sistema de representação comercial e vendas

.

.

.

EDIÇÃO Nº223 - (12.09.2003) - PORTO ALEGRE - RIO GRANDE DO SUL - BRASIL

JORNAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS E PROFISSIONAIS DE VENDA.

.

. ÍNDICE DAS MATÉRIAS DO JORNAL "DICAS DA SEMANA" .

.

..CARTAS RECEBIDAS E DICA DA SEMANA - "PAZ INTERIOR"

..HISTÓRIA DAS MARCAS - "GIULIANA E SEU TRICÔ COLORIDO"

..ARTIGO DO PROF. SÉRGIO BUAIZ - "SOBRAM VAGAS"

..CURIOSIDADE, FRASES E IDÉIAS

..AJUDANDO SUA EQUIPE INTERNA A LHE ASSESSORAR

..TRANSPORTES E LOGÍSTICA

..ARTIGO DO PROF. ANTÔNIO B. DE PÁDUA - "O REMÉDIO FEZ EFEITO?"

..PIADAS DA EQUIPE DO SDR

..ARTIGO DO PROF. LUIS MARINS - "QUEIMAR AS NAUS"

..INTERNET, FUTURO E NOTICIAS.

.

CONHEÇA O MELHOR SOFTWARE PARA REPRESENTANTES E PROFISSIONAIS DA VENDA

..TESTE O SOFTWARE...............SOLICITE UM CD DO SOFTWARE..............CONHEÇA AS FUNÇÕES DO SOFTWARE.

.

GERENCIAMENTO DAS INFORMAÇÕES DO JORNAL

..

...

.

.

.

.

.

.

 

"CARTAS RECEBIDAS DAS AMIGAS E DOS AMIGOS NO JORNAL N°222"

.

.OBRIGADO POR CONFIAREM EM NÓS E SEJAM TODOS MUITO BEM VINDOS!

 PRECISO DE UM ANÚNCIO... 

(ESTA MARAVILHA NOS FOI ENVIADA PELO COLEGA GUSTAVO DA INTELIG)

.

O dono de um pequeno comércio, amigo do grande poeta Olavo Bilac, abordou-o na rua e disse: - Sr. Bilac, estou precisando vender o meu sítio, que o senhor tão bem conhece. Será que o senhor poderia redigir o anúncio para o jornal?

.
Olavo Bilac apanhou o papel e escreveu:- "Vende-se encantadora propriedade, onde cantam os pássaros ao amanhecer no extenso arvoredo, cortada por cristalinas e marejantes águas de um ribeirão. A casa banhada pelo sol nascente oferece a sombra tranqüila das tardes na varanda".

.
Meses depois, topa o poeta com o homem e pergunta-lhe se havia vendido o sítio.
Nem pensei mais nisso, disse o homem. Quando li o anúncio é que percebi a maravilha que tinha.
.
"Às vezes, não descobrimos as coisas boas que temos conosco e vamos longe atrás da miragem de falsos tesouros. Valorize o que você tem, os amigos que estão perto de você, o conhecimento que você adquiriu, a sua saúde, a pessoa que te ama e que está ao seu lado pronta para as horas boas e difíceis. Esses são os seus verdadeiros tesouros".

.

Um grande abraço dO COLEGA Gustavo DA INTELIG 

.

Da Equipe do SDR

.

GUILHERME JOSÉ DE OLIVEIRA BARBOSA - CAMPINA GRANDE - PA
CONFIRMO A COMPRA DO CD BIBLIOTECA!!! - OBRIGADO.

LENI PANDOLFO - toli distribuidora LTDA.
SOU FORMANDA NO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESA E TRABALHO COM UMA EQUIPE DE TELE-VENDAS, GOSTARIA DE RECEBER ESTE JORNAL, POIS JÁ LI O DE OUTROS COLEGAS E SEI QUE IRÁ ME AUXILIAR NOS DOIS PROCESSOS ACIMA CITADOS.

PROF. LUCIANO SALAMACHA
ATUALMENTE SOU COMENTARISTA PARA A ÁREA EMPRESARIAL DE ALGUMAS EMISSORAS DA REDE CBN - SISTEMA GLOBO DE RADIO. 

TODOS OS DIAS EMITO UMA COLUNA VIA E-MAIL E GOSTARIA DE PODER LHES ENVIAR PARA PUBLICAR NO JORNAL DICAS DA SEMANA.

OBRIGADO,

BÁRBARA ELIZA PAGLIACI - I telefonica
BOA NOITE!!!!
GOSTARIA DE ASSINAR O JORNAL GRATUITAMENTE, POIS ME INTERESSO MUITO POR ESSE ASSUNTO.

JEFERSON FERNANDES ROCHA - TV LAR LTDA.
RECEBIA A ASSINATURA DO JORNAL NA EMPRESA QUE TRABALHAVA, E AGORA GOSTARIA DE RECEBER EM MEU MICRO PESSOAL. 

MARIA LUZ LOPEZ ORTIZ - GRÁFICA MELHORAMENTOS LTDA.
A TODA EQUIPE DE CONSULTORES: - PARABÉNS PELO BELO TRABALHO.
MARIA LUZ.

Hugo Walter Poniwas - Gerente Nacional de Vendas  - Suzuki Ind. e Com. de Máq. Ltda 
Boa tarde estou recebendo seu jornal desta forma, com todas as imagens separadas, pode ser uma nova política de segurança adotada pela minha empresa, por tanto gostaria de saber a extensão que estou recebendo o jornal assim irei pedir o desbloqueio desta.
Desde já agradeço sua atenção.
Grato........
Antonio Carlos Uzisaka - Téc. Métodos e Processos

MARCELO ALMEIDA - BRINK CALÇADOS

OLÁ !!!
SOU REPRESENTANTE DA BRINK CALÇADOS EM CURITIBA E GOSTARIA DE PEDIR SE POSSÍVEL QUE VOCÊS ME ENVIASSEM UMA CÓPIA DESTE MAPA DO BRASIL , ACHEI MUITO LINDO.
GRATO

GODMEIRE GUILHERME CORREIA
ESTOU OPTANDO PELA ASSINATURA GRATUITA DO JORNAL SDR PELO MOTIVO DE AMIGOS TEREM FEITO ASSINATURA DO MESMO E INFORMADO QUE E UM ÓTIMO JORNAL ELETRÔNICO E COM MUITAS DICAS E MENSAGENS DE INCENTIVO.

CRISTIA LUCEIRO
BOM DIA!
LI A MATÉRIA SOBRE MARY KAY COSMETICS E GOSTEI MUITO. PARABÉNS PELO MATERIAL.

PAULO SANCHES/SVB REPRESENTAÇÕES LTDA
CAROS SENHORES,
AGRADEÇO O ENVIO DESTE JORNAL SEMANAL E DESTACO A IMPORTÂNCIA DE SEUS ARTIGOS, DICAS, ETC...
SUA LEITURA SEMPRE NOS TRAZ ENTUSIASMO E INCENTIVO MOSTRANDO NOVOS E VELHOS ENSINAMENTOS QUE NEM SEMPRE COLOCAMOS EM PRÁTICA.
PARABÉNS E OBRIGADO.

ADRIANA - COTEMINAS
MEU E-MAIL MUDOU DE ARTEX PARA COTEMINAS - POR ESTE MOTIVO ESTOU FAZENDO NOVA ASSINATURA.

OBRIGADA,

CRISTIAN IULIANO
FICO NO AGUARDO DO PRIMEIRO JORNAL

.

DICA DA SEMANA

" PAZ INTERIOR  - DALAI LAMA"

.

.
Aconteça o que acontecer na sua vida, não perca a sua paz interior, ela é a força que você precisa para manter-se em equilíbrio mesmo durante as piores tempestades. Nessa época a gente atormentada por pesadelos, por frustrações e sonhos desfeitos, manter a paz é fundamental para não cair nas armadilhas da depressão.
.
A carga de informação que você recebe durante o seu dia, a pressão do trabalho, dos estudos e dos relacionamentos, acaba deixando seus nervos em pedacinhos. 

.

Se você não estiver com o pensamento voltado para o seu bem estar, você não consegue manter o equilíbrio e ai, o seu fígado começa a sofrer as primeiras conseqüências, daí para as doenças do estomago como a gastrite, a úlcera e outros nomes não muito recomendáveis, é um passo.
,
É preciso que você coloque filtros em sua vida, e ao receber as noticias (sejam elas quais forem), analisar e rapidamente descartar o que não for realmente importante para sua caminhada. Manter-se em paz é um exercício diário, porque muitos obstáculos estarão presentes no seu dia a dia, a começar pelo seu lar, onde sob o mesmo teto reúnem-se pessoas que não compartilham as mesmas idéias que você.
.
No trabalho outros problemas nos aguardam. Manter o emprego esta cada vês mais difícil, devido a alta competição imposta pelas empresas entre os funcionários, tornando o clima as vezes "infernal e insuportável".
.
Para complicar tem o seu relacionamento que anda às vezes tão complicado por coisas tão bobas, que você fica pensando, será que vale a pena? E quando você está a sós, fica imaginando que não nasceu para amar e ser amado(a), que os anjos te esqueceram e outras besteiras que a solidão causa.
.
Tudo isso e mais aqueles amigos que acreditam que você é poderoso(a) e usam seu ombro como se fosse um grande muro das lamentações e deixam você mais carregado(a) de energias nada boas. Cuide-se enquanto é tempo. Para que sua paz continue use estas regrinhas básicas:.

  • Use o bom senso ao ler as notícias. Pare de ir no embalo dos alarmistas de plantão.

  • Ao entrar no local de trabalho, faça uma prece em silêncio e cumprimente a todos com alegria.

  • Respeite-se, se não estiver com vontade de falar com ninguém, retire-se e pare de fingir que esta tudo bem. Peça ajuda.

  • Para ajudar alguém precisamos estar muito bem. Se você não estiver bem, esqueça, você vai prejudicar você e quem pediu ajuda.

  • A paz é uma conquista daqueles que se amam. Ame-se pelo amor de você mesmo!

  • Ninguém tem o direito de invadir a sua paz e se o estão fazendo é porque você está permitindo. Reveja seus atos.

  • Para manter a sua paz vale tudo: - banhos relaxantes, orações, terapias, e muito amor.

  • A paz é um exercício diário. Sorria mais, relaxe, busque um cantinho dentro de você para ser feliz.

  • Você é responsável pelo seu bem estar. Estando feliz, o outro seguirá o seu exemplo.

  • Acredite em você. Valorize-se. Você merece muito mais do que tem hoje, e vai conquistar se manter seu pensamento voltado para suas conquistas, sonhos e desejos.

.

.

Mensagem Final .
.

.
"Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. 

Um se chama ONTEM e outro AMANHÃ.

..
Portanto HOJE é o dia certo para AMAR.  

ACREDITAR, FAZER, e principalmente VIVER."

.

Dalai Lama

 

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

SABE FAZER TRICÔ?

FAÇA-O BEM COLORIDO! 

.

 

.

Em 1965, Giuliana então com 20 anos decidiu tecer uma blusa bem colorida que os vizinhos adoraram. Luciano começou a vender as roupas coloridas que a sua irmã confeccionava nos tempos livres.  - Com 30 mil liras, obtidas à custa da venda de uma bicicleta e um acordeão, adquiriram uma máquina de fazer malhas, passando a produzir regularmente. Com o êxito obtido foi necessário investir novamente na empresa e o negócio floresceu.

.

Luciano com uma estratégia de marketing até então inovadora conseguiu modificar por completo o mercado do vestuário. Ao vender apenas a lojas especializadas em roupa de malha ele aproveitou a experiência e o empenho dos vendedores; concedeu descontos de pronto pagamento; comprou e adaptou máquinas em segunda mão, que ao serem mais baratas continuavam a executar o trabalho pretendido. Deste modo foi criada a empresa Maglificio di Ponzano Veneto dei Fratelli, uma empresa familiar gerida pelos quatro irmãos - Luciano, Giuliana, Gilberto e Carlo. - A aposta de Luciano foi marcadamente na diversidade das cores, criando a mensagem comercial - United Colours of Benetton. Essa idéia de cor tornou-se assim mundialmente conhecida.

.

 

.

O grupo Benetton considera-se que está em casa, em toda a parte do mundo. Fundada em 1965 em Ponzano Veneto próximo a Treviso, a Benetton neste momento é um conceito mundial que exporta não só os seus próprios produtos, que vão desde malhas até roupas e acessórios, como também produção tecnológica e know-how, que adapta a cada ambiente particular. A sua produção e rede de vendas que têm os seus principais centros operacionais em Itália, França e Espanha, cobrem 120 países com mais de 7000 lojas. A sua expansão é baseada num programa de crescimento com planos para uma forte presença de Grupo fora da Europa. - Durante mais de uma década, o grupo Benetton exportou 65% da sua produção, e possui já um total de vendas no valor aproximado de 3000 bilhões de liras Italianas.
.
Giuliana Benetton desde o início que está encarregada da criação dos modelos, gerindo uma equipa que tem por função a constante atualização da produção, quer em termos de design, como na qualidade dos materiais e acima de tudo nas cores. - De modo a corresponder às expectativas de qualidade relacionadas com a marca e ao mesmo tempo atender às encomendas, estas devem ser feitas com pelo menos nove meses de antecedência.
.
Para que exista uma total correspondência entre o produto, mais concretamente as cores, e o gosto do cliente, as peças são tingidas depois de estarem já confeccionadas. Assim, os retalhistas podem encomendar mais tarde as cores que os seus clientes preferem. Isto é produzir para os requisitos do mercado em vez de ser para o estoque. A maioria da produção é sub-contratada, mas pela assistência contínua da empresa às unidades os artigos possuem sempre boa qualidade. De modo a apresentar uma imagem uniforme as lojas Benetton possuem preços comuns, material publicitário igual e obedecem a um layout pré-definido.
.

 

.
Três anos após o aparecimento da 1ª fábrica, a Benetton inaugurou a primeira loja própria. Esta teve um sucesso imediato devido às características apelativas das roupas e ao ambiente acolhedor do estabelecimento. A Benetton apostou no mercado doméstico nos dez primeiros anos de vida, tendo conseguido abrir mais de 200 lojas nesse período. Um fato interessante é que o nome Benetton não aparecia em todas as lojas. Algumas delas eram antes denominadas pela marca que vendiam -
Sisley, Tomato, Merceria e 012, deste modo, caso alguma dessas marcas tivesse fracasso, a marca Benetton não iria ter conseqüências negativas.

.

Quando, em meados dos anos 70, as vendas no mercado italiano estabilizaram, a Benetton passou a prestar mais atenção aos restantes mercados europeus. Países como a França, onde já se encontrava desde 1969, a Alemanha, o Reino Unido, a Suíça e as nações escandinavas proporcionaram então à Benetton um grande crescimento comercial. Em apenas cinco anos, as vendas no estrangeiro evoluíram de cerca de 65 bilhões de liras para aproximadamente 550 bilhões em 1982, e a rede própria de comercialização espalhada por toda a Europa passou a contar com 2600 lojas.
.
Na procura de novas oportunidades, também os Estados Unidos da América e o Japão foram alvo da atenção da família Benetton, logo no início da década de 80. Mais recentemente, reforçaram melhor a sua presença no mercado asiático com a abertura de 50 lojas na China. Hoje em dia, a Benetton encontra-se em países tão diversos como Portugal, Áustria, Hungria, Síria, Paquistão ou Singapura. Não é pois de admirar que as suas exportações constituam já cerca de
70% do volume total de vendas.
.

A empresa, os agentes e os proprietários das lojas constituem a rede de distribuição da Benetton, mas fugindo à crescente corrente de franchising, já que a Benetton não se rege por este tipo de contrato. Sendo assim, há independência das lojas com a empresa, embora esta obedeça a certas leis, tais como a organização da loja, a imposição dos preços sobre os artigos e a retirada de um produto que não esteja a vender como desejado, por imposição do agente. O agente é o intermediário entre a empresa e os postos de venda da sua área geográfica, sendo críticos ao funcionamento do processo, embora não pertençam aos quadros da empresa. São essenciais ao sistema porque têm a seu cargo tarefas importantes como:

  • Seleção do local de uma loja nova e seu projeto;

  • Procura e seleção dos potenciais investidores;

  • Treino de integração da doutrina da Benetton aos novos proprietários;

  • Definição dos artigos com um ano de antecedência;

  • Supervisão e orientação na fiscalização e administração da loja;

  • Estímulo à competição entre as lojas.

  • Como são pagos à comissão, os agentes têm o maior interesse que o posto de venda tenha sucesso.

Através da sua publicidade a Benetton tornou-se não apenas uma empresa de vestuário, mas quase uma instituição que visa provocar a controvérsia através da publicidade que apresenta. Já não é para vender um produto que a publicidade atual é difundida, mas sim para criar e manter uma imagem. Olivero Toscani, o fotógrafo oficial da Benetton, cria imagens chocantes, irreverentes, ou até mesmo reveladoras do que se passa no mundo de hoje. As sua mensagens abordam os temas mais diversos, como o racismo, a sida, a guerra, a política, ou até mesmo a ajuda humanitária.

.

Deste modo a Benetton fomenta o debate sobre temas polêmicos da atualidade, conseguindo ao mesmo tempo captar a atenção dos órgãos de comunicação mundiais durante algum tempo. No caso da sida, a Benetton iniciou uma campanha em 1991 contra essa doença, tendo-a continuado até 1997. Em 1993, no Dia Mundial da Sida a campanha atingiu o auge quando o Obelisco da Place de la Concorde foi coberto por um preservativo gigante. 
.

Em 1998, Olivero Toscani propõe-se fazer uma campanha sob o tema das convivências pacíficas entre judeus e árabes. Mas a ação não se restringe ao lançamento de mensagens, a Benetton participa ativamente em campanhas e organizações para resolução de alguns dos grandes problemas da humanidade (o racismo, a fome, etc.). Como refere o diretor criativo da empresa: "Hoje, uma grande empresa tem responsabilidades sociais e políticas, não produz só camisolas ou outro produto qualquer, também produz civilização, produz trabalho, produz vida, mais do que cultura. As grandes companhias são hoje o que costumavam ser antigamente as religiões e as igrejas." - A imagem Benetton é normalmente apresentada ao consumidor em revistas ou cartazes, sendo dada especial atenção às publicações para o público jovem. Neste campo a Benetton usa a publicidade advertorial, dado que elabora inteiramente reportagens e artigos que são fornecidos gratuitamente à imprensa mundial. Ela própria publica uma revista bimensal, a Colors, distribuída na Europa, América e Ásia..
.
A imagem das lojas é também um fator publicitário importante, divulgando os produtos e a imagem da marca. Existem certos casos em que as lojas promovem eventos culturais para jovens. Na opinião de uma consumidora assídua da marca, o cliente Benetton é levado a comprar pelas cores e modelos das roupas, e pela sua apresentação nas lojas.
.
 A Benetton é muito mais que uma empresa de fazer cores. Depois de 32 anos de existência ativa no sector têxtil, o seu ritmo de crescimento diminuiu, face aos seus rivais concorrentes. Por isso, ela decidiu ingressar noutras áreas. No ano de estréia de 1981, a Benetton começou por investir numa empresa de design, adquirindo 50% do seu capital e no ano seguinte investiu em 70% de uma fábrica de calçado. Em 1985 decidiu vender a sua quota parte da empresa de design devido ao insucesso verificado e comprar 5% de uma empresa no ramo da informática. - A Timex acordou com a Benetton fazer a produção e distribuição de relógios por todo o mundo, depois desta ter obtido o licenciamento da marca Benetton. Também a Polaroid foi autorizada a produzir óculos com a marca Benetton e a empresa Renault fabricou o carro Twingo Benetton.
.
A famosa empresa está igualmente relacionada com perfumes, cosméticos, roupa para casa, artigos para bebê e investiu no seu país de origem em 70% no capital social de uma empresa de factoring, 50% em duas empresas de leasing e 20% num banco privado. - Tem ainda uma escola chamada Fabrica, que foi concebida inteiramente pela Benetton. Foi inaugurada próximo de Treviso, a cidade berço da empresa, e tem como propósito alojar jovens de todo o mundo para prosseguir projetos sobre a linguagem dos mass-media.
.
A Benetton nasceu do espírito de um gênio do marketing, que soube transformar um insignificante negócio familiar num dos maiores e mais revolucionários impérios da indústria do pronto-a-vestir. Multicolorida como os artigos que produz, a saga da Benetton é a história de uma família e de uma empresa implantada nos cinco cantos do globo. Além do sector têxtil, Luciano Benetton conseguiu situar-se em áreas tão diversas como a banca, a indústria do calçado, os seguros e até mesmo a indústria automóvel. - "É na capacidade de ter idéias que reside a diferença entre a vitalidade e a apatia" - Luciano Benetton.
.
Desde o início, Luciano Benetton procurou a diferenciação no negócio dos têxteis, introduzindo peças de vestuário com cores vivas e variadas, que passaram a constituir, por si só, a base da sua mensagem comercial. Assim surgiu a denominação "United Colors of Benetton". Na verdade, existem muitas outras empresas que oferecem uma grande variedade de cores, mas apenas a Benetton consegue impor uma imagem de "marca das cores" de uma forma tão poderosa. O processo de fabricação na Benetton tem início no design dos artigos, cuja supervisão está, desde a fundação da empresa, a cargo de Giuliana Benetton. Esta atividade integra-se no departamento de investigação e desenvolvimento e conta com a contribuição de cerca de 200 colaboradores de diferentes nacionalidades. 
.
A sua única função:  - Responder às constantes mudanças no mercado têxtil, adaptando o design, as cores e a qualidade das matérias-primas aos padrões de exigência dos clientes. Da pesquisa conjunta das tendências no mundo da moda resultam aproximadamente 4 mil novos modelos por ano! Este grande volume de negócios obriga naturalmente a um planejamento cuidado e antecipado das matérias-primas necessárias à produção, essencialmente, lã e algodão. De fato, para que a Benetton possa programar, produzir e fornecer os seus produtos, as encomendas devem ser efetuadas com nove meses de antecedência. Ainda assim, o plano de produção permite alguma flexibilidade, uma vez que as peças de roupa são tingidas após a sua confecção, o que constitui aliás a principal diferenciação produtiva da Benetton. Como os retalhistas têm a possibilidade de encomendar mais tarde os modelos com as cores preferidas dos clientes, é possível produzir apenas de acordo com os requisitos do mercado e não para estoque, como é habitual neste negócio. 
.

Ao todo, cerca de 80% da produção é sub-contratada a pequenas empresas independentes da região que, na sua maioria, trabalham exclusivamente para a Benetton. Os restantes 20% correspondem à compra das matérias-primas, ao planejamento da produção, ao desenvolvimento do produto, ao corte do molde e ao tingimento, atividades realizadas pela própria empresa. Naturalmente, entre a Benetton e as unidades por ela sub-contratadas existe uma ligação muito próxima. Por exemplo, a Benetton fornece a quantidade exata da matéria-prima necessária ao processo produtivo, presta apoio técnico, dá indicações sobre os tempos de duração de cada atividade, aconselha o tipo de maquinaria a comprar e proporciona auxílio financeiro para o leasing e factoring do equipamento. Através da assistência contínua, a empresa consegue assim que as unidades sub-contratadas dominem os procedimentos e técnicas exigidas pela produção dos artigos Benetton com boa qualidade e a baixos custos. 
.
A concentração geográfica da produção facilita também o intercâmbio de informação, já que mais de 75% das atividades fabris da Benetton são levadas a cabo na Europa. O principal centro produtivo situa-se em Castrette, Treviso, mas existem também unidades em Espanha, França, Escócia e Estados Unidos da América. O investimento nestas fábricas situadas fora de Itália visa sobretudo contornar as dificuldades encontradas a nível de tarifas aduaneiras e outras barreiras protecionistas à importação, e por isso a sua produção destina-se apenas a satisfazer parte das necessidades locais. Em complemento, o processo de distribuição é também gerido com muito cuidado. Entre as várias inovações aplicadas no principal centro de distribuição da empresa em Castrette encontra-se um sistema com capacidade para detectar, através da leitura de códigos de barras, a área geográfica e a loja a que se destina a encomenda e um sistema automático de embalagem dos produtos. 
.
Este último contribui decisivamente para a otimização da gestão logística global, tendo, só no primeiro semestre do ano, possibilitado uma redução de cerca de 7 bilhões de liras em custos de transporte. O centro de distribuição está ligado por uma passagem subterrânea à principal unidade de produção e foi completamente automatizado, funcionando com apenas 20 funcionários que expedem um volume aproximado de 30 mil embalagens por dia.

.PESQUISA, DESIGNE E ADAPTAÇÃO DA EQUIPE DO SDR

.

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

 

.. " SOBRAM VAGAS "

..
Comece a pensar diferente e seja dono do seu próprio nariz

.

SR. PROF. SÉRGIO BUAIZ

.PUBLICITÁRIO E ESCRITOR
....http://www.buaiz.com  -  sergiobuaiz@uol.com.br

.

Sugiro a ABEVD - Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas  http://www.abevd.org.br , que congrega as principais empresas deste mercado, a citar: Avon, Natura, Tupperware, Jafra, Hermes, De Millus, Yakult, Amway, Herbalife, Nature´s Sunshine, Anew, Mary Kay, Nu Skin, Pierre Alexander, etc.

.

..
Você acredita que é possível ganhar de R$ 500 a R$ 3.000, trabalhando em casa? Provavelmente não. Afinal, tudo que parece bom demais para ser verdade, costuma não ser. De qualquer modo, você já deve ter notado a quantidade de anúncios classificados, panfletos, cartazes e outros meios de divulgação prometendo esses resultados por aí, não é mesmo? Eles estão por toda parte... 
.
Então eu pergunto: 

  • por que há tanta gente envolvida nisso? 

  • Será que funciona? 

  • Será que é ilegal? 

  • Você gostaria de saber do que se trata? 

  • Se fosse uma oportunidade real de mudar a sua vida, você estaria preparado para aceitá-la? 

  • Ou descartaria de imediato, como vem sempre fazendo?

Eu não sei qual é a sua experiência nisso, mas recomendo que você baixe suas armas e preste muita atenção no que vou dizer: - Nem todos os anúncios têm a mesma origem. Portanto, não existe uma resposta fácil para qualquer dessas perguntas. Não dá para saber se a oportunidade é verdadeira pelo anúncio, simplesmente porque há inúmeras empresas usando estratégias parecidas para divulgarem seus negócios. Algumas são fraudulentas, outras mal-intencionadas... e muitas têm algo realmente bom a oferecer. 
.
Parece óbvio, mas a grande maioria das pessoas se fecha às oportunidades que surgem por puro preconceito. Elas tiveram alguma experiência negativa ou escutaram alguém falar de negócios que não deram certo, e pensam que todas as oportunidades que existem se referem à mesma empresa, produto ou situação. Enfim, passam a vida inteira falando mal das pessoas que desenvolvem esse tipo de negócio, sem conhecer.
.
Não seja tão ingênuo. Que tal investigar um pouco mais sobre negócios domiciliares antes de assumir uma postura definitiva? Mesmo que você não se interesse em construir esse tipo de negócio, poderá ajudar os amigos e parentes que se envolverem.
.

.
O PRODUTO "OPORTUNIDADE"
Está claro que o desemprego chegou para ficar. Não apenas no Brasil, mas em todo o mundo, o mercado de trabalho vem sofrendo grandes transformações. Hoje, não se têm as mesmas garantias do passado e está cada vez mais difícil manter uma posição.
.
Diante deste quadro, quantas pessoas estão ociosas por falta de emprego? Faz sentido imaginar que o medo de perder o posto obriga àqueles que estão empregados a aceitarem condições piores de trabalho e salários mais baixos?
.
Ao mesmo tempo em que o trabalho formal vem sendo desvalorizado a cada dia, basta olhar para os lados para perceber a maior obsessão das empresas:  - Conquistar e fidelizar seus clientes. São promoções, publicidade, condições de pagamento a perder de vista, enfim, vale tudo para sobreviver mais um dia nesse mercado. 
.
Nunca, em qualquer tempo, tantas empresas surgiram e desapareceram tão rápido quanto agora. Ou seja, a competitividade que existe entre os seres humanos para conseguir empregos, é praticamente a mesma que as existe entre as empresas, para conseguir clientes. 
.
Percebendo isso, alguns empresários resolveram unir o útil ao agradável. Eles começaram a oferecer oportunidades para as pessoas insatisfeitas com o mercado de trabalho formal, da seguinte forma: "
quanto mais vocês me ajudarem a expandir as vendas, mais dinheiro eu estou disposto a pagar". Criou-se, então, o produto "Oportunidade" para empreendedores autônomos de todo tipo:  - vendedores, treinadores, administradores e pessoas comunicativas em geral
.
Faz sentido, não? Claro que faz!
.
.
O DISTRIBUIDOR INDEPENDENTE
Talvez você nunca tenha ouvido falar nesta profissão, mas já existem mais de um milhão de brasileiros trabalhando como Distribuidores Independentes. Não é incrível? Este é o mercado de Vendas Diretas, que faturou
R$ 3,6 bilhões e cresceu 21% no último semestre, segundo a ABEVD - Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas.
.
O que os Distribuidores Independentes fazem? De um modo geral, apresentam os produtos e serviços dessas empresas para o maior número de pessoas possível. Fazem demonstrações, palestras e realizam vendas para começar, mas a atividade de vendedor costuma ser apenas o início do seu próprio negócio. É um ganho imediato que, dependendo da empresa, pode chegar tranqüilamente aos números divulgados por aí.
.
Basta fazer a conta:  - A maioria das empresas oferecem 30% de descontos sobre o preço sugerido à venda, para seus Distribuidores Independentes. Ou seja, um determinado produto que custa R$ 100 ao cliente final, é adquirido pelo Distribuidor por R$ 70. Dependendo da empresa, os números podem variar, mas o fato é que se você fizer apenas uma venda por dia, e vender de vinte a trinta itens no mês, irá movimentar algo em torno de R$ 2.000 em vendas ao cliente final, colocando no bolso aproximadamente R$ 600
.
É pouco? Talvez seja pra você, mas eu sugiro que enxergue o mercado como um todo. 

  • Quantas pessoas no Brasil trabalham dia e noite para ganhar bem menos que isso? 

  • Quantas estão dispostas a trabalhar e não conseguem ser absorvidas pelo mercado formal? 

  • Quantas querem uma oportunidade para reconquistar sua auto-estima e sustentar suas famílias com dignidade? 

Milhões é a resposta.

Portanto, se você acha pouco receber
R$ 600 sobre as próprias vendas, que tal receber R$ 1.500, R$ 3.000 ou até R$ 10.000 por recrutar e treinar essas pessoas?
.
Sim, como eu disse antes, a venda direta é apenas o início deste tipo de negócio. Todos começam realizando vendas pessoalmente, mas à medida em que se desenvolvem como líderes e formadores de equipes produtivas, os Distribuidores Independentes podem se tornar grandes empreendedores autônomos, gerenciando redes espalhadas por todo o País e pelo mundo. 
.
Se você é um bom treinador, determinado a aprender as melhores técnicas e se aprimorar a cada dia, pode começar com cinco, depois dez, vinte, cem... até alcançar mil Distribuidores ativos em sua equipe, no prazo de dois a cinco anos. Considerando os números acima, você pode gerar um volume de negócios de R
$ 2.000.000 mensais para a sua empresa. Se um dia você receber 1% disso, estamos falando em um ganho aproximado de R$ 20.000/mês.
.
Você pode alcançar resultados expressivos, mas o potencial de crescimento não é o mais importante. O fundamental é entender que todos começam do mesmo ponto, sem a necessidade de fazerem grandes investimentos. Ou seja, você pode iniciar um negócio domiciliar com apenas
R$ 200 e, daqui a cinco anos, gerenciar um mercado de distribuição milionário. Só depende de você!
.
.
DICAS E ARMADILHAS
O sistema faz sentido e os números estão aí para provar que funciona. Em 2002, pouco mais de
1 milhão de brasileiros movimentaram o equivalente a R$ 6,9 bilhões. Nos Estados Unidos, foram mais de 12 milhões de distribuidores e US$ 28 bilhões em vendas. 
.

O negócio de vendas diretas funciona e vai muito bem, obrigado!
.

Entretanto, é natural que nem todas as empresas deste setor sejam prósperas e vencedoras. Sabemos que nem todos os produtos comercializados têm qualidade compatível com os preços praticados, nem todos os profissionais são éticos... enfim, podemos encontrar os mesmos problemas em qualquer outra indústria. 
.
Além disso, são comercializados diferentes tipos de produtos, nos segmentos de cosméticos, nutrição, cuidados pessoais, cuidados com a casa, roupas e praticamente tudo que você pode imaginar. Algumas empresas priorizam o ganho imediato e oferecem um plano de carreira mais simples. Outras, querem expandir rapidamente e valorizam o potencial de ganhos a médio e longo prazos. Ou seja, há oportunidades para todos os gostos. Cabe a você distinguir as melhores oportunidades para o seu perfil.
.
Uma sugestão que vale ouro:  - Jamais se envolva em uma companhia sem conhecer e testemunhar a qualidade de seus produtos/serviços. Você precisa enxergar o valor do que está vendendo para o negócio funcionar ao longo do tempo. Qual o benefício real que você estará levando para as pessoas? - O produto tem um preço compatível ou você está interessado apenas na oportunidade de ganhar dinheiro? Tenha a consciência limpa. Isso é indispensável para alcançar o sucesso pessoal e profissional.
.
Outra coisa:  - Certifique-se de que a estratégia utilizada pela empresa e seus treinadores são sustentáveis e compatíveis com seus valores éticos. Infelizmente, existem empreendedores que cometem alguns abusos na tentativa de buscar atalhos para o sucesso. Além de não conseguirem resultados duradouros, acabam prejudicando o trabalho de quem atua corretamente. 
.
Por exemplo, há Distribuidores Independentes que se utilizam da prática de
SPAM (e-mail comercial não-solicitado) para promoverem suas oportunidades. Isso é uma forma errada de desenvolver qualquer negócio, pois além de comprometerem seriamente a própria imagem, prejudicam a empresa e os demais distribuidores. Para cada pessoa interessada, a prática de SPAM gera centenas ou milhares de descontentes, falando mal do sistema. Ou seja, é uma prática muito similar às queimadas que esgotam o solo rapidamente.
.
Portanto, se você deseja construir um futuro de sucesso, cuide bem de suas raízes. Respeite consumidores e parceiros potenciais, oferecendo algo de real valor. Não aumente, nem invente. A oportunidade de vendas diretas é muito positiva e funciona no tempo certo, se você estiver disposto a trabalhar e se desenvolver como profissional.
.
.
QUEM PODE FAZER?
Aí é que está o grande diferencial deste mercado. Todas as empresas de
Vendas Diretas querem vender mais e oferecem estrutura para atender um número ilimitado de Distribuidores Independentes. Por isso, sobram vagas!
.

Além disso, por não haver qualquer limitação quanto à experiência, faixa etária, formação profissional, o mercado de vendas diretas acolhe todo tipo de pessoa. A única seleção que existe está relacionada a sua vontade de iniciar algo novo e investir o tempo necessário em seu próprio aprendizado. Se você quer, você pode!
.
Algumas pessoas podem iniciar seus negócios de venda direta em meio expediente, para não abandonarem sua fonte de renda principal. Depois, à medida em que os resultados aparecem, podem se dedicar mais e assim por diante.
.
Outra coisa importante:  - Por lidarem com pessoas de origens tão diferentes, as empresas de vendas diretas investem muito em capacitação profissional. Todas oferecem cursos e materiais de apoio bem elaborados, que visam ensinar passo-a-passo o que você precisa para galgar os degraus do sucesso.
.
Neste mercado, não há privilégios para quem tem formação
A, B ou C. O diferencial está na determinação de cada um. Pode ser até que uma pessoa com nível superior ou capital para investir comece um pouco mais rápido, mas essa diferença desaparece logo nos primeiros passos da caminhada. A prova disso é que as principais histórias de sucesso deste mercado são de pessoas que começaram da base, com pouco ou nenhum recurso.
.

.

A verdade é que não há ganho sem dor. Este é um negócio sério como outro qualquer.

É preciso trabalhar com afinco e se desenvolver diariamente para chegar a algum lugar.
.

.

.

SR. PROF. SÉRGIO BUAIZ

.

Sergio Buaiz publicitário, escritor, consultor e conferencista. Autor do livro:  "Marketing de Rede - A Fórmula da Liderança". Embaixador da Universidade do Sucesso e Diretor de Projetos da Comunidade BeFriends.  É membro do Conselho Editorial da Revista VENCER!. 

 

.

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.]

.

.

.

 

"DICAS E CURIOSIDADES" Nº223 DO WWW.SDR.COM.BR

.

.

..

.

O Cliente do Mês
.

Algumas empresas de uma forma ou de outra organizam algum tipo de programa para eleger o "Funcionário do Mês". Agora, o que você acha de criar um programa para eleger o "Cliente do Mês"? 
.
Escolha entre os seus clientes, aquele que trouxe mais negócios, foi mais fiel a sua empresa, consistente nas relações comerciais e dê a ele um prêmio de reconhecimento. 

.

Não precisa ser necessariamente nenhuma grande viagem para o Caribe, etc. Comece por premiar o cliente com um pequeno certificado que demonstra o quanto você reconhece a sua fidelidade. 
.
Comece o programa
AGORA e conte para todos os seus clientes. TODOS devem saber que você mensalmente procura pelo "Cliente do Mês". Mantenha esse programa por um ano e monitore o volume de negócios que você recebe dos doze clientes premiados.

.

PROF. RICARDO JORDÃO
PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO
.
BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING

.


http://www.bizrevolution.com.br  - ricardom@bizrevolution.com.br 

.

..

Vou para a cama feliz, sabendo que enquanto durmo os cabelos continuam a crescer na cara dos homens e nas pernas das mulheres de todo o planeta. 

.

Para mim isso é mais divertido do que contar carneiros.

..

.
Warren Buffet, mega-investidor dono de 10% da Gillette".

.

.

Xadrez

.

Um matemático oriental produziu o admirável jogo de xadrez, para o Monarca da Pérsia, que quis conhecer e premiar ao mentor. E conta o árabe Al-Sefadi que o Rei ofereceu conceder-lhe o prêmio que solicita-se.

.

O matemático lhe pediu um grão de trigo pela primeira casa do tabuleiro de xadrez, duas pela segunda, 4 pela terceira e assim sucessivamente, sempre dobrando a quantidade, ate a última das 64 casas. 

.

O soberano Persa se indignou porque lhe pareceu que o pagamento era muito baixo, em comparação da magnitude do presente. 

.

Logo de uns instantes viram que não havia trigo suficiente nos reais depósitos, nem em toda a Pérsia, nem em todos os da Ásia, para pagar-lhe, já que a soma dava: 

.

18.446.744.073.709.551.615

.

.

Na revista "Time" em 1938, o homem do ano foi Adolf Hitler.

. 

Que cacaca fizeram né ?

.

.

O Básico

.
Quando você estiver pensando em maneiras de energizar seus funcionários, certifique-se que os seus planos estejam atendendo a um ou mais dos
oito desejos básicos do ser humano. São eles: 

  • Atividade. 

  • Senso de Propriedade 

  • Poder 

  • Parte de um todo maior 

  • Competência 

  • Metas 

  • Reconhecimento 

  • Significado

.

PROF. RICARDO JORDÃO
PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO
.
BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING

.


http://www.bizrevolution.com.br  - ricardom@bizrevolution.com.br 

.

.

ANÚNCIO

.

RCM Representações Ltda - http://www.rcmrepresentacoes.com.br 

.
Preciso de Representantes para atender no interior de SP que tenham conhecimento e convivência na área de Supermercados. Produtos da Marca METO líder mundial em suprimentos para supermercados (etiquetas de preço, etiquetadoras, tintas e pinceis para escrita)

.
Região um Raio de 250 KM de Jaú.( Bauru, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Araraquara, Limeira, Rio Claro, catanduva, Marília, ETC.... )

.

.
Interessados enviar curriculo para e-mail: adm@rcmrepresentacoes.com.br  

Agradeço antecipadamente e aguardo seu retorno, Um Abraço - Eduardo Carreira

.

.

uma orquestra

.
De acordo com o mestre Peter Drucker, o local de trabalho pode ser visto como uma orquestra sinfônica:

  • Os trabalhadores qualificados são os executantes 

  • Os seus responsáveis hierárquicos são os maestros 

Segundo esta analogia, os músicos podem ser utilizados quer no todo, quer apenas em parte da sinfonia (trabalho por projeto). Eles são divididos em secções distintas (equipes), de acordo com os instrumentos (qualificações técnicas e humanas) e o desempenho. 

.

Podem ser contratados como músicos permanentes ou temporários e pertencer a múltiplas organizações em simultâneo. O papel do maestro não é o de tocar cada instrumento melhor do que o executante, mas o de fazer que a orquestra funcione harmoniosamente. Cabem-lhe igualmente as tarefas de recrutar e treinar os melhores talentos, de lhes proporcionar os recursos de que necessitam e de direcionar os seus esforços. 

.

A orquestra depende das contribuições de cada grupo:  

  • dos solistas (representantes), 

  • dos músicos (quadros da empresa) 

  • dos maestros (líderes).

.

PRIMEIRO TENTE ACALMAR SEU CLIENTE, SENÃO, MÚSICA NELES!

.

SE SEU CLIENTE LIGA ESTRESSADO NUMA SEGUNDA FEIRA, TENTE ACALMAR ELE COM OS ARGUMENTOS VÁLIDOS E QUE TIVER A MÃO NAs SEGUNDAS FEIRAS (dia de mau humor). CASO NÃO FUNCIONE, COLOQUE UMA MÚSICA LINDA PARA ELE... - .ESTE EXEMPLO NOS FOI ENVIADO POR NOSSA COLEGA REPRESENTANTE DE PORTO ALEGRE, FERNANDA (TURCA)!!!

.

MUSICA ANTI-STRESSE - 568 KB - MP3

(tem que estar conectado para escutar)

.

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

JORNAL DICAS DA SEMANA DO WWW.SDR.COM.BR Nº223

.

TRANSPORTES   LOGÍSTICA

Nº02

.

JÁ ERA, AQUELE CONTRATO PARA TODA VIDA...

.

O tempo em que trabalhávamos numa única empresa durante toda a carreira pertence ao passado. Hoje temos de gerir o nosso futuro profissional de acordo com novas regras. Dito por outras palavras: - Temos de saber tocar ao som de outra música. Ou melhor, de várias músicas em simultâneo. A melhor forma de explicar esta mudança é a de recorrer a uma outra analogia: "a do veículo todo-o-terreno". No princípio do século nós só precisávamos de tomar uma decisão de carreira:  - Que tipo de trabalho iríamos realizar (muitos nem sequer tinham poder de escolha). O resto estava decidido à partida (a função, o horário, o salário, o percurso de carreira). 

.

Era como se embarcássemos num comboio. Alguém estava a dirigi-lo e nós sabíamos exatamente para onde. Sempre pelos trilhos e em linha reta. Nós só tínhamos de subir ou descer no local certo. Ao longo do século as nossas opções de carreira foram aumentando. Ou seja, passamos a deslocarmos no nosso próprio automóvel. Podíamos chegar a inúmeros locais, à nossa própria velocidade, mas sempre por onde houvessem estradas pavimentadas. Atualmente, gerir uma carreira é como pilotar um veículo todo-o-terreno. Nada nos impede de andar pela estrada. 

.

Mas, para chegar a alguns dos melhores destinos, há que sair fora dela. Gerir a carreira tornou-se algo flexível, em que teremos de fazer várias coisas em simultâneo enquanto seguimos em frente… nem sempre em linha reta. Atualize os conhecimentos. Mesmo os mais qualificados já perceberam que o seu conhecimento é efêmero. Você tem de se atualizar na sua área de especialidade. Mas, ao mesmo tempo, terá de aumentar o seu portfolio de competências, adquirindo novas habilidades. Os cursos intensivos de formação, a participação em seminários e encontros de profissionais ou a assinatura de revistas da especialidade são excelentes opções de auto-formação.
.
Invista mais em se. Saber mais sobre um dado assunto é apenas uma parte do problema. O outro lado está em ganhar competências em áreas distintas. A longo prazo, é preferível ter qualificações e experiências em várias funções do que ser excelente numa única especialidade. Outro ponto essencial é que o sucesso na carreira não passa necessariamente pela progressão horizontal. Os movimentos laterais para um outro cargo ou empresa poderão ser um passo intermédio imprescindível para um novo salto qualitativo da sua carreira. 

.

.

.,

.

À medida que expandiam o seu império, durante o século xv, os Incas compreenderam que a comunicação e a logística eram vitais para qualquer organização vasta e dispersa.

.

.

Por isso, decidiram criar uma rede de centros administrativos e de armazéns para alimentos, ao mesmo tempo que construíram mais de 28.000 quilômetros de estradas, sendas e caminhos, que ate hoje se conservam..

.

.

HISTÓRIA DO TREM - 1ª DE 2 APRESENTAÇÕES

.

Em EUA, os trens já tinham conseguido convencer aos comerciantes da superioridade do trem sobre os canais (o forte do transporte na época), não tão somente pelo sua velocidade e por ser mais diretos, mas porque funcionavam em qualquer estação, se importar o clima. Enquanto que as vias de água podiam congelar no inverno, também podiam baixar a níveis aptos para a navegação nas secas do verão.

.

Foi assim e por estas razões que no país passou-se de 14.500 km. de linhas férreas em 1850, para mais de 48.300 km em 1860.

.

Foi também uma década histórica, marcada pela saída de 10.000 operários da cidade de Omaha ao encontro dos 12.000 operários da Central Pacific, que tinham partido em janeiro de 1863 de Sacramento. O encontro teve lugar em 10 de maio de 1869 em Promontory Point onde o último rebite de ouro foi colocado pelo presidente dos EUA "Grant", no último tramo. Com isso estava-se se dando lugar à primeira linha férrea transcontinental.
.
África, Ásia y Austrália na tiveram linhas férreas ate 1850. O destaque o levou Índia, que construiu a melhor rede de Ásia no ano de 1850, comandada pelo Governador Gral. Lord. Dalhouise, do Reino Unido. Essa excelente malha de trilhos, fazia que todas as mercadorias vindas do interior, chegassem pelos trilhos ate as cidades portuárias. - Enquanto a China apenas acordou para a necessidade de construir estradas de ferro, após a derrota sofrida pelas mãos Japonesas em 1895, correndo atrás dos anos perdidos para produzir os troncais necessários para não perder produtividade e eficiência.
.
Corria o ano de 1860 quando o desenvolvimento dos modernos trens de passageiros de longos percursos, começaram a mudar o transporte de pessoas.  -
Gerorge Pullman convenceu às empresas de trens de EUA, que lhe permitissem agregar as locomotivas, seus próprios vagões cama e imediatamente depois foi agregando vagões restaurante e vagões salão. Estes vagões nos que se cobrava um plus, marcaram cotas de comodidade desconhecidas na época e obtiveram um sucesso muito além do esperado. A mesma idéia foi lançada em 1876 pelo Belga Georges Nagelmakers, que fundou International Sleeping Car Company. Em conseqüência ao terminar o século, o mobiliário, o serviço e a cozinha dos trens de longo percurso como o americano, inglês e outros europeus como o Orient Express, justificaram o apelido dado a esse transporte: - "Hotéis sobre rodas". Este salto de qualidade em benefício dos passageiros, fez que toda a frota de trens melhora-se em todos os países.
.
Com a concorrência promovida na metade do século XX pelos veículos automotores, o transporte de trens teve que se adaptar e reduzir seus custos, além de aperfeiçoar os sistemas de energia propulsora, operações que se viram beneficiadas com a utilização de motores alternativos ao vapor. Assim começava era das locomotivas equipadas com motores diesel, que precisavam muito menor tempo de manutenção e muito menos ainda os de propulsão elétrica, que podiam  funcionar sem paradas por vários dias. A partir de 1960, o primeiro trem bala Japonês demonstrou que as grandes velocidades eram possíveis. Os Franceses aperfeiçoaram seu
TGV "TRENS DE GRANDE VELOCIDADE". A primeira via para trens  TGV, desde o sul de Paris até Lyon (França), , foi terminada em 1983, conquistando-se uma velocidade de 270 km. horários.
.

.
Graças a um centro de controle de dados e trafego, se conseguiu cobrir uma ampla zona de percurso. Ao introduzir o código de um trem na unidade de controle, o sistema acompanha a situação do conjunto de forma totalmente automatizada e os computadores indicam aos controladores a melhor forma de corrigir os horários de um trem, na hipóteses de algum dos conjuntos estive-se fora da rota traçada. Graças a esta tecnologia, pode inaugurar-se em 1989, a primeira linha totalmente gerida por computadores, sem precisar de condutores nos conjuntos, como o metrô de Lille ao norte de França.
.
Hoje em dia o transporte de cargas ferroviárias, é um dos mais importantes concorrentes do transporte rodoviário. A grande reserva quanto ao transporte ferroviário, são os transportes de mercadorias fracionadas, já que os contratos de transporte ferroviário são por vagão. Somente quando se dispõe de mercadoria suficiente para lotar um vagão e com frequência regular é que dá resultado. Mas nos últimos tempos com os containeres ferroviários, está se remediando este problema e alcançando mais esta vantagem para o transporte de produtos, aumentando seu poder competitivo em todas as áreas. 
.
Assim foram surgindo os trens completos, dedicados aos transportes minerais, carburantes, automotores e outros transportes de volume e frequência justificada. Seguindo esta linha de preencher o espaço de vagões e ate trens em sua capacidade de cargas, os correios começaram a formatar os trens postais. Estas modalidades de transportes postais, que foi dando origem aos transportes de fracionadas graças aos containeres de médio ou vagão inteiro, vem ganhando vantagen e popularidade. A adequação de medidas entre os containeres ferroviários e o transporte rodoviário, foram os que formataram as medidas para o chamado transporte Inter modal, muito trabalhado pelas logísticas. 
.
Nestes transportes intermodais que se escondem grandes reduções de custos e vantagens operacionais. Graças aos containeres ferroviários de menor tamanho, se consegue lotar com pacotes ou mercadorias várias, evitando assim que no transporte intermodal, se esteja manuseando os produtos, eliminando perdas por avarias, faltantes e custos de descarga e carga braçal. Com este sistema de transporte por container, se transporta por rodovias ate as estações férreas, chamada terminais de cargas ferroviários, onde podem ir se estocando os containeres a espera dos trens mercantes, onde se transportam por longos percursos. Chegando ao terminal ferroviário de destino, as operações de logística se encarregam das descargas e cargas, para a continuidade e do transporte rodoviário ate o destino final ou entreposto de entregas fracionadas.
.
Estes terminais ferroviários são de alto preparo técnico nos paises desenvolvidos, oferecendo técnicas de transporte, manejo, logística e carregamento de utilíssima geração, com equipamentos muito competitivos, como reboques, tranbordadores, empilhadeiras, guinchos e armazéns acondiconadores. Estes serviços tem por obrigatoriedade à agilidade em seus trabalhos, oferecendo excelentes vantagens como forma de competir com os transportes rodoviários.
.

.

EQUIPE DO SDR

.

.

.

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

SR. PROF. ANTÔNIO DE PÁDUA B. BRAGA

.

Consultor da SAGRA - Consultoria em Vendas

..

.

" O REMÉDIO FEZ EFEITO? "

.

..
Numa palestra que realizei em Recife, para uma platéia em torno de 500 pessoas, mostrei algumas ações de pós-venda e a sua importância para a conquista e fidelização de clientes. Dentre os exemplos apresentados, citei como seria diferente se o médico (ou mesmo a secretária) ligasse para o cliente, após a consulta, para saber se o remédio receitado fez efeito, se resolveu o problema diagnosticado. 

.

Pois é muito comum ouvir-se do médico que se o remédio não resolver, favor voltar para que seja indicada outra alternativa. Caso houvesse a ligação, o cliente ficaria até na dúvida da veracidade, imaginando logo que não está no Brasil. Certamente, a primeira idéia que lhe surge é de que está sendo vítima de uma dessas “pegadinhas” da televisão.
.
Como é de praxe, após as palestras algumas pessoas vão até o palco para parabenizar o palestrante, fazer algumas perguntas, trocar cartões etc. E nesse dia não foi diferente. Um senhor foi cumprimentar-me e disse o seguinte: “Sr. Braga, é um prazer conhecê-lo pessoalmente. Gostei muito da sua palestra, pelo que quero pararabenizá-lo. Também quero dizer que aprendi muito aqui hoje e sou médico. Realmente, como se erra muito no nosso dia-a-dia de trabalho”. 

.

Para mim, foi motivo de satisfação, pois, a princípio, pensei que ele ia discordar do médico fazer pós-venda. Ora, muitos profissionais de medicina não sabem nem se o paciente ficou curado ou se morreu, já que muitos clientes não voltam para dar notícias do que aconteceu. Quando o remédio não resolve, muitas pessoas simplesmente trocam de médico. Então, não poderia ser diferente?
.
Em visita a uma determinada cidade, conversando com um empresário do segmento de eletrodoméstico, ele falou que desconhecia os benefícios do pós-venda, portanto não o praticava, e com isso não conseguia estreitar relacionamentos com seus clientes. Não tinha uma carteira de clientes fieis, mas sim de pessoas que só queriam preços. Quando perdia no preço, os clientes não compravam e às vezes a diferença era até pequena. Disse que após a adoção de uma boa política de pós-venda na sua empresa, que hoje não abre mão, a mudança foi da água para o vinho, conquistando uma clientela que faz questão de fazer negócio com ele. 

.

E uma estratégia que adotou, entre outras, é o atendimento de imediato a reclamações. Inclusive, tem alguns aparelhos (som, televisor, vídeo, geladeira etc) de reserva para emprestar ao cliente, quando surge algum defeito no produto comprado durante o período de garantia, e a assistência técnica demora para resolver o problema, pois às vezes fica na dependência do fabricante.
.
Também, recentemente, presenciei um “
duelo” telefônico entre uma empresária de Recife e um vendedor, quando este ligou para ela com o objetivo de fazer mais uma venda. Com aspereza, ela perguntou pela mercadoria do pedido anterior, que já estava com 30 dias e não tinha recebido. O vendedor simplesmente forneceu o número do telefone da Transportadora em São Paulo sugerindo que ela ligasse para saber o motivo da demora. 

.

Ela disse que não queria conversa com ele enquanto não solucionasse esse problema, pois estava perdendo vendas, além de deixar clientes insatisfeitos por falta de produtos, e que era obrigação dele acompanhar o andamento desse processo, bem como de todas as suas vendas. Realmente ela está coberta de razão, mas infelizmente atitudes como essas fazem parte do cotidiano dos “vendedores”, dos não profissionais, gerando desgastes e tirando o cliente do sério constantemente. Tempo e estoque valem dinheiro, é caro, e os clientes estão fazendo menores e mais freqüentes compras, mas querem agilidade em todo o processo da venda.
.
Esses três exemplos, que não são novidades, mostram como podemos ser diferentes, com simples ações decorrentes de uma política de valorização do cliente, não permitindo que ele se afaste da empresa e vice-versa. É o poder do pós-venda na conquista e manutenção do bom cliente na empresa, que muita gente negligencia. Aliás, o pós-venda deveria ser obrigatório, mas como não se pode forçar quem quer que seja a nada, ele passa a ser uma atitude facultativa. 

.

E é exatamente ai que reside o diferencial entre os profissionais. O competente já tem por hábito fazer o acompanhamento de todas as ações – antes, durante e depois – em qualquer tipo de negócio com o seu cliente. Faz sempre uma análise do que poderá acontecer, do que ocorreu, onde errou, onde acertou, do nível de satisfação etc., de modo a corrigir erros e aprimorar acertos, sempre visando o sucesso do seu cliente. Ele é bem-sucedido porque o cliente também é, ou seja, é uma relação ganha-ganha.
.
Por outro lado, o não profissional perde clientes, para o bem do profissional, por não saber valorizá-los. Por ainda pensar e agir erradamente na profissão de vendas, ou de outro segmento, onde o cliente não passa de um mero instrumento gerador de dinheiro, embora não volte mais a fazer negócio com ele. Vive eternamente naquele círculo vicioso do ganha-perde até o dia em que sua fonte de receitas se esgota. E aí, o que fazer?
.
O profissional é consciente de que cada dia é diferente do outro, portanto as vendas começam na sua cabeça diariamente, mas para que elas se concretizem é primordial que exista o cliente satisfeito. E o melhor termômetro para medir essa satisfação é o pós-venda. Portanto, ele faz dessa estratégia uma oportunidade para estreitar relacionamentos, criar vínculos fortes, fazer amizades, conquistando com a sabedoria dos mestres o coração do cliente. 

.

Ele sabe que as relações com os clientes, pessoas físicas ou jurídicas, ocorrem através de seres humanos que merecem respeito e tratamento digno. Também, que todas as ações positivas de uma empresa são fortes instrumentos de vendas, pois elas dão origens a inesgotáveis fontes de conquistas de clientes, graças ao comprometimento, valorização e satisfação pessoal. Sendo assim, enquanto o “vendedor” perde clientes, reclama, acusa os outros pelo seu fracasso, por desconhecer as técnicas e os benefícios do pós-venda, entre outras ações, o profissional age e realiza, alcançando facilmente o que todos almejamos.



 
.SUCESSO! 
.

.

SR. PROF. ANTÔNIO DE PÁDUA B. BRAGA

.

.
Consultor da SAGRA - Consultoria em Vendas



Fazemos treinamentos, seminários e palestras em Vendas e Qualidade no Atendimento, para grupos abertos ou fechados, na sua empresa ou na sua cidade. Entre em contato conosco!

.

Fone: (81) 3327-8084 / Fone-Fax: (81) 3465-4266 - E-mail: sagracv@terra.com.br 
Rua Agenor Lopes, 292 - Sl 503 - Boa Viagem - CEP 51021-110 - Recife-PE

.

.

.

 

.

.

.

.

.

.

.

.

 

.

.

.

.

.

PIADAS DO JORNAL "DICAS DA SEMANA" Nº223

......

PIADA DE COR AZUL = LINDINHAS
PIADA DE COR ROXA = PICANTES
PIADA DE COR MARROM = POLÍTICA
PIADA DE COR VERMELHO = PAHH
PIADA DE COR VERDE = ENJÔO!
PIADA DE COR PRETO = FEIA

A Professora perguntando aos alunos: - E tu meu amor, na tua casa rezam antes de comer?
Não Profe., minha mãe e boa cozinheira...

A história não conta, mas de início Eva não queria comer a maçã.
Coma e você será como os anjos! - Disse a serpente.
Não! - respondeu Eva.
Você será conhecedora de todo bem e todo mal!!!
Não!
Você será como Deus!
Não!
A serpente já não agüentava mais tentar fazer aquela mulher comer a maçã. Então teve a idéia genial: - Pode comer, querida! Eu juro que não engorda!

Na solidão do front de batalha, dois soldados - um mais velho e outro bem jovem, trocam impressões: Então, porque um rapaz tão jovem como você se alistou? - Pergunta o mais velho.
Porque sou solteiro e gosto de guerra - diz o garoto - E você?
O homem maduro suspira e responde: - Porque sou casado e gosto de paz!!!

A criança chega no hospital onde está sua mãe e lhe pergunta: - Mãe, que tu tens na barriga ?

A a mãe lhe responde: - Uma criança.

A criança deixa o quarto e vai de encontro ao pai e diz: - Pai, não dá mais crianças para a mãe, que ela as come...

Um homem vai ao médico porque tinha 3 testículos, mas não sabia como contar isso. Pensa e pensa e começa: - Doutor, você sabe que entre você e eu temos 5 testículos ne ?

E o doutor lhe diz: - Não me diga que você tem apenas um testículo ?

O casal de idosos, tomado pela rotina e falta de assunto, decidiu fazer confidências sobre traições.
Fala, minha véia, pode ser sincera, já estamos velhinhos... Você já me traiu nesses 60 anos de casados? 
Tudo bem – respondeu a velha esposa – Eu vou te confessar... Eu já te traí... Mas foram só três vezes... E, todas elas, foi por amor a você! 
Por amor... – duvida o velho – Até parece... 
É verdade, lembra que você estava insatisfeito com o seu salário de secretário, em 1957? 
Sim, me lembro... 
Pois então... Certo dia eu fui falar com o seu patrão, ele aceitou te promover, mas eu tive que dar para ele! 
É, até que eu ganhei uma boa promoção... 
Pois então... Eu fiz isso para o seu bem! E quando você estava muito doente e tinha que ser operado com urgência, mas havia uma longa fila de espera? Você se lembra? 
Sim, me lembro... 
Eu fui lá falar com o médico e ele aceitou te passar na frente... Mas eu tive que transar com ele... 
O velhinho ficou um pouco decepcionado, mas aceitou. 
E a terceira vez? – perguntou ele. 
Você se lembra quando foi candidato a presidente do clube de bochas? 
Lembro! Graças a Deus eu me elegi com ampla maioria! – orgulhou-se ele. 
Não só a Deus! – replicou a velha esposa – Você se lembra que precisava de 36 votos pra se eleger?

A mulher está fazendo o curso de etiqueta e, à noite, se irrita coma maneira um tanto abrupta com que o marido investe sobre ela querendo fazer sexo...
- Peraí - diz ela, muito séria -, exijo bons modos na cama, assim como na mesa.
Surpreso o marido se levanta pelado, vai até o espelho, penteia os cabelos, enfia uma gravata e volta para a cama.
- Tudo bem, agora? - pergunta.
- Está ótimo responde a mulher dando risadas...
- Então Madame, poderia fazer o favor de me passar a sua xoxota? 

Três amigas conversam do que fazem quando chegam em casa depois da nigth...
Quando chego em casa diz a primeira, eu atiro os meus sapatos no corredor, se eles ficarem juntinhos significa que eu tive uma noite ótima.
Quando chego em casa diz a segunda, eu jogo a minha bolsa na cadeira, se ele não cair é porque eu tive uma noite ótima.
Quando chegou em casa diz a terceira, eu atiro a minha calcinha para cima, se grudar no teto é porque a nigth foi demais... 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

.

" QUEIMAR AS NAUS "

.

.

SR. PROF. DR. LUIS MARINS - Ph.D

.

DIRETOR DO INSTITUTO ANTHROPOS CONSULTING
.

anthropos@anthropos.com.br  -  http://www.anthropos.com.br

..

..

Agátocles, tirano de Sirafusa, numa expedição marítima contra Cartago ao desembarcar mandou queimar todos os seus próprios navios. Fez isso para anular a si próprio e a seus comandados qualquer possibilidade de fugir ou recuar. 
.
Aqui está uma lição para ser aprendida em nossa vida pessoal e empresarial. “
Queimar as naus” significa ir sempre em frente; sequer poder pensar na possibilidade de voltar ou desistir. Como as naus não mais existem, temos que lutar e vencer. Não há alternativa.
.
Assim, quando lançamos um novo produto ou implantamos novos processos, temos que “
Queimar as naus” do passado e saber que só temos duas alternativas: - vencer ou vencer

.

Quando temos os navios nos esperando no porto, teremos a tentação de voltar, de fugir da batalha. Quando sabemos que não há mais navio algum no porto a nos esperar, a alternativa é lutar.
.
A mesma realidade ocorre quando mudamos de emprego, quando somos transferidos de local, quando temos uma nova chefia, novos acionistas, etc. Se ficarmos pensando no passado, dificilmente lutaremos o suficiente para vencer as dificuldades do presente. 

.

Estaremos sempre pensando nos navios nos esperando no porto. Agátocles derrotou Cartago. E conseguiu essa vitória basicamente porque seus soldados sabiam não ter volta. 
.
Em nossas vidas empresariais, profissionais ou pessoais precisamos ter a coragem de “
Queimar as naus”. Não é fácil. É uma decisão de quem realmente deseja vencer sem sequer pensar na possibilidade de fracasso. 
.
Pense se você e sua empresa têm esse comportamento ao iniciar uma nova empreitada. Pensando sempre na possibilidade de voltar, de desistir, de recuar, nenhum projeto será totalmente vitorioso. É preciso “
Queimar as naus” e partir para o ataque!

.

.

.

Pense nisso.  Boa Semana. Sucesso!


.

.

SR. PROF. LUIZ MARINS Ph.D..

DIRETOR DO INSTITUTO ANTHROPOS CONSULTING

.

Anthropos Consulting é dirigida pelo antropólogo Prof. Luiz Almeida Marins Filho, que estudou os aborígines australianos na Ilha de Bathurst (Austrália) e com larga experiência em projetos no setor privado e público inclusive internacional. - A Anthropos Consulting trabalha com um corpo de consultores do mais alto nível, vários com doutoramento e mestrado no exterior em várias áreas, e com ampla experiência em projetos empresariais de sucesso, contratados para projetos específicos. - A Anthropos Consulting é certificada ISO 9002 pelo BVQI (Bureau Veritas de Qualidade Internacional).

.

ENTRE EM CONTATO COM O HEAD-OFFICE:

.
Rua Manoel Affonso, 64 - 18090-550 - Sorocaba - SP - Brasil - e-mail: anthropos@anthropos.com.br  

Tel.: +55(15) 3331-7771 - Fax: +55(15) 3331-7772 - http://www.anthropos.com.br 

 

.

 

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

JORNAL DICAS DA SEMANA DO WWW.SDR.COM.BR Nº223 ...

.

.

FUTURO - TENDÊNCIAS   IDÉIAS - PENSAMENTOS

.

.

Sim, não ou talvez

.
Em cada encontro de vendas que tiver ouvirá uma de três palavras:
Sim, não ou talvez. Surpreendentemente, muitas pessoas têm dificuldade em lidar com o Sim. Muitas vezes estão tão mentalizadas de que serão rejeitadas, que essa palavra milagrosa as apanha de surpresa e não sabem o que fazer.

.
O
não é a resposta mais temida pelos vendedores. Mas um bom profissional sabe tirar partido dele, encarando a rejeição como uma oportunidade de fazer perguntas ao cliente. Reaja de forma segura, como se fosse imune à palavra.

.

No entanto, mostre sempre respeito pelas opiniões do cliente, nunca dando a entender que ele está errado. Mesmo que não consiga converter o cliente, esse não ajudará a recolher futuros Sim noutras ocasiões.

.
Pior do que um
não é um talvez. Só lhe resta esperar. Muitas vezes o cliente não quer dar uma resposta definitiva, usando o talvez para o despachar. Nestes casos, ofereça-se para o ajudar a tomar uma decisão. Assim, receberá uma resposta mais definitiva.

.
Nos casos em que o cliente quer realmente algum tempo para pensar, dê-lhe uma data limite e ajude-o a tomar uma decisão. Escreva as vantagens e desvantagens que as suas ofertas proporcionam ao cliente, para que ele as possa visualizar. Estará, deste modo, a expor o problema para poder resolvê-lo. Poderá também forçar o cliente a tomar uma decisão dando-lhe uma razão para agir. Por exemplo, diga-lhe que talvez a empresa não esteja preparada para o que está a vender, dando a entender que irá logo a seguir à concorrência.

.

Preste atenção às mensagens não verbais. Estudos revelam que expressamos apenas:

  • 7% do significado duma mensagem através das palavras. 

  • 38% são transmitidas pelo tom de voz 

  • 55% pela linguagem corporal. 

  • Logo, comunicamos 93% de uma mensagem de modo não verbal, através da postura, dos gestos e do tom de voz, por exemplo. 

Se não houver coerência entre a linguagem verbal e a não verbal, o resultado será uma distorção da comunicação e o interlocutor acreditará, não no que foi dito (a verbal), mas no que ele viu e sentiu (a mensagem não verbal).

..

.

Quando projetou o seu tear de cartões perfurados não pensava em computadores mas a sua idéia iria ser usada anos mais tarde. Foi a concepção sugerida pelo tear mecânico de Jacquard (1802) do inventor francês Joseph Marie Jacquard ( 1752 / 1834 ). Desta forma, este sistema veio revolucionar toda a informática, pois foi um meio de poder armazenar informação através de um sistema de cartões perfurados sob a forma de código. 
.
O engenhoso sistema de Jacquard inspirou outros inventores entre os quais Herman Hollerith que fundou a
computing tabulating recording company que mais tarde se fundiu com outras companhias para formar a International Business Machines Corporation. O sistema original de cartões perfurados de Hollerith, utilizado para separar, contar e catalogar os resultados do censo de 1890 nos EUA, tinha a possibilidade de fornecer informação três vezes mais depressa do que máquinas de somar convencionais. 
.
O cartão de Hollerith utilizado na máquina de tabulação (1890), constituiu um meio muito popular durante vários anos. O sucesso prático da máquina foi tão grande que as encomendas vieram de vários países de todo o mundo, o que determinou transformações sucessivas na sua máquina e um crescimento enorme da sua companhia. Quando Hollerith morreu em 1929, a empresa possuía mais de
50% do mercado de computadores em todo o mundo. 
.
Em 1924, Thomas Watson, mudou o nome da empresa de computing tabulating recording company para International Business Machines - IBM, embora não operasse internacionalmente. Acabou, contudo, por criar uma poderosa marca global.

.

.....................

 

Marcos importantes na história da informática

.

Ano

Invenção

Inventor

País

3.000 a. C.

 ábaco

Desconhecido

China

1617

Ossos de napier

John Napier

Escócia

1642

Máquina aritmética

Blaisie Pascal

França

1694

Calculador graduado

 Gottfried Leibniz

Alemanha

1802

Tear de cartões perfurados

Joseph  Jacquard

França

1835

Máquina analítica

Charles Babbage

Inglaterra

1890

Máquina de tabulação

Herman Hollerith

EUA

.

.

Contate, contate e contate de novo!

.
Entrar em contato com os seus atuais clientes é uma boa maneira de conquistar sua fidelidade. Quanto mais vezes o seu cliente encontrar alguém da sua empresa, maior a probabilidade de você vender.

.

Envie cartões de Natal, encontre-os em eventos, faça uma visita, convide-os para seminários gratuitos, envie informações via e-mail que possa interessar a eles, crie um newsletter, e nunca perca a oportunidade de contar aos seus clientes sobre toda grande conquista da sua empresa. 
.
Quanto mais o seu cliente conhecer sobre as suas realizações, mais ele irá percebê-lo como um parceiro a qual ele pode confiar quando precisar de ajuda. 
.

Quanto mais o seu cliente conhecer sobre as suas realizações, mais fiel ele será. 

.

PROF. RICARDO JORDÃO
PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO
.
BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING

.


http://www.bizrevolution.com.br  - ricardom@bizrevolution.com.br

.

noticias

.

ELE ESTÁ CERTO OU NÃO? - QUE VOCÊ ACHA?

O ministro da Educação, Cristovam Buarque, disse hoje que não concorda com o fato de que jovens da classe alta estudem de graça em universidades públicas. Em entrevista à rádio CBN, Buarque disse discordar que o Estado pague para a elite estudar para "ficar mais rica com o diploma". 

.

O ministro se posicionou contra o atual modelo educacional. 
"
O problema é que hoje a universidade não tem a preocupação social", disse. De acordo com Buarque, os futuros profissionais que estudam em instituições públicas teriam de colaborar com o desenvolvimento do país. 
.
Para o ministro, teria direito ao ensino público quem fosse voltar seu trabalho para aspectos sociais, como arquitetos que trabalhassem em construções populares ou médicos que se voltassem para a saúde pública. 

.

O ministro disse também que os que estudam para ser militares ou diplomatas têm direito a uma formação gratuita porque servirão ao país. Buarque ressaltou que os universitários de instituições federais poderão dar uma grande contribuição ao país no ano que vem, trabalhando em programas de alfabetização. "Eu estou defendendo isso, assinamos um convênio ontem, e as universidades federais se comprometeram que a partir do próximo ano todo aluno participará de programas de alfabetização", disse. 
.
.
.
.

China declara guerra ao spam - http://idgnow.terra.com.br 
China declarou guerra oficial ao spam. O grupo Internet Society of China (ISC), que conta com membros do governo chinês e provedores de internet, pretende controlar os spams no país por meio de um bloqueio dos e-mails de 127 servidores identificados, no mês passado, como fontes de envio das mensagens indesejadas. 
A lista engloba 90 provedores de Taiwan, oito provedores da China e de 27 provenientes de outros países, including 16 servidores dos Estados Unidos e seis da Coréia do Sul. 
.
Para diretor executivo do centro Silk Road Technologies, da cidade chinesa de Hangzhou, Justin Mallen, a falta de um controle maior dos sistemas por parte dos administradores de redes na China é um dos principais motivos que leva o país a sofrer com o problema da proliferação de spams. "Operadoras de telecomunicações do país como a China Telecom, não costumam se preocupar muito com a questão do spam", acrescenta o dirigente.

.

.

.

.

Previsão descarta "El Niño e La Niña em 2004" - mas avisa que podem vir os "tios"!!!
O Centro de Previsão Climática dos EUA informou hoje que o clima tropical no Oceano Pacífico não irá criar os temidos fenômenos El Niño e La Niña no início de 2004. De acordo com o relatório mensal divulgado pela Administração Nacional Oceânica e Atmosférica e o Serviço Climático Nacional "as condições não favorecem o desenvolvimento do fenômeno nos próximos meses." 

.
El Niño é uma anomalia climática que leva ao aquecimento incomum das águas do Pacífico na região equatorial. Causa seca em locais como Austrália, Indonésia e Filipinas, ao mesmo tempo em que gera enchentes no Peru e Equador. Um El Niño brando acabou recentemente. Em 1997 e 1998, um rigoroso El Niño causou a morte de centenas de pessoas em diversos países e trouxe um prejuízo de bilhões de dólares. 

.

.

.

.

.

Vai um churrasquinho, aí? - http://informatica.terra.com.br/interna/0,,OI141910-EI553,00.html 
Cada um faz do micro que não computa mais o que bem quiser. Em São Paulo, por exemplo, projetos como o Sucarte transformam parafernália tecnológica em arte. 

.

Em outras cidades do país, há registro de iniciativas semelhantes, que, através da reciclagem do lixo eletrônico, vêm conscientizando pessoas de todas as idades e classes sociais sobre os problemas que substâncias presentes nesses equipamentos podem causar ao meio ambiente.
.
Mas há quem dê um fim mais funcional ao PC quando é chegado o momento de aposentá-lo. Um desses práticos usuários transformou o velho micro em uma churrasqueira e tem assado carne sem o menor constrangimento. A foto, que circula por e-mail pela Internet, tem origem desconhecida, mas há sérias desconfianças de que tenha sido produzida no Rio Grande do Sul. Gaúcho mais criativo, tchê! 

,

,

,

,

Libere um Livro movimenta a Web - http://informatica.terra.com.br/interna/0,,OI141463-EI553,00.html 
A campanha Libere um Livro angariou adeptos por todo o País. O objetivo do movimento é que a data de 11 de setembro deixe de representar apenas tragédia e sofrimento - por causa dos atentados nos Estados Unidos há dois anos -, e passe a ser lembrada também pela troca de energia positiva - a doação dos livros.
.
Em Porto Alegre, a Secretaria Municipal da Cultura abraçou a campanha. Desde às 5h30 da manhã de hoje 500 livros foram colocados à disposição da população. Na Praça da Alfândega, no Largo Glênio Peres e Praça XV de Novembro (todos no centro da cidade) as obras foram deixadas em cima de bancos, junto à estátua do poeta Carlos Drummond de Andrade, nos passeios e atraíram bastante gente. "Na Praça da Alfândega, juntaram-se vários engraxates, cada um com um livro na mão, um mostrando para o outro o que tinha encontrado, foi emocionante", conta o Coordenador do Livro e Literatura da Secretaria, Paulo Bentancur. No ano que vem, a Prefeitura pretende apoiar com mais força a iniciativa. "Vamos descentralizar a distribuição, ampliá-la e estender para outros locais da cidade", diz Bentancur. Na capital gaúcha, 11 de setembro será, a partir de hoje, o Dia do Livro na Rua. 
.
Em São Paulo, a Secretaria de Cultura do Estado também apóia a campanha. No seu site há uma relação de lugares onde as pessoas podem depositar seus livros - e encontrar outros - na capital paulistana. Na última segunda-feira, uma busca por "Libere um livro" no Google retornava pouco mais de 10 páginas. Hoje são mais de 40. A campanha é assunto em listas de discussão, sites, caixas postais e blogs Internet afora. Ontem, véspera do evento, alguns "doadores" já se preparavam para o dia 11. O arquiteto Luis Carlos Flores, 53 anos, ficou sabendo da campanha ao ouvir um programa de rádio. "Achei muito interessante e resolvi participar", contou. O livro a doar ainda não tinha sido escolhido, nem o local de Porto Alegre, onde mora, para deixar a obra. "Acho que a idéia da campanha é mais ou menos essa, nada muito programado. Vamos ver o que vai acontecer", completou. 
.
No Rio de Janeiro, os gestores de informação Tina Andrade, 38, e Yukio Spinosa, 25, vão fazer a doação de um livro em dois volumes: Aprenda a usar a sua força interior - tudo para a evolução amorosa, emocional, social e profissional. Tina conta que a obra ajudou-a num momento difícil da vida, depois ela a repasssou para Yukio quando ele atravessava uma fase complicada. Hoje estão juntos e vão os dois deixar o livro "completamente modificados pela tal da força interior que um passou ao outro", diz Tina, que mobilizou para a campanha a mãe, os filhos e a lista de amigos. Há quem argumente que, se o livro for especial para a pessoa, ela deve é guardá-lo e não largar em qualquer lugar para ser "adotado" por qualquer um. Para o artesão José Weber, 35 anos, a campanha é "uma bobagem, não dá para levar a sério". Ele ficou sabendo do movimento porque a namorada falou a respeito. "Se largar por aí, aposto que um camelô pega para vender depois", aposta. 
.
Já a publicitária Maria Carolina Aragón, 35, recebeu um e-mail sobre a campanha na semana passada e imediatamente aderiu. Enviou para todos os seus contatos na Internet. "Achei muito legal, principalmente num país como o nosso, em que grande parte da população não lê", comentava entusiasmada. Ela não sabia qual livro liberar - "vou escolher, será um desafio" - mas já tinha o local para deixá-lo: o Parque da Redenção, que fica quase no centro da capital gaúcha. 

.

.

marketing seguro 

.

 

.
USAA Insurance começou por ser uma seguradora de automóvel dirigida aos militares norte-americanos e seus parentes. Como se registra uma diminuição dos efetivos das Forças Armadas, que definiu como o seu mercado-alvo, a empresa está a expandir a linha de produtos, com o intuito de satisfazer mais necessidades desses clientes e vender mais (cross selling). 

.

Assim, passou a oferecer serviços financeiros, produtos de consumo e programas de viagens. A USAA Insurance domina o seu mercado-alvo, com uma quota de 90% e uma taxa de retenção de clientes de 98,7%. 

.

Perto de 75% dos seus clientes de seguros automóveis compraram já outro produto. Quando o cliente telefona para a sede em San Antonio, Texas, num edifício do tamanho do Pentágono, os 35 mil telemarketers dispõem de computadores que identificam o número do telefone de onde foi feita a ligação e imediatamente aparece a ficha desse cliente no monitor. 

.

Assim, ao atender a chamada, o operador cumprimenta o cliente pelo seu nome. Graças à boa gestão da base de dados, a empresa pode, por exemplo, sugerir um seguro para o filho de um cliente prestes a celebrar o seu 18º aniversário e a comprar um carro. As suas vantagens competitivas são: 

  • Um forte enfoque no mercado; 

  • marketing de resposta direta, em lugar de marketing desenvolvido por agências, com 1,7% de custos de marketing, em comparação com os 13% das empresas concorrentes; 

  • Liderança no mercado de seguros de baixo preço; 

  • Alta satisfação dos empregados. A taxa de turnover é de 6%, a dos concorrentes de 12,6%

.

LIÇÃO:

.

Use todo o potencial de sua base de dados para gerir um sofisticado marketing de ciclo de vida.

.

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

.

SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO, VENDAS E SERVIÇOS SDR

.

o sistema sdr já inclui NO PREÇO o uso em rede ilimitado sem custos extras E não tem taxa de manutenção mensal. a única taxa que o sistema sdr tem, é a anuidade de R$:120,00 para efeitos de suporte e atualização, com vencimento em março de cada ano (2007 bonificada)

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

FONE: 51 3019 2817

.

sistema de representação comercial e vendas

.L

.

.

caso deseje alterar ou cancelar sua assinatura, clique no link a seguir:

ALTERAR ASSINATURA

.

.

ÓTIMO TRABALHO E ATÉ A PRÓXIMA EDIÇÃO!

.

SDR - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO E VENDAS

MIGUEL PEDRO TERRA VELAZCO

EDITOR DO JORNAL SDR

fone: 51 3019 2817.

.

Clique aqui para nós enviar um e-mail

.

INDIQUE SEU TEMA  ..-  ENVIE-NOS SUA OPINIÃO

.

Av. Caçapava 425 - sala 03 - Petrópolis -  Porto Alegre (RS) - BRASIL cep: 90460-130

 FONES: 51 -  3019 2817  -  FAX 51 3333 3553

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

Como página inicial  Adicionar a Favoritos

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2007 - SDR