.

SDR - Software de representação Comercial, Vendas e Serviços

fone: (51) 3019 2817 - e-mail: suporte@sdr.com.br - chat via Skype: sistemasdr

.

.

.

.

.

.

Segmentar é agrupar para discriminar inteligentemente

.

sala dos artigos de análises de mercado

.

Nenhuma empresa se deveria dar ao luxo de criar um certo antagonismo entre produto e clientes. Já sabemos que nem todos os produtos ou serviços se dirigem a um mercado apropriado, nem todos os clientes encontram o produto que melhor se adapta às suas necessidades. As empresas têm que se esforçar mais em reduzir as divergências de estratégia ao gerir ambos os elementos. O contrário é deixar escapar oportunidades e criar uma via de águas perigosas para o futuro do negócio. O foco comercial das empresas com pouca quota de mercado e muitas oportunidades de crescimento é a captação (Artigo: As empresas perdem 20% dos clientes a cada ano).

Já sabemos o que isso implica: ênfases no produto (reduzir as barreiras de entrada e dispersão dos canais), ênfase na promoção (uso maciço da comunicação e dos incentivos à rede) e ênfase no preço. Se o negócio conta com uma quota de mercado alta e as poucas oportunidades de crescimento são moderadas, o foco comercial desloca-se para fidelizar (barreiras de saída e capacidade de resposta) e aumentar a rentabilidade dos clientes (gestores de conta). Em qualquer dos dois casos a eficácia comercial decide-se em grande parte na arte de segmentar. Segmentar é dividir os clientes em categorias ou grupos afins para discriminar as atuações que se fazem com eles (Artigo: CADA PRODUTO TEM UM CONSUMIDOR CERTO).

.

Esta aparentemente simples decisão é a mais importante que uma organização pode tomar no âmbito do marketing. Da precisão com que se realiza este trabalho dependerá que a concepção e a orientação de um determinado produto ou serviço "agrade" ao público mais adequado para isso, aumentando o retorno do investimento e repercute no crescimento do valor do cliente. São necessários focos distintos de segmentação para tornar eficiente a "captação e a fidelização". Para a captação, os focos de segmentação discriminam os clientes entre "lindos" e "feios". É dizer o mesmo que, acabam-se por utilizar variáveis que estão relacionadas com as aparências externas dos clientes (Artigo: Prospectar = procurar e identificar clientes qualificados).

.

Para fidelizar, as coisas são diferentes: Uma empresa que tenha feito bem o seu trabalho de Inteligência de Clientes terá à sua disposição muita informação que permite discriminar o cliente em chave de "bons" e "maus". Não no sentido ontológico do termo, mas num sentido prático, ou seja, quem se porta melhor ou pior com a empresa (rentabilidade e potencial real). As segmentações de fidelização são feitas das possibilidades de rastreabilidade de clientes que nos permitem tecnologias como o Datamining (Mineração de dados: wikipédia). Com segmentações da carteira de clientes podem-se fazer boas estratégias comerciais para tornar eficaz a aplicação de recursos na manutenção e fidelização de clientes. Um dos maiores bancos de Espanha criou cinco segmentos na sua carteira em função da rentabilidade e do potencial dos seus clientes da banca retalhista. Na sua carteira realizou estes agrupamentos:

clientes básicos, clientes de potencial, clientes de futuro e clientes estrela. E acrescentou um quinto segmento: os clientes com menos de 12 meses de relação com o banco. Na base desta segmentação conceberam-se atuações "discriminatórias" (no melhor sentido da expressão) no produto, preço, atenção e comunicação.

O "café para todos" na gestão de clientes é incompatível com a eficiência comercial. O café para todos castiga os bons e premia os maus. As segmentações de captação e de manutenção são a solução. As estratégias de manutenção da relação com clientes trazem consigo uma grande oportunidade de somar o trabalho comercial aos demais departamentos da empresa envolvidos na "experiência" do cliente. Ainda que possa parecer incrível, é visto como uma ameaça por alguns diretores comerciais. Como se o departamento comercial tivesse o monopólio da gestão de clientes (Artigo: behavioral targeting é Tendência dos anunciantes).

.

The Marketing Intelligence Review

DAEMON QUEST é pioneira na revolução para o cliente: Ajudamos internacionalmente os principais líderes nos seus setores, assim como empresas desafiadoras que aspiram a sê-lo, a desenvolver com êxito estratégias orientadas para o cliente. Oferecemos uma combinação única de Marketing e Ciência, utilizando as mais avançadas técnicas científicas e de investigação de clientes, combinando-as com a nossa ampla experiência em Estratégia de marketing e implantação comercial. Decidida a vender mais e melhor, de forma sistemática e rentável. E tudo com um único objetivo… os seus clientes.

.

Outros excelentes artigos publicados pelo Jornal SDR do The Marketing Intelligence Review:

Marketing e/ou vendas

PRICING: SEGMENTAÇÃO POR PREÇOS

Como otimizar a Gestão de Canais de Venda

CAPTAR CLIENTES DE FORMA INTELIGENTE E DURADOURA

Sou um consumidor especializado - CLIENTE HIBRIDO

Fechem os olhos, por favor... (THE BLUE OCEAN ESTRATEGY)

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

.

SDR - Software de representação Comercial, Vendas e Serviços

fone: (51) 3019 2817 - e-mail: suporte@sdr.com.br - chat via Skype: sistemasdr

.

.

.

....TESTE DO SISTEMA SDR

.

....

....FUNÇÕES DO SISTEMA SDR

.

..

....SOLICITE UM ORÇAMENTO DO SDR

.

.

....a pessoa certa para a empresa certa

..

.

....Importação de produtos e Ciclo de Compras

..

.

....PORQUE INFORMATIZAR A REPRESENTAÇÃO COMERCIAL

.

.

.

RAZÃO SOCIAL: PORTAL SDR LTDA. - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO

CNPJ: 10.767.123/0001-06 - DATA DE REGISTRO DESTE WEB SITE: 15.04.1999

Av. Caçapava 425 - sala 03 - Petrópolis - Porto Alegre (RS) - BRASIL - cep: 90460-130

.

Sistema de Representação - SDR - www.sdr.com.br

Copyright © - SDR

.

Como página inicial  -  Adicionar a Favoritos