanha de tarefas burocráticas ? 

  • Passo mais tempo no escritório do que com o cliente ? 

  • Os critérios que uso para determinar os clientes a serem visitados tem mais relação com amizade pessoal, proximidade geográfica etc do que com o retorno real e potencial que esse cliente pode trazer ? 

  • Durante as visitas a clientes estou unicamente preocupado com atividade de manutenção do cliente, em vez de também me preocupar com a abertura de novas frentes, novos produtos com aquele cliente etc. ?

A resposta afirmativa a qualquer uma das questões anteriores é um seguro indicador que você tem problemas na Administração do seu Tempo. - Vamos agora enumerar algumas sugestões para resolver esse problema: .

.

ELIMINE A "VISITA INESPERADA" PARA SEMPRE
O visitante inesperado é um dos maiores transtornos para um executivo ou empresário. Você pode gerar má vontade do cliente se desejar vender-lhe alguma coisa! Uma alternativa para o cliente que se recusa em recebê-lo: marque a entrevista com 3, 4 meses de antecedência; não há como ele recusar essa entrevista, pois ninguém no Brasil se programa com tanta antecedência.
.
CONFIRME AS VISITAS POR TELEFONE
Uma ligação telefônica pode economizar uma viagem infrutífera, quando um motivo inesperado forçar a mudança de planos do seu cliente. Ao chegar, se não puder ser atendido de imediato, dê à secretária uma idéia de quanto tempo poderá esperar em função de seus futuros compromissos. Este tempo de espera deve ser fixado por você, previamente, em função da prioridade do cliente e do assunto.
.
DÊ AO SEU CLIENTE UMA ESTIMATIVA DA DURAÇÃO DA ENTREVISTA
Mantenha-se atento à sua estimativa (início e término). Planeje sua apresentação cuidadosamente para Ter certeza de que usará eficientemente seu limitado tempo.
.
APROVEITE BEM SEU TEMPO DE VIAGEM/DESLOCAMENTO
Os profissionais de venda gastam muito tempo se deslocando de um lugar para outro; esse tempo não deve ser desperdiçado. Existe uma série de atividades que podem ser desenvolvidas enquanto você viaja de carro, trem ou avião. Enquanto espera, planeje seu dia seguinte, leia um bom livro técnico, procure pensar nas possíveis contra-argumentações de seu próximo cliente, reveja o planejamento da próxima semana etc.
.
PLANEJE O SEU TEMPO PARA QUANDO O CLIENTE DESPERDIÇAR O DELE
Nada é mais frustrante do que você "estar tocando o seu bonde" enquanto o cliente está preocupado com um chamada, visita ou emergência. Você poderá evitar essa situação se colocar em prática as idéias anteriores ou tentar encontrar-se com seu cliente fora do local de trabalho dele – onde as interrupções sejam as menores possíveis. Se essas ocorrerem, procure dispor de atividades que possam ser desenvolvidas durante essas interrupções, usando o tempo produtivamente. Rever apontamentos é uma atividade a ser desenvolvida enquanto espera; rascunhar pequenas cartas; planejar a entrevista com o próximo cliente etc. Se Você notar que a interrupção será muito longa talvez seja o caso de voltar numa outra ocasião, ou procurar falar com o substituto.
.
RESPEITE O TEMPO DO SEU CLIENTE
O cliente o respeitará mais e, portanto, prestará mais atenção à suas propostas, se você preparar convenientemente e não demorar demais em sua visita. Para seus clientes prioritários procure determinar agendas prévias para reunião, datas e prazos para cumprimento de obrigações de ambas as partes.
.
FALE COM QUEM TOMA DECISÃO
Se possível, procure entrevistar-se com a pessoa que toma as decisões em cada empresa. Se você assim o fizer, não perderá tempo esperando que uma terceira parte entre no circuito decisório. - Resista à tentação de visitar clientes amigos em vez daqueles que podem aumentar suas vendas. Uns poucos minutos com um novo cliente podem lhe render mais do que um encontro descontraído e relaxado com um cliente amigo. Lembre-se do Princípio de Pareto "20% de suas ações são responsáveis por 80% dos resultados que você "produz". Concentre suas visitas nos "clientes 20%".
.
DESENVOLVA HÁBITOS SAUDÁVEIS DE VENDA - Escreva as frases abaixo num cartão e leve-o com você:

  • Faça sempre uma relação de objetivos e atividades;

  • Diariamente elabore um plano de ação, definindo as prioridades do dia;

  • Defina as prioridades em função dos "resultados" esperados de cada objetivo e/ou atividade;

  • Trabalhe em função dessa prioridades, iniciando o dia pelo assunto mais importante;

  • Reveja diariamente seu plano de ação (previsto x realizado)

  • Faça tudo isso agora, não deixe para amanhã.

QUANDO POSSÍVEL, PROCURE FAZER COM QUE O CLIENTE O VISITE. As vantagens são inumeras. Você poupa tempo, pode mostrar ao cliente como funciona sua organização, fazer demonstrações de seus produtos, etc. Como foi você quem marcou a entrevista sempre terá mais controle sobre seu início e termo.
.
TRATE DO MESMO ASSUNTO COM VÁRIOS CLIENTES, AO MESMO TEMPO.
Se o mesmo assunto precisar ser divulgado ou analisado com vários clientes, procure promover uma reunião (em vez de visitas individual). Haverá menos problemas de comunicação no que você divulgar, sinergia entre seus clientes, intercâmbio de informações etc.
.
DIVULGUE O MATERIAL SOBRE ADMINISTRAÇÃO DO TEMPO
Ao se encontrar com clientes, colegas, fale sobre o assunto Administração do Tempo, dê a eles cópia do material que possui, mencione as soluções que "você" encontrou, enfatize os resultados que "você" conseguiu, as dificuldades que superou.
.
IDENTIFIQUE OS MELHORES DIAS PARA CONTATOS COMERCIAIS
Respeitando a prioridade de cada assunto procure identificar os melhores dias e horários para seus contatos comerciais. É sabido que, em geral, as 2ª s e 6ª s feiras são dias em que as pessoas estão mais ocupadas; as pesquisas mostram também que a parte da manhã é menos congestionada que da tarde.
.
PROCURE AJUDAR O CLIENTE A MELHOR PROGRAMAR O TEMPO DELE (E O SEU). EIS ALGUMAS IDÉIAS: - 

  • Defina previamente ambas as agendas e o tempo de duração da entrevista (ambos terão mais tempo para se preparar). 

  • Incentive-o a ir colocando por escrito tudo o que tem para tratar com você utilizando para isto uma agenda ou similar. Isto evitará novas idas e vindas, de sua parte.

  • Sugira a ele que a ordem de análise dos assuntos seja do mais importante para o menos importante. 

  • Dê a seu cliente uma idéia dos seu próximos compromissos (embora garantindo que ele terá o máximo possível do seu tempo). Isto poderá ajudar na otimização do período de contato. 

  • Caso tenha que desmarcar qualquer contato, faça-o com a maior antecedência possível. Isto fará com que seu cliente proceda do mesmo modo com você. 

  • Defina com seu cliente um período em que você será mais facilmente encontrado no escritório; peça-lhe para concentrar os contatos nesse período. 

  • Ao final de cada contato faça um resumo dos assuntos tratados e, especialmente, dos prazos combinados. 

Sucesso gera sucesso. A medida que você se conscientizar dos benefícios advindos do controle do tempo. Você se tornará mais e mais convencido da necessidade de pôr em prática as técnicas de administração do tempo. Por quê? Porque elas funcionam! À medida que você começa a viver de acordo com o lema "tempo é dinheiro", nunca mais se satisfará com uma vida sem planejamento.

. 
Cada momento tem seu valor, quer financeiro quer não financeiro. - Lembre-se que o tempo mal utilizado implica em vários tipos de custos:

  • O custo de sua hora como profissional, diretamente proporcional ao seu salário; 

  • O custo do que você deixou de fazer durante aquele período 

  • O custo psicológico decorrente de não estar conseguindo desenvolver o que planejou.

Gostou do artigo? Por que não tirar cópias dele e distribuí-las a seus companheiros e, eventualmente, a seus clientes 

.

.

L. A. COSTACURTA JUNQUEIRA
.
VICE - PRESIDENTE 
.

Instituto MVC  M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo

...

Vice-Presidente do MVC - Instituto Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo. Administrador pela FGV. Coordenador dos projetos de Educação Corporativa, E-Learning e Consultoria em Desenvolvimento de Talentos Humanos.

.

Seminários e Palestras nos EUA, Portugal, Uruguai, Aruba e Paraguai. Autor dos livros Negociação:

  • Tecnologia e Comportamento (27ª Edição – 180.000 exemplares), 

  • Sr. Presidente: A Culpa é Sua: Desenvolvendo Talentos Humanos (4ª Edição), 

  • Administração do Tempo: Um programa de Autodesenvolvimento (7ª edição), 

  • Tempo do Executivo: Problemas e Soluções (8ª edição). 

  • Co-autor, com Eunice Mendes, dos livros Falar em Público: Prazer ou Ameaça? – (4ª edição)

  • Comunicação Sem Medo (5ª Edição). 

  • Co-autor com Marco Aurélio Vianna em Gerente Total: Administrando com Eficácia a Empresa do Século XXI, (5ª edição). 

Seu livro mais recente é "Cada Empresa Tem o Consultor que Merece – Como Otimizar as Relações entre Clientes e Consultores" (2ª edição). (BASE SP) 

..

Contatos: 11 3171-1645 / 3285-2438 - costacurta@institutomvc.com.br  (Luiz Augusto Costacurta) (SP) ou 21-2518-2321 - mvcmt@uninet.com.br  (Maria Teresa) (RJ) - www.institutomvc.com.br

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

 

"DICAS E CURIOSIDADES" Nº222 DO WWW.SDR.COM.BR

.

.

..

.

“Muitas mulheres cometeram o erro de trocar as suas crenças para acomodá-las ao seu trabalho. O correto é fazer ao contrário. Nenhuma circunstância é tão extraordinária que exija duplos padrões ou que nos afastemos da nossa fé. Não importa quão rápidas são as mudanças do mundo, os valores básicos devem permanecer constantes.”

.

Mary Kay Ash - 

.

.

Se vamos nos reunir..., é para gerar idéias

.

  • Quantas reuniões maçantes você participa por semana? 

  • Por que será que elas são maçantes? 

  • Será que não é porque vocês nunca discutem sobre algo novo? 

Se você organiza e lidera reuniões, procure adicionar o tema INOVAÇÃO a esses encontros. Determine o momento apropriado, e pergunte a todos: “Alguma nova idéia de marketing para a nossa empresa hoje?”, e observe como a atitude das pessoas se altera. 

Você pode também determinar um foco para a geração de idéias. Por exemplo: 

  • “O que nós podemos fazer para aumentar as vendas do produto X esse mês?”, 

  • “O que nós podemos fazer para recuperar os negócios com o cliente Y esse trimestre?”. 

  • Produto, cliente, fornecedor, mercado, fatos... escolha um. .

De uma reunião de 50 minutos, reserve 10 minutos para a INOVAÇÃO. 

O futuro da sua empresa agradece.

.

.

SR. PROF. RICARDO JORDÃO
FUNDADOR, PRESIDENTE, SEU AMIGO
.

.
http://www.bizrevolution.com.brricardom@bizrevolution.com.br 

.

.

Os chefes são claramente a fonte dos nossos problemas… 

eu ataco-os por uma questão de sobrevivência!

Tom Peters - consultor

.

.

Um cliente insatisfeito não luta, muda.

.

Quem possui uma pequena empresa não se pode dar ao luxo de ter clientes insatisfeitos. Basta fazer as contas ao que um cliente fiel gasta em cada visita à sua loja e depois multiplicar pela quantidade de ausências que se seguiram ao dia em que lhe deu uma má resposta.

.

Pois é, já para não falar da outra multiplicação que tem de fazer pelo número de pessoas a quem ele vai contar a péssima experiência que teve consigo. 

.

Então, o que acha? Está na altura de pôr o tão estafado princípio em prática: 

.

O cliente primeiro!

.

.

Aprendi que é mais fácil fazer um discurso sobre boa publicidade do que fazê-la.

.
Leo Burnett, fundador da agência de publicidade Leo Burnett

.

.

Como garantir a excelência nos serviços
.

Sinta-se bem consigo mesmo. Quando sabemos que estamos a fazer o melhor possível em relação aos clientes e colegas, sentimo-nos muito melhor.

.
Pratique hábitos de cortesia. Esquecer as regras da boa educação e da cortesia é sinônimo de arrogância e indiferença. Quanto mais cortesia oferecer, maior cortesia receberá.

.
Empregue a comunicação positiva. Esta transmite o dom dos bons sentimentos e evidencia a sua consideração.

.
Trabalhe para os clientes. Eles têm direito a esperar serviços de qualidade.

.
Ouça cuidadosamente. Concentre-se em cada cliente. Sintonize as suas necessidades e atitudes.

.

Antecipe-se. Leia nas entrelinhas. Faça perguntas que demonstrem que você se importa.

.
Aprenda e cresça no seu trabalho. Todos os dias você tem uma escolha: crescer ou declinar. Se optar pelo crescimento, aprenda sobre os seus clientes, sobre os seus produtos e serviços. Procure conhecer a sua empresa e como melhorar a sua função.

..

O resultado cifrar-se-á num sentimento de auto-realização.

.

.

"Quem se interessaria em ouvir os atores falar?" 

.
* H. M. Warner, Warner Brothers, no auge do cinema mudo, 1927. 

.

.

TEMPO É DINHEIRO 
.

É uma regra do capitalismo. Frase que se encaixa na realidade atual e é bastante utilizada. 
.
A expressão é atribuída ao jornalista, físico, político e filósofo norte-americano Benjamim Franklin (1706-1790). 
.
Relatos mostram que Benjamim o inventor do pára-raios pode ter se inspirado na obra do filósofo grego Teofrastos (372-288 a.C.), que costumava dizer algo semelhante a ''o tempo custa muito caro''.

. 

.

Sabedoria Árabe

.
"O MOMENTO MAIS ESCURO DA NOITE  - É UNS SEGUNDOS ANTES DO AMANHECER"

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

..

.

" COMO ENFRENTAR O ESPÍRITO CRÍTICO "

..

.

.

..
PROF. MÁRCIO MIRANDA


PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NEGOCIADORES

.

.

Não deixe que a desaprovação alheia o impeça de fazer aquilo que você quer. Existem alguns recursos simples que podem ajudá-lo a lidar com indivíduos negativistas.
.
Ser criticado faz parte da vida. Ninguém consegue agradar a todo mundo o tempo todo. Estas são verdades bastante conhecidas que já fazem parte do nosso senso comum. Mas não há como negar: - É bastante doloroso ser alvo de julgamentos desfavoráveis. Na realidade, poucos sabem como encarar esse problema e resolvê-lo . 
.
Mesmo se você tentar ficar na retaguarda, evitando confrontos, terá inevitavelmente de tomar decisões, ainda que menos importantes, e, pode estar certo, nem todo mundo irá concordar com elas. Até mesmo nas pequenas coisas, como nas escolhas de nossas roupas ou alimentos, existe sempre alguém pronto para nos "
bombardear". Da próxima vez que receber uma crítica, não se desespere e passe a refletir sobre os seguintes pontos: 
.
Procure encontrar alguma verdade nas palavras dirigidas pelo crítico. Geralmente, os comentários dessa natureza trazem consigo algo de genuíno, mas suas cores são sempre carregadas. É sua tarefa saber distinguir essa face verdadeira e dela tirar proveito, modificando aquilo que está realmente errado com você. Por exemplo: digamos que seu chefe o acuse de "
nunca" chegar no horário. Embora essa afirmação possa ser exagerada, tome providências para melhorar sua pontualidade.
.
Não tome todas as críticas pelo lado pessoal, pois, muitas vezes, elas nada mais são que o reflexo de preferências pessoais. Ao final de minhas palestras, sempre aparecem dois ou três executivos afirmando estarem insatisfeitos com o pouco tempo de minhas apresentações. Outros dois ou três, na mesma apresentação, irão dizer que gostariam de ter gasto menos tempo na dinâmica de grupo. Logo, nem mesmo tente agradar a todo mundo. É perda de tempo. 
.
Aceite que muitos indivíduos enfocam constantemente os aspectos negativos de qualquer coisa, pois são pessoas infelizes consigo mesmas. Esse tipo de gente tem de extravasar seu ódio e sua frustração com alguém. E, naquele dia, esse alguém é você. Nesse tipo de situação, não critique a crítica, nem fique na defensiva. Resista à tentação de discutir com sue detrator, pois isso geralmente não leva a nada quando se trata de pessoas negativistas. Faça apenas algumas ressalvas em instâncias que, segundo seu julgamento, exijam atitudes mais firmes. Aí sim: deixe bem claro que você exige ser tratado com respeito. 
.
Além destes, existe um outro recurso que poderia ser chamado de preventivo: é melhor evitar problemas de que se empenhar em sua resolução. Por isso, fuja daquelas pessoas que fazem apenas sugar suas energias - "
os vampiros de energia", definição do psicólogo Jack Canfield. Essa espécie de "vampiro" tem por hábito lamentar uma eternamente "terrível situação econômica", os problemas de suas vidas - que em breve serão seus e as tenebrosas perspectivas para o futuro. Se você tiver sorte, ouvirá apenas um ligeiro resumo sobre suas dores e enfermidades recentes. 
.
Enfrente o espírito crítico com inteligência, procurando evitá-lo. Associe-se apenas a pessoas positivas, ou seja, indivíduos motivados por objetivos, movidos pelo gosto de ação e dispostos a prestar serviços. Convivendo nesse universo você desenvolverá as mesmas críticas daqueles que o cercam e poderá utilizá-las em seu benefício. Você mesmo irá tornar-se mais positivo em suas atitudes um tipo de criatura sempre amada por seus semelhantes. Você pode escolher. Faça isso agora mesmo junte-se às pessoas positivas, prestativas. Elas o impulsionarão na formidável escalada da montanha chamada "
Sucesso". 
.

.

.

PROF. MÁRCIO MIRANDA

PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NEGOCIADORES

.

É o presidente da Associação Brasileira de Negociadores e autor de diversos livros e vídeos sobre o tema. Seu livro "Negociando Para Ganhar" já está na quarta edição e é leitura obrigatória quando o tema for negociação. - Negociar bem é uma mistura de arte e ciência. Saber negociar é fundamental para o seu sucesso, tanto profissional quanto pessoal. 

.

Iniciou sua carreira, ainda jovem, nos Estados Unidos, onde residiu sete anos e graduou-se em Engenharia Eletrônica, pela Columbia Pacific University na Califórnia. Cursou, também, Marketing e Administração de Empresas na Louisiana State University, University of Houston e University of Wisconsin.

.

.

A Workshop tem o objetivo de ajudar os seus clientes a procurarem caminhos que os levem a aumentar a lucratividade e produtividade, sem esquecer que tudo isso só será possível através do comprometimento dos seus profissionais e colaboradores. 
..

.

Rua Adib Auada 41 - Centro Empresarial Granja Viana - Cep: 06710-700

Cotia (SP) - Tel: 11 4612-6054 ou 3871-3124  fax: 11 4612-6056 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

JORNAL DICAS DA SEMANA DO WWW.SDR.COM.BR Nº222

.

TRANSPORTES   LOGÍSTICA

.

TERMOS TÉCNICOS UTILIZADOS NUMA VENDA SIMPLES:

.

CIF: - Cost (custo), Insurance (seguro) and (e) Freight (frete). Neste caso, o produto ou material ofertado ou vendido, já tem embutido no preço da mercadoria os impostos, os custos de transporte e seguro da mercadoria ate a porta do cliente.

.

FOB: - Free (livre) On (até) Board (embarque) ou Preço sem Frete Incluso (posto a bordo).  - Tem algumas variações no FOB.  - 

FOB Fábrica, quando o material tem que ser retirado ou no qual o preço do frete não está incluso na venda.

FOB Cidade, quando o fornecedor coloca o material em uma transportadora escolhida pelo cliente (re-despacho).

FOB dirigido - Esta modalidade é muita interessante porque a mercadoria não inclue o frete e seguro, mas a empresa vendedora gerencia o transporte a ser pago pelo comprador ou destinatário.

 

.

Qual a relação do Representante e do Vendedor com O TRANSPORTE E A LOGÍSTICA ?

.

.
FONTE DE REFERENCIA: - As Industrias costumam solicitar aos Representantes e Vendedores, as opiniões colhidas nos clientes, dos serviços prestados por uma Transportadora na entrega dos produtos vendidos.
.
FONTE DE INDICAÇÃO: - As Industrias costumam consultar seus Representantes e Vendedores, para saber que Transportadoras contratar em cada região, porque querem oferecer o melhor serviço para os clientes, racionalizar custos e evitar problemas para as vendas.
.
FONTE DE CONSULTA: - Quando se vende uma mercadoria FOB (frete pago pelo destinatário), e o cliente não tiver acordo com nenhuma transportadora, a quem lhe cabe dar referencias é ao Representante e Vendedor. 
.

Já conhece alguma Transportadora com qualidade total NO SERVIÇO ? 
..

FORMAÇÃO DE PREÇO: - Como podemos avaliar um transporte, sem saber os componentes de um frete: Cubagem x Peso x Distância x Valor da mercadoria, preços médios de mercado. 
.
Apresentamos o caderno "
LOGÍSTICA E TRANSPORTES" no intuito de propor a todos os assinantes, um levantamento profundo e pormenorizado do transporte e da logística, como forma de compilar antecedentes, entender e poder gerir esta administração, tornando assim a representação comercial, uma empresa de todo ponto de vista atraente para ser contratada. Não é mais a venda o que as representadas procuram, mas empresas que se completem na administração comercial. De você depende seu valor no mercado hoje em dia e está em sua profissionalização e nos conhecimentos sua subsistência e permanência.

.

É a representação comercial  o meio mais seguro e econômico de uma representada estar presente em todas as cidades, estados e países, com os produtos a venda, já que o representante oferece sua própria estrutura e conhecimento profissional, percebendo para isto um percentual das vendas realizadas.  - Se o representante é quem gerencia a venda na região contratada, o transporte e a logística são itens que devem ser entendidos e administrados por ele, porque ninguém melhor para recomendar, negociar e influir na decisões pelo melhor transporte, já que este serviço influi e muito na venda.

.

Brasil pelas suas dimensões continentais, é um dos países com maior probabilidade de um representante se tornar não somente fundamental para as representadas, mas imprescindível. Um bom representante, além de ter uma excelente administração comercial, deve ser um pólo de referencia para as informações que sua Representada utilize, não somente nas vendas consultivas como na administração dos custos gerais de logística.

.

Se você comanda a venda consultiva, pesquisando e informando a sua representada quais os produtos com melhor oportunidade de venda, sem dúvida tem que informar quais as empresas de transporte com melhor performance no binômio "Preço - entrega".

.

O representante ou vendedor visitando 6 Clientes em media por dia, é o mais indicado para gerenciar e administrar as indicações do transporte na sua região e deve entender que se assim o fizer, terá não somente o respeito do cliente e sua representada, como do transportador que começará a tê-lo como um parceiro.

.

No mercado atual, as empresas de representação reinam, enquanto que os representantes apenas servem. Analise sua performance e veja que você é: - Representante ou empresa de Representação?

.

.

HISTÓRIA DO TREM - 1ª DE 2 APRESENTAÇÕES

.

No século XVIII, os trabalhadores das zonas mineiras da Europa descobriram que os vagões de carga, deslizavam com mais facilidade se as rodas girassem por um carril feito com guias de metal, já que dessa forma se reduzia a fricção. - Os trilhos para as vagonetas só serviam, para transportar até a via fluvial mais próxima, que até então era a principal forma de transporte de grandes volumes, puxadas sempre por animais ou pessoas. O início da Revolução Industrial, na Europa de começos do século XIX, exigia formas mais eficazes de levar as matérias primas até as novas fábricas e transportar desde aí os produtos acabados. 
.
Os dois princípios mecânicos, guias de rodas e uso de força motora, foram combinados pela primeira vez pelo engenheiro de minas inglês Richard Trevithick (1771-1833), que em 24 de fevereiro de 1804 conseguiu adaptar a máquina de vapor, que se utilizava desde princípios do século XVIII para bombear água, para que tirasse uma locomotora que fez circular a uma velocidade de 8 Km horários, arrastando cinco vagões, carregados con 10 toneladas e 70 homens sobre uma via de 15 Km. de longitude, da fundição de Pen & Darren, no sul de Gales. 
.
Passaram duas décadas durante as quais se desenvolveram os trilhos de ferro fundido, que suportavam o peso de uma locomotiva de vapor sem apresentar distensão e nem deformação do percurso traçado. A potencia necessária para arrastar trens, no lugar de um dos vagões, se assegurou colocando uma locomotiva de vapor sobre dois ou mais eixos com as rodas unidas mediante bielas. 
.
A primeira via férrea pública do mundo, a linha Stockton-Darlington, no noroeste da Inglaterra, dirigida por George Stephenson, foi inaugurada em 1825. Durante alguns anos esta via só transportou carga; em ocasiões também utilizava cavalos como força motora. 
.
A primeira via férrea pública para o transporte de passageiros e de carga que funcionava exclusivamente com locomotivas de vapor, foi a de Liverpool-Manchester, inaugurada em 1830. Também foi dirigida por George Stephenson, nesta ocasião com a ajuda de seu filho Robert Stephenson. 
.

O êxito comercial, econômico e técnico da linha Liverpool-Manchester transformou o conceito de vias férreas, e não só na Grã Bretanha. Algo que antes se via como meio para cobrir trajetos curtos, beneficio a mineração e se considerou capaz de revolucionar o transporte de longo percurso, tanto de passageiros como de mercadorias. 
.
Havia se pensado que qualquer um poderia, prévio pagamento de um pedágio, colocar um trem sobre as vias férreas, igualmente como se fazia com os barcos nos canais; mas o volume de tráfego entre Liverpool e Manchester pronto demonstrou que o uso de uma via fixa devia controlar-se desde uma central e que era preciso manter uma distância segura entre os trens mediante algum sistema de sinalização. 
.
Os primeiros sinais mecânicos instalados ao longo da via apareceram em 1830. Desde metade da década de 1830 se desenvolveu com rapidez na Grã Bretanha e na Europa continental a construção de vias férreas entre cidades. 
.
Os trilhos de ferro ingleses foram construídos por empresas privadas, com uma intervenção mínima do governo, mas na Europa continental quase sempre a construção esteve controlada, e em ocasiões foi realizada totalmente pelos governos nacionais ou estatais. Assim se estabeleceu na Europa (menos na Grã Bretanha) a tradição do trem como empresa pública e a obrigação do governo de financiar, quando menos em parte a manutenção e a ampliação da infraestrutura nacional de ferrovias. 
.
A participação do governo estava orientada a impedir a duplicação desnecessária da concorrência nas rotas mais lucrativas como ocorreu na Grã Bretanha e a garantir que as estradas de ferro se expandissem da melhor forma para o desenvolvimento social e econômico do estado, região ou país. 
.
Também eram importantes as considerações técnicas, econômicas e inclusive militares. A intervenção estatal se considerou primordial, na hora de eleger e unificar a largura da via, que é o parâmetro que melhor define uma via ferroviária, a mínima distância entre as caras interiores dos trilhos, já que limita os tipos de material móvel que podem utilizar e condiciona as conexões possíveis com outros trilhos de ferro.

Os construtores da Europa e do Norte da América adotaram em geral a largura
1.435 mm (56 polegadas e meia) do projeto de George Stephenson, que se baseou nas extensões de via para vagões das minas, tal qual foi o seu de origem; empiricamente havia se demonstrado que era a dimensão mais adequada para o arraste por meio de cavalos (famosa largura da bunda, sim!!!) ou por humanos. 
.
A normalização internacional desta largura não se produziu até a Conferência de Berna de 1887. Mas a Espanha optou deliberadamente pela largura
1.668 mm (o equivalente a seis pés castelhanos na época). Tem se especulado que esta adoção de largura obedecia a uma forma de proteção contra a invasão francesa, o que estrategicamente impediria a vinda de soldados por estradas de ferro. 
.
Argumentos mais técnicos apontam que sendo a Espanha um país de geografia acidentada, as fortes pendências dos traçados, exigiriam que as locomotivas para aumentar a sua potência tivessem uma caixa de combustão mais ampla que no resto da Europa, o que obrigaria a a alterar a largura do conjunto mecânico y por ende a via férrea. Portugal adotou a largura espanhola. 
.
Outros países tampouco seguiram o modelo da via larga; a normalização russa a
1.520 mm se deveu que o Czar escolheu a um americano defensor da via larga para que dirigisse o primeiro trem do país e a Finlândia adotou a mesma largura. 

Na atualidade, o trafego ferroviário internacional entre países com diferentes largura de bitola, se resolve com vagões provistos de eixos de largura variável, que nas estações fronteiriças, ao cruzar um tramo de transição, automaticamente adotam a nova largura por guias mestres dos trilhos, não obstante se mantém os clássicos trasbordos de trem nas estações.
.
Nos EUA a via larga se adotou em muitas linhas, sobre tudo no sul e a normalização a
1,435 mm não se aplicou no âmbito nacional ate depois da guerra cível americana (1861-1865). O controle governamental mais estrito na construção dos primeiros trilhos e trens europeus se deu na França, com o resultado de que no século XIX contava com a rede ferroviária de troncais melhor planificada do continente e também a melhor preparada para velocidade.
.

A construção das vias férreas se expandiu em tal ritmo que na década de 1840, ao terminar a mesma tinham se construído 10.714 km. de estradas de ferro em Reino Unido, 6.080 km nos estados Alemães e 3.174 na França. Nos resto da Europa, exceto Escandinávia e Bálcãs, já estava em andamento a construção das primeiras estradas de ferro.
.
As viagens de trem prontamente se fizeram populares mas ate a segunda metade do século XIX a rápida expansão dos trens europeus esteve guiada sobre tudo pela necessidade da nascente industria de transporte de produtos e a capacidade do trem ajudava nos preços do transporte, garantindo ótimos benefícios aos investidores.

Em 1914 já existiam as redes ferroviárias que atualmente tem Europa, uma vez terminados os túneis da grande via trans-alpina: - Mount Cenis (o Frejus) entre França e Itália em 1871, o San Gotard na Suíça em 1881, o Alberg em Áustria em 1883 e na Suíça também o Simplon em 1906 e o Lotschberg em 1913.

.

CONTINUA NO JORNAL 223 - EQUIPE DO SDR

.

.

A PRIMEIRA AGÊNCIA DE VIAGENS E TURISMO

..

Thomas nasceu em 22 de novembro de 1808 em Melbourne, Derbyshire, Inglaterra. Abandonou a escola muito jovem, quando só tinha 10 anos.

.

Desde essa época desempenhou vários ofícios até 1828, quando tornou-se missionário Baptista.
.
Que surpresa teve quando se viu frente a frente com o primeiro trem de sua vida. Mas fora sua impressão e assombro viu nessa máquina uma forma de conseguir levar seu rebanho de fiéis para uma reunião que iria se realizar na cidade de Loughborough.

Assim então convence a companhia "
Midland Counties Railway Company" para que realize o trajeto especial Leicester a Loughborough, para a reunião que iria se celebrar em 5 de julho, a preços reduzidos, já que era a forma de convencer a seu "rebanho" a afastar-se do álcool. A viagem se realizou e Thomas aproveitou ela para realizar um apoteótico sermão para os mais de mil fiéis que assistiram, com um sucesso total.

A igreja após este acontecimento, ofereceu um salário melhor e lhe prognosticou um futuro brilhante como missionário, mas o jovem Thomas Cook, tinha outros planos para sua vida. Assim então abandonou a paróquia e abriu uma agência de viagens. A primeira no mundo...
"THOMAS COOK".

Acompanhava pessoalmente os grupos, cuidando dos mínimos detalhes. Assim também se tornou o primeiro guia turístico. Mais tarde o acompanhava sua jovem esposa Marianne.

Com o aumento do número de excursionistas, Thomas Cook teve a inspiração de escrever e imprimir os detalhes geográficos, históricos e até culinários dos lugares visitados. Surgia assim o primeiro guia turístico impresso.

Da Inglaterra ao continente europeu foi fácil. Aproveitando a Exposição internacional de Paris de 1855, organizou a primeira excursão turística internacional. Thomas Cook não falava uma palavra de Francês, mas lhe sobrava determinação e talento e a viagem foi um sucesso.

As façanhas deste intrépido pioneiro do turismo se sucediam, uma trás de outras. Com 64 excursionistas escalou os Alpes suíços e atravessaram o perigoso mar de gelo na fronteira com a França. Viajavam a pé, em burros ou em carruagens puxados por cavalos.

Dez anos mais tarde, em 1886, a agência Thomas Cook já tinha levado por todo o continente europeu mais de meio milhão de turistas. Pouco depois passaria a abrir filiais no mundo inteiro, o que lhe permitiria conseguir descontos em diárias de hotéis, navios, trens, etc. -  Com isto mais uma vez, seu pioneirismo se manifestou: - foi o primeiro a organizar "Pacotes turísticos".
.

.
Com 64 anos de idade, em 1872, partiu para seu projeto mais ambicioso: - A volta ao Mundo! Em companhia de quatro ingleses, entre eles uma mulher, quatro americanos, um grego e um russo, visitaram os Estados Unidos, Japão, China, Índia, Sri Lanka e os países Árabes. A viagem durou 8 meses e inspirou Julho Verne em seu célebre livro: - "A volta ao mundo em 80 dias". Do sucesso deste livro se aproveitou Thomas para organizar novas voltas ao mundo, que atraíram centenas de turistas.


Ao morrer em 1892 com 84 anos, Thomas Cook tinha transformado o turismo em uma das mais ricas indústrias de todo o mundo.

.

PESQUISA, DESIGNE E ADAPTAÇÃO DA EQUIPE DO SDR

..

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

..

.. " PRESENÇA NA INTERNET "

.
SR. PROF. Dailton Felipini

Consultor

. 

Mestre  em  Administração  pela  Fundação  Getúlio  Vargas. 

Professor de Gestão de Empresas Ponto-com na Universidade Ibirapuera 

Editor dos sites:  www.e-commerce.org.br    e    www.abc-commerce.com.br  .

...

..

“ A Internet é a mais badalada, e a menos compreendida das tecnologias” 
.

Apesar da badalação, as vezes exagerada, não há razão para a Internet ser mal compreendida. Para as empresas ela deve ser vista como um investimento e como tal, deve gerar um retorno. 
.

Neste e nos próximos artigos, vamos tentar responder de forma sucinta, a pergunta que qualquer empresário faria a alguém que lhe propusesse investir na Internet: 

.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS QUE A INTERNET PODE GERAR PARA MINHA EMPRESA ? 
.

Como resposta listei o que eu considero os principais benefícios ou aplicações para a Internet do ponto de vista das empresas. Note que essas aplicações não são opções excludentes, mas sim complementares, e vão se somando de forma a extrair da Internet o seu máximo potencial. 
.
Provavelmente para algumas empresas, algumas das aplicações serão prioritárias em relação a outras. Para as indústrias, as relações com os fornecedores, são importantíssimas, já para as empresas de serviço as relações com o cliente são cruciais, e assim por diante. Cada empresa, de acordo com suas características e necessidades deve investir nas aplicações que maximizem seu investimento. Vamos ver cada uma delas e seus benefícios. 
.

.
NOVO E ECONÔMICO CANAL DE DIVULGAÇÃO INSTITUCIONAL. 
Cerca de
90% das empresas tem atualmente, algum tipo de presença na Internet. Mas uma parte expressiva delas tem apenas o que estou chamando aqui de "Presença Institucional", ou seja, um site que mostra o que é a empresa, suas atividades, produtos ou serviços prestados, localização, telefones para contato, etc.. Uma espécie de brochura eletrônica de divulgação da empresa. 
.
Embora esse seja um objetivo muito pequeno diante do potencial da Web, como veremos posteriormente, a simples presença já traz resultados positivos em termos de imagem de empresa moderna, atualizada, onde os funcionários podem se referir ao site, podem utilizar cartões com o famoso “
www” e o endereço eletrônico da empresa... etc. Além disso, a existência do site já garante o recebimento de visitantes e inclusive a possibilidade de contato e realização de negócios. 
.
O pessoal das empresas ponto-com sabe muito bem que, dependendo do tipo de produto oferecido, de
30% a 40% das visitas recebidas no site, chegam através dos buscadores, ou seja, alguém que estava interessado em “produto X” entrou em um desses buscadores, digitou essas palavras e caiu no site da empresa. A partir daí, pode ter achado o site interessante, pode ter entrado em contato e mais um negócio ter sido concretizado. Note que, quanto menor o nicho de mercado e especificidade da empresa, maior a chance da empresa ser localizada e o negócio ser efetivado. 
.
Outro detalhe interessante é que os visitantes chegam até você gratuitamente, uma vez que, por enquanto não se paga nada para estar presentes nos buscadores. Então para resumir esse primeiro aspecto:  - Embora de forma limitada um simples site institucional já traz benefícios e, o mais importante, é primeiro passo na Internet. A partir dessa presença, novas aplicações e recursos podem ser adicionados buscando atingir outros objetivos. 
.

.
DIVULGAÇÃO DOS PRODUTOS – CATÁLOGO ELETRÔNICO. 
Além de mostrar a empresa, você pode também mostrar de forma detalhada a linha de produtos, suas características, atributos, preços, o diferencial oferecido pelo produto em relação aos da concorrência e tudo o mais que valha a pena destacar. É uma forma de
pré-venda, na medida que o seu visitante vai obter mais referências positivas sobre seu produto ou serviço. 
.
A partir daí, o cliente pode contatar a empresa simplesmente clicando em um ícone e enviando um e-mail, (
clique aqui para receber mais informações sobre o produto) solicitando a visita de um representante ou envio de informações mais detalhadas e específicas. Note que a partir daqui, já estamos falando de uma característica muito importante da Internet chamada “interatividade” que basicamente é a possibilidade de realizarmos uma comunicação de duas vias, na qual o seu site envia e ao mesmo tempo recebe informação de seu potencial cliente, diferentemente de outros canais de comunicação como um folheto, uma revista, o rádio, ou a televisão. 
.

.
GERAÇÃO DE NOVOS CLIENTES – E-MAIL MARKETING. 
Podemos avançar um pouco na exploração das possibilidades oferecidas pela internet, e começar a usar o site de forma mais pró-ativa, buscando atrair novos clientes e expandir os mercados através desse canal. Foi dito acima, que os buscadores são uma excelente forma de captação de clientes na medida que funcionando como uma espécie de radar, 24 horas por dia no ar, durante todos os 365 dias do ano. 
.
Mas além dos buscadores, pode-se utilizar a Internet para realização de campanhas promocionais utilizando uma mala-direta eletrônica, por exemplo. E aqui, não se trata do chamado “
Spam”, a prática de enviar milhões de e-mails não autorizados, que eu nunca recomendaria para uma empresa ponto-com iniciante e muito menos para uma empresa tradicional com um nome a zelar no mercado. 
.
Trata-se de uma mala direta adquirida de empresa confiável, cujas pessoas concordaram em receber informações sobre determinados produtos (
grandes provedores e portais tem isso). Uma boa lista e cujos dados são bem segmentados com alta concentração de clientes em potencial, possibilita um excelente retorno das campanhas promocionais na medida em que o "target" ou público alvo é definido com maior precisão. 
.
Outra alternativa de melhor retorno ainda, é desenvolver o seu próprio mailing com as pessoas que já compraram da empresa, ou que se registraram participando de concursos ou eventos promovidos com essa finalidade de gerar “
prospects”. Trataremos disso no próximo artigo. .

.

.

SR. PROF. Dailton Felipini

Consultor

...

Dailton Felipini é Mestre em Administração pela Fundação Getúlio Vargas. 

Consultor e Professor de Gestão de Empresas Ponto-com na Universidade Ibirapuera. 

.

.

Editor dos sites:

www.e-commerce.org.br   -    dailton@e-commerce.org 

.

 www.abc-commerce.com.br  -  dailton@abc-commerce.com.br 

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

PIADAS DO JORNAL "DICAS DA SEMANA" Nº222

......

PIADA DE COR AZUL = LINDINHAS
PIADA DE COR ROXA = PICANTES
PIADA DE COR MARROM = POLÍTICA
PIADA DE COR VERMELHO = PAHH
PIADA DE COR VERDE = ENJÔO!
PIADA DE COR PRETO = FEIA

Um candidato apresenta-se para responder a um anúncio de emprego. A certa altura da entrevista, o entrevistador comenta: - Para esse cargo é imprescindível uma pessoa responsável!
Então o senhor está diante da pessoa certa - diz o homem.
E quem poderia me dar referências suas?
A Polícia Federal!
A Polícia Federal?! - Como assim?
No desfalque do Banco que eu trabalhava eles disseram que eu era o responsável!!

O mineiro observando o engenheiro com o teodolito.
- Dotô, pra que serve esse treco aí?
- É que vamos passar uma estrada por aqui... Estou fazendo as medições.
- E precisa desse negócio pra fazê a estrada?
- Sim, precisa! Por que? Vocês não usam isso pra fazer estradas, não?
- Ah não, homi... Aqui quando a gente qué fazê uma estrada, a gente sorta um burro e vai seguindo ele. Por onde o bicho passá é o mió caminho pra se fazê a estrada...
- Ah, que interessante - respondeu o engenheiro. E se vocês não tiverem o burro?
- Bem, daí a gente chama us engenhero...

Tudo que você queria saber sobre a maconha e não sabia:

1. O que é Maconha?
R. Maconha é uma erva que surgiu há mais ou menos 3000 anos antes de Cristo, na plantação do chinês Akiten Malluku, que cultivava duas linhagens da erva, a boaconha (de boa qualidade) e a maconha (de qualidade inferior). Só que uma tempestade destruiu quase toda a plantação do nosso amigo, sobrando apenas a Maconha, que foi espalhada pelo mundo por uma caturrita.

2. A maconha atrapalha o desempenho sexual?
R. Sim, fumar maconha pode ser prejudicial p/ o desempenho sexual, principalmente se a outra parte não gostar de fumar. Se vc ficar enrolando muito p/começar, ele (a) pode desistir e te deixar na mão.

3. O uso continuo de Maconha pode levar ao uso de drogas mais pesadas?
R. Não, a maconha é a mais pesada das drogas, só perdendo para a cola de sapateiro! Colocamos em recipientes iguais vários tipos de drogas, e em seguida pesamos todos. O segundo recipiente mais pesado era justamente o que continha maconha.

4. A lei prevê penas severas para quem for preso em flagrante com maconha?
R.Depende. Se vc for um simples usuário, poderá pegar 2 anos de cadeia numa cela com marginais da pior espécie. Mas se for um perigoso traficante, a barra é menos pesada: além de prisão-albergue, terão direito a uma série de outras regalias.

5. A maconha provoca dependência psicológica?
R. Não. 89,7% dos psicólogos e psicanalistas entrevistados afirmam que preferem cocaína mesmo. Também pudera! Com os altos preços que eles cobram pelas consultas, é natural que tenham mais dinheiro p/ gastar em drogas.

6. Mulheres grávidas podem usar maconha sem risco?
R.Sim. Está provado que em todas as blitz da polícia eles raramente revista gestantes. Se vc está grávida, pode por na meia sem nenhum risco.

7. Fumar maconha pode diminuir os reflexos dos motoristas?
R. Não. Fizemos essa experiência c/mais de 50 motoristas: - demos maconha p/todos eles fumarem e em seguida, colocamos um por um diante de um espelho. Em nenhum dos casos os reflexos foram alterados.

8. Existe alguma relação entre maconha e envelhecimento?
R. Sim. A maconha é uma droga que envelhece muito rápido: só p/ ter uma idéia, se vc deixar a maconha guardada em sua casa por muito tempo sem um acondicionamento especial, ela perde todo o seu efeito em aproximadamente um mês.

9.A maconha só pode ser fumada?
R.Não. Além de consumos alternativos como bolos e chás, ainda existem algumas fórmulas farmacêuticas novas que incluem a maconha como princípio ativo. O caso da mais nova bebida, feita com cerveja e maconha, a
cervaconha!

10. A maconha atrapalha no rendimento escolar?
R. Não. Alguns donos de escola estão faturando muito alto com a venda de maconha nas escolas. Além de ganhar um por fora p/deixarem os traficantes vender a droga no intervalo, eles alugam terrenos p/cultivo da erva e ainda fumam maconha de graça.

11. A maconha mata?
R.Sim. Há alguns anos atrás soube-se que um rapaz ao passear pelas ruas foi atingido por um tijolo de 20kgs de maconha prensada que caiu do 15o. andar de um prédio, atirado por uns magros fugindo do flagra e ele morreu na hora com a pancada.

12.O que leva um adolescente a acender o primeiro baseado?
R. Pesquisas feitas pelos laboratórios de maior renome no assunto indicam que é o fósforo seguido logo após pelos isqueiros!

13. A maconha causa enfraquecimento da memória?
R.Que eu me lembre não!

O cavalheiro entra no confessionário de uma igreja, em Hollywood. 
Padre, quero me confessar! 
Pois não, meu filho. Quais são seus pecados?" 
Fui infiel à minha esposa, padre. Sou produtor de cinema e, na semana passada, dormi com a Jennifer López. E, esta semana, dormi com a Cameron Díaz. 
Lamento, filho, mas não posso dar-lhe a absolvição" 
Porque? A misericórdia do Senhor não é infinita? 
Sim, filho, a Misericórdia de Deus é infinita. Mas ele jamais vai acreditar que você esteja arrependido...!"
 

Que falou uma colher para a gelatina...?
Ainda não botei e tu já estas toda tremendo....

Em plena luz do dia, na saída de um Shopping Center, um índio alto e forte, armado com um machadinho de pedra, aborda uma senhora. - Se não der bolsa pra índio, mulher morre!
Apavorada, a mulher lhe entrega a bolsa.
Se não der colar pra índio, mulher morre!
A mulher lhe entrega o colar.
Se não der relógio pra índio, mulher morre!
A mulher tira o relógio e no auge do desespero deixa escapar um pum bem sonoro, fino e cumprido...
Se não der buzininha pra índio, mulher morre!

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

 

.

. " CAPITALISMO SELVAGEM OU "
...

SELVAGENS NO CAPITALISMO?

.

PROF. RICARDO JORDÃO

.PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO

BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING

..

http://www.bizrevolution.com.br    -    ricardom@bizrevolution.com.br 
.

.

.

“Eu estou cansado de ouvir que o Brasil não funciona, a empresa não funciona, os clientes não funcionam. Eles não tem que funcionar. Nós é que temos que funcionar! 

.

Não existe nada de errado com o Brasil, que o AMOR pela liberdade, inteligência e energia dos brasileiros não possa curar. 

.

Autor desconhecido 
.

.
Prezado Amigo (a), 
.

.
Se, infelizmente nós não vamos conseguir voltar na história para escrever um lindo começo para o nosso país, nós conseguimos começar
AGORA a escrever uma linda história para ele. 

  • Quantas pessoas a nossa volta ainda acreditam que para crescer nesse país é preciso ser desonesto?

  • Quantas pessoas ainda acreditam que todo policial é bandido, todo político é corrupto e todo funcionário público é ladrão?

  • Quantas pessoas ainda acreditam que o trabalho é algo que existe apenas para passar o tempo, ganhar dinheiro e comprar coisas?

  • "Quantas pessoas ainda acreditam nisso e educam os seus filhos e netos nessa crença?" 

Ontem o Brasil completou 181 anos de Independência. Enquanto o tempo passa, 

  • Que tipo de país nós vamos deixar para os nossos filhos? 

  • Que tipo de valores irá inspirar os nossos netos?

  • Que tipo de história será contada por seus filhos aos seus netos? (“Eu fechei o maior pedido de vendas da minha empresa” não serve. Os seus filhos gostam de histórias sobre heróis. Você tem uma para contar?).

  • Que tipo de empresa você vai deixar para o seu filho? 

  • Você já parou para pensar nisso? 

  • Você tem um filho, não? 

"Você sabe qual é a diferença entre uma empresa com fins lucrativos (a sua) e uma empresa sem fins lucrativos (as centenas de ONGs que existem por aí)?" 
.

NENHUMA!  - Não existe diferença entre uma empresa privada ou pública e uma ONG (Organização Não-Governamental). Nunca existiu. Ambos os três tipos de empreendimento tem o mesmo objetivo: ajudar as pessoas. Entretanto, alguns (do lado público e privado) ainda insistem em negar essa verdade.

  • Quantas empresas que dão dinheiro para ajudar instituições de caridade ainda possui um Presidente que ganha quinhentas vezes mais do que o funcionário com o menor salário?

  • Quantas empresas que se auto-proclamam “Empresa amiga da Criança, do Idoso, dos portadores da doença X”, não possuem uma quota mínima de funcionários pertencentes a grupos minoritários?”

  • Quantas empresas mantenedoras de “Institutos e Fundações” possui gerentes que não conhecem os seus funcionários, que não sabem o que os motiva, nem onde moram ou de onde vieram, nem quais são as suas idéias e sonhos? 

É muito bonito ajudar instituições e entidades invisíveis, mas de nada adianta se nós não ajudarmos as pessoas que já estão a nossa volta. 
.
Existe 50 milhões de Voluntários no Brasil e nenhum na sua empresa. Não é engraçado? Por que isso acontece? Por que um Ser Humano não trabalha de graça para você como ele faz para uma ONG? (Talvez você nunca consiga que ele trabalhe de graça para você, mas que tipo de sonho um Ser Humano engajado consegue realizar?). 
.
Uma ONG precisa conquistar clientes (marketing), gerar receita (vendas), lucro (que é reinvestido), estratégia (modelo de negócio), controlar e otimizar as suas despesas (financeiro, tecnologia, operações, qualidade, produção etc), ter funcionários (recursos humanos), ter uma cultura (valores, visão e missão) ACREDITADA, COMUNICADA e VIVENCIADA por todos para poder ampliar o seu alcance e ajudar uma quantidade cada vez maior de pessoas. 
.
Alguma semelhança? 

  • Você procura por uma Missão, Visão e Valores para a sua empresa?

  • Você procura por modelos de negócios?

  • Você procura por profissionais que possam ajudá-lo a escrever um novo capítulo na história do Brasil? 

Encontre a RESPOSTA em uma das centenas de ONGs que existem no Brasil e no mundo, e nos seus Seres Humanos comuns e desconhecidos, mas que através de seus trabalhos magníficos já são os pioneiros do Capitalismo do Século XXI. 
.
Não existe capitalismo selvagem. O que existe são alguns selvagens que invadiram o capitalismo e corromperam os seus ideais. A natural evolução ou “revolução” da sociedade irá certamente expulsá-los. 
.

.
Seja uma ONG! Nada menos que isso interessa.
 
.

.
QUEBRA TUDO!    Foi para isso que eu vim e vocês? 

.
.

.

PROF. RICARDO JORDÃO
.
PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO

BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING
..

 

Ricardo Jordão Magalhães, 34 anos, executivo, palestrante e escritor formado em administração de marketing pela ESPM com extensão em marketing pela Kellogg University nos EUA, possui mais de 12 anos de experiência na indústria de tecnologia em empresas líderes de mercado como Brasoftware e Tech Data Brasil sempre a frente de projetos de marketing inovadores como o Catálogo Brasoftware e as Lojas Brasoftware, além de ser o autor do primeiro web site de comércio eletrônico do Brasil (web site da Brasoftware) em 1996.

A frente do marketing da Tech Data é responsável por iniciativas pioneiras como o web site B2B da Tech Data lançado em 1997 - web site vencedor de mais de 15 prêmios nacionais e internacionais -, além de programas de relacionamento, motivação e CRM. Fundador do web site BizRevolution desde 2001 onde procura "Promover idéias que possam ajudar a transformar o país em que vivemos, e de todos aqueles que de alguma forma influenciam a vida de outras pessoas."

 

.

..

.

.

.

.

.

.

.

JORNAL DICAS DA SEMANA DO WWW.SDR.COM.BR Nº222 ...

.

.

FUTURO - TENDÊNCIAS   IDÉIAS - PENSAMENTOS

. .

 

.

.

;

DECLARAÇÃO DE GUERRA AO SPAM!.

  • Você que acabar mesmo com o SPAM? 

  • Quer erradicar ele totalmente da sua internet e dar um basta final?

  • Promete seguir estes passos em nome de uma web limpa?

Chegue mais perto que vamos contar os grandes segredos e as formas de você poder distinguir entre os diferentes tipos de SPAM e como agir...

.

Toda mensagem quando chega na sua caixa, tem um nº de identificação e registro pelo qual pode ser identificado o remetente e o servidor.  - Também pode ser conferido o endereço eletrônico que envia o e-mail, o endereço para o qual deve ser remetida a resposta, erro ou cancelamento. Olhe a imagem esquerda, ela abre quando você clica com o botão direito encima da mensagem, e olhe na imagem direita, ela abre quando você clica em "detalhes":

.

 .

  • Essa declaração da imagem nº2 deve ser copiada, selecionando esse texto com o ponteiro do mouse apertado e depois dar um copiar ou CTRL C.

  • Aí você abre um e-mail, e cola ou dá um CTRL V na área de texto da mensagem.

  • Envie esse e-mail para seu provedor denunciando o SPAM.  Todo provedor tem um endereço específico para receber as denuncias. (exemplo: no terra é   abuse@terra.com.br). Consulte o seu e comece a denunciar o SPAM!

Pronto, você já está em guerra contra o SPAM e seu trabalho será compensado com uma WEB limpa e sem mensagens indesejadas.

.

Todo provedor tem obrigação de denunciar todos os servidores que enviam SPAM, e depois de um certo número de denuncias, esse servidor é publicado numa lista negra, da qual nenhum provedor quer fazer parte. Após esse apontamento, sofrerá sanções e poderá ate ser banido, seu site excluído de registro em outros provedores e será retirado do convívio da rede.

.

Agora, se você descobre por acaso... aqueles que enviam milhões de e-mails e mudam o endereço do remetente se escondendo atrás de contas de e-mails gratuitos, abertas no hotmail, msn, yahoo, ig, bol, etc., sua denuncia nada irá fazer, o único que realmente acontece é que os provedores gratuitos se defenderam dizendo que não podem controlar os que enviam SPAM e fica por isso mesmo!

.

USE AS ARMAS DO INIMIGO!

.

Para te livrar das sementes, arranca a raiz. Provérbio Mexicano. - Esta estratégia tem como objetivo, mirrar os recursos dos SPAMMERS e minar suas finanças e as de quem os contrata.

Ou seja que quando você veja que o SPAMMER se utiliza de um endereço gratuito para lhe enviar mensagens, você não deve deixar passar a oportunidade de verificar para qual site ou home page aponta o SPAM. Ou seja verifique de que endereço estão lhe oferecendo o produto e mude a direção da bala.

.

Uma forma sinistra de fazer isto, é verificar o domínio que oferece a oferta, e você mudar o endereço de "RETURN PATH (endereço de retorno)" pelo endereço do site vendedor do produto. Com essa mudança o site que irá ser banido é aquele que faz a oferta e não quem lhe envia, porque os SPAMMER, são carne de canhão que se vendem para esse serviço, e o beneficio é tanto deles  que cobram para isso, como do site que vende os produtos. Arrase sem piedade!

.

Também pode sair atrás do verdadeiro @endereço do SPAMMER ou do telefone e nome dele (ligue muitas vezes a cobrar), além da direção e cidade (mande cocô de cachorro), procurando no registro de endereços nacionais e internacionais.  - Para verificar esses dados ou verificar se um nome de domínio está registrado, entre na internet e digite: 

  • http://registro.br e verificará todos os endereços de cunho nacional (br, nom. ind, etc.). ( este site também serve para você consultar se um domínio está registrado na internet e contratar ele). 

  • Para os internacionais você deve entrar no endereço http://www.nic.com

Digite o domínio que deseja averiguar e o site lhe mostrará todos os dados da pessoa que o registrou. - Caso tenha duvidas ou precise de alguma ajuda, consulte a gente que ajudamos você a se tornar um franco atirador de SPAMMERS. Já tem gente que registra um site com nomes falsos e depois atende o site por outro site, mas é fácil ir sacando essas informações e ir derrubando site por site com denuncias de SPAM. Tem outros que nem o nome do site utilizam, inserindo o número de FTP, mas num buscador você digita ele e clica em procurar ele que aparece tudinho...

.

EQUIPE DO SDR

.

.
REVOLUÇÃO

.
As empresas vencedoras serão as que apostarem na inovação estratégica. Para tal terão de liderar uma revolução dentro da sua indústria. Quem diria que a máxima de Fidel Castro "
Revolução ou morte!" seria, um dia, aplicada ao mundo dos negócios?
.

Gary Hamel.

.

Há quase meio século, Edward Deming lançou o grande desafio da qualidade. Algumas empresas escutaram, especialmente as japonesas. Muitas ignoraram o desafio e pagaram um preço elevado por terem ficado para trás na curva da mudança.

.

Há alguns anos atrás, pensamos que a globalização era o novo desafio. Hoje, o problema já não é a qualidade, nem a globalização. O grande desafio consiste em tornarmo-nos arquitetos da revolução, ou seja, sermos os autores das mudanças fundamentais no âmbito de um novo paradigma de negócio que tem estado a transformar todas as indústrias à escala global.

.
Talvez esta metáfora revolucionária pareça um exagero de linguagem. Mas não é. O problema é que menos de
5% das empresas estão orientadas para este novo desafio. E como escasseiam os livros sobre as melhores práticas e não existem exemplos óbvios da sua aplicação, tudo se torna ainda mais complicado. 

.
Sobre esta nova economia já passamos da era industrial para a da informação. A questão já não é o que vai acontecer, mas quais serão as empresas capazes de criar valor durante esta fase de transição.

.

Creio que a maioria só agora começa a perceber a verdadeira importância que estas mudanças terão no seu negócio. Imagine que sempre que pega no telefone um programa de software começa a procurar a via mais barata para a sua chamada.

.

Imagine decidir o que é que precisa da mercearia e em seguida submeter a sua lista a um leilão, a fim de descobrir quem é que vai fornecer esta lista de artigos ao melhor preço. Estas mudanças fundamentais estão no nosso horizonte.

.

E você o que vai fazer?  Quer ser o líder ou um mero seguidor?

.

.

Dicas para recrutar gerentes

.
É muito comum médias e pequenas empresas ser enganadas por executivos no momento da contratação. Durante uma entrevista o profissional diz que pode tudo, faz tudo e conhece todo mundo. Na hora da ação...
ZERO. Aqui vão algumas dicas que podem ajudar uma média e pequena empresa a contratar o executivo correto. 
.
Tenha certeza que o candidato não é um profissional corporativo. Daqueles que só apresentavam resultados devido a marca da empresa em que trabalhavam, os seus recursos e o batalhão de assistentes e verbas disponíveis. Pergunte detalhes de um projeto que ele realmente construiu. Preste atenção aos detalhes. Se não houver detalhes..., não contrate. 
.
Procure por profissionais que tenham coragem de tomar decisões sem o apoio de um comitê de pessoas. O jogo burocrático que existe em uma grande empresa não pode ser tolerado em uma pequena e média empresa onde agilidade e velocidade são armas vitais. Procure por candidatos com um alto grau de auto-estima. 
.
Procure por profissionais que tenham sinais de empreendedorismo. Grandes empresas gostam de recrutar profissionais que trabalharam em empresas famosas etc. O mesmo vale para médias e pequenas empresas. Procure por profissionais que apresentaram resultados e realizaram projetos em médias e pequenas empresas. O candidato ideal é aquele que tem coragem de abraçar oportunidades de ganhar altos bônus ou não ganhar nada. O verdadeiro empreendedor aceita riscos e sabe conviver com isso.
.
O melhor negócio é procurar por uma pessoa que não está procurando por um emprego. Dessa maneira aumentam as chances de você encontrar um vencedor. 
Tenha cuidado com o síndrome da “empresa-familiar”. Mesmo que contratar irmãos, irmãs, primos etc seja um gesto generoso, a contratação deve ser feita apenas se o indivíduo for o mais qualificado para o trabalho. 
.
Procure por indivíduos que lideram pelo exemplo e não pela força. O esforço de equipe é muito importante para uma média e pequena empresa. Antes de contratar um gerente, cheque as suas referências. Ligue para o ex-chefe ou para outros profissionais que conheçam o trabalho do candidato. Não contrate sem antes checar referências.
NINGUÉM FAZ MAIS ISSO HOJE EM DIA. É um absurdo!.

.

SR. PROF. RICARDO JORDÃO
FUNDADOR, PRESIDENTE, SEU AMIGO
.

.
http://www.bizrevolution.com.brricardom@bizrevolution.com.br  

.

"O preço é o que você paga. - O valor é o que você leva"

.

O ponto tanto sutil quanto óbvio é que o valor é definido não pelo que a organização faz, mas pelos clientes que adquirem seus bens e serviços. O valor ,então , não apenas assume diversas formas, mas se materializa por meio de diversas fontes: .

  • Utilidade do produto , 

  • da sua qualidade,

  • da imagem resultante da publicidade e promoção, 

  • da sua disponibilidade (distribuição), 

  • dos serviços fornecidos com ele.

Para definir o preço de alguma coisa é preciso analisar o valor daquele produto ou serviço, do ponto de vista do possível comprador. Se a percepção dele registra valor irrelevante, o preço será necessariamente baixo. Portanto, se quisermos obter um preço melhor por aquele bem, será necessário procurar outro comprador ou encontrar meios de alterar a percepção de valor daquele cliente em relação ao que colocamos à venda.

Definir o preço apenas com base nos custos de produção e comercialização é um erro, pois se, por um lado, o custo serve para definir o preço mínimo para não vender com prejuízo, por outro lado não leva em conta a percepção do cliente, que pode atribuir àquele objeto um valor muito maior. 

 

Seria mais ou menos como vender um BMW pelo custo das matérias primas utilizadas e dos custos de fabricação e horas de trabalho dos operários – mais a comissão do canal de distribuição, naturalmente. 

 

Em verdade , o que vemos é o produto acabado alcançar um preço algumas centenas de vezes maior do que o custo. Como podemos alterar a percepção de valor do cliente? Introduzindo mudanças – materiais ou conceituais – que criem novos significados ou aplicações daquele produto ou serviço para o cliente.

.

SR. PROF. CLÁUDIO LENGA DE GOLDBERG

..
CONSULTOR 
.
Instituto MVC  M. Vianna Costacurta Estratégia e Humanismo

.

 

Contatos: 11 3171-1645 / 3285-2438 - costacurta@institutomvc.com.br  (Luiz Augusto Costacurta) (SP) ou 21-2518-2321 - mvcmt@uninet.com.br  (Maria Teresa) (RJ) - www.institutomvc.com.br

.

.

NOTICIAS

.

Para Lula, só o Estado não tinha percebido que pobre não dá calote 

O presidente participou hoje, no Palácio do Planalto, da solenidade em comemoração à abertura da conta de número 500 mil da "Caixa Aqui", modalidade de conta simplificada destinada à população de baixa renda. Os correntistas poderão ter acesso a credito simplificado, com juros reduzidos. Para o presidente, o microcrédito é fundamental para a retomada da cidadania da população carente. 
.
"Alguns dizem que a vida moderna é uma mistura de sonho e crédito. Eu prefiro dizer que a vida, em todos os tempos, sempre foi uma mistura de trabalho e de esperança. O que a gente está fazendo com o microcrédito é alimentar a chama da esperança para que ela ilumine um futuro melhor para todos nós", disse Lula. 
.
Ele ressaltou que um país não pode ter cidadania pela metade e que o povo não pode viver dividido entre os que comem e os que passam fome, os que moram e os que se escondem, os que têm conta em bancos, créditos, financiamentos e os pobres, aqueles que, mesmo quando ganham algum dinheiro, precisam guardar embaixo do colchão, porque banco nenhum se interessa por eles. Isso criou no Brasil, segundo Lula, dois tipos de dinheiro: o do rico e o do pobre. "O dinheiro do rico fica protegido no banco, dorme lá. Rende juros, serve de aval para conseguir mais recursos, créditos, financiamentos, coisas que os pobres não têm", acrescentou. 

.

.

.

.

Exclusão digital ainda é realidade nas empresas - http://informatica.terra.com.br 
Uma pesquisa da britânica City & Guilds revela que a exclusão digital custa ainda caro para os cofres das empresas. A informação da consultoria de recursos humanos é que metade dos entrevistados, em uma recente pesquisa sobre tecnologia, diz que faltam conhecimentos aos seus empregados. 
.
Os problemas
não estão relacionados a atividades mais complexas como programação, animações em flash ou uso da Internet com rapidez. De fato, a queixa geral é que 1 em cada 7 funcionários tem dificuldades até mesmo para ligar ou desligar o PC do escritório, o que resulta em gastos de até US$ 78 mil com suporte técnico.

.

.

.

.

Lojas usam truques para incentivar a compra por impulso - Diário de São Paulo (publicado pela Choper)
Para fazer o consumidor comprar sem pensar, os comerciantes usam estratégias variadas, desde as mais conhecidas como esconder o preço da parcela na vitrine até o uso de aromas artificiais que imitam o cheiro natural de um produto ou de um lugar. O coordenador de pesquisas do Programa de Administração de Varejo (Provar), João Paulo Siqueira, afirma que esses recursos de marketing, de fato, fazem o consumidor comprar por impulso. 
.
“Na seção de matinais, alguns supermercados colocam um aroma falso de café para aguçar a sensação do consumidor e fazê-lo comprar os produtos”, diz. O pesquisador também conta que músicas com ritmo apressado contribuem para aumentar as vendas da loja. “A música animada dá movimentação e isso faz com que o consumidor compre sem avaliar suas necessidades.” 
.

Toda vez que vai pagar o carnê na C&A, a auxiliar de compras Sueli Aparecida Rodrigues acaba fazendo uma nova compra. “Para não pegar a fila do pagamento da fatura que é demorada, acabo comprando uma roupa para passar no caixa de compras. Quando vejo, já gastei mais 60 reais.” Sueli diz que a obrigação de pagar o carnê na própria loja é uma perfeita estratégia de marketing. “Sem contar que para chegar no caixa eu tenho de passar por toda a loja, o que me atiça a comprar mais.” 
.
A C&A afirma que trabalha com dois tipos de cartão, sendo que um deles pode ser pago em qualquer agência bancária credenciada. A empresa esclarece que apenas o cartão sem anuidade deve ser pago na loja. A C&A acrescenta que autoriza o pagamento das faturas no caixa de venda para evitar que o cliente fique em duas filas.  - Do Diário de S.Paulo 
.
.
.
.

Pesquisa mostra que marca própria tem imagem ruim - Marta Barcellos - www.valoronline.com.br 
O comportamento de um consumidor, diante de uma gôndola de produtos de limpeza, intrigou recentemente o diretor comercial de uma multinacional do setor: com o carrinho repleto de vinhos importados, o cliente desviou-se da marca líder depois de perceber a promoção de um produto similar apenas dois centavos mais barato. Uma pesquisa realizada pela Ipsos confirma o que muitos executivos já intuíam: a classe A gosta mais das marcas próprias dos supermercados e é menos fiel às marcas famosas do que a classe C. 
.
Realizada em nove centros urbanos, com 13.394 entrevistas, a pesquisa mostra que a imagem da marca própria, de forma geral, ainda não é das melhores: 47% concordam com a afirmação "Marcas próprias não são tão boas quanto as conhecidas". O índice é alto, reconhece Fábio Pando, presidente do Comitê de Marcas Próprias da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). "Essa imagem ficou fixada, porque de fato a qualidade desses produtos não era boa no passado", diz Pando. A percepção de má qualidade vem mais da classe C (49%) do que da A (41%).
.
Os supermercados, afirma Pando, já não se arriscam quanto à qualidade dos seus produtos para garantir um preço baixo na gôndola. Mas precisam lutar bravamente para mudar a imagem negativa do passado. O lançamento de linhas de marcas próprias sofisticadas pelas grandes varejistas vem atendendo não só ao objetivo de melhorar a imagem como também aproveitando a menor resistência das classes A e B em comprar esses produtos. 
.
Depois do Pão de Açúcar, que já tem 250 itens da linha Good Light, é a vez de a carioca Sendas apostar em um linha exclusiva de produtos light e diet, a Viva Saudável, que será lançada durante a Expo Abras, a partir de 15 de setembro. A Sendas já tem uma linha de orgânicos (Bio Native) e outra de produtos premium (Espaço Gourmet), além das marcas Sendas e Mais em Conta - a mais popular de todas. Na mesma linha de segmentação, o Pão de Açúcar tem as marcas Pão de Açúcar, mais sofisticada, Extra e Comprebem, além da Good Light.
.
"Já sabíamos que a classe A tinha menos preconceito com marca própria", diz Marco Quintarelli, gerente de marcas próprias da Sendas. "O consumidor mais esclarecido enxerga melhor a relação custo-benefício". Outra explicação para o maior apego das classes C e D a marcas famosas é de que, para essas pessoas, produtos como Omo ou Nescau são um sonho de consumo possível de ser realizado - um tipo de satisfação que as classes A e B podem ter com bens mais caros, como eletroeletrônicos ou até um carro. Além disso, lembra Pando, o consumidor com menos recursos não pode se dar ao luxo de errar na compra de um produto. "Se essa dona de casa comprar cinco quilos de um arroz empapado, vai ter que comer os cinco quilos", exemplifica ele.
.
A pesquisa da Ipsos confirma que a fidelidade às marcas, em geral, é menor na classe A. Entre as pessoas com melhor poder aquisitivo, 39% afirmam que "raramente mudam de marca". Já nas classes B e C, esse percentual é de 42%, enquanto na classe D é de 40%. As mulheres (68%) são mais propensas a mudar, afirmando gostarem "de experimentar novos produtos e marcas", do que os homens (59%).
.
Para os supermercados, a pesquisa revela que, quantitativamente, as classes que mais consomem marcas próprias são, por ordem, B (34% das donas de casa que afirmaram comprar os produtos), C (33%), D e E (25%) e A (9%). Quando esses percentuais são comparados, porém, ao universo de donas de casa pesquisado, observa-se a maior aceitação das classes A e B, que representam respectivamente 6% e 24% das consumidoras destes nove centros urbanos.
.
"A nossa grande divulgação é o boca-a-boca", diz Quintarelli, referindo-se ao avanço das marcas próprias. Para a Sendas, esses produtos representam 7,5% do faturamento. Pando, da Abras, acredita que em tempo de crise as marcas próprias tendem a crescer, por conta da experimentação forçada das famílias de menor renda, obrigadas a trocar de marca para conseguir abastecer a casa. Durante a Expo Abras, a AC Nielsen vai divulgar um estudo sobre o comportamento desses produtos durante o ano. 
.
A Sendas vai montar este ano um estande na feira para mostrar suas linhas de marca própria. "Acho que nunca houve um varejista na Expo Abras antes", diz Quintarelli. Além da Viva Saudável, que chegará às gôndolas apenas em outubro, a rede carioca vai exibir outra novidade, a linha Feira Viva, de legumes embalados, também voltada para consumidores de maior poder aquisitivo. Mesmo responsável por apenas 9% das compras de marcas próprias, a classe A pode proporcionar aos varejistas as melhores margens, se começar a optar pelas novas linhas sofisticadas dos supermercados.
.
.
.
.

Pesquisa diz que spam dá resultado http://idgnow.terra.com.br/idgnow/internet/2003/09/0023 IDG Now!
E-mail marketing ou spams só servem para entupir a caixa de entrada e dificilmente alcançam o objetivo de quem os enviou, certo? Errado. Uma pesquisa realizada pela WBI Brasil Assessoria de Marketing mostrou que as mensagens com propagandas nem sempre têm como destino certo a lixeira do computador, mas, ao contrário, podem trazer resultados para as empresas. Segundo o estudo "O uso do e-mail marketing nas corporações brasileiras", realizado em 357 companhias de junho a julho de 2003, 48,46% dos participantes já fizeram compras após receber um e-mail com propagandas, fosse ele um spam ou um e-mail marketing. 
.
Outro resultado surpreendente, de acordo com Paulo Roberto Kendzerski, coordenador da pesquisa, é a postura adotada pelos entrevistados ao receber um spam. Mais da metade (55,18%) afirmou que lê a mensagem quando o assunto lhe interessa, enquanto apenas 25,77% a exclui sem verificar seu conteúdo. "O usuário normal geralmente não tem nenhuma restrição contra os e-mails de propaganda, sejam eles de marketing ou spams. A maioria lê a mensagem se o assunto lhe interessa. Quem é radicalmente contra os spams são aqueles que trabalham com a tecnologia no dia-a-dia e se sentem incomodados por isso", destaca. 
.
Já a maior parte das empresas entrevistadas (81,46%) revelou também que não tem ferramentas específicas para bloquear os spams. As que declararam utilizar, citaram certos mecanismos de proteção como bloqueios de provedores, do Outlook, entre outros softwares. A pesquisa mostrou também que o e-mail marketing tem ganho um número maior de empresas adeptas ao longo dos anos, embora nem sempre seja utilizado com ferramentas adequadas. Das companhias entrevistadas, 76,19% afirmou que envia mensagens para seus clientes independentemente de ter o software específico; 57,82% disse ter ações de e-mail marketing e 28,85% afirmou estar planejando desenvolver o método. No início de 2001, a porcentagem de empresas que adotavam o e-mail com propagandas para atingir seus clientes girava em torno de 25%. 
.
"Grande parte das empresas entrevistadas utiliza seu software de correio para fazer e-mail marketing. Essa sistema não dá garantias, por exemplo, de monitorar se o cliente leu a mensagem", afirma. Na opinião do coordenador, não é a falta de investimentos em softwares próprios a principal responsável pelo mecanismo inadequado, e sim a falta de conhecimento sobre as ferramentas. O estudo revelou ainda que 50,15% das empresas envia mensagens aos seus clientes com periodicidade mensal, 21,41% semanal e 17,30% diária. O dia preferido para o contato via e-mail é segunda-feira (41,57%). 

Entre outros dados, a pesquisa apontou também que 10,36% das empresas entrevistadas integram seu banco de dados com seus websites, o que impede ações mais eficientes na geração de um data base qualificado. Em termos de tempo de acesso e tipo de conexão, 82,08% afirmaram estar conectados 24 horas por dia e 89,64% disseram ter banda larga na empresa
..

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

.

SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO, VENDAS E SERVIÇOS SDR

.

o sistema sdr já inclui NO PREÇO o uso em rede ilimitado sem custos extras E não tem taxa de manutenção mensal. a única taxa que o sistema sdr tem, é a anuidade de R$:120,00 para efeitos de suporte e atualização, com vencimento em março de cada ano (2007 bonificada)

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

FONE: 51 3019 2817

.

sistema de representação comercial e vendas

.L

.

.

caso deseje alterar ou cancelar sua assinatura, clique no link a seguir:

ALTERAR ASSINATURA

.

.

ÓTIMO TRABALHO E ATÉ A PRÓXIMA EDIÇÃO!

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Clique aqui para nós enviar um e-mail

.

INDIQUE SEU TEMA  ..-  ENVIE-NOS SUA OPINIÃO

.

Av. Caçapava 425 - sala 03 - Petrópolis -  Porto Alegre (RS) - BRASIL cep: 90460-130

 FONES: 51 -  3019 2817  -  FAX 51 3333 3553

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

Como página inicial  Adicionar a Favoritos

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2007 - SDR