1999

Sistema de Representação Comercial para Representantes Comerciais

2016

.

SDR - Software de representação Comercial, Vendas e Serviços

fone: (51) 3019 2817 - e-mail: suporte@sdr.com.br - chat via Skype: sistemasdr

.

.

.

.

.

.

Oferecer descontos pode arruinar seu negócio

.

sala dos artigos de gerenciamento

.

No ramo do retail (varejo), entre outros, os descontos e liquidações são pilares das estratégias de marketing. No entanto, também podem converter-se em navalhas de duplo fio... Basta abrir qualquer jornal para encontrar várias páginas com descontos em artigos que vão desde frutas e verduras até televisores de LCD. Depois, esta iniciativa pode ser uma grande maneira de atrair clientes e oferecer flexibilidade para o manejo de estoques (Artigo: Seu objetivo é vender mais ou vender melhor?).

No entanto, quando se convertem em partes essenciais da estratégia de marketing, podem converter-se em navalhas de duplo fio que acabam destruindo marcas construídas em anos de esforço.

Os começos desta história se remontam à década dos anos 90, quando o desenvolvimento de potentes ferramentas estatísticas de predição de demanda infundiu, entre o pessoal de marketing, o sonho de manejar matematicamente os preços (e o "timing" dos descontos) para maximizar os benefícios. Assim, assinala um artigo do Prof. Leonard Lodish, PHD em Marketing da UNIV. Wharton, com o tempo, as promoções foram ganhando terreno entre as estratégias comerciais (Artigo: O preço justo, para o cliente certo, no momento adequado).

Entre 1978 e 2001, os investimentos em descontos aumentaram de 33 a 60% dos orçamentos de marketing. Enquanto, o gasto em publicidade caiu de 40 a 24%.

Mas claro, as promoções são excelentes ferramentas para impulsionar o volume de vendas no curto prazo. Não obstante, só o gasto em publicidade pode gerar a diferenciação necessária para construir uma marca sólida e competitiva no longo prazo. Desta forma, a estratégia acabou "comoditizando" muitos produtos enquanto engendrava comportamentos especulativos entre consumidores:

Vejamos... Me agradaria comprar uns tênis Nike. Mas ainda não começou a liquidação. Melhor compro esses Adidas que estão em promoção.
O resultado: diminuição do valor das marcas, intensificação da concorrência via preço e a erosão de margens para todos os atores do mercado.

Talvez o caso emblemático dos riscos desta estratégia seja a quebra do varejista estadunidense K-Mart. Em 2002, as dificuldades financeiras forçaram uma profunda reestruturação da companhia que incluiu o fechamento de 300 locais e a demissão a mais de 34 mil funcionários. Efetivamente, o modelo K-Mart se baseava, quase exclusivamente, nos descontos como fator de captação de clientes. O dia em que a rede deixou de implementar a estratégia, suas vendas colapsaram (Artigo: Um preço errado pode matar um bom produto).

MORAL: K-Mart não tinha conseguido basear a retenção de clientes sobre a solidez de sua marca. Isto significa que jamais convém oferecer descontos?

Não necessariamente. De fato, talvez até seja uma saída inviável uma vez que os clientes já se acostumaram a entrar na loja a procura de bons preços. O resultado poderia ser um derrube das vendas como ocorreu com K-Mart. A verdadeira lição do estudo é um chamado à moderação. É inevitável que os descontos gerem incentivos à especulação entre clientes, incentivos que podem impulsionar as vendas de curto prazo mas destruir a marca no longo (Artigo: Pricing: Fazendo malabarismos com os preços).

.

Então, qualquer política de promoções deveria basear-se sobre um minucioso estudo dos indicadores de demanda tendo em conta que, no longo prazo, os preços baixos (salvo em alguns casos excepcionais como Wal-Mart), dificilmente se converterão em vantagens competitivas sustentáveis. Em outras palavras, abandonar a política de descontos pode ser inviável uma vez que se entrou no jogo. Mas seguir nela até as últimas conseqüências pode acabar debilitando a posição competitiva da empresa (Artigo: 9 de cada 10 gerentes utilizam mal as estatísticas).

Prof. Leonard Lodish

biblioteca exclusiva da univ. wharton

Wharton: Univ. de Pennsylvania

.

OUTRos excelentes artigos Traduzidos e Publicados pelo jornal sdr, da univ wharton:

A VARIEDADE INFLUENCIA O CONSUMO

líderes jogam o xadrez, não damas

CLIENTES DESORIENTADOS, LUCRO CERTO!

O produto não é nada. O nome o é tudo!

Oferecer descontos pode arruinar seu negócio

Promoção comercial - um orçamento que cresce

Os homens compram, as mulheres vão de compras

VENDEDOR DESINTERESSADO = clientes insatisfeitos

Mantenha-se próximo do cliente (mas não demais)

.

.

Sistema de Representação para Representantes Comerciais

.

SDR - Software de representação Comercial, Vendas e Serviços

fone: (51) 3019 2817 - e-mail: suporte@sdr.com.br - chat via Skype: sistemasdr

.

.

.

....TESTE DO SISTEMA SDR

.

....

....FUNÇÕES DO SISTEMA SDR

.

..

....SOLICITE UM ORÇAMENTO DO SDR

.

.

....a pessoa certa para a empresa certa

..

.

....Importação de produtos e Ciclo de Compras

..

.

....PORQUE INFORMATIZAR A REPRESENTAÇÃO COMERCIAL

.

.

 

.

RAZÃO SOCIAL: PORTAL SDR LTDA SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO

CNPJ: 10.767.123/0001-06 DATA DE REGISTRO DESTE WEB SITE: 15.04.1999

Av. Caçapava 425 sala 03 Petrópolis Porto Alegre (RS) BRASIL cep: 90460-130

.

1999

SDR - Sistema de Representação Comercial para Representantes Comerciais

2016

Copyright © - SDR