Como página inicial

Sistema de Representação Comercial para Representantes Comerciais

Adicionar a Favoritos

sistema de representação comercial e vendas

FONE: 51 3019 2817

.

.

Funções do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Testes do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Solcite seu Orçamento

Manual do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Biblioteca dos Jonais de Representação Comercial SDR

Assinatura livre e gratuita do Jornal de Representação Comercial

Contrate os melhores e mais capacitados Representantes Comerciais

Contato com a Equipe do SDR Sistema de Representação

As melhores Dicas sobre softwares livres, Bibliotecas, Links...

FUNÇÕES

TESTE

ORÇAMENTO

MANUAL

JORNAIS

ASSINe

saiba

contato

dicas

.

.

.

JORNAL DICAS DA SEMANA DO WWW.SDR.COM.BR Nº223

.

TRANSPORTES   LOGÍSTICA

Nº02

.

JÁ ERA, AQUELE CONTRATO PARA TODA VIDA...

.

O tempo em que trabalhávamos numa única empresa durante toda a carreira pertence ao passado. Hoje temos de gerir o nosso futuro profissional de acordo com novas regras. Dito por outras palavras: - Temos de saber tocar ao som de outra música. Ou melhor, de várias músicas em simultâneo. A melhor forma de explicar esta mudança é a de recorrer a uma outra analogia: "a do veículo todo-o-terreno". No princípio do século nós só precisávamos de tomar uma decisão de carreira:  - Que tipo de trabalho iríamos realizar (muitos nem sequer tinham poder de escolha). O resto estava decidido à partida (a função, o horário, o salário, o percurso de carreira). 

.

Era como se embarcássemos num comboio. Alguém estava a dirigi-lo e nós sabíamos exatamente para onde. Sempre pelos trilhos e em linha reta. Nós só tínhamos de subir ou descer no local certo. Ao longo do século as nossas opções de carreira foram aumentando. Ou seja, passamos a deslocarmos no nosso próprio automóvel. Podíamos chegar a inúmeros locais, à nossa própria velocidade, mas sempre por onde houvessem estradas pavimentadas. Atualmente, gerir uma carreira é como pilotar um veículo todo-o-terreno. Nada nos impede de andar pela estrada. 

.

Mas, para chegar a alguns dos melhores destinos, há que sair fora dela. Gerir a carreira tornou-se algo flexível, em que teremos de fazer várias coisas em simultâneo enquanto seguimos em frente… nem sempre em linha reta. Atualize os conhecimentos. Mesmo os mais qualificados já perceberam que o seu conhecimento é efêmero. Você tem de se atualizar na sua área de especialidade. Mas, ao mesmo tempo, terá de aumentar o seu portfolio de competências, adquirindo novas habilidades. Os cursos intensivos de formação, a participação em seminários e encontros de profissionais ou a assinatura de revistas da especialidade são excelentes opções de auto-formação.
.
Invista mais em se. Saber mais sobre um dado assunto é apenas uma parte do problema. O outro lado está em ganhar competências em áreas distintas. A longo prazo, é preferível ter qualificações e experiências em várias funções do que ser excelente numa única especialidade.
Outro ponto essencial é que o sucesso na carreira não passa necessariamente pela progressão horizontal. Os movimentos laterais para um outro cargo ou empresa poderão ser um passo intermédio imprescindível para um novo salto qualitativo da sua carreira. 

.

.

.,

.

À medida que expandiam o seu império, durante o século xv, os Incas compreenderam que a comunicação e a logística eram vitais para qualquer organização vasta e dispersa.

.

.

Por isso, decidiram criar uma rede de centros administrativos e de armazéns para alimentos, ao mesmo tempo que construíram mais de 28.000 quilômetros de estradas, sendas e caminhos, que ate hoje se conservam..

.

.

HISTÓRIA DO TREM - 1ª DE 2 APRESENTAÇÕES

.

Em EUA, os trens já tinham conseguido convencer aos comerciantes da superioridade do trem sobre os canais (o forte do transporte na época), não tão somente pelo sua velocidade e por ser mais diretos, mas porque funcionavam em qualquer estação, se importar o clima. Enquanto que as vias de água podiam congelar no inverno, também podiam baixar a níveis aptos para a navegação nas secas do verão.

.

Foi assim e por estas razões que no país passou-se de 14.500 km. de linhas férreas em 1850, para mais de 48.300 km em 1860.

.

Foi também uma década histórica, marcada pela saída de 10.000 operários da cidade de Omaha ao encontro dos 12.000 operários da Central Pacific, que tinham partido em janeiro de 1863 de Sacramento. O encontro teve lugar em 10 de maio de 1869 em Promontory Point onde o último rebite de ouro foi colocado pelo presidente dos EUA "Grant", no último tramo. Com isso estava-se se dando lugar à primeira linha férrea transcontinental.
.
África, Ásia y Austrália na tiveram linhas férreas ate 1850. O destaque o levou Índia, que construiu a melhor rede de Ásia no ano de 1850, comandada pelo Governador Gral. Lord. Dalhouise, do Reino Unido. Essa excelente malha de trilhos, fazia que todas as mercadorias vindas do interior, chegassem pelos trilhos ate as cidades portuárias. - Enquanto a China apenas acordou para a necessidade de construir estradas de ferro, após a derrota sofrida pelas mãos Japonesas em 1895, correndo atrás dos anos perdidos para produzir os troncais necessários para não perder produtividade e eficiência.
.
Corria o ano de 1860 quando o desenvolvimento dos modernos trens de passageiros de longos percursos, começaram a mudar o transporte de pessoas.  -
Gerorge Pullman convenceu às empresas de trens de EUA, que lhe permitissem agregar as locomotivas, seus próprios vagões cama e imediatamente depois foi agregando vagões restaurante e vagões salão. Estes vagões nos que se cobrava um plus, marcaram cotas de comodidade desconhecidas na época e obtiveram um sucesso muito além do esperado. A mesma idéia foi lançada em 1876 pelo Belga Georges Nagelmakers, que fundou International Sleeping Car Company. Em conseqüência ao terminar o século, o mobiliário, o serviço e a cozinha dos trens de longo percurso como o americano, inglês e outros europeus como o Orient Express, justificaram o apelido dado a esse transporte: - "Hotéis sobre rodas". Este salto de qualidade em benefício dos passageiros, fez que toda a frota de trens melhora-se em todos os países.
.
Com a concorrência promovida na metade do século XX pelos veículos automotores, o transporte de trens teve que se adaptar e reduzir seus custos, além de aperfeiçoar os sistemas de energia propulsora, operações que se viram beneficiadas com a utilização de motores alternativos ao vapor. Assim começava era das locomotivas equipadas com motores diesel, que precisavam muito menor tempo de manutenção e muito menos ainda os de propulsão elétrica, que podiam funcionar sem paradas por vários dias. A partir de 1960, o primeiro trem bala Japonês demonstrou que as grandes velocidades eram possíveis. Os Franceses aperfeiçoaram seu
TGV "TRENS DE GRANDE VELOCIDADE". A primeira via para trens  TGV, desde o sul de Paris até Lyon (França), , foi terminada em 1983, conquistando-se uma velocidade de 270 km. horários.
.

.
Graças a um centro de controle de dados e trafego, se conseguiu cobrir uma ampla zona de percurso. Ao introduzir o código de um trem na unidade de controle, o sistema acompanha a situação do conjunto de forma totalmente automatizada e os computadores indicam aos controladores a melhor forma de corrigir os horários de um trem, na hipóteses de algum dos conjuntos estive-se fora da rota traçada. Graças a esta tecnologia, pode inaugurar-se em 1989, a primeira linha totalmente gerida por computadores, sem precisar de condutores nos conjuntos, como o metrô de Lille ao norte de França.
.
Hoje em dia o transporte de cargas ferroviárias, é um dos mais importantes concorrentes do transporte rodoviário. A grande reserva quanto ao transporte ferroviário, são os transportes de mercadorias fracionadas, já que os contratos de transporte ferroviário são por vagão. Somente quando se dispõe de mercadoria suficiente para lotar um vagão e com frequência regular é que dá resultado. Mas nos últimos tempos com os containeres ferroviários, está se remediando este problema e alcançando mais esta vantagem para o transporte de produtos, aumentando seu poder competitivo em todas as áreas. 
.
Assim foram surgindo os trens completos, dedicados aos transportes minerais, carburantes, automotores e outros transportes de volume e frequência justificada. Seguindo esta linha de preencher o espaço de vagões e ate trens em sua capacidade de cargas, os correios começaram a formatar os trens postais. Estas modalidades de transportes postais, que foi dando origem aos transportes de fracionadas graças aos containeres de médio ou vagão inteiro, vem ganhando vantagen e popularidade. A adequação de medidas entre os containeres ferroviários e o transporte rodoviário, foram os que formataram as medidas para o chamado transporte Inter modal, muito trabalhado pelas logísticas. 
.
Nestes transportes intermodais que se escondem grandes reduções de custos e vantagens operacionais. Graças aos containeres ferroviários de menor tamanho, se consegue lotar com pacotes ou mercadorias várias, evitando assim que no transporte intermodal, se esteja manuseando os produtos, eliminando perdas por avarias, faltantes e custos de descarga e carga braçal. Com este sistema de transporte por container, se transporta por rodovias ate as estações férreas, chamada terminais de cargas ferroviários, onde podem ir se estocando os containeres a espera dos trens mercantes, onde se transportam por longos percursos. Chegando ao terminal ferroviário de destino, as operações de logística se encarregam das descargas e cargas, para a continuidade e do transporte rodoviário ate o destino final ou entreposto de entregas fracionadas.
.
Estes terminais ferroviários são de alto preparo técnico nos paises desenvolvidos, oferecendo técnicas de transporte, manejo, logística e carregamento de utilíssima geração, com equipamentos muito competitivos, como reboques, tranbordadores, empilhadeiras, guinchos e armazéns acondiconadores. Estes serviços tem por obrigatoriedade à agilidade em seus trabalhos, oferecendo excelentes vantagens como forma de competir com os transportes rodoviários
.
.

.

EQUIPE DO SDR

.

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

FONE: 51 3019 2817

.

sistema de representação comercial e vendas

.L

.

Como página inicial  Adicionar a Favoritos

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2007, SDR