VOLTAR

" Seja um vencedor diante das mudanças  "

SR. PROF. MAURÍCIO GÓIS

Para ser um profissional DE futuro e DO futuro, você precisa de 5 posturas essenciais simples.

  • Que requisitos você precisa ter para ser um profissional bem-sucedido diante das mudanças histéricas da Era da Revolução? 

  • Para ser um “empregado empregável” que posturas são necessárias para você ser disputado e não rejeitado no mercado? 

  • Quem estará além do topo da empregabilidade ? 

  • Para quem serão as promoções, os melhores salários e as oportunidades de realização pessoal e crescimento profissional na nova onda? 

Que tipo de profissional você é ? - Pão de Açúcar ? ( aquele que não adianta empurrar que não sai do lugar? ). 

.

Você tem paradigmas atualizados ? Ou você será devorado pela Síndrome de Gabriela ? ( aquele que canta: - Eu nasci assim, eu cresci assim, eu vou morrer assim? ) 

.

Bem, para ser um profissional DE futuro e DO futuro, minha experiência de consultor é que você incorpore, imediatamente, essas 5 posturas estratégicas simples, pois elas serão decisivas na sobrevivência e expansão de sua carreira: 

.

1. NÃO DIGA: SE FUNCIONOU - ESTÁ ABSOLUTO.   DIGA: - SE FUNCIONOU - ESTÁ OBSOLETO. 

Para ser um vencedor de futuro é preciso ser orientado para o futuro. Há dois tipos de profissionais hoje em dia: - Os que tem bola de cristal e Os que fazem exercícios de futurologia, transformando a imaginação do futuro em resultados. 

.

E isso se consegue dizendo: - Se funcionou está obsoleto, isto é, acabamos de lançar um produto novo, a concorrência predatória vai nos copiar, os problemas surgirão e é preciso a gente inovar de novo. Foi sempre assim na história das competições mercadológicas: o videocassete tirou pontos da televisão, a televisão enfraqueceu o cinema, o cinema roubou mercado do teatro, o teatro matou o jogral. 

.

O fax assassinou o telex. Os transistores apunhalaram as válvulas. A xerox fez o papel carbono tremer. O computador está tirando muito lucro das gráficas. O e-commerce tende a colocar os comerciantes intermediários no museu da obsolescência. O e-learning tende a tirar pontos das escolas. 

.

Não adianta hoje desenvolver tecnologias avançadas para chicotes para carruagens. 

.

Para não desaparecer é preciso pensar: - se funcionou, está ficando velho. Agora, pergunte para esperar o futuro: - O que em minha vida profissional está ficando antigo? Não seria, hoje, a hora de usar a velha reengenharia que pregava: - Não inove, destrua, não aperfeiçoe, troque? Imaginação radical , - é a fórmula. 

.

2. TORNE-SE UM ALVO FÁCIL DOS CAÇADORES DE CABEÇA DA NOVA REVOLUÇÃO 

Todo profissional quer ser um alvo desejado dos head hunters, isto é, dos caçadores de talentos. Uma vez um diretor de uma grande empresa declarou:

.

Procuro um profissional que tenha 2 celulares, 2 telefones em sua residência, 2 e-mails e um laptop. Mas se você perguntar: -Caramba, mas para que tanto? A resposta dele será, por certo: - Ora, Competência eu forneço, treinamento eu dou, excelência eu desenvolvo nele, agora, o que eu exijo deste novo profissional é velocidade com agilidade em tudo, inclusive facilidade de encontrá-lo para passar e receber informações no instante que eu precisar. 

.

Velocidade e flexibilidade – sem esses dois atributos essenciais você não chegará no seu futuro. O que se caça também nos profissionais na Era da Revolução é espírito de análise e síntese, isto é, capacidade de ver a árvore e a floresta ao mesmo tempo, mas que façam isso dentro de sua especialização. Antigamente pregava que especialista era a pessoa que sabia cada vez mais de cada vez menos até que sabia absolutamente tudo de absolutamente nada. 

.

Ensinava-se também que especialista era a pessoa que cavava um poço até o ponto de, lá do fundo, ver as estrelas do céu em pleno meio-dia mas que, quanto mais cavava, mais a boca do poço, lá em cima, ficava pequena. Especialista, então, era quem via o que ninguém via ( estrelas no céu durante o dia ) mas que não percebia o que todo mundo enxergava ( era de visão estreita no que se referia às necessidades claras de seu tempo ). 

.

Hoje, tudo isso foi por terra. O que a nova onda da Era da Revolução deseja, agora, são profissionais especialistas polivalentes, poli-perceptivos, revolucionários pró-ativos, com insight positivo ( capacidade de vislumbrar para fazer acontecer ), realizadores, viciados em inovação, de mente aberta, sociáveis, auto-motivados, voltados para o cliente, visionários e missionários, mentalidade holística ( ver a empresa como um todo ) empowerment ( receber poder para decidir ), com fome de superação pessoal, capital intelectual e alta inteligência emocional. 

.

Coloque versatilidade em sua especialização nascida de uma autêntica vocação interior e você será caçado pelos caçadores de cabeça da nova onda. 

.

3. PARE DE APENAS APRENDER E PASSE A APRENDER, DESAPRENDER E RE-APRENDER 

Hoje não basta mais aprender. É preciso aprender, desaprender e re-aprender. Aprender hoje é saber onde está o botão das coisas que já foram aprendidas para você. Já desaprender é apertar o botão delete dos paradigmas ultrapassados e atualizar-se com novos conceitos. É preciso desaprender para sobrar espaço para você re-aprender coisas novas. 

.

Talvez, por esse, motivo, desaprender é a melhor postura hoje. Uma empresa e um profissional precisam fazer perguntas, para muitos consideradas idiotas, do tipo: - O que é cliente hoje? O que é concorrência hoje? Ter sucesso na nova onda é mais do que ter idéias novas, - é escapar das antigas, é esvaziar o passado para aceitar o futuro que chega. 

.

Desaprender para re-aprender é o lema dos que estarão vivos na Era da Imprevisibilidade onde o lema é Diferenciar para ganhar. E ninguém diferencia se não desaprender o convencional. Lembre-se que, com inflação, você precisava re-planejar seu negócio. Hoje, sem inflação, você precisa re-aprender seu negócio. 

.

4. TRANSFORME INFORMAÇÃO EM AÇÃO INTELIGENTE 

Informação sozinha não é poder. Se fosse, os bibliotecários dominariam o mundo. Conhecimento sozinho não é poder. Se fosse, os PHD’s receberiam os mais altos salários da Terra. Ação Inteligente é poder. Mudança é poder. Além do mais, Informação não é uma coisa para se ter, é algo para se encontrar. 

.

Culto não é o que sabe tudo. É o que sabe onde encontrar tudo na hora certa para transformar Dificuldades em Ação Inteligente. Se você não entender e aceitar isso, você ficará louco buscando desesperadamente novas e novas informações. E mais louco ainda ficará quando perceber que as informações tendem a dobrar a cada 80 dias. 

.

5. TROQUE O EMPREGO PELA NOVA EMPREGABILIDADE 

O emprego não é mais um lugar ( não adianta mais dizer que em Porto Alegre tem mais emprego que no Rio de Janeiro ) e nem mais um ramo ( também não adianta espalhar que há mais emprego em serviços do que na indústria ou vice-versa ). 

.

O emprego é uma pessoa: você. A idéia de que acabou o emprego no mundo, mas não acabou o empregável ficou óbvia e foi esquecida. Hoje é a sua chance de mostrar talento, competência, flexibilidade, agilidade e espírito empreendedor. 

.

Para ser um vencedor diante das mudanças do mundo e ter trabalho sempre entenda a diferença entre ser empregado e ter empregabilidade. Ser empregado é trabalhar na empresa, ter empregabilidade é trabalhar para a empresa. Ser empregado é falar: - Esta tarefa é difícil de fazer. Ter empregabilidade é dizer: - Esta tarefa exige informações que eu ainda não tenho, vou buscá-las e a executarei com o melhor de mim. 

.

Os que não vão morrer sabem que antes da competência, vem a atitude. O empregado reclama: - Chefe, temos um problema. O empregável se motiva: - Chefe, temos um desafio que pode ser resolvido assim. A diferença entre problemas e desafios está na maneira com que você vê a coisa e onde você coloca o olho de sua atitude. Ser empregado é pensar: - Temos muitos obstáculos a ultrapassar. Ter Empregabilidade é agir: - Temos muitas etapas a cumprir. 

.

A diferença entre obstáculos e etapas está na sua atitude de vencedor e é neste campo que você terá ou não um futuro. 

.

Pense nestas 5 forças propulsoras do sucesso profissional. E quando seu futuro chegar, você sorrirá para ele e dirá: - Bem vindo, meu amigo. Eu já o conheço. Você se parece muito comigo! 

.

.

SR. PROF. MAURICIO GOIS

..

Maurício Góis é consultor filiado ao IBCO - Instituto Brasileiro de Consultores de Organização desde 1985. Para contatá-lo ligue para ( 19 ) 3865 1597 - Site: www.mauriciogois.com.br

.
• Ficou conhecido nacionalmente como autor da obra "Chefia e Liderança" da IOB-INFORMAÇÕES OBJETIVAS, um best seller na área por quase uma década. É também consagrado colunista e articulista em importantes revistas formadoras de opinião nacional. 
.
• Góis vem trabalhando com sucesso nos últimos anos em programas e projetos de desenvolvimento de Vendas, Motivação, Marketing, Atendimento, Negociação, Criatividade, Telemarketing, Teamwork, Competência Emocional e Fidelização de Clientes.
.
• Graduado pela Universidade Gama Filho do Rio de Janeiro. Pós-graduado em Marketing, fez cursos de especialização na American Management Association de New York, EUA e no Canadian Management Center de Toronto, Canadá.
.
• Lecionou na PUCC - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, na FBM - Fundação Brasileira de Marketing e na ADVB - Associação dos Dirigentes de Vendas do Brasil.
.
• É um profissional de vivência internacional tendo feito trabalhos para o Consulado Brasileiro de Nova York e para o Brazilian Government Trade Bureau, entre outros.
.
• Foi professor convidado pela Brown University de Rhode Island, EUA.
.
• Em Portugal atuou na APPCE -Associação Portuguesa dos Profissionais de Comércio Externo. Em Lisboa foi titular do PROGRAMA EUROPEU DE FORMAÇÃO DE FORMADORES DE MARKETING pela CNS e foi conferencista no curso de Pós-Graduação de Gestão Empresarial no ISE - Instituto Superior Empresarial, na cidade do Porto, Portugal.

• Góis tem participado de entrevistas para órgãos de imprensa em todo o Brasil em jornais e televisões, sendo entrevistado em jornais eletrônicos como Bom Dia Manaus, Bom Dia Pará, Bom Dia Maranhão da Globo e em outras televisões como SBT, Bandeirantes, CNT etc.
.
• Como empresário ocupou cargos de direção em várias empresas, entre elas, o de presidente da Qualimax - produtos químicos em Portugal.
.
• Entre as diversas conferências que já realizou com MENÇÃO DE DESTAQUE figuram o II Congresso Brasileiro de Organização, Sistemas e Métodos, realizado pelo Cenadem no Palácio das Convenções do Anhembi e no XXXII Congresso Nacional de Hotelaria, no Centro de Convenções de Salvador, junto com Joelmir Beting.


SDR - Sistema de Representação - 51 - 3388-2471
Como página inicial  Adicionar a Favoritos  
Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2002, SDR.