Sistema de Representação - SDR - www.sdr.com.br

 

futuro e tendências

JORNAL DICAS DA SEMANA DO WWW.SDR.COM.BR   Nº236...

.

.

FUTURO             - TENDÊNCIAS   IDÉIAS             - PENSAMENTOS

..

.
Esteja sempre "na linha de saída" com seus concorrentes 

.

Isto não significa ser hostil e malicioso; significa competir com eles em serviço e desempenho. Seja um competidor limpo mas agudo.

.
Se seu cliente lhe diz: Fulano pode conseguir esse mesmo produto por 10% menos", então responda: - "Essa é uma oferta tentadora. Deixe-me ver se posso iguala-la. Isso lhe permite ganhar tempo para estudar o jogo de Fulano, é dizer, averiguar como ele pode fazer essa oferta e entrar em concorrência. 

.

No dia seguinte você pode dizer para seu cliente: - "Os preços do Fulano são 10% mais baixos, mas eu posso dar uma garantia de satisfação, um tempo especial de prova e um produto de melhor qualidade que o de Fulano". 

.

Seus clientes estarão seguros de que farão um excelente negócio 

e você ganhará a venda de forma justa.
.
Laurel Delaney

.

.

.

.

as peSSOas inteligentes teM uM dIREITO sobre as ignorantes: 

.

.

.

O DIREITO A INSTRUI-LAS.
.

.

.
Ralph Waldo Emerson - 1803-1882

.
Poeta E pensador estadunidense

.

.

.

UMA BOCA E DUAS ORELHAS...SABE PORQUE ?
.

Um dia perguntaram a John F. Kennedy Jr. por que característica o seu pai mais gostaria de ser lembrado. Sem hesitar, respondeu: - "Por ser um bom ouvinte".
.
Essa capacidade do presidente norte-americano era publicamente reconhecida. - Dizia-se que era capaz de fazer com que qualquer pessoa que lhe dirigisse a palavra se sentisse especial, como se ambos fossem as únicas pessoas do mundo.
.
Esse tipo de comportamento não é comum nos dias de hoje. A informação tornou-se estratégica na maioria das empresas, mas poucos chefes demonstram a disposição de Kennedy. 
.
Ouvir bem não é um hábito muito difundido nas empresas. As pessoas tentam aprender a falar de forma objetiva e com impacto, mas apenas uma ínfima parcela se preocupa com a eficiência na recepção das mensagens. 

  • Olhe nos olhos ao fazer uma questão;

  • Faça perguntas, mas uma de cada vez, para não dar a impressão de que está a fazer um interrogatório;

  • Dê tempo para que a pessoa responda completamente;

  • Descreva a linguagem corporal do outro, aproveitando para demonstrar que está a prestar atenção. 

Faça observações do tipo:

  • "Você parece preocupado"

  • "Está mesmo entusiasmado"

Sintetize o raciocínio do seu interlocutor em alguns momentos: - "Então o que você está querendo dizer é que…". - Através da linguagem não verbal incentive o interlocutor a dar mais informação.
.

Harvey A. Robbins, autor do guia "How To Speak and Listen Effectively"

. 

.

A Sony testa em Paris - FR, outdoors acústicos. 

.

A Sony tem instalado 150 destes sonoros outdoors nas passagens do metrô parisiense. Dali “cantam” a todos os passageiros que passam diante diversos assuntos publicitários. Para alcançar um target amplo, as canções empregam distintos estilos musicais: country, pop, rap... Tudo para chegar a uma audiência grande e variada.
.
A pergunta é: Estes cartazes sonoros se imporão? No momento muitos usuários do metrô se sentem incomodados com tanta intromissão acústica. Do ayuntamiento dizem que não entendem as críticas pois “A nova modalidade publicitária deve surpreender as pessoas e não incomodar”. “Por isso não os instalamos nos vagões, já que ali não haveria como escapar do efeito acústico, estão nos corredores. Ninguém está obrigado a parar diante deles e ficar para escutar a música", alegam.
.
Os críticos da capital não se calam com estas explicações. Do jornal  “Le Parisien” consideram que os cartazes são publicidade subliminal. Muitos músicos que vivem de suas atuações no metrô também tem se queixado da concorrência musical quando tocam. Não querem nem vê-los.
.

.
Promova o seu sucesso
.

Faça com que clientes/prospects saibam como você ajuda os seus clientes. Use "Assessoria de Imprensa". Jornalistas estão a procura de boas notícias todos os dias. Se você tem uma boa estória, conte a eles imediatamente. 

.

Ah, você não tem uma assessoria de imprensa? Vá até a faculdade de comunicação mais próxima da sua empresa, e contrate algum estudante que estão a procura de um "trabalho verdadeiro". 

.

Você vai ver a quantidade de estudantes que irão correr atrás de você

.

 Experimente 

.

.

"Não basta ter as idéias claras, também TEM QUE PODER LEVA-LAS A PRÁTICA"
.

Acabou-se o tempo da eficiência; agora é o tempo da eficácia e de dar  resultados. Globalização: - "Podemos imaginar o mundo coberto por uma rede, na qual cada nó é uma empresa, banco ou organização participante. Cada nó da rede, deve agregar claramente valor"

  • SE QUER TER UM ANO DE PROSPERIDADE, CULTIVe ARROZ. 

  • SE QUER TER DEZ ANOS DE PROSPERIDADE, CULTIVe ÁRVORES.

  • SE QUER TER 100 ANOS DE PROSPERIDADE, CULTIVe PESSOAS.

EM vez de olhar as pessoas como seres que se limitam a reacionar sem alternativas, devemos olha-las como participantes ativos no modelado da realidade. 

.

Peter Senge
Peter Senge e Peter Drucker em agosto 1999. 
...

.

"A TRADIÇÃO DO ANJINHO NA ÁRVORE DE NATAL".

.

Não faz muito tempo, Papai Noel estava se preparando para a sua viagem anual... Mas quatro de seus duendes estavam doentes e os novatos não produziam os brinquedos tão rapidamente quanto os antigos. - Papai Noel já estava sentindo a pressão pelos problemas...
.
Agora era a Sra. Noel avisando que a sua mãe (sogra) viria para uma ligeira visitinha de alguns dias. - Isto estressou ainda mais o Papai Noel. No momento em que ele foi colocar os arreios nas renas, ele descobriu que três estavam prontinhas para dar a luz,  e duas tinham fugido pela cerca que estava aberta, sabe lá pra onde. Mais estresse... 
.
Sorrindo e dando seu famoso gritinho de "ho, ho, ho", Papai Noel começou a carregar o trenó, mas uma das tábuas rasgou o saco de brinquedos que começaram a cair, espalhando-se por todo o chão. Frustrado, Papai Noel voltou pra casa para uma xícara de café e um tranqüilizador gole de
VODKA. Quando se aproximou da estante, notou que os duendes tinham acabado com sua bebida; nem uma gotinha tinham lhe deixado... 
.
Na sua frustração, sem querer, deixou cair a xícara do café, que se quebrou em mil pedacinhos pelo chão. Quando pegou a vassoura para limpar os cacos da xícara, viu que os camundongos tinham comido toda a palha!
.
Neste exato instante tocou a campainha e Papai Noel, foi atender a porta, abriu e lá estava um mirrado anjinho de cachinhos, com uma enorme Árvore de Natal. E o Anjinho perguntou: "Papai Noel, onde você quer que eu coloque esta árvore?"

.

E daí vem a tradição do Anjinho ficar enfiado na Árvore de Natal...

.

.

Você precisa ser diferente

.
Não importa o quão talentoso você seja, cedo ou tarde você irá cometer erros. Um dos erros mais comuns? Competir frente-a-frente com o seu concorrente pelos mesmos clientes, e com o mesmo modelo de negócio. Para vencer, não basta ser "um pouco melhor", você precisa
SER DIFERENTE! 

.

Por exemplo: -  Porque iniciar um negócio de Classificados de Emprego, se os principais jornais do país já estão liderando esse negócio? Agora, e se você começasse um negócio de "Classificados de Empregos Técnicos"

.

Ou seja, um negócio de classificados de empregos DIFERENCIADO

.

.

.

" NOTÍCIAS "

.

.

POR PRIMEIRA VEZ ALGUÉM BATEU E FEIO NA AMBEV...

Com o lançamento da Nova Schin, a Schincariol deu uma paliza e tanto na AMBEV, que se achava "TODO PODEROSA". Dona das marcas Skol, Brahma e Antarctica, viu sua fatia encolher de 70% para 63,8% em volume em outubro, segundo AC Nielsen. ( www.acnielsen.com.br )

.

.

.

.

DAIMLERCHRYSLER, MARCA MAIS VALIOSA NA ALEMANHA
DaimlerChrysler, Deutsche Telekom e Allianz são as marcas mais valiosas da Alemanha, segundo um estudo da consultoria empresarial BBDO Consulting.
O fabricante de carros, com um valor de 25.300 milhões de euros, está em 1º lugar do ranking. A companhia de telecomunicações alemã é a segunda marca com um valor de 20 bilhões de euros. O terceiro lugar é ocupado pelo grupo assegurador Allianz, com 15.800 milhões de euros. As marcas de carros são as grandes vencedoras do ranking anual. Assim o demonstra a BMW, que passa do 9º  posto para o 6º. No entanto, o maior salto é protagonizado por Deutsche Post, que tem subido cinco postos e está no "top ten" (primeiros dez).

.]

.

.

.

Annan pede que se use Internet para melhorar as vidas das pessoas
O secretário geral das Nações Unidas, Kofi Annan, pediu em miércoles aos governos e empresas que utilizem Internet para melhorar a vida dos habitantes de todo o mundo. "Desde o comércio a  tele-medicina, do ensino a proteção do meio ambiente, temos em nossas mãos, em nossos escritórios e nos céus a capacidade  de melhorar o nível de vida de milhares ou milhões de pessoas", disse Annan aos líderes de mais de 50 países que assistem a uma conferência sobre a "Sociedade da Informação". 
.
Ante o desejo de alguns países de diluir as garantias de liberdade de imprensa na Declaração da ONU dos Direitos Humanos de 1948, Annan destacou que as empresas de rádio e televisão mais importantes do mundo prometeram martes em uma reunião paralela contribuir a difusão da informação para o bem da sociedade. 
"é vital que retenham a liberdade para faze-lo", sustentou Annan. "O direito a liberdade de opinião e expressão é fundamental para o desenvolvimento, democracia e paz e deve seguir sendo a pedra angular da tarefa que nos fica a frente". 
.
Ao começar o encontro de três dias, alguns países em vias de desenvolvimento denunciaram que a Internet está demasiado dominada pelos Estados Unidos e que deve passar a ser mais controlada pelas Nações Unidas. No entanto, a maior parte dos assuntos mais peliagudos, incluindo a liberdade dos meios de comunicação, foram solucionados antes da conferência ou foram postergados, e os funcionários estadunidenses disseram estar satisfeitos. A Conferência Mundial sobre a Sociedade da Informação intenta atrair a atenção mundial sobre a "importância que tem as novas tecnologias, seja a internet ou outros mecanismos, para ajudar os povos de todo o mundo", disse o embaixador David Gross, um funcionário do Departamento de Estado e presidente da delegação estadunidense. 
.
O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, e muitos líderes ocidentais não assistiram a conferência, dominada pelos representantes dos países em vias de desenvolvimento. Gross disse que Estados Unidos respaldará a conferência e que o discurso de sua delegação seria pronunciado pelo assessor da Casa Branca em ciência e tecnologia, John Marburger. Uma conferência de seguimento terá lugar em Tunis em 2005. 

.

.

.

.

"A UNIÃO FAZ A FORÇA E CAIXA ANUNCIA A CONTA DE 1.000.000 EM 7 MESES de politicas sociais"
A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil decidiram compartilhar todos os seus correspondentes bancários e todos os terminais de auto-atendimento localizados fora de agências. Em fase avançada de negociação, o projeto-piloto de compartilhamento começará a ser executado em Brasília, Curitiba e Salvador já no início do ano que vem, disse ao Valor o presidente da Caixa, Jorge Mattoso. Até o final de 2004, acrescentou, o objetivo é fazer com que a parceria esteja funcionando em todo o país. "Eles (o BB) têm mais máquinas e nós temos mais correspondentes", explicou Mattoso, ao justificar o interesse de cada um dos bancos no projeto. Com o uso compartilhado, os clientes do BB, que hoje contam com cerca 2 mil correspondentes bancários em todo o país, ganharão aproximadamente mais 11 mil. Este é, segundo Mattoso, o atual número de correspondentes da Caixa, incluindo as quase 9 mil agências lotéricas existentes. Até março de 2004, a rede estará ainda maior, pois a instituição tem planos de contratar aproximadamente mais 4 mil estabelecimentos como correspondentes.
.
Os clientes da Caixa, por sua vez, ganharão mais 5,5 mil máquinas de auto-atendimento em todo o país. No total, o BB tem cerca de 36 mil desses terminais, informou Paulo Rogério Caffarelli, gerente de distribuição do banco. A grande maioria deles, no entanto, fica nas salas de auto-atendimento das agências, cujo uso não será compartilhado. A parceria, explicou Caffarelli, envolve só aqueles terminais fora de agências, como os localizados em shoppings e aeroportos, por exemplo. Ainda assim, o ganho para a Caixa será grande, pois, pelo mesmo critério, a instituição dispõem atualmente de 1.100 terminais. Na fase piloto, que deverá durar três meses, os clientes de cada um dos dois bancos poderão usar a rede do outro só para saques, saldos e extratos. Numa segunda etapa, será possível também fazer transferências bancárias e pagamentos de um modo geral (boletos de cobrança, contas de consumo, impostos etc.) e até movimentar investimentos.

.

.

.

.

Atacado é o maior rival das grandes redes - www.valoronline.com.br 
No auditório do Pão de Açúcar em São Paulo, onde são realizadas as reuniões semanais para avaliar o desempenho das vendas, um recado deixa claro que o grande concorrente da maior rede de supermercados do país não é o Wal-Mart ou o Carrefour. "Devemos negociar e comprar sempre melhor do que o atacado", avisa uma faixa, em letras bem visíveis, colocada ao lado do palco. Os atacadistas, que abastecem as pequenas lojas de bairro, transformaram-se no inimigo número 1 do Pão de Açúcar. O varejo está concentrando-se, mas os atacadistas e os pequenos comerciantes não dão sinais de derrota. Na queda-de-braço com os gigantes, os atacadistas e pequenos supermercados têm como aliado as indústrias, que querem manter vivos os pontos-de-venda alternativos para não depender só de poucos e cada vez mais poderosos clientes. 
.
O Martins, de Minas Gerais, prevê crescer 25% e fechar o ano com um faturamento de R$ 2 bilhões. "Pelo segundo ano consecutivo, estamos crescendo mais de 20%", diz José Antônio Rossi Salles, superintendente do maior atacadista do país. O Destro, do Paraná, investiu R$ 25 milhões em um novo depósito em Jundiaí para avançar no interior de São Paulo. A empresa, uma das cinco maiores atacadistas, tem com o maior fornecedor a Unilever, que responde por 5% a 6% das vendas. Para ajudar a fortalecer os pequenos varejistas, o Martins desenvolveu uma bandeira de supermercados, a Smart, incorporando conceitos de gestão e marketing utilizados pelos grandes. Os varejistas que adotam a bandeira possuem vantagens comerciais com a atacadista. 
.
Neste mês, a rede Smart desembarcou na Grande São Paulo, com a conversão ontem de 130 pontos-de-venda na cidade. "Hoje, já são 510 lojas espalhadas pelo país, o que torna a Smart a maior varejista (em pontos-de-venda) do Brasil", afirma Salles. A meta é chegar a 3 mil lojas em cinco anos. O Martins não é dono de nenhum supermercado da rede. O Destro também também prevê crescer 25% este ano. João Destro, controlador da atacadista, afirma que 2003 foi um ano difícil e que a expansão deve-se à conquista de novos clientes. Ainda assim, ele espera atingir R$ 500 milhões de faturamento. E a expectativa é dobrar de tamanho com o novo depósito de Jundiaí. "Muitos atacadistas saíram de São Paulo ou fecharam suas portas nos últimos anos. Hoje, há um grande mercado no Estado que não é atendido", diz Destro. 
.
A carga tributária, porém, também desestimula a instalação de atacadistas em São Paulo e torna mais vantajoso trazer mercadorias do Paraná ou de Minas. Em São Paulo, a alíquota de ICMS para operações efetuadas dentro do Estado é de 18%. As mercadoria "importadas" de outros Estados, por sua vez, pagam o ICMS interestadual, de 12%. "Mas essa vantagem tributária só faz sentido para os varejistas que optam pelo sistema simplificado de pagamento de ICMS, que é calculado sobre uma estimativa de receita. Para as empresas que se creditam de ICMS, tanto faz", diz Salles. Os grandes alegam que os pequenos sonegam e conseguem fugir dos impostos, o que lhes dá uma "vantagem competitiva" imbatível. Os pequenos rebatem dizendo que, na verdade, não possuem as "desvantagens" dos grandes, como as elevadas despesas com marketing, gastos com uma estrutura administrativa portentosa ou as mesmas margens atraentes de lucro. 

.

.

.

.


Câmeras de telefones celulares suscitam temores sobre privacidade
Os telefones celulares equipados com câmera, um dos objetos mais cobiçados para este natal, constituem também um crescente problema de privacidade tanto para os consumidores como para diferentes organizações. Os telefones, com suas lentes discretas, tamanho pequeno e capacidade para transmitir quase em tempo real imagens para a Internet ou outros telefones móveis, sã o sonho de todo curioso. Os aparatos fizeram sua aparição no mercado no início de 2001, e nos últimos meses os meios de comunicação chamarão a atenção sobre incidentes como a existência de fotos com pessoas desnudas que sem saber estavam na Internet. 
.
A preocupação pelas câmeras telefônicas também chegou ao mundo dos negócios, já que as companhias temem uma eventual espionagem corporativa. A empresa de eletrônica sul coreana Samsung e LG Electronics proibiram aos visitantes de usar telefones com câmera. No entanto, os temores despertados pelos aparelhos com câmera não desaparecerão, já que a tecnologia avança constantemente e as vendas aumentam. Por exemplo, a próxima geração de telefones que está abrindo caminho no mercado asiático e que pouco a pouco está chegando aos EUA e Canadá conta com vídeo, com capacidade para gravar clips de duração entre 15 e 30 segundos. Na América do Norte, os analistas estimam que as vendas de telefones com câmeras se duplicarão no próximo ano, enquanto que todo o mercado de telefones celulares sofrerá um incremento menor. Dos 90 milhões de aparatos vendidos este ano na América do Norte, os aparatos com câmeras reapresentam 3,3%, ou 3 milhões de unidades.  Em todo o mundo se venderam 65 milhões de telefones com câmeras, segundo David Kerr, executivo da consultora Strategy Analytics de Boston. 

.

.

O primeiro dia de trabalho como Gestor de Pessoas

.

PARABÉNS! Você conseguiu o seu emprego de Gerente de Pessoas e hoje é o seu primeiro dia nessa posição. O quê fazer no primeiro dia? 

  • Coloque todas as pessoas em uma sala e fale um pouco sobre você. Suas origens, valores, crenças, experiências. 

  • Fale sobre o POR QUE de você estar nessa posição, 

  • ONDE você quer chegar, 

  • QUAL é a sua meta imediata, e o quê você vai fazer para melhorar o trabalho das pessoas ao ponto de todos se sentirem ORGULHOSOS de trabalhar com você. 

.

A primeira Semana como Gerente de Pessoas

.
Comece a sua carreira de gerente de pessoas conhecendo as pessoas que irão trabalhar com você como indivíduos. Organize reuniões individuais com cada um deles. Mesmo que você já tenha trabalhado com algumas dessas pessoas, é importante você ter conversas individuais com cada uma delas. 
.
A sua equipe é o seu patrimônio mais valioso e também o mais difícil de gerenciar. Entretanto, ela pode ser transformar no mais gratificante de todos os patrimônios quando gerenciado da maneira certa. 
.
Você pode realizar essas reuniões em qualquer lugar, na sua nova sala, na sala de reunião, do lado de fora da empresa, você decide. O importante é que o lugar seja silencioso, privativo e onde os indivíduos possam se expressar abertamente para você. 
.
A agenda dessa primeira reunião poderia reunir três assuntos. Aprender sobre o Indivíduo. Explicar a ele como ele se encaixa no seu plano de trabalho. Responder as perguntas que ele possa ter. 

  • O indivíduo é casado? Filhos? 

  • Quais são os seus hobbies? 

  • Onde ele nasceu? 

  • O quê o motiva? 

  • O que ele mais gosta a respeito do seu trabalho? 

  • O que ele menos gosta? 

  • Quais são suas ambições? 

  • O que ele faria se estivesse no seu lugar? 

  • Qual é o grau de satisfação dele na empresa? 

  • O que ele espera de um chefe? 

  • Como ele gostaria de ser gerenciado? 

Seja o mais aberto e honesto que você puder durante essas reuniões. Não deixe de conversar individualmente com nenhum deles. Essas reuniões irão ajudá-lo a construir a base para um relacionamento de confiança que irá tornar o seu trabalho muito mais fácil no futuro. 
.

.
A Reunião Mensal do Gerente com suas Pessoas

.

Compartilhar informações e ter as mesmas metas é muito importante para criar a sensação de união, unidade e senso de urgência em uma empresa. 
.
Experimente realizar e liderar uma reunião mensal em seu departamento ou empresa, onde você compartilha os números de vendas, despesas, lucratividade, desafios e oportunidades. 
.
Uma reunião como essa, quando realizada periodicamente religiosamente, adiciona senso de propósito comum, direção e envolvimento entre os participantes. 

  • Compare as metas realizadas com as planejadas. 

  • Onde vocês foram bem-sucedidos? 

  • Onde não foram bem-sucedidos? 

  • O que pode ser melhorado para o mês que se inicia?

Elogie aqueles que fizeram um excelente trabalho. Não culpe aqueles que não atingiram metas e nem chame a atenção desses em público. 
.

Mesmo depois de um mês ruim, cabe a você mostrar a todos que você tem

 a ENERGIA, a ATITUDE POSITIVA e o ENTUSIASMO para reverter a situação. 

.

.

PROF. RICARDO JORDÃO
PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO

BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING.

.

.

.

..