Como página inicial

Sistema de Representação Comercial para Representantes Comerciais

Adicionar a Favoritos

sistema de representação comercial e vendas

FONE: 51 3019 2817

.

.

Funções do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Testes do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Solcite seu Orçamento

Manual do Sistema de Representação Comercial e Vendas - SDR

Biblioteca dos Jonais de Representação Comercial SDR

Assinatura livre e gratuita do Jornal de Representação Comercial

Contrate os melhores e mais capacitados Representantes Comerciais

Contato com a Equipe do SDR Sistema de Representação

As melhores Dicas sobre softwares livres, Bibliotecas, Links...

FUNÇÕES

TESTE

ORÇAMENTO

MANUAL

JORNAIS

ASSINe

saiba

contato

dicas

.

.

.

 

dicas e curiosidades 

"JORNAL DICAS DA SEMANA" Nº244 DO WWW.SDR.COM.BR

.

TRANSPORTES   LOGÍSTICA

..

 

.

.

Aslog realiza primeira reunião de Logística Reversa este ano
O Comitê de Logística Reversa da Associação Brasileira de Logística
(Aslog) realiza nesta quarta-feira (18), a partir das 19 horas, a primeira reunião em 2004. O tema da palestra será “Logística Reversa e as Oportunidades de Negócio", coordenada pelo especialista José Carlos Oliveira Froes. A participação é gratuita e as reservas devem ser feitas pelo e-mail info@aslog.org.br 

.

Encomendas de vagões da Iochpe garantem receita até setembro - www.valoronline.com.br 
A carteira de encomendas de vagões da Iochpe-Maxion está tomada até o terceiro trimestre deste ano. A informação é de Oscar Becker, diretor financeiro da companhia fabricante de material ferroviário e autopeças. "Já temos 3,2 mil vagões contratados, que representam uma receita de cerca de R$ 415 milhões", afirma. Segundo o executivo, a mineradora Vale do Rio Doce é responsável pela maior fatia dessas encomendas, com 2.868 vagões. Outros 150 foram pedidos pela ferrovia MRS Logística e mais 150 pela ADM, companhia da área de soja. "Esperamos chegar ao final do ano com a fábrica totalmente tomada." Becker lembra que a capacidade de produção de vagões da Amsted-Maxion, a joint venture da empresa para a área ferroviária, é de 5 mil unidades/ano. No ano passado, a capacidade foi ampliada com o arrendamento de fábricas que eram da Cobrasma, em Hortolândia e em Osasco. Em 2003, a companhia entregou 2.028 vagões, com um aumento de quase 590% sobre os 300 produzidos em 2002.

.

.

Governo Federal vai destinar R$ 178 milhões para rodovias 
O Governo Federal anunciou a liberação de R$ 178 milhões para socorrer as estradas federais prejudicadas pelas chuvas. As chuvas continuam provocando prejuízos em todo o Brasil e, de acordo com o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit), a região Nordeste é a mais prejudicada. Das 95 rodovias federais seriamente comprometidas no País, 43 estão localizadas naquela região. As outras rodovias estão no Norte (16); no Centro-Oeste (15); no Sudeste (13) e no Sul (8). Os principais problemas encontrados são quedas de barreiras e pontes, alagamentos, rompimento e entupimento de bueiros, erosões e atoleiros. 
.

.

ALL investe em infra-estrutura no Rio Grande do Sul
A malha ferroviária do Rio Grande do Sul terá a partir de março seis novos pátios de manobra de trens entre Cruz Alta e o porto de Rio Grande – cinco deles estão sendo ampliados e um está em construção. A América Latina Logística (ALL) investiu R$ 1,3 milhão em obras que vão significar melhor capacidade de circulação de cargas e um crescimento de 30% no volume transportado. Neste ano devem ser transportadas mais de sete milhões de toneladas em grãos, produtos industrializados e líquidos (combustíveis e óleos vegetais). 

.

.

MRS chega ao azul e investe R$ 180 milhões - www.ntc.com.br 
A MRS Logística fechou no azul pela primeira vez desde que passou a operar a Malha Sudeste da Rede Ferroviária Federal (RFFSA), privatizada há aproximadamente sete anos. O lucro líquido em 2003 foi de R$ 351,9 milhões, revertendo prejuízo de R$ 166 milhões computado em 2002.

.

.

Infra-estrutura de transportes pede mais investimentos a Furlan - www.ntc.com.br
Por falta de investimentos e de ações do governo, a infra-estrutura de transportes e armazenamento em portos no país podem entrar em colapso neste ano, prejudicando as exportações, avisaram dirigentes de 24 federações de indústrias do país reunidos com o ministro do Desenvolvimento, Luiz Furlan. "Há necessidade urgentíssima de investimentos na infra-estrutura, de logística", comentou o ministro Furlan, ao deixar a sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), onde conversou com os empresários. "Eles têm temores de que, com a nova safra vindo aí, haja um colapso relativo a transporte, armazenagem, portos", reconheceu o ministro do Desenvolvimento.

.

.

Investimento no profissional - www.ntc.com.br
Chance de conquistar ou manter o emprego. É esse o objetivo dos cursos de capacitação para o mercado de trabalho oferecidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat). A iniciativa é fruto da parceria com a Secretaria Estadual de Trabalho e utiliza recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Há uma semana, foi realizada formatura de 760 alunos do Senat, em Deodoro. Os cursos na área de transportes tiveram carga de 168 horas-aula e foram destinados a capacitar operadores de empilhadeira, motoristas de coletivos e de produtos perigosos e operadores de tráfego. O conteúdo englobou noções de relacionamento interpessoal, cidadania, responsabilidade civil e primeiros socorros. Os alunos receberam ainda alimentação, dois vales-transporte por dia de curso e seguro no período referente às aulas.

.

..

" COMO ATENDER CLIENTES DIFÍCEIS "
.

Um dos grandes desafios dos vendedores é o atendimento de clientes considerados difíceis. Como lidar com clientes chatos é a pergunta que geralmente me fazem. Embora eu não acredite em fórmulas mágicas, aqui vai uma dica. Primeiro: - "O que entendemos como um cliente difícil?" 
.
A primeira coisa a ser feita é tentar decifrar o tipo de cliente que está na nossa frente e o motivo da sua
“chatice”

  • Ele pode “ser chato" porque é exigente, detalhista e técnico e não sai por aí metendo a mão no bolso para qualquer vendedor

  • Ele pode “estar” chato porque teve problemas com o atendimento ou com os produtos que comprou

  • Ele pode “estar” enfrentando problemas particulares ou até mesmo “ser” chato por natureza

Segundo: – "De que lado está o problema? - Antes de entrarmos no assunto, vamos esclarecer uma coisa importante... -  O que nós, vendedores, queremos de um cliente
.

Fechar a venda e pensar na melhor forma de gastar a comissão ou comprar uma boa briga?

.

A resposta é tão óbvia que você deve estar pensando que só um maluco faz uma pergunta destas, não está? Sabe o que é? 
.
Já ouvi muito vendedor dizer que pode até perder a venda, mas não leva desaforo p’ra casa! Bem, mas vamos partir do princípio de que nós somos da paz e que tudo o que queremos é ver o cliente feliz e a nossa conta bancária engordando, certo? 
.
Então qualquer estratégia que possamos adotar tem como objetivo baixar a adrenalina dos clientes chatos e, se possível, transformá-los em bons amigos. Se formos capazes de entender a situação e definir de que lado está o problema, vai ficar mais fácil resolver cada conflito.
.

Para ler o artigo COMPLETO, clique no link e será levado a biblioteca do Portal SDR

.

COMO ATENDER CLIENTES DIFÍCEIS

.

.

A lógica da logística 
.

Em meio século, a Casas Bahia recebeu várias propostas, a maioria financeiramente interessante, para terceirizar sua entrega:  - "Não estamos buscando redução de custos, essa não é a prioridade", diz Gilberto Duarte, gerente de operações logísticas da rede. Fundamental desde a época em que Samuel Klein ainda era mascate, a logística sempre fez parte do negócio principal da Casas Bahia. "A fidelização do cliente começa na loja e termina em sua casa", diz Duarte. Esse raciocínio atende a um princípio arraigado:

aproveitar todas as oportunidades de estar em contato direto com o cliente. E o momento da entrega é um dos mais favoráveis para estreitar esse contato. Além disso, a entrega tem um papel fundamental para reduzir os riscos da concessão de crédito, já que é uma forma de comprovar o endereço do cliente. 

.

O entregador da Casas Bahia deve remover móveis, tirar do lugar geladeiras e sofás e içar eletrodomésticos pela janela se for preciso. Boa vontade e um sorriso sempre ganham pontos para a imagem da empresa. Na gigantesca operação logística estão envolvidos cerca de 6 000 funcionários. São 30 000 entregas diárias. 

.

Cada caminhão realiza de 35 a 40 com a força de dois ajudantes, além, claro, do motorista. Outra equipe virá depois se encarregar da montagem dos móveis. Não existem obstáculos para essa turma: o bairro é perigoso? Uma escolta armada faz a segurança e garante a entrega da mercadoria. 
.
Todas as entregas são feitas no prazo de 48 horas. Quando ocorre uma venda, o sistema revela a chamada microzona de entrega, baseada no CEP do cliente, e já calcula a capacidade do caminhão para programar a entrega. 

.

O passo seguinte é a roteirização. Esse é o único procedimento manual. Aqui conta a experiência e a familiaridade com as regiões. Como todas as cidades cobertas estão num raio de 1 000 quilômetros do depósito principal, a distribuição é otimizada, e as entregas são bem-sucedidas em 97% dos casos.

.

.
Fonte:  - Revista Exame - 18/02/2004

.

..

Informação via e-mail
.

Quando você envia um e-mail, existe uma oportunidade de enviar maiores informações sobre você e a sua empresa. 

.

O que você deveria enviar?

.

Envie sempre o seu nome, endereço, número de telefone, fax e endereço do seu e-mail. Mas além disso, pense um pouco sobre o que você está precisando comunicar sobre você e a sua empresa.

  • Existe um slogan ou logo que você poderia enviar anexo oU COMO FUNDO ?

  • Existe alguma oferta especial que você precisa comunicar a seus clientes ? 

  • Pense sobre as possibilidades e seja criativo.

Para o bom uso do e-mail... - A caixa postal das pessoas está cheia de lixo. Muito mais do que cheia de spams (mensagens não-autorizadas), a caixa postal das pessoas está cheia de mensagens inúteis de amigos. Pessoas que talvez não tenham aprendido ainda a usar o e-mail de um maneira educada e profissional. Aqui vão algumas dicas:

Respeite o tempo dos outros. O seu desafio é enviar para as pessoas aquilo que elas realmente precisam no momento em que recebem a sua mensagem. Uma ótima maneira de você descobrir o que interessa ou não interessa ao seu destinatário, é você optar dentro do seu sistema de correio eletrônico pela opção de receber um aviso assim que a sua mensagem for lida. 
.

Limite o uso de letras em maiúsculo, desenhos, imagens, logotipos da empresa etc. É super IRRITANTE E DÍFICL DE LER MENSAGENS ESCRITAS COM LETRAS EM MAIÚSCULO. Use letras em maiúsculo e outras imagens em casos muito especiais. 
.
Coloque ENERGIA e CRIATIVIDADE no “Assunto” da Mensagem. Invista o tempo que for necessário para criar um título para o seu e-mail que realmente ajude as pessoas a identificar o conteúdo da sua mensagem e assim colocá-la no topo da lista das mensagens para ler.

Preparado? Vamos ver, envie uma mensagem para mim! 

.

PROF. RICARDO JORDÃO

.
PRESIDENTE, FUNDADOR E SEU AMIGO

BIZREVOLUTION CONSULTORIA DE MARKETING.

.

.

.

.http://www.bizrevolution.com.br         ricardom@bizrevolution.com.br

.

LOGÍSTICA

.
O Império Romano foi mais do que o triunfo da arte da guerra e do poder militar. Foi a consagração da logística. A base do império esteve na rede sofisticada de estradas, na gestão da informação sobre a localização e a mobilidade das tropas, no latim como língua universal, na classe literata de militares e burocratas, na moeda comum e no excelente serviço de correios.

.
Hoje a logística integrada com a informação e as comunicações, volta a estar no centro do sucesso empresarial. Os avanços tecnológicos permitem a integração de várias funções desde a gestão da cadeia de abastecimentos até à distribuição e aos serviços pós-venda. Inclui ainda o apoio ao cliente, o transporte, a armazenagem, a gestão de estoques, o processamento de encomendas, os sistemas de informação, o planejamento da produção e as compras. A informação permite gerir melhor este conjunto de atividades e reduzir os custos.

  • Em 1980, os estoques representavam 10,8% do PNB dos eua 

  • em 1995 o valor baixou para 4,3%. 

  • E os gastos com logística baixaram de 17,2 % para 9% do PNB.

Com a plataforma da Internet pode dar-se um salto ainda maior. Intermediários que não acrescentam valor e que têm elevados custos de armazenagem serão coisas do passado. 

.

As organizações estarão diretamente envolvidas no design, embalagem e promoção. E os clientes poderão passar a encomendar produtos e serviços on-line e a recebê-los diretamente do produtor ou através de especialistas em logística. 

.
Com a passagem da integração vertical típica do modelo industrial para a virtual, em que os líderes da cadeia de valor se concentram no negócio central e adjudicam a fornecedores o restante, a logística tornou-se a chave da empresa moderna.

..

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

FONE: 51 3019 2817

.

sistema de representação comercial e vendas

.L

.

Como página inicial  Adicionar a Favoritos

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2007, SDR