Como página inicial

Sistema de Representação Comercial para Representantes Comerciais

Adicionar a Favoritos

sistema de representação comercial e vendas

FONE: 51 3019 2817

.

.

Funções do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Testes do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Solcite seu Orçamento

Manual do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Biblioteca dos Jonais de Representação Comercial SDR

Assinatura livre e gratuita do Jornal de Representação Comercial

Contrate os melhores e mais capacitados Representantes Comerciais

Contato com a Equipe do SDR Sistema de Representação

As melhores Dicas sobre softwares livres, Bibliotecas, Links...

FUNÇÕES

TESTE

ORÇAMENTO

MANUAL

JORNAIS

ASSINe

saiba

contato

dicas

.

.

.

 

dicas e curiosidades 

"JORNAL DICAS DA SEMANA" Nº241 DO WWW.SDR.COM.BR

.

TRANSPORTES   LOGÍSTICA

..

 

.

respeite as 5 leis do atendimento ao Cliente

  • Nunca peça para o cliente ligar para você. Você deve ligar para o cliente.

  • Nunca se esqueça de quem é o cliente.

  • Nunca desista de ajudar o cliente. Vá até o chefe do seu chefe se preciso for.

  • Nunca deixe o cliente esperando muito tempo.

  • Nunca peça para o cliente falar com outros departamentos da empresa.

Resolva o seu problema de uma vez!

.

Custos do transporte rodoviário de cargas aumentam 11,99% 
.

Os custos do transporte rodoviário de cargas tiveram uma variação média de 11,99% no período de fevereiro de 2003 a janeiro de 2004. O percentual vale para distância entre de 800 quilômetros. Para as demais a variação no período foi a seguinte: 

  • 14,19% (muito curtas, 50 quilômetros), 

  • 12,96% (curtas - 400 quilômetros), 

  • 10,02% (longas, 2400 quilômetros) e 

  • 8,6% (muito longa, 6 mil quilômetros). 


Frete vai subir, alertam as transportadoras 
O setor vai tentar repassar a seus clientes o impacto do aumento da carga tributária decorrente da mudança no sistema de recolhimento da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). Ele e outros representantes do setor estiveram ontem com o ministro da Fazenda, Antônio Palocci. Segundo Vianna, a incidência da Cofins no setor de transportes aumentará de 3% para 5,7% a 6%. O impacto nos preços do frete será variável, atingindo mais pesadamente os produtos de menor valor agregado, como os alimentos da cesta básica. “Mas antes nossos clientes não tinham direito a crédito pela Cofins agora, eles passarão a ter”, argumentou. Por isso explicou, a expectativa é de que a nova Cofins crie um “jogo de empurra” dentro das cadeias produtivas, mas no final o produto poderá até ficar com o preço menor. 
www.ntc.com.br

.

..

Entrega de caminhões para safra demora até três meses no Paraná 
Caminhões e implementos rodoviários estão demorando até três meses para serem entregues no Paraná. O crescimento do setor de agro negócios e a previsão de safra agrícola recorde foram alguns dos motivos que colaboraram para a elaboração de um cronograma de entregas de caminhões, semi-reboques graneleiros e basculantes e bitrem graneleiro em grande parte das indústrias e concessionárias paranaenses, que geralmente faziam as vendas com pronta-entrega.
www.ntc.com.br

.


Frete já está 15% mais caro em Mato Grosso www.ntc.com.br
Ainda não começou o forte do escoamento da produção de grãos do Estado, mas o frete já apresenta altas em comparação aos preços verificados no mesmo período do ano passado. Em algumas regiões, o aumento já supera os 15%. Mas ainda é princípio de safra e a última previsão do Instituto Mato-grossense de Economia Agrícola (Imea) aponta para uma alta de 30% nos próximos meses, com o pico da colheita.  "Nesse período de grande procura, é a relação entre demanda e oferta que determina o preço", explica a superintendente do Imea, Rosemeire dos Santos. 

  • Em alguns trechos, como por exemplo o que liga Campo Novo do Parecis e Rondonópolis, o frete subiu 17%, saindo de R$ 40 para R$ 47,50 a tonelada (t).

  • De Alto Taquari a Santos, o valor aumentou cerca de 13%, de R$ 93 para R$ 105. Nas distâncias mais longas, o percentual de aumento foi menor, como é o caso de Lucas do Rio Verde a Santos, que subiu 3,2% indo de R$ 138 para R$ 142,50 o carregamento da tonelada de grão.

.

Fila fora de época no porto força mudanças nas operações - www.folha.com.br  
A chuva que interrompe o embarque nos navios e o escoamento recorde de milho no mês de janeiro fizeram a fila de caminhões na BR-277, acesso ao Porto de Paranaguá, chegar ontem a
45 quilômetros de extensão
O congestionamento de quase 1,5 mil carretas ao longo da estrada atípico nesta época do ano forçou a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) e representantes dos terminais portuários privados a definirem mudanças na forma de recebimento dos veículos. A partir de domingo, os exportadores (produtores rurais e operadores do cais) só poderão mandar caminhões para Paranaguá se houver previsão para escoamento do produto que está sendo enviado. A formação de filas na BR-277 se repete há pelo menos 4 anos no Porto de Paranaguá, mas dessa vez ela se iniciou mais cedo o normal é a partir de meados de fevereiro, quando a safra de soja começa a ser escoada. Desta vez, a causa principal é a conjugação de dois fatores: -
as chuvas que caem desde sexta-feira no litoral do estado e a intensa exportação de milho, não esperada para este mês. Segundo a Appa, até ontem 93,2 mil toneladas do grão tinham sido embarcadas no Porto de Paranaguá um acréscimo de quase 25% em relação ao mesmo período em 2003. www.ntc.com.br 

.

.

Indústria naval abrirá 70 mil vagas 

Há consenso na indústria da construção naval que 2004 poderá iniciar um ciclo de retomada do setor. Esse otimismo se justifica. Até o primeiro semestre, o Rio vai inaugurar ou revitalizar três estaleiros.  A Transpetro (empresa de transportes da Petrobras) pretende encomendar 22 petroleiros e 19 embarcações de apoio à exploração de petróleo. Mas a prova de recuperação definitiva será a regulamentação de uma Medida Provisória que poderá aumentar o volume de financiamentos e estimular a construção de embarcações, gerando mais de 70 mil empregos. Os primeiros sinais concretos de recuperação em 2004 partirão do Rio. www.jornaldobrasil.com.br 

.

.

.

..

.

.

..FAÇA AGORA SUA INSCRIÇÃO - CLIQUE AQUI

..

.

Ações para Motivar a Equipe em tempos de turbulência

.

Essas ações são desenhadas para os gerentes que tem responsabilidade de gerenciar, motivar e desenvolver pessoas quando o momento é de turbulência e mudanças, ou seja, TODOS OS DIAS

O que motiva você? Determine quais fatores são importantes para você na sua vida profissional e como você interaje com eles. O que motivou ou desmotivou você no passado? 
.
Descubra o que os seus funcionários querem do trabalho. As pessoas talvez queiram mais status, maiores salários, melhores condições de trabalho, melhores benefícios, um melhor ambiente, um chefe mais eficiente, reconhecimento, desafios, oportunidades de desenvolvimento pessoal... As razões variam de pessoa para pessoa e de tempos em tempos. Como descobrir? Pergunte a cada um deles durante as revisões de performance, pesquisas sobre atitude no trabalho e em conversas informais. 
.
Elogie as pessoas. Todos os dias, descubra alguém que faz bem o seu trabalho e diga a ela. Assegure-se que o interesse que você demonstra é genuíno. Não exagere nos elogios. Se você tiver alguma idéia sobre como a pessoa poderia fazer melhor o seu trabalho, não diga de bate-pronto, mas ajude-a a encontrar uma melhor solução. A conquista do respeito das pessoas é conseguido através do exemplo e não em função de saber mais do que os outros. 
.
Remova os fatores desmotivantes. Identifique os fatores que desmotivam os seus funcionários e elimine-os pela raiz. Os fatores podem ser físicos (escritório e equipamentos) ou psicológicos (injustiças, barreiras para promoções, falta de reconhecimento). Alguns desses fatores podem ser eliminados rapidamente, outros irão demandar mais planejamento e tempo para trabalhar. 
.
Fique atento aos incentivos financeiros. Muitas pessoas dizem que trabalham por dinheiro. Mas a verdade é que o dinheiro aparece no rodapé da lista dos fatores motivadores, e não tem o poder de manter a motivação dos funcionários no longo prazo.

.
Uma vez que você tenha escutado os problemas dos seus funcionários,
TOME UMA ATITUDE e resolve as questões. Perguntar sobre Motivação e depois não fazer nada a respeito, é um dos maiores fatores de desmotivação que existe. 

.

PROF. RICARDO JORDÃO
PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO

BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING.

.

.

.

.http://www.bizrevolution.com.br         ricardom@bizrevolution.com.br

.

..

.

Plano de revitalização de ferrovias deve criar 220 mil vagas 
O plano federal de revitalização de ferrovias deve gerar mais de 220 mil empregos nos próximos quatro anos. O ministro dos Transportes, Anderson Adauto, esteve esta semana com representantes dos governos de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Rondônia, Maranhão, Piauí e Bahia, para debater o projeto. O ministério informou que, até 2007, deverão ser investidos cerca de R$ 7,47 bilhões na revitalização da malha ferroviária do país. Na primeira fase de trabalho, os recursos serão direcionados à recuperação de trechos que se encontram em estado crítico. Alguns desses trechos são Araraquara-Porto de Santos (SP), variante Ipiranga-Guarapuava (PR), Recôncavo Baiano (BA), Triângulo Mineiro-Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG), o Ferroanel de São Paulo, o acesso ao Porto de Paranaguá (PR) e o acesso ao Porto de São Francisco do Sul (SC). Além deste trabalho, o plano prevê a expansão da malha ferroviária. Para a reestruturação dos pontos críticos e as primeiras expansões da malha, devem ser gastos R$ 5 bilhões em quatro anos, o equivalente a R$ 1,25 bilhão por ano. www.folha.com.br 

.

..

Trilhos escoam produção recorde 
A produção recorde de grãos no RS e 10 milhões de toneladas de soja alavancou a expansão do setor ferroviário no último ano. Sobre os dois principais corredores ferroviários do Estado Cruz Alta-Rio Grande e Uruguaiana-São Paulo recaem as projeções de crescimento de 20% e 35%, respectivamente, para o próximo ano. De Cruz Alta, partem diariamente três trens, em média com 35 vagões, para Rio Grande. No retorno, levam o mesmo número de composições, com cargas de fertilizantes e combustíveis. - Esse vaivém de mercadorias é que faz a diferença - afirma Fuchs. No final de 2003, o Estado e o país voltaram a exportar trigo, representando um novo mercado e a ampliação da atuação da empresa. Em novembro e dezembro, o RS transportou por ferrovia 300 mil toneladas exportadas. www.zerohora.com.br 

. 

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

FONE: 51 3019 2817

.

sistema de representação comercial e vendas

.L

.

Como página inicial  Adicionar a Favoritos

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2007, SDR